ISSTH – Capítulo 455 – Pise na Pedra, Entre no Vazio


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                       PRÓXIMO CAPÍTULO


A visão de Meng Hao embaçou. Assim que tudo ficou claro de novo, ele enviou seu Sentido Espiritual enquanto olhava em volta, vigilante.

“Este é o Reino das Ruínas da Ponte?” Ele hesitou por um momento enquanto olhava para a Pedra da Ponte da Imortalidade que ele segurava na mão. Foi esse objeto que o trouxe para sua localização atual.

Ele estava cercado de destruição. Uma variedade de cores podia ser vista no céu, às vezes vermelha e, ocasionalmente, preta. Relâmpago dançava acima, deixando para trás o que parecia ser rachaduras.

A terra estava uma ruína completa. Havia cadáveres ao redor que estiveram ali por quem sabe quantos anos. Vestígios da passagem do tempo podiam ser vistos em toda parte. Onde ele estava agora aparentemente tinha sido uma cidade.

Uma aura de morte encheu o ar; Este mundo parecia ser uma gaiola, um lugar onde, se você ficasse preso por muito tempo, acabaria sendo sepultado ali do mesmo jeito da aura da morte.

Meng Hao franziu a testa um pouco enquanto guardava a Pedra da Ponte da Imortalidade. Ele olhou em volta enquanto revisava cuidadosamente os eventos que aconteceram para ele chegar aqui. Depois de um longo momento, seus olhos brilharam quando ele se lembrou da cena do lado de fora quando os oito Imortais partiram, apenas para retornar de repente.

Resmungando para si mesmo por um momento, Meng Hao prosseguiu com cuidado. Este lugar parecia tornar seu Senso Espiritual muito mais fraco. Era difícil ver muito longe em qualquer direção. Na verdade, seu alcance agora parecia estar limitado a cerca de mil e quinhentos metros. Olhando para os raios no céu, Meng Hao dissipou qualquer ideia de voar pelo ar.

Tempo passou. Logo era um mês depois. Durante esse tempo, Meng Hao conseguiu explorar cerca de metade de todo o local. Ele não encontrou outras formas de vida, incluindo qualquer um dos outros Cultivadores do Deserto Ocidental.

Este mundo era muito pequeno e não parecia ter uma forma regular. Suas bordas eram formadas por bordas irregulares, além das quais não havia nada. Meng Hao atualmente estava em pé em uma dessas bordas.

Na frente dele estava a escuridão total, sombria e fria. Ela parecia capaz de engolir tudo e qualquer coisa enquanto rodeava essa região. Murmurando, Meng Hao levantou a mão e fez um movimento de agarrar. Uma rocha próxima imediatamente voou para o ar e pousou em sua mão. Ele a jogou na direção da escuridão. Assim que tocou a escuridão, ela voltou a pousar na mão de Meng Hao. Ele olhou para a rocha e notou que a parte que havia tocado a escuridão parecia ter sido cortada com uma faca. Estava completamente plana e lisa.

A carranca de Meng Hao se aprofundou quando ele recuou lentamente. Esse vazio negro deu-lhe uma sensação de perigo incrível. Ele só podia imaginar o que aconteceria com o seu corpo se ele corresse para a escuridão.

“Alguma coisa não está certa. Se este é o Reino das Ruínas da Ponte, então por que eu sou a única pessoa aqui? Fora isso… esse lugar parece pequeno demais. Além do mais, não há nenhum do Solo Celestial que o Grande Pai da Tribo do Corvo Soldado mencionou!”

“Além das ruínas daquela cidade, eu não vi nenhum dos restos da Ponte do Caminho Imortal!” Meng Hao voltou-se para continuar suas explorações deste mundo cuidadosas.”

No momento em que mais metade de um mês se passou, o rosto de Meng Hao estava sombrio. Ele estava no centro do mundo, olhando para uma estela de pedra.

A estela estava rachada, mas não quebrada. Estava em condições relativamente boas e, em sua superfície, poderia-se vagamente se perceber alguns caracteres bastante grandes.

— Cidade Harmonia… — disse Meng Hao suavemente. Um olhar pesado apareceu em seus olhos. De repente, ele pensou nos oito Imortais que havia visto no caminho até aqui, bem como a mulher, Demônia Zhixiang.

“Seita Demônio Imortal. Se disfarçando como uma fantoche. Demônia Zhixiang, tentando evitar uma perseguição mortal…” Afundando-se em pensamentos, Meng Hao sentou-se, cruzando as pernas.

“Aquela Demônia Zhixiang vem de uma seita chamada Seita Demônio Imortal. Ela enganou o Jovem Mestre desses oito Imortais e pegou seu tesouro. Então ela se transformou em uma marionete para escapar de sua perseguição.”

“Depois que ela fugiu, por que os oito iriam nos perseguir novamente, parecendo confusos e exasperados…?” De repente, um olhar de concentração encheu seus olhos.

“Na verdade, ela não fugiu! Ela usou outro método para enganar seus oito perseguidores e levá-los embora. Eles rapidamente perceberam que algo suspeito estava acontecendo e retornaram o mais rápido que puderam. Embora, se você olhar isso a partir dessa perspectiva… bem, talvez ela tenha feito algo completamente diferente que eu não conseguiria imaginar. Ou talvez ela tenha chegado ao Reino das Ruínas da Ponte por conta própria, para explorá-lo. A possibilidade final… é que ela está realmente entre nós Cultivadores que vieram do Deserto Ocidental!” Meng Hao ficou sentado em silêncio e imóvel. Esta Demônia era alguém que estava sendo perseguido por oito Imortais, e claramente tinha uma sublime Base de Cultivo.

Uma pessoa assim era alguém que Meng Hao não desejava provocar. Havia pouca necessidade de uma análise mais aprofundada. Meng Hao determinou que ele precisaria estar vigilante e atento. Embora os Cultivadores do Deserto Ocidental parecessem ter sido dispersos, ele tinha a impressão de que seu terceiro palpite era o mais provável de ser verdade.

“Em quem ela está se escondendo…” pensou Meng Hao. De repente, ele olhou para o céu e viu uma figura escura se aproximando em alta velocidade. Esta figura escura não era um Cultivador, mas sim uma pedra enorme!

A rocha não tinha menos que dois mil metros de largura. Ela assobiava enquanto caia de cima, fazendo com que os raios surgissem por onde quer que ela passasse, e quebrando o ar. Parecia que alguma incrível força de esmagamento estava descendo.

Ela moveu-se com uma velocidade incrível enquanto caia. Uma enorme pressão se formou, fazendo a terra tremer. As pupilas de Meng Hao se contraíram, e ele estava prestes a recuar quando de repente ele sentiu que essa rocha de dois mil metros de largura não ia atingir o mundo em que estava. Na verdade, ela moveu-se em um arco, mudando de direção e se atirando para outra área do céu.

Meng Hao olhou em choque antes de respirar fundo enquanto observava a enorme pedra bater na escuridão que ficava na fronteira deste mundo.

Quando isso aconteceu, o vazio da escuridão pareceu se quebrar, e uma enorme lacuna se tornou visível. A rocha passou por ela e depois desapareceu.

Tudo isso aconteceu no curto espaço de tempo que um incenso leva para queimar. Meng Hao teve pouco tempo para pensar sobre o assunto. Quando a rocha desapareceu no vazio negro, suas pupilas se contraíram e sua mente se sentiu como se um raio estivesse caindo dentro dela. De repente, ele se lembrou de quando estava se aproximando da Ponte do Caminho Imortal e viu as brechas entre as várias pedras da ponte e o pó nela.

“Aquela rocha de três mil metros era um dos incontáveis ​​pedaços de poeira que eu vi antes. Eles estão constantemente voando nas aberturas entre as pedras que compõem a Ponte do Caminho Imortal!”

“Nesse caso, estou definitivamente na Ponte do Caminho Imortal. No ano em que ela entrou em colapso, ela se desfez em inúmeros fragmentos. Se eu quiser sair daqui, então a única maneira… será com a ajuda dessa poeira!” Sua mente cambaleou ao chegar a essa nova compreensão. Ele respirou fundo e então se sentou de pernas cruzadas para esperar em silêncio.

Tempo passou. De acordo com o entendimento de Meng Hao, o tempo passava de maneira diferente neste lugar do que no mundo exterior. Se meses ou anos realmente passassem do lado de fora, isso seria algo que os Cultivadores que entraram neste lugar não poderiam esconder. Além disso, o Grande Pai do Corvo Soldado, não teria deixado essa parte de fora.

Três meses se passaram, durante os quais Meng Hao viu seis rochas imensas indo e vindo. Ele não agiu precipitadamente, mas observou atentamente o que aconteceu com as rochas depois que elas se chocaram contra o vazio negro. Finalmente, um dia, uma rocha subitamente se aproximou, com cerca de dois mil metros de largura.

Quando esta rocha em particular apareceu, Meng Hao respirou fundo. Seu corpo de repente desapareceu. Quando reapareceu, ele estava no ar, pousando sobre a rocha que estava disparando pelo ar.

No instante em que pôs o pé sobre ela, Meng Hao de repente sentiu como se houvesse alguma força aterrorizante se preparando para partir seu corpo. Ele girou sua Base de Cultivo e o brilho de três totens surgiu. Desta forma, ele foi capaz de se forçar a um estado de estabilidade. Ele imediatamente sentou-se de pernas cruzadas e olhou para frente.

A rocha se movia com incrível velocidade. Em um piscar de olhos, ela passou pela terra. No espaço de cerca de dez respirações, atingiu o vazio negro. O coração de Meng Hao bateu nervosamente. Esse esforço foi uma aposta; no entanto, tendo observado o que aconteceu com todas as outras pedras, ele estava confiante.

Em um piscar de olhos, a rocha estava no vazio negro. Ela bateu nele, causando um rasgo na escuridão, uma lacuna que então passou. Enquanto disparava, Meng Hao estabeleceu seu Qi e se concentrou. Sentado lá de pernas cruzadas no topo da rocha parecia assustador, mas na verdade não era perigoso. Ele estava agora no vazio negro.

No momento em que ele entrou no vazio, Meng Hao de repente sentiu frio. A intensidade dessa frieza era tal que poderia congelar a alma. Meng Hao rapidamente girou sua base de cultivo para lutar contra o frio.

Seus olhos estavam arregalados quando ele olhou ao redor. A escuridão parecia interminável. No entanto, ele foi capaz de ver raios de luz colorida voando aqui e ali.

Cada um desses feixes era uma rocha enorme!

“Esse método deve funcionar muito bem. Este Reino das Ruínas da Ponte contém os restos da Ponte do Caminho Imortal. As pessoas que vêm aqui se movem entre os restos da Ponte do Caminho Imortal por meio dessas pedras!” Seu corpo começou a tremer por causa do frio. Ele girou sua Base de Cultivo, mas isso por si só não foi suficiente. Seu corpo estava começando a ficar duro. Com os olhos brilhando, ele circulou o poder de seu totem de fogo, forçando seu corpo a não ficar rígido de frio. Apesar disso, uma camada de gelo apareceu em sua pele. Parecia quase como se ele estivesse se transformando em uma estátua de gelo.

“Com esse método, eu devo aguentar por um bom tempo. Felizmente eu tenho a Chama Eterna. Caso contrário, sem preparar itens que repelissem o frio com antecedência, seria difícil sobreviver aqui.” O frio continuou a crescer mais intenso em torno dele. Meng Hao ficou sentado imóvel, assegurando que nenhum calor deixasse seu corpo, e sua força vital continuou a aguentar.

O tempo passou. Meng Hao não tinha certeza de quanto tempo a rocha o levará através desse mundo de negritude. De repente, uma rocha de quase mil metros de comprimento apareceu ao longe. Do jeito que ela assobiou na direção dele, parecia que se chocaria em  Meng Hao e sua pedra.

Quando as duas rochas se aproximaram mais e mais, um ruído leve de “eee!?” de repente pôde ser ouvido.

— Então encontrei alguém que não veio com um tesouro que repele frio! Que boa sorte! Hahaha! — Esta voz pertencia a um homem, e quando a outra rocha se aproximou, Meng Hao pôde sentir que um homem de meia-idade estava sentado de pernas cruzadas em meditação sobre ela.

Sua Base de Cultivo estava no estágio inicial da Alma Nascente, e seu corpo brilhava com tatuagens de totem. Em sua testa havia uma tatuagem de totem dourada que parecia um leão. Ele estava cercado por cinco pedras brancas que emitiam um escudo, envolvendo o homem e lutando contra o frio.

Quando as palavras do homem soaram, ele lambeu os lábios. Seus olhos se encheram de um brilho agudo, e quando sua rocha se aproximava de Meng Hao, o homem de repente se levantou. Ele desapareceu e, quando reapareceu, estava de pé na rocha de Meng Hao. Ele levantou a mão, e então um leão dourado apareceu magicamente. Ele rugiu quando se lançou em direção a Meng Hao.

— Eu vou te matar para tirar você de sua miséria, aí então eu, Xue, terei uma pessoa a menos para competir e uma chance maior de sucesso!


Tradutor: Gafiam | Revisor: Delongas


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                       PRÓXIMO CAPÍTULO


Fontes
Cores