ISSTH – Capítulo 150 – Simplório e Feliz.


Zhao Shanhe estava um tanto cheio de si nesse momento. Ele segurava Xue Yuncui com um braço enquanto perseguia a delicada Xu Qing, desfrutando disso com um sorriso no rosto repleto de lascívia.

[NR: “lascívia” é propensão para a luxúria, sensualidade exagerada; lubricidade.]

Ergueu sua mão criando novamente um vento forte que assoprou passando por Xu Qing, erguendo assim suas vestes o fazendo dar uma risada alta.

Vendo Xu Qing tão teimosa e ainda assim fraca para resisti-lo fez com que a emoção da caçada o dominasse. Continuou mandando ventos que atravessaram por ela causando mais e mais danos em suas vestes. A fazendo continuamente morder seus lábios enquanto fugia dele, e logo um sentimento de desespero começou a crescer dentro dela.

A bajulação de Xue Yuncui feitas a ele em conjunto com os ocasionais cruéis comentários feitos a Xu Qing fizeram os olhos de Zhao Shange se iluminarem ainda mais brilhantemente.

Ainda assim, não estava com pressa. Ele não sequer cogitava que Xu Qing iria ter a boa sorte de se salvar como fora da última vez. Se ela não podia escapar, então ele iria desfrutar o tempo levado para captura-la com gosto. Quanto mais que ela lutava contra ele, mais cruel ele seria.

“Xu Qing, você me chamou atenção desde o momento que entrara na Seita Luva Negra. Eu até mesmo espalhei minha palavra em sua proteção. Por que acha que ninguém a incomodou durante todos esses anos? E ainda assim, você continua a recusar minha boa vontade! Realmente não sabe como apreciar favores que lhe foram dados. Você não pode reclamar de eu perder a paciência e ser impiedoso quanto a isso.”

Além do mais, ele era um discípulo círculo Central da Seita Luva Negra, uma posição ainda maior que um discípulo da Seita Interna. Portanto, poderia realmente ‘chamar os ventos e invocar a chuva’ entre os seus companheiros discípulos.

[TN: ‘chamar os ventos e invocar a chuva’: Tem a moral/status para mandar e desmandar em outros discípulos e conseguir o que deseja.]

Isso se deve muito ao fato de que um dos Patriarcas de seu Clã Zhao era um Élder da Seita Luva Negra. Além disso, algumas centenas de anos atrás, um membro da seita vindo do Clã Zhao alcançara o estágio de Alma Nascente e se tornara um dos Patriarcas da Seita e então entrou em isolamento meditativo e ainda não voltara. E fora por causa deste Patriarca no estágio Alma Nascente que o Clã Zhao estava profundamente enraizado dentro da Seita Luva Negra.

Apesar de ser um discípulo do círculo central da seita, Zhao Shanhe não tinha nenhum talento natural extraordinário para cultivo. Nenhuma outra pessoa na seita com o seu talento natural medíocre conseguiria sequer alcançar o estágio de Estabelecimento de Fundação, no entanto com a ajuda e direção de um Patriarca no estágio de Formação do Núcleo junto com muitas Pílulas de Estabelecimento de Fundação, ele conseguira finalmente atingir o estágio de cultivação em que estava.

E depois de ter se tornado um Cultivador no estágio de Estabelecimento de Fundação, Zhao Shanhe sentiu-se ainda mais convencido de si mesmo, crescendo livremente na seita com poucas pessoas com quem ele não ousasse provocar. Além desses, todos os outros tinham que atender a suas vontades. Se ele quisesse vento, iria ventar, se ele quisesse chuva, iria chover.

Dentro do Clã Zhao, existiam dois jovens da geração atual. Um deles era ele e outro era de uma outra filial do Clã Zhao, seu primo, Zhao Binwu.

Zhao Binwu tinha o mesmo status que ele, era um discípulo Central da seita. Em termos de talento natural para o cultivo, os dele eram muito superiores ao de Zhao Shanhe e era visto como um membro importante que o Clã Zhao tinha que dar assistência. E Zhao Shanhe estava muito ciente disso e obviamente não se envolvia em rivalidades com seu primo. Ao invés disso, ficara imerso no prazer carnal e normalmente se ele se interessava por uma jovem discípula da seita, ela não o recusaria. Afinal, mesmo que ela não o quisesse, recusa-lo seria inútil.

Já que os Patriarcas e Élderes não se importavam com esses tipos de situações ou problemas, isso aos seus olhos, seria apenas uma forma de aumentar os números de seu Clã. Se por acaso, alguma jovem discípula realmente ficasse grávida, ela instantaneamente iria subir a uma posição na seita muito mais alta que tinha antes.

Então por conta dessas variadas circunstâncias afortunadas, Zhao Shanhe era como se fosse um garoto rico mimado dentro da seita. Não era muito bem conhecido fora da seita, mas dentro dela sua infâmia era grande.

“Olhe só, não vi o tempo passar e as estrelas já estão no céu. Já está quase na hora do tão aguardado momento, nós poderemos usar as estrelas como nossas velas de casamento e esse lugar servirá como nossa cama numa noite de núpcias. O que acha? Romântico não?” Ele riu novamente, erguendo o dedo e mandando outra brisa de vento na direção de Xu Qing.

Seu corpo tremia enquanto sangue escorria de sua boca. Na verdade, Zhao Shanhe estava controlando cuidadosamente a quantidade de energia espiritual que utilizava, pelo contrário seus ataques iriam mata-la.

Enquanto o corpo de Xu Qing tremia, a nuvem colorida em baixo deus pés subitamente despedaçou-se a fazendo cair ao chão. Rindo melodicamente, Xue Yuncui disparou em sua direção e a agarrou, a empurrando na lama. Xu Qing não podia nem se livrar dela.

Seu rosto estava pálido e suas feições estavam enfraquecidas. No entanto, frieza preencheu seus olhos enquanto ela assistia Zhao Shanhe se aproximar até ela, desabotoando suas vestes assim que vinha. Uma sensação de desespero começava a se apoderar dela enquanto ela tentava morder a própria língua numa tentativa de suicídio, mas Xue Yuncui segurou fortemente sua mandíbula a impedindo disso.

“Ei ei, Irmã Júnior Xu, não pode fazer isso não. Se realmente quer se matar, você vai ter que esperar até o Irmão Sênior Zhao terminar de se divertir.” Xue Yuncui riu alto. Suas palavras foram faladas suavemente, mas estavam repletas de uma crueldade terrível.

“Excelente, excelente.” Zhao Shanhe deu uma risada, olhando agradecido para Xue Yuncui. E então acariciou seu rosto, fazendo seus olhos brilharem. Parecia que sua aprovação era estimulante como se fosse uma droga para ela.

Zhao Shanhe olhava para Xu Qing, que estava indefesa presa ao chão por Xue Yuncui e seu olhar se voltou as curvas flexíveis dela e então ele sorriu.

“Se eu dar a você algumas pílulas medicinais, então não poderei desfrutar você se debatendo. Portanto, obviamente você não vai receber nenhuma delas.” Falava enquanto suas vestes agora estavam completamente soltas.

O corpo de Xu Quing tremia incontrolavelmente e lágrimas escorriam de seus olhos. Ela não podia lutar contra isso. A cultivação base de Xue Yuncui era maior que a dela e ainda assim, ela estava exausta de tentar fugir enquanto era segurada ao chão fortemente. Não tinha como escapar do que iria acontecer.

A fria indiferença em seu rosto havia sumido e fora substituído por desespero e ressentimento. Seus olhos se esvaziaram e como se num sonho repentinamente parecia poder ver a Seita Confiança e Meng Hao de pé na Montanha Leste. Ela pensou no Monte Daqing e no jovem erudito inclinando-se para jogar uma videira de rattan(vime) diante de um penhasco.

Ela lembrou-se da primeira vez que vira Meng Hao. Estava lá parada atrás dele enquanto ele procurava por videiras de vime, assistindo-o joga-las pelo penhasco e ouvindo-o falar sobre imortais com as pessoas abaixo.

Naquele momento, ela pensara como achara que esse erudito mortal era muito interessante. E quase que instantaneamente havia gostado dele.

Pensou também de volta a seita confiança nos olhares da multidão quando Meng Hao oferecera a ela uma pílula medicinal e pensara no olhar que ele havia dado a ela logo antes de entrar na enorme boca da porta preta.

“É o fim…” Lágrimas escorriam livremente em seu rosto que parecia muito desolado. Não podia sequer parar si mesma de tremer de tanto medo. Desde o dia que havia saído da Seita Confiança até agora, ela não havia experimentado nenhuma alegria e agora, tudo parecia estar chegando ao fim.

Quando era uma garotinha, ela já havia compreendido que não era muito inteligente, na verdade muitas vezes era muito tonta. Portando, ela havia dominado a habilidade de esconder tudo que não entendia com um sorriso de fria indiferença. Ela estava acostumada com tal frieza e tratamento silencioso para esconder sua falta de inteligência ou ignorância sobre o mundo, isso fazia ela enxergar o mundo da maneira mais simplória possível.

Ela não gostava de complicar as coisas, justamente porque muitas vezes não as entendia. Gostava da paz e tranquilidade, gostava de praticar o cultivo sozinha sem depender de ninguém. E enquanto fazia isso, ela assistia os anos se passarem e observava com isso o vazante fluxo da vida, se lembrando das lindas memórias de seu passado.

Esta era ela, Xu Qing. No exterior apresentava frieza e indiferença, mas em seu interior tinha um coração simples e inocente como de uma criança.

Ela tentou o máximo que pode para não chorar enquanto seu corpo tremia e seus olhos se fecharam. Não queria olhar para Zhao Shanhe e nem resistir a sua força esmagadora. Afinal era apenas uma cultivadora no estágio de Condensação de Qi em uma seita onde felicidade era inatingível. Não tinha forças para resistir e nem sequer tinha a opção de morrer.

Enquanto ela fechara seus olhos, Xue Yuncui riu disso e falou em seu ouvido, sua voz era fria e complexa. “Ai, já que não pode lutar contra isso, vai apenas fechar os olhos. Foi exatamente o que fiz todos esses anos atrás. Se você quer reclamar de alguma coisa, reclame de sua postura indiferente e de sua Cultivação base. Você é muito fraca…”

A risada de Zhao Shanhe ecoou no ambiente. Ele gesticulou com sua mão direita fazendo um brilho rosado se espalhar e encobrir uma área num raio de trinta metros, criando um escudo de energia rosado cintilante que escondia tudo dentro dele. Os três estavam completamente invisíveis se vistos do lado de fora, o que era visto do lugar era uma ilusão espelhando os arredores, não dando qualquer indício que algo demais estivesse acontecendo escondido.

Ao mesmo tempo que essa camuflagem do escudo de energia foi lançada, um raio de luz feroz disparou pelo céu ali próximo fazendo o ar em sua volta gritar e em seu meio estava Meng Hao com uma expressão facial fria.

Ele chegou até esse lugar num piscar de olho, seu olhar vasculhava o chão com as sobrancelhas erguidas. Não parecia haver nada de fora do comum na área que estava vendo. Mas quando ele estava prestes a sair dali, seus olhos irradiaram uma luz. Tirou a tira de jade e examinou-a e então notou que o ponto branco que representava Xu Qing e de dois outros haviam desaparecido.

Ele não sabia porque, mas uma sensação de profunda inquietação cresceu em seu coração. Olhou novamente para o chão e gesticulou com sua mão. E quando o fez, um Dragão de Fogo de trinta metros de comprimento rugiu disparando ao chão. Uma explosão soou com a colisão e poeira subiu no ar vindo dali.

No entanto, havia uma área, de aproximadamente trinta metros de diâmetro ao qual a poeira não subiu ao ar. Era claramente diferente de seus arredores.

Zhao Shanhe escondido dentro do escudo de energia parecia estar satisfeito com o desenrolar da situação. Lambia seus lábios e seus olhos brilharam preparando-se para pular em cima de Xu Qing. Quando uma explosão súbita pode ser ouvida vindo de fora. Ele ergueu as sobrancelhas olhando para cima fazendo suas pupilas se contraírem.

Xue Yuncui também olhava para cima com uma expressão de estupefação. Reagindo a situação rapidamente e quase que por reflexo havia sacado uma espada afiada e a colocou ameaçadoramente no pescoço de Xu Qing.

Isso foi porque ela viu no ar fora do escudo um jovem vestindo um manto negro de erudito e seus olhos brilhavam com uma intenção de matar imensa e enquanto ele levantou sua mão, ela pode ver que um de seus dedos estava banhado em sangue. Ele tocara na superfície do escudo de energia com esse dedo e uma fez acontecer uma explosão que tremeu tudo. Abrindo em seguida sua boca e rapidamente uma névoa de eletricidade o circulou colidindo com o escudo de energia rosado.

Outra explosão sacudiu o céu e a terra ecoando pelo ambiente. O escudo de energia não conseguiu resistir a esse poder e colapsou explosivamente. Em meio a seu desespero, Xu Qing abriu seus olhos e olhou surpresa para o escudo se desintegrar e além do local onde o escudo estava antes, ela viu um jovem cuja intenção de matar e assassinar estava fervendo dentro de si e atrás do corpo dele retorciam-se uma massiva quantidade de videiras vermelhas escuras!

Ele tinha a aparência como de um Imortal da Morte que havia emergido vindo das primaveras amarelas do submundo repleto de fúria e insanidade. Enquanto se aproximava, um vento massivo se aglomerava a sua volta fazendo tudo ao redor estremecer.

“Vocês dois … por acaso estão querendo morrer?!?!” Não parecia haver a possibilidade da voz de Meng Hao apresentar mais fúria do que quando ele falou essa frase. Veio como se fosse um rugido de uma besta feroz que preencheu seus ouvidos como se tivesse sendo transmitido do próprio inferno.

“Meng Hao….” disse Xu Qing, sorrindo. Seu sorriso era de uma beleza única, e não continha nenhuma da indiferença que sempre apresentava a todos. Era um sorriso inocentemente simplório.

Simplório e feliz.


Tradução: Devlin

Revisão: Bonadeo


Contribua com a Novel Mania!