ISSTH – Capítulo 202 – Batalha Entre Aqueles do Topo!


Acima, múltiplas camadas de nuvens negras estavam colidindo uma com as outras provocando um som de trovão que fazia a terra estremecer. E abaixo, Meng Hao e Zhou Jie caminhavam com olhares fixados em direção um ao outro. O poder espiritual de ambos, os Sentidos Espirituais deles colidiram a frente.

Um ataque causado por Sentido Espiritual eram incorpóreo e invisível, mas comparados ao potencial de matar o oponente, seus poderes excediam de longe a utilização de itens mágicos.

Com o olhar de ambos fixados um no outro, ambos Meng Hao e Zhou Jie começaram a estremecer. Zhou Jie sentiu como estivesse sido esmagado por inúmeras montanhas, sangue escorreu do canto de seus lábios, ele cerrou seus dentes e uma expressão feroz se formou em seu rosto.

Meng Hao parecia ter sido afetado também por essa batalha invisível. Ele fechou a cara, no entanto nenhum sangue escorreu de seus lábios. Ele bufou friamente e continuou a caminhar em frente. Enquanto mais um passo era dado, ambos começaram a estremecer novamente.

O rosto de Zhou Jie ficara pálido com isso. Ele podia discernir que ele não era superior ao seu oponente em relação ao poder de seus Sentidos Espirituais. Sem hesitar, ele recuou muitos passos para trás e gesticulou rapidamente um encantamento com sua mão esquerda, com isso o incenso de trinta centímetros de comprimento em sua mão direita imediatamente soltou linhas de fumaça rodopiantes que se transformaram em uma lâmina encurvada que disparou na direção de Meng Hao.

Enquanto a lâmina voou pelo ar, a fumaça que a formara começou a se espalhar, logo um contorno de um semblante pode ser visto. Parecia como se uma pessoa estivesse voando junto com a lâmina encurvada a empunhando, querendo com isso, golpear diretamente Meng Hao.

Os olhos deste mudaram ao ver isso. Sua mão direita gesticulava formando um encantamento e as duas espadas de madeiras que pareciam estar ansiosas por ação emitiram um intenso zumbido quando se transformaram em dois raios de luz aos quais dividiram o ar por onde passavam indo na direção de confronto contra a lâmina encurvada.

Elas chegaram em um instante, não tendo nenhum desvio de nenhuma das técnicas ou movimentações desnecessárias. Os dois ataques pareciam ser arqui-inimigos. Eles colidiram um no outro tão violentamente que era claro que apenas um deles sairia dali inteiro e outro destruído.

Uma explosão ecoou e Meng Hao gesticulou com ambas as mãos. Parecia como se ele tivesse puxado as espadas de madeira para si por fios invisíveis grudados as mesmas, como se fossem marionetes, e imediatamente começaram a emitir uma intensa aura-espada que vibrou preenchendo por toda a região que estavam. Tudo começou a tremer com isso. Quem possivelmente se atreveria a se aproximar?

Enquanto a explosão ressoava, uma estranha expressão aparecera dos olhos de Zhou Jie. Ele ergueu sua mão esquerda a gesticulando a frente dele, então pressionou o incenso em sua mão direita fazendo mais fumaça sair de dentro do mesmo. Em um piscar de olhos, todas essas fumaças se transformaram em mais de dez armas diferentes, cada uma delas sendo empunhadas por um semblante fantasmagórico. Todos eles investiram na direção de Meng Hao.

A expressão no rosto de Meng Hao era a mesma de sempre enquanto ele observava a aproximação dos fantasmas de fumaça. Ele ergueu suas mãos, as esticando a frente, e as duas espadas de madeira emitiram explosivos sons de gritos agudos. Subitamente, toda a energia espiritual dos Céus e da Terra pareciam ser sugadas por elas. Até que as auras-espadas que elas emanavam pareciam se expandir em trinta metros. Além disso as próprias espadas pareciam ter se transmutado em dois dragões-espadas voadores que circulavam em volta de Meng Hao.

Um rugido ecoara dos fantasmas de fumaça que se aproximavam, enquanto um atrás do outro eram desintegrados, sendo incapazes de chegar perto de Meng Hao.

“Então você é do tipo que gosta de se defender.” falou Zhou Jie tranquilamente. “Eu posso ajudá-lo a continuar a fazendo isso.” uma luz fria brilhou de seus olhos enquanto sua mão esquerda gesticulou rapidamente em um outro encantamento enquanto pressionava o incenso com a outra mão. O incenso queimou mais furiosamente fazendo grande quantidades de fumaça saírem do mesmo. Dessa fumaça formou-se camadas que se expandiram até se formar anéis concêntricos.

Cada novo anel que se formara era maior que o que anterior. Assim, rapidamente mais de cem anéis de fumaça tinham se formado em um único e enorme anel de fumaça que foi jogado na direção de Meng Hao. Esses anéis se agitavam em volta dele, como se estivessem tentando cercá-lo e envolvê-lo em fumaça.

Parecia que esses anéis de fumaça estavam prestes a engoli-lo, e ainda assim a expressão no rosto de Meng Hao não mudou nem um pouco. Ele abriu sua boca e uma névoa de relâmpagos se materializou se expandindo. No passado essa névoa de raios tinha absorvido um raio da Tribulação dos Céus e também um pouco da vontade dos raios do caldeirão quadrado. Nesse momento, parecia estar passando por outra transformação bizarra, pois quando se expandia, raios no céu caiam em sua direção.

Parecia que a névoa de raios estava influenciando de alguma forma as nuvens as fazendo se juntar ainda mais, era como se os raios no céu fossem começar se focar naquela região a qualquer momento. Assim, parecia que a área de fora da névoa estática iria logo se transformar em um oceano de eletricidade.

A névoa se expandia e os raios caiam dos céus, preenchendo o céu com rugidos de trovões. No momento que os anéis de fumaça foram tocadas pelos raios, eles explodiram em inúmeros fragmentos.

Os olhos de Zhou Jie se estreitaram a ver isso. Ele nunca tinha antecipado tamanha táctica. Meng Hao caminhou a frente cercado pela névoa elétrica.

Enquanto a névoa se agitava em volta dele fazendo trovões explosivos preencherem o ambiente, como se estivessem incitados pelos raios, as duas espadas de madeira irromperam com uma vontade feroz de exterminação. O cabelo de Meng Hao chicoteava em volta de sua cabeça enquanto a chuva tempestuosa caia em volta dele. Qualquer um que o visse seria golpeado em seu coração com uma pavorosa sensação demoníaca.

Subitamente, uma aura de opressão começou a emanar de Meng Hao, era a primeira vez que uma aura desse tipo era emitida por ele.

“Na verdade,” respondeu Meng Hao casualmente, “o que eu gosto mais é de atacar!” ele caminhou a frente, parecendo estar repleto de um poder devastador. Ele era como se fosse algum tipo de besta selvagem, pronto para conquistar o mundo.

A expressão de Zhou Jie mudou drasticamente enquanto ele resistia a sensação que o implorava para recuar. Meng Hao agora parecia ser completamente diferente de momentos atrás quando estava apenas se defendendo. Ele parecia estar transbordando ferocidade, como se antes ele tinha sido apenas uma espada embainhada que agora tinha sido sacada.

Era hora dele demonstrar alguma de suas habilidades!

Um passo, dois passo, três passos…. Cada passo de Meng Hao dava, o trovão explodia cada vez mais alto e raios preenchiam o céu. O poder completo da base de cultivo de Meng Hao irrompera, aumentando ainda mais a expansão de seu Sentido Espiritual. Zhou Jie ficara imensamente chocado com isso, e ele sabia que ele não devia deixar Meng Hao acumular ainda mais dinamismo. Se isso acontecesse, seria muito difícil pará-lo.

Assim que o terceiro passo de Meng Hao pousou no ar, os olhos de Zhou Jie se preencheram de determinação, largando o incenso de sua mão direita, que agora estava a menos que quinze centímetros de comprimento, e este voou para cima.

Veias de sangue apareceram nos olhos de Zhou Jie enquanto ele gesticulava com ambas as mãos em um encantamento até esticar bruscamente as mãos a frente dele falando.

“Fumaça Verde do Extermínio da Passagem Leste!” ele falou tais palavras juntamente com o gesto de esticar suas mãos à frente. O incenso incendiara com isso, queimando uma quantidade significante de seu comprimento até criar uma fumaça bastante concentrada que voara diretamente em direção de Meng Hao.

“Exploda!” berrou Zhou Jie. E a fumaça densa subitamente explodiu em frente. Tudo naquela área sacudiu violentamente e o barulho da explosão superou os sons de trovões. A fumaça até mesmo suprimiu os raios enquanto ela vibrava em ondas esverdeadas que carregavam dentro delas um poder mortal de aniquilação.

O corpo de Meng Hao sacudiu também com isso. A névoa de raios a sua volta estremeceu, e então simplesmente explodiu diante da força enorme daquele ataque. As duas espadas de madeira lutaram como podiam para resistir aquele ataque, Meng Hao foi forçado a voar recuando quatro ou cinco passos. Sangue escorria dos cantos de seus lábios.

“Realmente, parece que as Crianças do Dao das grandes seitas são ossos duro de roer.” Meng Hao respirou profundamente enquanto seus olhos piscaram. Zhou ficou de pé ali, com seu rosto pálido. No entanto, seus olhos brilharam enquanto ele gesticulava esticando suas mãos fazendo outro encantamento do mesmo ataque.

E com isso mais do incenso foi queimado. Agora, chegava dificilmente a ter cinco centímetros. A fumaça densa se agitava indo em direção de Meng Hao novamente.

“Exploda!” Zhou Jie uivou novamente, e mais e mais linhas de sangue apareceram em volta de seus olhos. Quando a fumaça iniciara sua explosão, Meng Hao ergueu sua mão direita e a golpeou cinco vezes.

Os Cinco Golpes da Luva Negra! ¹

Os cinco golpes foram executados numa velocidade extrema os completando em um piscar de olhos. Enquanto a névoa de fumaça de aniquilação se expandia em sua explosão, uma mão ilusória enorme apareceu em frente a Meng Hao que diretamente golpeou contra a fumaça.

Uma explosão de sacudir tudo em volta ressoou. Todas as gotas de chuva da área em volta explodiram em minúsculas gotículas de água. Os olhos de Meng Hao se estreitaram enquanto ele recuou novamente um passo para trás. Seus cinco pilares do Dao rotacionaram novamente fazendo um ataque de cinco golpes atrás do outro sem parar.

E mais e mais mãos ilusórias gigantes se formaram, em um piscar de olhos, mais de dez mãos gigantes apareceram em frente a Meng Hao. Era uma visão aterradora, todas essas mãos brilhavam com uma luz dourada quando faziam o ar assobiar enquanto iam na direção de Zhou Jie.

Os olhos de Zhou Jie agora estava quase completamente cheios de sangue. Suas mãos mudavam constantemente em gestos de encantamento e o incenso agora se queimou por completo. A névoa de fumaça que ele criara disparou na direção dos ataques da mãos gigantes de Meng Hao. Quando eles colidiram um contra o outro, uma enorme explosão sacudiu o ambiente.

Além disso, ventos com uma força de uma ventania se espalharam junto com as vibrações emanadas pelo ar. As árvores se entortaram para trás e a água da chuva se transformou em neblina. Sangue jorrou da boca de Meng Hao, mas ainda assim sua expressão ficou ainda mais feroz.

Zhou Jie cambaleou para trás sete ou oito passos, sem conseguir estabilizar-se direito no ar, tossindo uma enorme quantidade de sangue. Seu rosto ficara mais pálido ainda, mas seus olhos continuavam brilhando reluzentemente.

Nenhum deles falava, enquanto eles encararam um ao outro. Ambos sabiam que essa batalha estava longe de acabar.

Zhou Jie só tinha usado um único item mágico, e não tinha usado ainda nenhuma das técnicas mágicas de sua Seita, nem nenhum de seus golpes fatais. O mesmo era para Meng Hao.

Eles olhavam um para o outro pelo tempo de três respirações, quando Zhou Jie ergueu sua cabeça ao céu e deu uma risada. “A Palma das Grandes Nuvens Negras! Mas que técnica familiar! Irmão Meng, já que utiliza-se dessa técnica. Eu acho que hoje teremos uma boa oportunidade de trocar conhecimentos sobre ela. Deixe-me mostrá-lo porque a Palma das Grandes Nuvens Negras da Seita Luva Negra tem a alcunha ‘Nuvens Negras’!” ele ergueu sua mão direita e sua respiração subitamente parecia ter se tornado estranha e entrecortada. Enquanto sua mão se levantava, imagens ilusórias se materializaram no ar.

Cada uma dessas imagens tinha o formato de uma mão. E no total existiam vinte e seis delas. Os olhos de Zhou Jie se estreitaram enquanto ele esticava a mão a frente em direção a Meng Hao.

“Essa é a verdadeira técnica das Palmas da Grandes Nuvens Negras!” enquanto sua voz saia, ele golpeou a frente e uma enorme mão se materializou juntando todas as outras. Ela emitia um brilho negro como se tivesse formado de uma aparente composição de uma névoa. Essa névoa negra era nada menos que, o que fazia ser nomeado como nuvens negras.

A Palma de Nuvens Negras assobiava pelo ar gritantemente em direção a Meng Hao, preenchendo a área com um rugido trovejante. Seja em termos de profundidade compreensão ou poder, esse ataque excedia vastamente a versão com que Meng Hao tinha aprendido.

Os olhos de Meng Hao brilharam com isso, não respondendo. Era essa a sua personalidade, quando engajado em uma batalha mágico, ele raramente falava. Tudo que tinha que ser dito era dito através de ataques. E por não falar, ele aumentava a ferocidade de seus ataques.

Ele ergueu sua mão direita e usou seu dedo indicador para fazer um corte em seu dedão. Enquanto o sangue escorria pelo dedo, tudo que era visto pelo olhos de Meng Hao se tornara vermelho como sangue.


Tradutor: Devlin   |   Editor: Bonadeo



[1] Essa técnica foi aprendida por Meng Hao no capítulo 149, quando o mesmo enfrentou um Escolhido de manto violeta na Terra Santificada, roubando dele essa técnica e a videira (pet) que ele tinha. Meng Hao também usou essa mesma técnica no capítulo 184.

Contribua com a Novel Mania!