ISSTH – Capítulo 312 – Pois Essa Pessoa Está Preenchida com Insanidade!



Enquanto Meng Hao ria, com seu cabelo vermelho chicoteando o ar, ele ergueu sua mão direita e dentre seus dedos estava uma pílula medicinal de cor violeta! Essa pílula continha uma vontade diabólica e no momento que surgira um estrondo ressoou pelos Céus e pela Terra.

Uma aura indescritível fervilhava dela preenchendo tudo ao redor, fazendo as expressões de todos os espectadores mudarem. Meng Hao sem hesitação, a colocou em sua boca.

A pílula violeta se dissolveu em uma velocidade surpreendente, manchando como se fosse com uma tinta seus órgãos internos, preenchendo suas vísceras.

ARRRGGHHH!

Meng Hao ergueu a cabeça para o céu e soltou um rugido chocante. Abaixo da máscara, seu rosto se distorcia e se contorcia. Seus olhos carmesim estavam repletos de insanidade vibrando com uma intenção assassina. A máscara pareceu aprovar essa aura que percorreu todo seu corpo e a fez se espalhar ainda mais intensamente!

Dor!

Uma dor inimaginável!

Ele sentiu como se seu corpo inteiro estivesse sendo fatiado em pedacinhos, como se estivesse sendo punido com a morte por mil cortes. Enquanto isso acontecia, ele liberou todo seu potencial latente de sua base de Cultivo. Era como se um baú de tesouros que estava dentro do seu corpo estivesse sendo aberto. Uma última leva de dor percorreu por ele; e se sentiu como se alguém estivesse feito um buraco no seu peito e em seguida arrancado seu coração pulsando e o erguido ao céu!

Caos!

Um caos de estremecer a terra!

Um poder indescritível parecia pegar todas as memórias em sua cabeça e as aniquilá-las até virar pó. Sua vontade e consciência foram jogadas ao caos. Dentro dessa desordem e caos, fios de uma intensa e incomparável intenção assassina estavam preenchendo seu corpo!

De um fio passou para cem fios, depois mil fios, dez mil, cem mil… até chegar a dez milhões de fios de intenção assassina!!

Essa intenção assassina tornou a mente de Meng Hao caótica. Ela esmagou seu núcleo, tornando sua alma em insanidade, sendo manchada com um assombroso frenesi!

Essa insanidade foi transformada em uma demência assassina de fazer o mundo tremer. Ela superava sua racionalidade e derreteu sua mente tornando-a em nada, a preenchendo com uma vontade diabólica. Esta se tornou em um desejo de autodestruição que fez sua base de Cultivo aumentar explosivamente.

Ele passou para o estágio Intermediário, Final e em seguida para o grande círculo de Formação do Núcleo em um instante… Os rugidos de Meng Hao preencheram a região, fazendo com que todos que o viam ficassem completamente chocados com a cena.

Meng Hao não estava experimentando um queimar de alma; era algo que superava isso, pois essa pílula que ele tinha consumido era a Pílula da Possessão! E a vontade dessa, era a vontade diabólica!

Uma pessoa sendo preenchida com insanidade!

A base de Cultivo queimaria, liberando a alma. Uma vontade frenética e um desejo de autodestruição sendo transformados em uma insanidade diabólica. Era esse o estado atual de Meng Hao!

Seus olhos de cor carmesim foram preenchidos com sangue, com uma aparência diabólica e uma imperceptível malevolência. Seu rosto sob a máscara estava envelhecendo cada vez mais. Seu cabelo vermelho chicoteava o ar em volta dele sem qualquer restrição.

Essa imagem de Meng Hao nesse instante foi irremovivelmente marcada aos olhos de todo mundo que estava assistindo.

Nesse instante, os dez ou mais Cultivadores do estágio de Alma Nascente que ainda estavam sendo restringidos até o estágio de Formação do Núcleo, se aproximaram de Meng Hao. Como estavam em maior número e suas Bases de Cultivo eram inerentemente maiores que a Meng Hao em muito, portanto continuaram a se aproximar, cada um se preparando para realizar seu ataque.

Era como se cada um deles temesse que se não fossem capazes de pessoalmente exterminá-lo, iriam atrair para eles mesmos problemas dentro de seus respectivos Clãs.

Suas intenções assassinas ascendiam aos céus enquanto silvavam pelo ar. Ninguém que estava ali poderia ajudar Meng Hao. Pois nesse instante, ele estava completamente sozinho; a única pessoa quem poderia ajudá-lo era ele mesmo. Ele só poderia depender de si próprio.

A risada de Meng Hao agora estava repleta de insanidade. Ela ecoava pelo ar e enquanto isso acontecia, ele gesticulou sua mão direita a sua frente.

“Sem necessitar de um rosto!”

Os Céus e a Terra sacudiram e um enorme rosto novamente surgiu em volta de Meng Hao. Era muito maior e ainda mais espesso que antes. Agora, não estava parecendo nada ilusório, mas sim real.

O rosto se formou com sangue correndo pelos seus olhos. A visão disso era chocante e surpreendente. E como um diabo insano, este rosto foi lançado rugindo para cima dessas dúzias ou mais de Cultivadores de Alma Nascente que estavam vindo.

Para os espectadores, Meng Hao parecia como uma mariposa voando voluntariamente para um incêndio, procurando sua própria morte. Entretanto, ao fazer isso, liberava todo seu esplendor de sua vida, fazendo os corações de todos se arrepiassem emotivamente.

Uma mariposa voando até a chama, e o motivo parecia que essa mariposa amava a chama. Como se desejasse renascer na chama. Para os espectadores, podia parecer que a morte era inevitável; contudo, quem dali poderia possivelmente saber que essa mariposa não tinha qualquer amor pela chama? Na verdade, desejava usar sua vida para extinguir a chama!

Uma explosão ressoou pelo ambiente, fazendo tudo sacudir. Sangue jorrou da boca de Meng Hao e o enorme rosto se colapsava. Apesar de ter aumentado sua Base de Cultivo ao utilizar a Pílula da Possessão, ele nesse momento estava enfrentando com o ataque combinado de dez ou mais pessoas. Como ele poderia se equiparar a isso?

Enquanto sangue jorrava de sua boca, ferimentos massivos destroçavam seu corpo. Seus olhos estavam lânguidos e um sorriso cobria seu rosto enquanto era jogado girando pelo ar como uma pipa que teve sua corda cortada. Os rostos dos mais de dez oponentes mudaram enquanto atacavam novamente. As intenções assassinas deles eram como se fossem flechas afiadas que se preparavam para perfurar através de Meng Hao.

Entretanto, quando eles se adiantaram para um novo ataque, os olhos lânguidos de Meng Hao brilharam com um frenesi desenfreado.

“Uma única palavra!” ele gritou com a voz rouca. Surpreendentemente, ele estava utilizando o poder assombroso da Pílula da Possessão como combustível para liberar a habilidade divina do Legado do Imortal de Sangue.

Assim que essas palavras saíram da boca dele, o rosto enorme que estava colapsando parou de se desintegrar. As rachaduras que o cobriam pareciam agora fervilhar com uma vasta quantidade de névoa vermelha sendo jorrada nas mesmas.

Essa névoa vermelha se espalhou em frente a Meng Hao. O enorme rosto parecia estar sendo rapidamente posto sob a passagem do tempo; começando a encolher até as rachaduras se desaparecerem por completo. Ficando inteiro novamente e logo em seguida, no lugar onde anteriormente não podia ser visto uma boca, dois lábios surgiram.

Essa boca se abriu parecendo estar falando alguma coisa, porém ninguém poderia ouvir o som que ela proferia. Entretanto, assim que esse som silencioso surgiu, os dez ou mais velhos, todos eles, sentiram suas mentes estremecerem. E seus corpos foram cobertos instantaneamente com listras de sangue, como se estivessem para serem rasgados em pedaços a qualquer instante.

E foi nesse exato momento que Meng Hao falou a terceira sentença.

“Unificará as chamas da guerra!”

Sem necessitar de um rosto, uma única palavra, unificará as chamas da guerra!

Isso era a primeira das três habilidades divinas do Legado do Imortal de Sangue, sendo forçadamente postas em ação por Meng Hao. Imediatamente uma fumaça se formou preenchendo todas as direções, junto dessa fumaça estavam as chamas da guerra que giravam em espirais em volta de Meng Hao formando um enorme pilar de fogo. O rugido que esse pilar de fogo fez ressoou pelos céus.

Mais ossos de Meng Hao se quebraram. Sangue esguichava do seu corpo enquanto o mesmo caia girando até o chão. O coice daquele enorme poder fez com que a máscara violentamente se arrancasse de seu rosto.

As feições de Meng Hao agora eram de um velho. Com um rosto pálido, ele permaneceu deitado ao chão; entretanto, o frenesi diabólico ainda brilhava de seus olhos.

Sua base de Cultivo já estava a ponto de se estilhaçar. Seu corpo parecia estar prestes a ficar completamente arruinado. Muito de sua longevidade foi gasta. No entanto, seu coração ainda não desistira de bater. Desempenhando um esforço consciente ao escolher continuar queimando.

Rugidos ressoaram pelo ar enquanto o pilar de fogo se expandia. Os dez ou mais Cultivadores de Alma Nascente foram lentamente sendo jogados para trás. Subitamente, três deles imediatamente tossiram sangue.

O intenso poder da habilidade divina de Meng Hao era incrivelmente impressionante.

“O Legado do Imortal de Sangue é incrível…” comentou um dos Cultivadores do estágio de Alma Nascente. As expressões de todos esses dez ou mais velhos eram sérias, especialmente os três que sofreram ferimentos. Estes que não foram muito sérios, mas como eles estavam atacando coletivamente um único Cultivador do estágio de Formação do Núcleo. Para serem feridos apesar disso era algo que eles acharam ser difícil de acreditar.

“Acabou.”, comentou um dos velhos. Ele fitava para seu oponente; que agora não tinha mais poder para resistir e tinha sofrido ferimentos graves por todo seu corpo. Ele era como uma lâmpada que não tinha mais óleo para queimar. Eles lentamente avançaram na direção dele, se preparando para acabar com esse confronto problemático.

Xu Qing estava se tremendo toda. Ela estava prestes a disparar naquela direção quando Han Bei esticou a mão e segurou o braço dela com um poder impressionante.

Xu Qing virou-se para olhar para Han Bei, quando subitamente Meng Hao deu uma risada.

A pele dele estava pálida como cera e suas feições estavam tão envelhecidas ao ponto de que não mais parecia ser um jovem. Entretanto, havia algo visível que revelava-se pelo seu rosto que nunca mudou, sempre estando ali.

Sua risada soava como se contivesse algo estranho, algo naturalmente feroz; estava repleta de intenção assassina!

“Acorde, meu Mastim!”, ele exclamou. Lutando para erguer a mão direita e a pondo gentilmente em cima da máscara cor de sangue. Assim que ele falou essas palavras, seus olhos ficaram repletos de antecipação e afeto.

No instante que Meng Hao tinha avançado para o estágio de Formação do Núcleo, ele foi capaz de sentir a dormência do Mastim, portanto imediatamente soube que apesar dele ter que continuar dormindo, era possível ocasionalmente acordá-lo de seu sono por apenas um instante.

Tudo que ele precisava fazer era chamar por ele e assim acordaria. Essa era sua verdadeira intenção assassina. Na verdade, tudo que Meng Hao esteve fazendo nesse confronto era meramente ganhar tempo para permitir que o Mastim acordasse. O tempo todo, esteve chamando por ele silenciosamente e ininterruptamente.

Desde quando ainda estava no reino mental até agora, durante todo essa batalha sangrenta e mortal, ele esteve silenciosamente chamando pelo Mastim. Ele o chamou até mesmo quando perdera finalmente o poder de lutar contra seus oponentes. Foi então que o Mastim… finalmente começou a mostrar sinais de movimento.

Nesses sinais de movimento continham ansiedade e também um frenesi semelhante ao que possuía Meng Hao. Parecia como se o Mastim estivesse usando todo o poder que possuía para lutar contra a hibernação que o aprisionava. Ele acordou com o mesmo desejo que tinha no torneio do Legado do Imortal de Sangue, de proteger seu mestre.

Os dez ou mais velhos dispararam adiante e assim que Meng Hao esticou a mão para tocar a máscara da cor de sangue e falou aquelas palavras chamando pelo Mastim. A máscara instantaneamente começou a estremecer; ela voou pelo ar em uma velocidade inacreditável pairando bem na frente de Meng Hao.

Até que subitamente, uma gigantesca tela da cor de sangue surgiu, com cerca de cem metros de diâmetro.

Essa tela era como se fosse um enorme espelho de sangue. E quando surgiu, sua superfície se ondulava com incontáveis vibrações, também saiu de dentro dela um som de rosnado.

Esse som estremeceu os céus e a terra e imediatamente fez com que os rostos dos doze ou mais velhos ficassem boquiabertos. Era como se o Mastim estivesse encontrado seu inimigo e portanto estivesse o ameaçando. Esse som ecoou pelo ambiente atravessando a neblina negra e se espalhando pelo mundo do lado de fora da bacia.

O Cultivador do Clã Ji do estágio de Separação Espiritual que foi parado pelo Patriarca do Clã Wang, subitamente abriu os olhos e suas pupilas se contraíram. À frente dele, o Patriarca do Clã Wang deu uma leve arfada de surpresa.

Um rugido feroz de abalar os céus ressoou da tela de cor de sangue. Era o rugido de uma besta selvagem repleta de insanidade e uma ondulante intenção assassina. Enquanto o rugido ressoava pelo ambiente, os dez ou mais velhos próximos de Meng Hao imediatamente experienciaram um pressentimento sem precedentes de um perigo de vida ou morte em seus corações.

Foi nesse instante que a superfície da tela da cor de sangue se distorceu se salientando como se algo estivesse tentando sair de dentro.


Tradutor: Devlin  |   Revisor: Bonadeo   |   QC: Devlin



Fontes
Cores