ISSTH – Capítulo 309 – Outra Onda se Ergue [1]



“Esse lugar vai desmoronar a qualquer momento!” falou Ye Feimu, com a voz fraca. “Quando isso acontecer seremos teleportados para fora!” Ele estava falando, obviamente para os discípulos da Seita Destino Violeta, e não para os Cultivadores do Deserto Ocidental.

Seu rosto estava pálido e em meio a essa palidez, podia ser visto linhas negras pulsando. Não era veneno, mas sim algum tipo de inseto parasita, resultado de um ataque de alguma técnica mágica bizarra do Deserto Ocidental. Depois de ser infectado por ela resultaria, ou em um ferimento, perda massiva de Base de Cultivo, ou em morte.

Se não fosse por isso, Ye Feimu não estaria na atual condição física em que estava, não considerando o nível de sua base de Cultivo.

Chu Yuyan cerrou fortemente os dentes e acionou sua bolsa de carregamento retirando algumas pílulas medicinais, as quais as engoliu. O grupo inteiro demonstrava expressões de firmeza. Infelizmente, todos os outros com exceção de Chu Yuyan, tinham estranhas linhas negras nos seus rostos; parecia que todos haviam sido infectados pelo mesmo inseto parasita.

As bases de Cultivo dos Cultivadores do Deserto Ocidental não eram muito superiores às de Chu Yuyan e os outros discípulos. Todos estavam no estágio inicial de Formação do Núcleo, não estando nem um deles no pico desse nível. Portanto, eles hesitavam por um tempo em atacar. O motivo de não terem feito seus ataques com intenção de matar era porque não queriam causar muitos problemas no Domínio do Sul. Entretanto, as gravuras em que botaram os olhos, agora pouco, era um tesouro precioso; e ao verem a firmeza demonstrada pelas expressões dos discípulos da Seita Destino Violeta o fizeram trocar olhares. Até que finalmente, uma intenção assassina irrompeu de seus olhos.

“Matem-os! Antes desse lugar colapsar!”, olhos brilhavam e ataques se iniciavam. O poder dos totens deles se manifestaram, transformando-se em quatro enormes bestas as quais investiam para cima de Chu Yuyan e os outros.

Foi exatamente nesse momento de crise que Meng Hao apareceu. Uma névoa o cobria fazendo que suas feições ficassem indistinguíveis. Antes que os Cultivadores do Deserto Ocidental sequer pudessem vê-lo claramente, ele já estava na frente de Chu Yuyan e dos outros discípulos. Ele ergueu a mão direita e a gesticulou à frente. Imediatamente, um brilho violeta surgiu adiante ao qual se transformou na forma de uma enorme lua minguante.

Essa lua violeta com um poder de aniquilar vidas, colidiu com as quatro bestas irrompendo em uma explosão gigantesca. Os Cultivadores do Deserto Ocidental assistiram isso chocados e recuaram um após o outro. As tatuagens de totens de dois deles imediatamente se distorciam, parecendo incapazes de aguentar contra aquele poder. O ataque continuou em direção desses Cultivadores, destroçando seus corpos em pedaços instantaneamente.

Quanto aos outros dois que conseguiram resistir, um vomitou um bocado de sangue e escapou por um triz de ser consumido pelo ataque, já o outro era o mais poderoso do grupo e foi ele que deixou Ye Feimu no estado em que está. A base de Cultivo dele era do estágio intermediário de Formação do Núcleo.

Já a aparição de Meng Hao fez com que Chu Yuyan o fitasse chocada. Ao vê-lo usar a lua violeta minguante a deixou repleta de estupefação.

Afinal essa era uma arte mágica que apenas alguém da Seita Destino Violeta poderia possuir. Nenhum outro poderia dominá-la. “Vazem daqui!” falou Meng Hao, encarando tranquilamente os dois Cultivadores do Deserto Ocidental que estavam desarmados. Apesar da tranquilidade, suas palavras criaram uma enorme pressão fazendo com que o Cultivador que conseguiu sobreviver ao seu ataque imediatamente se virar e fugir o mais rápido que pudesse. Devido a ser um Cultivador do Deserto Ocidental ao qual sua vida era repleta de adversidades. Para manter-se vivo ele não adquirira nenhuma concepção de orgulho, honra ou glória. Para ele sobrevivência era a coisa mais importante, portanto, quando percebeu que não tinha mais qualquer chance de vitória, escolheu por abandonar a luta.

Mas antes de partir, ele juntou as mãos e se inclinou reverenciadamente para Meng Hao. Ele respeitava força; não importava se Meng Hao agora pouco tinha matado seus compatriotas.

Já o outro Cultivador do Deserto Ocidental, um homem de meia-idade que estava no estágio intermediário de Formação do Núcleo, hesitou por um instante. Olhou para Meng Hao e então voltou a atenção para Ye Feimu e os outros até que finalmente virou-se e se preparou para ir embora.

“Entregue o antídoto antes de ir!” falou Meng Hao friamente.

O homem suspirou internamente e então gesticulou com o braço fazendo voar um frasco preto. Meng Hao não estava preocupado se esse homem estava planejando ou não qualquer tipo de gracinhas. O desmoronamento desse lugar estava prestes a acontecer; e assim que isso acontecesse, todos esses problemas menores seriam resolvidos facilmente.

Meng Hao se virou olhando pela névoa para Chu Yuyan e os outros e falou: “Esse lugar está prestes a colapsar. Todos vocês… terão que tomar conta de si mesmos.” Seu rosto estava repleto de emoções conflitantes, ele se preparou para se distanciar dali.

Foi então que Chu Yuyan subitamente perguntou: “Quem é você?”

Meng Hao não respondeu e continuou seu caminho pensativamente.

Foi então que Ye Feimu, ao vê-lo partir, subitamente falou: “Fang Mu, aconteceu alguma coisa?!” Suas palavras fizeram que a mente de Chu Yuyan instantaneamente tonteasse. Todos os outros discípulos agora estavam olhando para Meng Hao.

Meng Hao parou por um instante e então suspirou levemente, se virou e respondeu: “De agora em diante, Fang Mu da Seita Destino Violeta não existe mais…” E então virou-se e continuou seu caminho.

Chu Yuyan e Ye Feimu ficaram boquiabertos com rostos repletos de estupefação ao ouvirem isso. Entretanto só levou um instante para os olhos semelhantes à de uma fênix de Chu Yuyan subitamente se estreitaram.

“Essa voz, por acaso é…”, foi então que sua respiração subitamente ficou cada vez mais irregular enquanto continuava a olhar fixamente para a corpo de Meng Hao sumir no horizonte.

Explosões estrondosas ecoavam enquanto o desmoronamento das paredes continuavam ocorrendo. As paredes mais próximas tinham sido completamente desintegradas, revelando um vazio. Algum dos Cultivadores começaram a ser sugados para esse vazio e logo desapareceram.

Meng Hao olhava em volta com uma expressão de concentração cautelosa. Ele não tinha certeza das exatas circunstâncias que estavam acontecendo do lado de fora, mas ele podia estimar que será de um perigo extremo. Ele não queria fazer nenhum tipo ação precipitada, portanto ele cuidadosamente observava o vazio que estava além das paredes desmoronando.

Não se passou muito tempo até que o rugido ficou mais intenso e tudo colapsava. O olhar de Meng Hao lampejou e quando ele estava prestes a voar na direção daquele vazio subitamente sua expressão mudou. Ele ergueu sua mão e a gesticulou fazendo duas indestrutíveis espadas de madeira voarem para defender a lateral dele. Nisso uma explosão ressoou pelo ar quando um soco vinha na sua direção parecendo vir do nada. Esse soco colidiu com a névoa violeta que o envolvia a fazendo colapsar instantaneamente, mas não parou só nisso, depois prosseguiu colidindo diretamente com as espadas de Meng Hao.

Uma enorme explosão foi irradiada.

As duas espadas zumbiram e estremeceram, sendo lançadas girando e colidindo contra o peito de Meng Hao. Uma enorme dor preencheu seu corpo enquanto ele foi jogado para trás igual uma pipa que teve a linha cortada, sangue jorrava de sua boca.

Ele olhou e viu que a responsável por esse soco era nenhuma outra senão a jovem garota com sobrenome Fang. Ela vestia um longo manto verde e demonstrava um ar de elegância orgulhosa. Ela lentamente se aproximou passando pelo vazio.

Ela era linda e tinha atingido Meng Hao com um golpe incrivelmente poderoso com apenas um soco. O poder desse soco de longe excedia alguém do estágio inicial de Formação do Núcleo, tal poder físico como esse era bastante chocante para Meng Hao.

A névoa se agitou novamente em volta de Meng Hao, enquanto ele encarava aquela mulher, suas pupilas se tornaram violeta e seus ferimentos começaram a rapidamente se curarem e dentro do tempo de algumas respirações ele retornou ao normal, a única exceção era que seu rosto estava levemente mais pálido.

Ele limpou o sangue da boca a fitando com o rosto sério.

“Quanto poder…”, pensou. “Ela tem um poder inacreditável! isso foi muito superior a Ji Hongdong; eu acho que aquele soco de agora pouco poderia facilmente aniquilar com um Cultivador comum do estágio inicial de Formação do Núcleo!” Seus olhos se estreitaram.

“Vejo que está planejando fugir bem rápido”, ela falou tranquilamente. “Vi que foi você que matou aquele irritante Ji Hongdong que todo mundo odiava. Bom, eu posso te matar facilmente, então retire o tesouro do Imortal e me dê. Você não poderá usá-lo de qualquer forma.” Ela não era arrogante e orgulhosa do mesmo jeito que Ji Hongdong era, mas sim indiferente. Claramente, ela se achava muito mais poderosa que ele. Parecia também ter um ar de imponência, que era semelhante ao ar de uma pessoa que gosta de mandar nas outras.

Ela esperou por uma resposta por cerca de duas respirações e então continuou: “Não concorda comigo? Então ok, você pode simplesmente MORRER!”, ela se adiantou com uma velocidade inacreditável e instantaneamente apareceu na frente dele erguendo sua mão direita e um soco veio diretamente contra ele.

Meng Hao imediatamente começou um encantamento utilizando ambas as mãos e uma palma de cinco dedos surgiu; e ao mesmo tempo um brilho do Mundo da Morte de Sangue surgiu junto com os Clones de Sangue que pareciam ter se fundido ao seu corpo. Assim que o soco se aproximou, ele golpeou com sua palma. Uma surpreendente explosão ressoou pelo ambiente e um poder massivo sacudiu o chão abaixo deles, estilhaçando algumas das paredes que estavam próximas, um vórtice de vazio surgiu e começou a sugar tudo para si.

Meng Hao tossiu um pouco de sangue enquanto cambaleava para trás. Qi Violeta agitou seu corpo e suas pupilas brilharam com uma ofuscante radiância violeta. Seus ferimentos novamente se curaram, porém seu rosto ficou ainda mais pálido que antes.

Essa regeneração lhe custava um pouco de sua força vital, e esta representava a longevidade de sua vida. Ele recuou e um brilho frio emanou de seu olhos. Ele acionou sua bolsa de carregamento para retirar a máscara da cor de sangue.

A jovem mulher deu dois passos para trás e uma expressão feroz preencheu seu rosto.

“Você é a primeira pessoa no estágio inicial de Formação do Núcleo que me fez dar alguns passos para trás!” ela comentou imponentemente.

“Eu também posso ser o primeiro a fazer você sangrar”, respondeu Meng Hao com olhos repletos de tanta ferocidade quanto os dela. Ele ergueu a mão para colocar a máscara no rosto e assim que ele fez isso a jovem garota deu uma bufada fria. Sua intenção assassina ficou ainda mais forte e subitamente seu corpo lampejou disparado contra Meng Hao enquanto erguia o punho golpeando-o pelo ar.

“Fang!” ela gritou apenas uma palavra, mas no instante que fez isso, a cor do seu punho mudou para verde e incontáveis relâmpagos verdes envolviam-no, emanando um Qi chocante e assustador que fez o escalpo de Meng Hao se arrepiar.

A velocidade com que essa garota se aproximou fez com que o coração de Meng Hao se preenchesse com uma intensa sensação de perigo. Ele não tinha experienciado tamanha sensação quando enfrentara agora pouco Ji Hongdong, na verdade, fazia muito tempo que não experienciava tamanha pressão esmagadora de uma pessoa que é da mesma geração que ele.

“MORRA!” gritou a garota com a voz ecoando em todas as direções enquanto se aproximava de Meng Hao.

Foi nesse exato momento que a mão direita de Meng Hao colocou a máscara em seu rosto, um Qi de sangue e morte imediatamente irromperam vindos de dentro dele.

E também foi nesse mesmo exato instante, que as costas da mão que ele usou para colocar a máscara estava apontada para a garota Fang, além disso, a marca verde que surgiu na mão de Meng Hao quando o mesmo tinha formado seu Núcleo ainda não havia desaparecido. Ela subitamente… piscou levemente.

Essa marca verde piscou como se fosse um símbolo mágico e essa jovem viu isso. E no instante que a viu, seus olhos se alargaram e foram preenchidos com completa incredulidade.

Seu soco estava quase alcançando o corpo de Meng Hao quando subitamente ela deu um grunhido exasperado e arriscando sofrer um coice da energia do ataque, ela o moveu para baixo fazendo seu soco colidir com o chão próximo de Meng Hao.

Uma explosão ressoou pelo ambiente e enormes rachaduras foram feitas no chão revelando o vazio que havia abaixo deles. Até mesmo o vazio pareceu ter estremecido, sendo ameaçado de colapsar diante do poder daquele soco.

A jovem vomitou um bocado de sangue e seu cabelo voava se desarrumando completamente. Ela virou sua cabeça para encarar Meng Hao, com olhos repletos de fúria e confusão. Esse desenrolar dos acontecimentos fez Meng Hao ficar boquiaberto, ele não sabia exatamente o que tinha acontecido agora pouco, mas no momento mais crítico do ataque dela, ela o mudou a direção de seu soco para atingir o chão. Ela devia saber o que estava fazendo, pois o que fez só resultou em ferir a si mesma.


Tradutor: Devlin  |   Revisor: Bonadeo |   QC: Devlin



[1] O título remete a uma metade de uma expressão chinesa que descreve que um novo conflito surgirá após um conflito não resolvido. A expressão inteira é traduzida literalmente assim: “Quando uma onda se acalma, outra onda se ergue.”


Fontes
Cores