ISSTH – Capítulo 389: Reencontrando Yan Son


CAPÍTULO ANTERIOR

Alguns dias depois, na divisa entre as Terras Negras e o Deserto Ocidental, Meng Hao estava vestido com uma túnica verde e permanecia sentado de pernas cruzadas no topo da cabeça do Gigante Selvagem, o qual rugia conforme ele corria adiante.

Na mão do Gigante Selvagem havia um cultivador do Deserto Ocidental, seu rosto estava repleto de tristeza e indignação; esse homem era ninguém outro senão Gu La.

Durante o colapso da cidade, ele e o Gigante Selvagem haviam sido soterrados dentro do Fosso Celestial, criado pela magia do Cultivador de túnica preta. Aquela magia havia se desvanecido, entretanto tanto o Gigante Selvagem quanto Gu La continuavam soterrados dentro do fosso.

Se Meng Hao tivesse se esquecido deles, ele e o Gigante Selvagem jamais conseguiriam ver a luz do sol novamente.

O papagaio estava empoleirado nos ombros de Meng Hao, a geleia de carne estava, mais uma vez, presa em seu joelho, na forma de um sino. A expressão facial do papagaio era extremamente arrogante, como de costume. Ele olhava orgulhosamente perante o céu, ocasionalmente suspirando emocionado.

O que ele lamentava era o fato de Meng Hao ter deixado os cinco mil Cultivadores da Igreja Luz Dourada anteriormente nas Terras Negras, na antiga Cidade Dongluo.

Envolto ao redor do Gigante Selvagem estava uma videira. Essa videira era de certa forma apática, espinhos ocasionalmente se projetavam de sua superfície, que então logo após submergiria novamente. De acordo com sua ideia anterior, Meng Hao faria com que as videiras consumissem as sementes da Muralha de Espinhos que ele havia adquirido. Infelizmente, essa ideia era temporariamente impossível. Nesse momento a videira parecia estar a beira da morte. Ela definitivamente iria precisar de mais algum tempo para se recuperar e absorver completamente as habilidades da Muralha de Espinhos.

“As Terras Negras estão um completo caos,” disse ele suavemente. Ele permaneceu sentado se empoleirando no topo do Gigante Selvagem por vários dias conforme eles viajavam pelas Terras Negras. Ele havia feito algumas investigações, e agora ele sabia que depois da queda da Cidade Neve Sagrada, a única cidade remanescente na antiga União dos Nove havia sido finalmente capturada pelo Palácio das Terras Negras.

Depois de alguns dias de hesitação, Meng Hao havia decidido que a Igreja Luz Dourada também ficasse em harmonia. A situação geral já havia sido determinada, e lutar contra isso era desnecessário e sem sentido. Fazer isso iria apenas resultar em ser destruído e aniquilado.

Na superfície, parecia que o Palácio das Terras Negras havia unificado as Terras Negras. Entretanto, a verdade era que uma grande turbulência estava apenas começando

Sete Tribos poderosas do Deserto Ocidental haviam abertamente entrado nas Terras Negras, e pareciam ter a intenção de transformar completamente esse lugar. Todos os lugares em que passavam eram deixados em ruínas.

Meng Hao murmurou para si mesmo, e sua expressão facial cintilou conforme ele olhou para o horizonte. Ele imediatamente disseminou sua Vontade, fazendo com que o Gigante Selvagem parasse de se mover. Em um piscar de olhos, ele começou a reluzir com uma luz amarela acastanhada conforme ele se transformava em algo semelhante a uma pequena montanha.

Essa arte de trocar de formas era uma habilidade inata dos Gigantes Selvagens. Até mesmo um Cultivador da Alma Nascente teria dificuldades para identificá-lo.

Depois de passar tempo suficiente para metade de um incenso queimar, gritos estridentes podiam ser ouvidos ao longe no horizonte. Um aglomerado de nuvens carregadas surgira pelo céu, no meio delas haviam diversos abutres. Seus olhos estavam avermelhados, e eles emitiam um odor pútrido. Eles estavam encobertos com uma bruma putrefata conforme voavam pelo ar.

No chão abaixo, um verdadeiro aglomerado de bestas demoníacas fez com que o chão estremecesse conforme eles avançavam. Atrás desse aglomerado de bestas demoníacas corriam milhares Cultivadores do Deserto Ocidental.

Uma enorme bandeira tremulava no meio do ar. Essa bandeira estava estampada com o símbolo de sua Tribo, a imagem de uma caveira, pálida e emanando uma aura de morte. Essa era uma das Tribos do Deserto Ocidental Tribos que invadiram as Terras Negras.

Depois da Tribo desaparecer no horizonte, o ‘monte’ ao lado começou a lentamente se transformar de volta no Gigante Selvagem. Meng Hao olhou em direção ao horizonte e franziu sua testa.

“Essa é a quarta Tribo,” pensava ele. Essa definitivamente era a quarta Tribo que ele encontrou nesses últimos dias. “Será que tem a ver com o fato das Terras Negras serem parte do Deserto Ocidental, e esse é o motivo dessas Tribos terem vindo ocupar essa área?” Meng Hao franziu profundamente. Alguma coisa parecia estar errada. Os membros que haviam passado por ele nesses dias possuíam olhares aliviados em seus rostos, o que fez Meng Hao questionar essa situação ainda mais.

“Bem, não me importa nenhum pouco se existe ou não alguma coisa suspeita com essas Tribos do Deserto Ocidental. Nesse momento eu não posso voltar para o Domínio do Sul… as Terras Negras são simplesmente pequenas demais para mim e essa região está um verdadeiro caos. Esse não é o momento apropriado para cultivar. O único lugar que posso ir é o Deserto Ocidental.” Ele ergueu sua cabeça e olhou para uma certa direção.

“Deserto Ocidental… É para lá que eu vou!” Tendo rejeitado a oferta do Clã Neve Frígida, Meng Hao finalmente descidiu onde ele deveria ir em seguida. Somente no Deserto Ocidental ele seria capaz de continuar sua pesquisa em relação aos totens e finalizar sua teoria sobre os cinco elementos. Ele iria usar técnicas de criação de pílulas para compor sua própria Alma Nascente Policromática.

Ninguém jamais havia trilhado esse caminho!

“Metal, madeira, água, fogo, terra. Eu vou precisar de cinco totens, sendo um de cada elemento. Essa será a base, assim como as plantas medicinais que você precisava preparar antes de compor uma pílula medicinal!

“Infelizmente, a diferença entre os métodos de cultivação do Deserto Ocidental e do Domínio do Sul são muito óbvias. Eles usam poderes totêmicos e a aura resultante disso é completamente diferente. Com uma simples olhada, eles irão me reconhecer.” Um olhar perplexo apareceu nos olhos de Meng Hao. Esse era um dos aspectos mais importantes sobre os cultivadores do Deserto Ocidental, seria muito difícil um Cultivador do Domínio Sul esconder isso. Se ele quisesse estudar os totens, a melhor forma seria se infiltrar no Deserto Ocidental sob a perspectiva de um Cultivador local dessa região.

Ele discutiu com a geleia de carne sobre isso, porém depois de ter ajudado-o a transcender a Tribulação, ela estava completamente exausta. Segundo sua explicação, ela precisaria descansar por algum tempo antes que provesse qualquer assistência para o perverso e imoral Meng Hao.

Meng Hao até mesmo usou sua carta trunfo e mencionou os três valentões, fazendo com que a geleia de carne tremesse de excitamento. Entretanto, lágrimas também surgiram em seu rosto, como se ela tivesse visto um tesouro precioso que na mesma hora foi roubado dela.

Meng Hao estava sentado silenciosamente conforme o Gigante Selvagem prosseguia adiante. Entretanto, alguns momentos depois, seus olhos repentinamente brilharam e uma expressão determinada apareceu em seu rosto.

“Me parece que eu realmente irei precisar da ajuda de Yan Song. Ele me disse anteriormente que ele possuía uma maneira de burlar esse problema de aura. Se ele realmente tiver trabalhado nesse assunto por anos, então ele provavelmente é confiável.” Seus olhos piscaram com uma esplendorosa determinação.

“Levando minha base de cultivo atual, junto também com o Impulso Hemo-Explosivo e a Formação Lótus de Espadas, de fato há uma certa distância entre mim e o Estágio Inicial da Alma Nascente. Entretanto, se um cultivador no Estágio Inicial da Alma Nascente quiser me matar, bem, não será assim tão fácil. Levando em consideração também a máscara hemocromática¹… eu definitivamente posso enfrentar alguém do Estágio Inicial da Alma Nascente!” Ele pegou a tira de madeira que Yan Song’s havia lhe dado e colocou um pouco de sua Vontade dentro dela. Feito isso, ele deu um tapinha na cabeça do Gigante Selvagem. Ele urrou e então mudou de direção de acordo com as instruções de Meng Hao.

Alguns dias depois….

Na região divisória entre as Terras Negras e o Deserto Ocidental havia uma região com incontáveis cordilheiras. No meio de uma volumosa floresta havia um riacho da qual suas águas fluíam com um brilho prateado. Durante a noite, esse brilho estava excepcionalmente conspícuo para qualquer pessoa que fosse capaz de usar um método rotatório peculiar de sua base de Cultivo.

Neste momento, Yan Song estava sentava perto desse pequeno riacho, sorrindo para os dois homens de meia-idade a sua frente.

Os dois homens possuíam bases de Cultivo no Estágio Inicial da Alma Nascente. Um deles vestia uma longa túnica azulada, o outro, uma beca. Assim como Yan Song, eles estavam sentados de pernas cruzadas, formando uma espécie de triângulo.

“Companheiro Daoísta Yan, quando nós iremos partir?”

“Não precisa ficar ansioso, Companheiro Daoísta Wang. Faltam ainda outros dois Companheiros Daoístas. Baseado em meus cálculos, eles devem chegar dentre dois dias. Assim que eles chegarem, nós podemos partir. ”

“Companheiro Daoísta Yan,” disse o Cultivador de túnica preta em um tom calmo, “você deveria reconsiderar mais cuidadosamente. Ter mais pessoa irá aumentar nossas chances de sucesso, embora isso também signifique repartir ainda mais.”

“Companheiro Daoísta Mo Li, não se preocupe,” disse Yan Song com um sorriso. “Eu estive estudando minuciosamente nossa trajetória. Eu tenho certeza absoluta que a Pílula da Separação Espiritual pode ser dividida entre cinco pessoas.

“Eu espero sinceramente que você esteje falando a verdade, Companheiro Daoísta Yan,” disse o Cultivator de túnica azulada, aquele nomeado Wang. Ele gargalhou, porém a ameaça contida em suas palavras eram bem óbvias.

Yan Song também gargalhou. Sua voz era calma, ele então replicou, “Companheiro Daoísta Wang, você viu a tira de madeira com seus próprios olhos, você pode tirar suas próprias conclusões. Se você não confia em mim, então mesmo se eu tentasse te convencer, você não teria permanecido aqui.”

O Cultivador chamado Wang bufou friamente, porém ele não disse nada em resposta.

A lua rapidamente surgiu, fazendo as três pessoas olharem acima. De repente, ao longe, um feixe de luz prismático foi visto cintilando através da escuridão. Momentos depois, um homem de meia-idade aterrissou próximo aos três cultivadores.

A base de Cultivo desse homem era do Estágio Inicial da Alma Nascente, e ele claramente estava no pico desse estágio, fazendo com que sua posição ficasse acima de Yan Song e os outros.

“Patriarca Transmutação Li Tian!” disse o cultivador Wang, seus olhos se estreitando de raiva. Uma expressão séria apareceu em seu rosto.

O Cultivador de túnica preta perto dele, aquele chamado Mo, também tinha um olhar tenso em seu rosto conforme ele olhava para a figura que acabou de aparecer.

O homem de meia-idade Li Tian calmamente pousou seu olhar sobre os dois e então sorriu. Era um sorriso tenebroso e repleto de frieza

“Oh, então o Companheiro Daoísta Wang e o Companheiro Daoísta Li também estão aqui. Quando nos encontramos pela última vez, anos atrás, vocês dois já eram tão íntimos. Agora parece-me que vocês ficaram ainda mais próximos? Quando eu poderei brindar na festa de casamento de vocês?” Sua voz era sarcástica e seus olhos irradiavam condescendência²
.

Quando eles ouviram essas palavras, as expressões faciais em seus rostos não mudaram nenhum pouco. Parecia que eles estavam acostumados com a forma que esse homem falava.

“Você sempre foi inferior em comparação a nós dois, Companheiro Daoísta Li,” respondeu o Cultivador nomeado Wang. “Ao longo de seus anos no mundo do cultivo, é difícil dizer quantas vezes você arruinou a vida das discípulas de várias Seitas. Você nem mesmo se atreve a dar um passo sequer no Domínio do Sul. Você é igual um cachorro vagabundo que vive constantemente fugindo. Eu suponho que você deva gostar desse tipo de vida, Companheiro Daoísta Li.” Ele temia Li Tian, entretanto suas palavras foram bem rígidas, atingindo-o em seu ponto fraco.

Os olhos de Li Tian reluziram com frieza. Ele soltou uma risada áspera e não disse mais nada.

Percebendo que esses três homens não iriam falar mais, Yan Song tossiu para chamar a atenção deles e disse.

“O Companheiro Daoísta Li é uma pessoa confiável,” disse ele com uma risada, apertando suas mãos ele continuou. “Durante essa jornada até o Deserto Ocidental, todos nós Companheiros Daoístas devemos trabalhar em conjunto.”

“Hm, tudo bem,” disse Li Tian em um tom ríspido que soou igual a um ferro friccionado em uma rocha.

Yan Song sorriu e estava prestes a dizer mais alguma coisa quando repentinamente, o rosto de Li Tian tremulou e ele se virou.

“QUEM É?”

Mesmo que sua voz tenha reverberado, um feixe de luz hemocromático atravessou toda a extensão da floresta indo em direção a eles. Dentro de um instante, o feixe estava uma dúzia ou mais de metros de distância do grupo.

A aparição desse recém-chegado foi muito repentina. Yan Song, Wang, e Mo nem sequer perceberam algo suspeito até que Li Tian dissesse alguma coisa. Foi nesse momento que eles abruptamente perceberam que alguma coisa estava errada.

Quase no mesmo momento que o recém-chegado apareceu, Li Tian bufou friamente. Ele imediatamente ergueu sua mão direita e fez um gesto de encantamento.  Feixes de Qi Negro circularam no ar para formar um grou negro³. Emitindo um grito estridente, ele disparou adiante em direção a figura hemocromática.

“Quanta indelicadeza,” disse a figura hemocromática enquanto balançava sua mão direita. Imediatamente um enorme rosto apareceu. Esse rosto era indistinto, entretanto ele emanava um chocante poder. Quando o grou negro colidiu nisso, ele repentinamente aparentou estar furioso, foi então que um estrondoso som ecoou.

Esse estrondoso barulho fez com que o rosto do Li Tian se deturpasse. Frieza continuava irradiando de seus olhos, porém, dentro dessa frieza agora existia um certo medo.


Tradutor: Rhuan   |   Revisor:   Delongas


CAPÍTULO ANTERIOR

[1] – O antigo termo “máscara cor de sangue” me pareceu inadequado, então a partir de agora eu usarei “máscara hemocromática”, sendo que; hemo:sangue, cromática: relativo a cor.

[2] – “Condescendência” está no sentido pejorativo, expressando: ‘superioridade arrogante diante de algo ou perante alguém’.

[3] – “Grou” é uma ave da família dos gruidae, elas possuem algumas ramificações. O encantamento ‘Grou Negro’ teria mais ou menos essas aparências: link , link e link.


Fontes
Cores