ISSTH – Capítulo 192 – Jogando Sagazmente com Han Bei


“Irmã Daoista Han, não sei exatamente o quer dizer como isso, pode explicar?” respondeu Meng Hao, sua expressão permanecendo tranquila como sempre. Apesar de aparentar tranquilidade, seu coração estremeceu com o que ela falou. Ele virou-se para olhar de frente para Han Bei e seus olhares se fixaram um no outro. Ela claramente estava o observando bem de perto, o provocando para ver qual seria sua reação.

Se a expressão facial de Meng Hao mudasse mesmo que um pouquinho, Han Bei iria notar. É por isso que ela se moveu para tão perto assim dele.

Han Bei era uma pessoa ardilosa e calculista, isso Meng Hao teve a oportunidade de compreender muito claramente na Terra Santificada, da Seita Luva Negra. Na verdade, ele não tinha encontrado ninguém até então que chegaria perto dela no quesito de bolar planos e tramas.

“Irmão Meng,” ela falou com um sorriso cativante, “não é necessário fazer perguntas que você já sabe a resposta. A Irmã Júnior Xu era um membro da Seita Confiança no Estado do Zhao e você era também.” junto com suas roupas masculinas, seu tom de voz suave a fez ainda mais atraente.

“É mesmo?” respondeu Meng Hao, olhando para ela com um sorriso de quem estava perdido com a conversa.

Essa resposta fez com a expressão no rosto dela se agitasse momentaneamente. Então ela franziu o cenho e subitamente começou a sentir nervosismo em sem coração.

“Irmão Meng, foi por sua causa que eu ajudei a Irmã Sênior Xu em diversas ocasiões. Se não fosse pela minha interferência, ela teria sido posta sobre muitas suspeitas. Foi sorte dela, eu ter bastante influência na Seita, senão ela acabaria sendo implicada também no incidente que você tomara para si a Vexação Suprema.” ela sorriu, “Então, como planeja me pagar esse favor?”

Seu sorriso era belo, mas seus olhos se arqueavam demonstrando astúcia. Apesar de sua aparência cativante, Meng Hao sabia a intensidade de quão profunda era a sua natureza ardilosa, o que era impossível de saber só olhando para a expressão dela. Ele nunca esqueceria como ela repetidamente chamava pelo seu “querido Xie” naquele dia, apenas para exterminá-lo sem hesitação em um instante. Tal lembrança daquela cena voltara a mente de Meng Hao naquele momento.

Ela se aproximou um pouco mais de Meng Hao. Qualquer um que tivesse olhando para os dois, iria definitivamente pensar que eles pareciam ter uma relação bem íntima.

“Irmã Daoista Han,” Meng Hao respondeu tranquilamente. “não está preocupada de ser vista tão perto assim de mim? E se a Seita Luva Negra começara a suspeitar de alguma coisa? Eu imagino que eles estão atrás de mim agora mesmo. Ao saber que estou aqui hoje, eles irão definitivamente mandar algumas pessoas atrás de mim.” suas palavras pareciam casuais, mas ele estava na verdade tentando fazê-la responder uma pergunta indiretamente.

“Irmão Meng, você pode simplesmente me perguntar diretamente o que quer saber. Não é necessário tentar mandar indiretas para mim.” ela deu uma risadinha de sua tentativa, olhando para ele. Ela respirava lentamente e sua respiração baforava em seu rosto atravessando-o, carregando com isso um aroma de orquídeas. Meng Hao franziu o cenho com essa aproximação e se distanciou um pouco dela.

Vendo ele se distanciar, Han Bei sorriu pensativamente. Ela moveu mais próxima dele novamente e um perfume suave que podia ser sentido quando ela chegava mais próximo.

Meng Hao franziu o cenho e se distanciou ainda mais. Han Bei deu uma risada suave carregada com um pouco de zombaria ao vê-lo se distanciar novamente.

“A Seita Luva Negra está de fato procurando por você. Mas não se preocupe, as outras seitas não têm ideia sobre isso. Eles estão o fazendo em segredo. No entanto, você precisará ter muito cuidado onde pisa…” ela sorriu e finalmente parecia pensar que estava chegando muito perto de Meng Hao, se distanciando um pouco. No entanto, subitamente a mão de Meng Hao sorrateiramente agarrou a cintura flexível dela e puxou para mais perto dele.

“Como exatamente você quer que a agradeça? Diga-me.” ele respondeu, estando tão perto dela que ela podia sentir sua respiração. Eles ficaram olhando fixamente bem de perto no olho um do outro, as expressões que demonstravam pareciam ser afetuosas, mas internamente eles sabiam claramente que estavam engajados em uma batalha de astúcia.

Han Bei subitamente parecia estar um pouco abalada com a investida de Meng Hao, ela nunca antecipara que ele iria fazer algo assim. No entanto, ela rapidamente recobrou sua compostura e então seus olhos brilharam com uma beleza rebelde.

“É bem simples na verdade,” ela respondeu gentilmente. “apenas me dê a página que você pegou de dentro do caldeirão quadrado. Eu quero a coisa toda. Isso é tudo.” seu corpo subitamente se flexibilizou se contorcendo imperceptivelmente e distanciando do agarro de Meng Hao, se levantou.

“Irmão Meng, pense sobre isso com cuidado.” ela continuou com um sorriso.

Meng Hao olhou de volta para ela com um sorriso vago. Não dizendo nada em resposta, mas depois de um instante ele ergueu sua mão para tocar sua sacola de carregamento e retirou dela uma tira de jade. A jogando na direção de Han Bei.

Esta franziu o cenho. Era apenas uma tira de jade comum, não a página de jade que ela queria. No entanto, ela também sabia que Meng Hao era profundamente habilidoso na arte de bolar planos como ela, e não era alguém com quem ela pudesse facilmente manipular. Ela aceitou a tira de jade e a escaneou com seu Sentido Espiritual. Uma estranha expressão apareceu por todo seu rosto antes que voltasse ao normal. Ela deu a Meng Hao um olhar bem profundo e então um sorriso largo apareceu em seu rosto novamente. Assentindo com a cabeça, ela virou-se para ele e seguiu em direção de volta para onde os membros da Seita Luva Negra estavam sentados.

Meng Hao ergueu seu copo novamente e tomou um gole de álcool. A única coisa que tinha naquela tira de jade era a imagem de Han Bei matando seu ‘querido’ Xie Jie, ao qual Meng Hao tinha secretamente feito uma gravação daquele dia.

Na verdade, mesmo se Han Bei não viesse a sua procura. Ele iria arrumar um jeito de entrar em contato com ela. Ele tinha preparado essa tira de jade como um modo de arrancar informações dela e também como seu seguro para caso ela queira tramar alguma coisa contra ele.

O Gordo assistiu Han Bei se distanciar, então começou a incomodar Meng Hao com diversas perguntas sobre ela. Chen Fan olhou para Meng Hao com admiração. Ele subitamente percebeu que considerando as habilidades com mulheres de seu Irmão Júnior, não tinha o porquê dele tentar arranjar um casamento para ele.

Algum tempo se passou depois disso. Logo, som de sinos ressoaram no ambiente e um brilho multicolorido apareceu novamente no céu. De dentro dele emergiram duas pessoas, um homem e uma mulher. O homem era bem-apessoado, alto e esguio, com olhos que se assemelhavam a relâmpagos reluzentes. Vestia um manto branco e um longo cabelo negro que deu a ele um ar de uma beleza demoníaca. Ele deu um sorriso na direção de todos e ergueu as mãos juntando-as em uma saudação.

“É a Criança do Dao do Clã Song, Song Yunshu!!”

“Song Yunshu tem uma base de cultivo extraordinária. Sendo uma Criança do Dao para o Clã Song, ele é um dos que estão no topo entre os especialistas do estágio de Estabelecimento de Fundação…”

“A garota ao lado dele é Song Jia. É para essa garota que o Clã Song está procurando um marido.”

Meng Hao olhou para cima, com o olhar voltado para o homem e a mulher enquanto eles caminhavam para fora do brilho multicolorido. Song Jia era baixinha e bastante delicada. Ela tinha um cabelo longo e uma pele clara como a neve. Ela exalava um ar de gentileza feminina com olhos lindos e brilhantes. Estes brilhavam não da maneira astuta e calculista de Han Bei, ou olhos de repreensão como de Li Shiqi, ou olhos frios e indiferente com de Xu Qing. Seus olhos brilhavam como uma doçura meiga.

Qualquer um que olhasse para Song Jia conseguiria sentir sua pureza e meiguice. Ela parecia o tipo de garota que nunca perderia a compostura com nenhum assunto.

Ela olhava para multidão. No instante que Meng Hao olhou em sua direção, seus olhares se entrecruzaram por um momento.

Song Tian, que sentava bem a frente, riu e anunciou. “A hora chegara. De geração para geração, o Clã Song tem praticado o cultivo sem formalidades excessivas. Nós preferimos a simplicidade. Heróis talentosos das mais variadas Seitas e Clãs, bem vindos ao Clã Song. Com exceção daqueles que estão aqui para observar, todos aqui estão aqui pela mesma razão, então não perderemos tempo com maiores explicações.” quando sua voz ecoou na sala, ele gesticulou com sua mão direita e as nuvens a frente começaram a se agitar. Em um piscar de olhos, um vórtice gigante foi criado, e de dentro do vortex podia ser visto a imagem de um mundo estranho.

Dentro desse mundo havia um vasto oceano, e no meio desse oceano tinha uma árvore colossal que parecia atingir o céu, parecendo ser mais alta que a maior das montanhas.

Videiras grossas estavam agarradas em seu tronco, circulando-a em direção aos Céus.

O tronco era enormemente largo. E em seu topo, galhos se esticavam deixando-a no formato semelhante a um cogumelo gigantesco. As videiras se esticavam abaixo e algumas delas até alcançavam fundo no oceano. Uma ventania selvagem chicoteava as águas deste, formando assim ondas imprevisíveis.

E no céu acima, nuvens negras se agitavam fazendo relâmpagos caírem. O som de trovão ecoava quando isso acontecia.

E o banquete em que estavam localizava-se na verdade acima dessas nuvens negras desse mundo.

Dando uma risada, Song Tian falou. “No topo dessa árvore está a Pérola Cúbica. Quem for o primeiro a adquirir essa pérola será o mais novo genro dessa geração do Clã Song!” ele olhou para toda a multidão e então para Song Jia. Seus olhos brilharam a ver ela, com um amor de um Élder para um Júnior. Então, seu olhar caiu rapidamente sobre Meng Hao, mas logo desviou o olhar em outra direção.

Excêntrico Song permanecia mudo durante todo esse tempo. Era impossível dizer o que estava pensando.

Han Bei não se moveu, mas os discípulos da Seita Luva Negra em volta dela pareciam estar se coçando para irem logo. Eles tinham vindo até o Clã Song com o único objetivo em mente, de ganhar um lugar como genro no Clã Song. Sucesso nisso significaria benefício instantâneo, não para sua seita, mas para si mesmos.

Foi difícil de perceber quem fora o primeiro a se mover. Muitos semblantes pularam adiante voando em direção do vórtice nas nuvens e para o oceano abaixo deles.

Li Daoyi ficou onde estava. Sendo uma Criança do Dao, ele tinha vindo apenas para observar. Ele obviamente não podia se casar no Clã Song. No entanto, para o resto dos membros do Clã Li em volta dele foi diferente. Um a um, eles voaram na direção do vórtice.

Wang Tengfei estava sentado ali pensativo, hesitando na sua decisão. Wang Xifan esticou o braço para barrar seu caminho. No entanto, ele tinha a muito tempo feito essa decisão. Ele caminhou adiante e então transformou-se em um raio colorido que disparou em direção ao vórtice.

Sua decisão de participação foi diferente da dos outros, causando expressões de estupefação apareceram nos rostos dos discípulos da Seita Destino Violeta, especialmente para o cultivador do estágio de Alma Nascente, seus olhos piscaram fixamente e próximo a ele, o cultivador do estágio de Alma Nascente do Clã Wang franziu o cenho.

O Gordo deu uma tossida seca e olhou para Meng Hao. Então, ele voou a frente. Sua base de cultivo ainda não chegou ao estágio de Estabelecimento de fundação, mas conseguia voar utilizando diversos itens mágicos. O resto dos discípulos da Seita Geada Dourada voaram junto com ele e investiram para dentro do vórtice.

Quanto a Chen Fan e os outros da Seita Espada Solitária, eles voaram um atrás do outro. E o mesmo para os discípulos da Seita Demônio de Sangue, inclusive Wang Youcai. Apenas Li Shiqi ficara sentada onde estava, com sua expressão tranquila.

Meng Hao olhou através do vórtice nas nuvens para o extenso oceano e a colossal árvore. Seus olhos se estreitaram, ele ficou sentado pensativo por um momento. Então se levantou, caminhou a frente e então disparou na direção do vórtice.

A mulher invisível ainda estava ali. Ela assistia Meng Hao desaparecendo no vórtice. O amor tenro em seus olhos parecia aumentar ainda mais. Finalmente, ela suspirou resignada.

“Você deve trilhar seu caminho sozinho. Talvez um dia, você vai encontrar o caminho até nós e então você entendera tudo… Se não sobreviver, então sua mãe esperara por você até ser reencarnado das primaveras amarelas do submundo.” sua voz era suave enquanto olhava para Meng Hao. Ela fechou os olhos, virou-se e então desapareceu como se nunca tivesse estado ali desde o começo.

Ondas monstruosas se agitavam pela superfície do oceano sendo impulsionadas por uma ventania gritante que ameaçava empurrar longe todos os cultivadores que se aproximavam. Fazendo ser incrivelmente difícil alcançar a árvore colossal a suas frentes.

Comparados aquela árvore, eles eram nada menos que formigas ou grilos, muito pequeninos.

Meng Hao olhou para as águas e seus olhos se estreitaram. Submersos abaixo dessas ondas massivas estavam sombras negras que podiam ser vistas nadando e a espreita. Uma sensação de perigo veio dali.

“A procura de um genro para o Clã Song é uma ‘prova de fogo’¹” a voz do Patriarca do Clã Song pôde ser ouvida. “Nós não queremos um espetáculo sangrento. Se qualquer um sentir que ficou perigoso demais pode desistir, e com uma única palavra será instantaneamente teleportado para fora.” suas palavras ecoavam pelo oceano, ao som delas o vento repentinamente diminuiu de intensidade como se não se atrevesse a atrapalhar o aviso de ser transmitido.

 


Tradutor: Devlin   |   Editor: Bonadeo



[1] Trial by fire – Prova de fogo: Situação ou experiência difícil, pelo qual tem de se passar. E que é determinante para alcançar um determinado objetivo.

Contribua com a Novel Mania!