ISSTH – Capítulo 203 – Sou forte! Afirmarei minha posição!


‘Ativando o Legado do Imortal de Sangue

Sem um rosto, uma única palavra, as chamas da guerra unificarão

Nuvens divididas, uma chuva sangrenta, oceanos que preenche o céu

Capture os deuses, avance as tropas, consuma as torres em fogo

Forje todos os espíritos e linhagens em nove poderes de extermínio! ¹

Essas palavras misteriosas continham poderes mágicos. No entanto, o poder que é necessário para desbloqueá-las teria que ser de uma base de cultivo no mínimo de Formação do Núcleo. Meng Hao estava muito ciente dessa sua incapacidade de usá-las.

No entanto, o Dedo de Sangue, a Palma de Sangue e o Mundo de Morte Sangrenta não eram necessários uma base de cultivo como requerimento. Com energia espiritual o suficiente, eles poderia ser utilizados. Incluindo o Feitiço do Oitavo Selamento Demoníaco, estes eram seus golpes mais poderosos.

Desde o caminho que ele trilhou até chegar esse dia, Meng Hao já tinha utilizado da técnica do Dedo de Sangue várias vezes. Ela era claramente unicamente poderosa, poderosa o suficiente para chocar todos que a vissem após utilizá-la. O mundo em frente a Meng Hao, aos seus olhos, era vermelho como sangue, um sinal da utilização do Dedo de Sangue. Meng Hao já tinha há muito tempo se acostumado com esse mundo sangrento. Ele olhou para Zhou Jie e para a enorme mão ilusória negra que tinha se formado de sua técnica mágica da Seita Luva Negra, a Palma das Grandes Nuvens Negras. Esta fazia o ar gritar enquanto passava em direção até Meng Hao.

Esta mão parecia ter si formada de uma névoa de cor negra e ainda assim estava entrelaçado com um Qi esquisito. Enquanto essa mão ilusória se aproximava, ela parecia se expandir mais e mais. Meng Hao podia logo ver que seu tamanho preencheu toda a visão a sua frente como se estivesse escurecendo o resto do mundo.

Isso o fez lembrar-se do passado naquele dia no Estado de Zhao, quando o Lorde da Revelação tinha flutuado ao céu acima da Seita Confiança e mandou uma palma gigantesca no chão. Naquela época, ele tinha sido muito fraco até mesmo para resistir. A palma destruiu com a Seita Confiança inteira deixando uma massiva marca da mão na terra.

No entanto, um brilho avermelhado se materializou no céu naquele instante semelhante a uma espada que podia cortar na metade os Céus e a Terra. Ela cortou a mão em duas, salvando a vida de Meng Hao. Em suas memórias, Meng Hao ainda podia ver aquela mão massiva descendo de encontro a ele.²

Obviamente, o poder de batalha de Zhou Jie não podia chegar nem perto de se comparar ao Lorde Revelação. Mas ainda assim, a cena que se desenrolava a sua frente o fez lembrar muito daquele dia.

Meng Hao subitamente sorriu, um silencioso sorriso divertido. Ele ergueu sua mão diante da palma gigante que se aproximava. O golpe chegava cada vez mais perto e se expandia cada vez mais, fazendo o vento aumentar ferozmente puxando as roupas e o cabelo chicoteando de Meng Hao para trás.

Meng Hao levantou seu dedão da mão direita e então o golpeou com movimento de corte no ar contra a técnica da Palma das Grandes Nuvens Negras que se aproximava.

Esse golpe foi como se fosse um brilho de uma luz cegante surgisse em meio a uma escuridão profunda. Foi semelhante ao brilho cegante quando se abre os olhos pela primeira vez. Esse golpe cortante foi semelhante ao que o Lorde Demônio tinha usado para dividir em dois o ataque do Lorde Revelação. Esse golpe era a evidência da iluminação que Meng Hao tinha experimentado depois de sofrer o massivo ataque daquela palma na Seita Confiança no Estado do Zhao!

Sou forte! Firmarei minha posição!³

Um rugido de uma explosão preencheu a área. Meng Hao flutuava no ar depois do golpe, sem mover um músculo. A palma massiva estava a meramente 15 centímetros em frente a ele, quando uma enorme fissura aparecera, começando a rachar do topo do dedo do meio e serpenteando por todo o caminho pela palma até a começar dividi-la pela metade se alargando mais e mais. Meng Hao permanecia calmo e seguro de si enquanto a palma o atravessava pela rachadura. O vento gritava, fazendo seu cabelo se mover selvagemente. No entanto, em meio ao chicotear de seu cabelo, podia ser visto que seus olhos brilhavam reluzentemente, eles eram como seu fossem a luz do sol nas trevas daquela noite. Todos que chegassem a reparar na luz de seus olhos não poderiam manter por muito tempo o olhar de tão cegante.

“Ainda quer continuar?” Meng Hao perguntou calmamente, com a manga de seu manto se movimentando.

Zhou Jie permanecia em silêncio a essa pergunta, olhando fixamente para Meng Hao. Uma sensação amarga cresceu em seu coração, no entanto um momento depois, sua vontade de batalhar faiscou reascendendo em seus olhos.

“É claro que eu quero continuar.” ele respondeu tranquilamente. “Desde o instante que eu me tornei uma Criança do Dao até agora, eu nunca fui derrotado.” ele respirou profundamente, gesticulando com sua mão em direção ao queimador de incenso ao seu lado (aquele que anteriormente criava o portal). Após seu gesto, instantaneamente este começou a sacudir, rachaduras apareceram em sua superfície e sons de estalidos soaram quando se despedaçava. “Com isso, ninguém vai interferir mais em nossa luta daqui para frente.” suas palavras eram simples, iguais suas ações. No entanto, tal simplicidade revelava um poder impressionante, o poder de um verdadeiro especialista no cultivo. Era apenas uma singela semente de um poder de ascensão, mas ainda que fosse uma demonstração branda e mínima fez com que os olhos de Meng Hao se estreitassem.

“Ele acabou com seu caminho de retorno.” pensou Meng Hao. “Não tem mais nenhum lugar para correr e ninguém mais a recorrer a não ser a depender de sua própria força e vai utilizar-se agora de tudo que ele tem. Esse Zhou Jie é realmente uma pessoa excepcional.” Meng Hao assentiu.

Zhou Jie ergueu sua mão e a pressionou na sua sacola de carregamento, de dentro dela saíram cinco fios cintilantes de luz, fazendo assim que a escuridão em volta deles desaparecesse pela brilhante luz que preencheu o ambiente. Esta estava sendo emanada pelo que agora estava em frente a Zhou Jie.

Cinco espadas cintilantes, brilhando com uma variedade diferente de cores!

Zhou Jie as alcançou com uma mão esticando seus dedos. E as cinco espadas se moveram até seus dedos esticados, se posicionando abaixo de cada dedo.

“Luva de Lua da Mãe Terra, Formação das Espadas Separadoras do Céu!” Zhou Jie gritou enquanto sua mão voltava-se ao chão, enquanto o fazia, as espadas brilhantes dispararam ao chão até desaparecerem.

No instante que as espadas desapareceram, as pupilas de Meng Hao se contraíram e ele recuou seis passos para trás.

Quase simultaneamente a isso, as cinco espadas de luz subitamente reapareceram do nada. E dispararam indo na direção de Meng Hao, que ainda estava em meio ao seu recuo.

As luzes cintilantes que elas emitiram eram deslumbrantes enquanto elas gritavam atravessando o ar, eram como se fossem raios espirais de luz que em um instante alcançaram Meng Hao, suas auras-espadas ascendiam ao céu. O Qi da espada parecia estar perseguindo Meng Hao apertadamente, sem chance de fuga; a própria morte parecia cercá-lo de todas as direções.

“Interessante.” falou Meng Hao, com olhos estreitados. Ele ergueu o dedão de sangue de sua mão direita e o gesticulou da direção das cinco espadas.

Uma explosão preencheu o ambiente e pôde ser visto subitamente um escudo da cor de sangue que cercava Meng Hao a trinta metros de todas as direções. As cinco espadas colidiram com esse escudo, fazendo um rugido massivo ecoar no ambiente.

Zhou Jie tossiu um pouco mais de sangue e gesticulou novamente um encantamento com ambas as mãos, com isso as cinco espadas emitiram um som de grito estridente. E um flash de luz irrompeu delas, tornando de cinco espadas para vinte e cinco espadas!

Estas espadas preencheram o ar em volta enquanto dispararam novamente em direção a Meng Hao. O poder impressionante delas fez com que Meng Hao fosse preenchido com a sensação de um perigo de vida ou morte.

No entanto, sua expressão permaneceu a mesma de sempre. Quando as vinte e cinco espadas dispararam em direção a ele, ele movimentou seu braço fazendo sua base de cultivo se agitasse. Em seguida ele cortou seu dedo do meio com o dedão fazendo mais sangue sendo jogado. Agora estava usando o poder de dois Dedos de Sangue, em seguida ele os gesticulou no ar reforçando o escudo.

Boom!

Uma explosão massiva o suficiente para distorcer a visão de qualquer um que a olhasse aconteceu. Tudo naquela área parecia ter se retorcido. As vinte e cinco espadas foram bloqueadas pelo escudo. Zhou Jie soltou um uivo de esforço tremendo enquanto empurrava suas mãos até seu peito, veias começaram a sair de seu rosto. As vinte e cinco espadas voaram ao céu e instantaneamente se transformaram novamente se tornando em cento e vinte e cinco espadas que agora preenchiam o céu por completo. De todas as direções, elas desciam na direcionadas ao Meng Hao.

Elas colidiram com o brilhante escudo de sangue, que se distorceu começando a diminuir de tamanho. Em um piscar de olhos, tinha encolhido em quase dez metros. Quase metades das espadas passaram reto por ele, indo em direção a Meng Hao.

Meng Hao respirou profundamente e cortou um terceiro e quarto dedo. Agora o sangue de quatro de seus dedos estava sendo preenchido com o poder do Legado do Imortal de Sangue. Um brilho de sangue preencheu o ambiente enquanto Meng Hao cortou o quinto dedo!

Agora os cinco dedos estavam cobertos de sangue, criando um formato de uma impressão sangrenta da mão. Essa era a segunda das três técnicas do Legado, que continha um poder que excedia a de um simples Dedo de Sangue. Essa era a Palma de Sangue!

Assim que a Palma de Sangue se materializara, o céu foi preenchido com um rugido avassalador. A massiva palma da cor de sangue estava unida acima da própria mão de Meng Hao. Ele gesticulou essa mão e um brilho de sangue se espalhou atravessando a formação da espada fazendo as mais de uma centena de espadas cintilantes estremecerem e voarem recuarem para trás. Meng Hao deu um passo à frente, gesticulando com essa mão novamente.

E um som de rugido pode ser ouvido enquanto uma área de trezentos metros quadrados em volta de Meng Hao estava em volta de uma imagem de uma enorme mão da cor de sangue. Meng Hao estava flutuando bem no centro dela. A mão massiva disparou a frente e então fez um movimento de formar um punho, aprisionando as espadas em seu aperto.

O rosto de Zhou Jie se distorceu com isso. Ele tossiu mais sangue e rapidamente movimentou as mãos gesticulando alguns encantamentos na tentativa de reunir o controle sobre as espadas cintilantes. Mas falhou e ao invés disso seu rosto parecia ter tido o sangue completamente drenado.

As mais de cem espadas estavam aparentemente sobre controle do massivo punho cerrado. Elas lutavam como se estivesse tentando se livrar, mas não conseguiam.

Trinta dessas espadas estremeceram tão violentamente com o aperto que após terem choramingado queixosamente se despedaçaram completamente.

Meng Hao bufara indiferentemente a isso. E um rugido preencheu o ambiente quando mais de trinta espadas voadoras se desintegraram, em seguida mais trinta e depois mais trinta…

Em o tempo de algumas respirações, todas as espadas voadoras cintilantes foram estilhaçadas em pedaços pelo massivo punho cerrado. A mão da cor de sangue lentamente desapareceu com isso. Enquanto o fez, as cinco espadas voadoras originais reapareceram repletas de rachaduras a frente de Meng Hao.

“Mais uma última técnica!” falou Zhou Jie com os dentes cerrados. Seus olhos estavam da cor carmesim quando viu Meng Hao gesticulando com isso mandando as cinco espadas cintilantes originais direto para sua sacola de carregamento.

“Luva Negra, Subjugação Imortal!” uivou Zhou Jie. Sua mão esquerda pressionou um ponto em sua testa. E ao mesmo tempo, ele gesticulou com sua mão direita. Instantaneamente, dezenas de tiras de jade se materializaram no ar. Sons de algo se quebrando preencheram o ambiente e cada um dessas tiras foi estilhaçada em pedacinhos. Um aroma suave e adocicado se espalhou pelo ambiente. No entanto, rapidamente foi transformado em um odor repugnante que fez qualquer um que o sentisse vomitar até seus órgãos internos.

Subitamente, um Qi que parecia vir de Zhou Jie preencheu a área inteira.

Os olhos de Meng Hao mudaram ao perceber isso. Repentinamente, uma voz arcaica vinda da Jade de Selamento Demoníaco ecoou em sua mente.

“Um exército de espíritos malignos que se auto-proclamam Imortais (仙). Por que temem tanto um homem (人) e uma montanha (山)? Se os encontrarem, os selem imediatamente!”4

Meng Hao estava acostumado as súbitas aparições dessa voz em sua mente. Ele olhou de volta para Zhou Jie, sentindo o poderoso Qi que aumentava gradativamente sendo irradiado dele. O rosto retorcido de Zhou Jie não mais era belo. Pelo contrário, parecia como se incontáveis rostos de outros estavam alternando mudando entre o dele.

Uma angústia preencheu o rosto de Zhou Jie, parecia que ele não podia aguentar muito mais disso e lentamente sua vida parecia estar sendo drenada e seu rosto começava a escurecer. Era fácil discernir que essa técnica não poderia ser usada em alguém, por alguém no estágio de Estabelecimento de Fundação, nem mesmo uma…

Criança do Dao!

“Selamento Demoníaco, Oitavo Feitiço!” Meng Hao lentamente ergueu sua mão. Um Qi subitamente emanou dele que ninguém de fora perceberia, com isso ele podia ver absolutamente visíveis os incontáveis espíritos bizarros que estavam atualmente sendo concentrados no corpo de Zhou Jie.

Uma legião de rostos perambulavam acima do rosto de Zhou Jie e cada uma delas estavam repleta de expressões de horror…

 

 


Tradutor: Devlin  |   Editor: Bonadeo



[1] Essas palavras enigmáticas apareceram no capítulo 140, quando Meng Hao conseguiu a máscara pela primeira vez. São cifras que serão melhor entendidas com o passar do tempo.

[2] Esses eventos da palma do Lorde Revelação e a intervenção do Lorde Dêmonio aconteceram no capítulo 93.

[3] I shall take my stand: Essa frase remete duplo sentido do que é a ‘força’ de Meng Hao ao qual está sendo referenciada. Não sendo necessariamente referencia a uma posição de dominância através de força física no combate e sim uma posição de paradigma de como se viver a vida. Remetendo que o jeito de viver livre e sem restrições de Meng Hao estava ameaçado pela ameaça de captura e ele precisava firmar seu ponto de vista/modo em que vive. Complicado enxergar essa dualidade de sentidos já que a língua portuguesa carece de metáforas adequadas para isso.

[4] Os caracteres de Imortal em chinês são a junção de ‘pessoa’ + ‘montanha’. Nessa frase, a voz parece estar zombando desses espíritos que se auto-proclamam imortais não sendo nenhuma dessas duas coisas.

Contribua com a Novel Mania!