ISSTH – Capítulo 116 – Legado de um Imortal!

“Há um escudo acima o qual torna impossível sair,” disse ele friamente. “Eu não posso atravessá-lo. Mas depois de um mês de observação, notei que os raios parecem serem capazes de distorcê-lo.” Os olhos de Chu Yuyan já não estavam cheios de frustração. Em vez disso, eles brilhavam com a vida e com um pouco de charme.

Meng Hao levantou a mão para o ar e fez um movimento arrebatador. Uma víbora sibilante voou em direção a ele, a qual ele agarrou habilmente, empurrando seu dedo para o ponto fraco de sua cabeça.

Segurando a cobra, ele olhou calmamente para Chu Yuyan. Sem se preocupar em explicar nada, ele se aproximou e a agarrou pela cintura. Seu rosto ficou vermelho. Por causa da irregularidade de sua roupa, a mão de Meng Hao pousou diretamente em sua pele.

Seu corpo brilhou assim que a espada voadora sob seus pés disparou para cima, carregando Chu Yuyan. Eles subiram, acelerando através da névoa e logo alcançaram o escudo. Meng Hao jogou a serpente na direção do escudo. Chu Yuyan não desviou os olhos. Ela observou conforme o corpo da cobra se transformava em uma névoa de sangue e, em seguida, seu espantoso esqueleto branco caiu de volta. Sua expressão vacilou.

Meng Hao deu um tapa em seu saco de carregamento e dez espadas voadoras apareceram. Elas se transformaram em feixes de luz multicoloridos à medida que dispararam em frente e, em seguida, se transformaram em cinzas.

Tendo feito tudo isso, Meng Hao olhou para ela com olhos frios. Então, segurando-a perto dele, ele voou de volta ao fundo do vulcão.

Ser mantida por Meng Hao parecia estranho para ela. Assim que eles colocaram os pés no chão, ela se moveu vários passos para trás. “Que pílula você precisa?” Ela perguntou calmamente.

“Uma Pílula dos Sete Trovões,” ele disse, sua expressão a mesma de sempre.

“Pílula dos Sete Trovões?” Ela disse com um olhar severo. Ela nunca ouvira falar de tal pílula medicinal antes.

“Eu adquiri ela de um local antigo. Ela pode provocar um raio dos céus. Se você puder compô-la, então poderemos deixar este lugar.” Ele não disse mais nada, permitindo que ela pesasse os prós e os contras por si mesma. Oferecer mais explicações poderia suscitar mais perguntas e ele não queria que ela começasse a pensar dessa maneira.

Ela ficou em silêncio por um momento. Finalmente, ela disse: “Para preparar pílulas, eu precisaria de um forno de pílulas.” Embora ela nunca tivesse ouvido falar de uma Pílula dos Sete Trovões antes, ela vira o escudo com seus próprios olhos.

Meng Hao deu um tapa em seu saco de carregamento e produziu um pequeno forno de pílula, do tamanho de uma mão. Isso era algo que ele adquirira do saco de carregamento de Shangguan Xiu. Shangguan Xiu o preparara com a intenção de compor pílulas.

“Forno de Jade das Sete Estrelas!” Quando Chu Yuyan pôs os olhos no forno de pílulas, uma expressão de choque cobriu sua face. Ela conhecia esse tipo de forno; sua qualidade era além do comum e era extremamente valioso. Ela olhou de volta para Meng Hao. “Além de um forno de pílulas, eu precisaria do fogo do céu e da terra.”

Meng Hao ergueu a mão e imediatamente as duas espadas de madeira apareceram. Elas encravaram no chão, espiralando para baixo na terra. Passou-se um momento e, em seguida, ouviu-se um som estridente. Saiu um ar quente, seguido pelas duas espadas de madeira. De dentro do buraco de tamanho de palma criado pelas duas espadas de madeira, chamas saltaram para cima. Isso era fogo terrestre.

Eles estavam dentro de um vulcão e descobriu-se que o vulcão não estava morto, afinal. Meng Hao verificara isso depois que sua Base de Cultivo foi restaurada e tinha cerca de setenta a oitenta por cento de certeza disso.

“Você tem um forno de pílulas e fogo terrestre,” disse Meng Hao, com sua voz baixa. “O que mais você precisa?”

Chu Yuyan olhou para o buraco brilhante de onde as chamas vermelhas cuspiam. Ela sentiu o calor das chamas e, em seguida, olhou para o forno de pílulas na mão de Meng Hao. Ela não pôde deixar de admitir que este lugar era muito adequado para a alquimia.

“Preciso recuperar parte da minha Base de Cultivo”, disse ela, com seus olhos trêmulos.

Ele a olhou friamente, depois ergueu a mão. Uma Pedra Espiritual de baixo grau disparou para pairar na frente dela. Seu espírito parecia reerguer-se quando ela pegou a Pedra Espiritual do ar com suas delicadas mãos. Ela apertou a mandíbula e, seguindo o exemplo de Meng Hao, cortou a mão sobre uma rocha adjacente. A dor fez seu rosto empalidecer e seu corpo tremer. Apertando os dentes, ela empurrou a Pedra Espiritual para dentro da ferida.

Então sentou-se de pernas cruzadas para meditar. Aproximadamente uma hora se passou e ela abriu os olhos. Sua Base de Cultivo recuperara para cerca do segundo ou terceiro nível de Condensação de Qi.

“Me dê a receita da pílula,” disse ela, levantando-se. “Eu também vou precisar de um saco de carregamento.” Sua pele se recuperara junto com sua Base de Cultivo. Agora estava lustrosa e soltava um brilho suave. Ela olhou para Meng Hao.

Ele tirou uma tira de jade, a qual ele colocou entre as sobrancelhas. Então ele a jogou em direção a Chu Yuyan. Em seguida, ele produziu uma variedade de plantas medicinais e as entregou.

“A Pílula dos Sete Trovões requer sete pílulas menores como seus ingredientes. Esta tira de jade mostra como fazer a primeira das sete. Existem materiais suficientes para fazer duas delas. Isso é tudo que tenho, então você só tem duas chances. Se você falhar, não temos esperança de ir embora.” Ele atirou o forno de pílulas junto com um saco de carregamento vazio. Sem outra palavra, ele sentou-se de pernas cruzadas ao lado da caverna, fechando os olhos em meditação.

Chu Yuyan franziu a testa. Ela calmamente levantou o forno de pílulas e colocou as plantas medicinais no saco de carregamento. Em seguida, aproximou-se da abertura de fogo terrestre e estudou as chamas um pouco. Então, sentou-se de pernas cruzadas e começou a analisar a tira de jade.

Os olhos de Meng Hao abriram estreitamente e ele a olhou por um tempo antes de fechá-los novamente.

A Pílula dos Sete Trovões que ele pediu para ela fazer era, obviamente, a Pílula da Fundação Perfeita. Somente compondo essa pílula ele teria a esperança de atrair o Raio da Tribulação Celestial e assim a chance de abrir o escudo.

Conforme Chu Yuyan começava sua alquimia, dúvidas e suspeitas sem dúvida começariam a brotar dentro dela. No entanto, Meng Hao não se preocupou com isso. A Pílula da Fundação Perfeita precisava das sete pílulas menores. Se faltasse mesmo uma seria impossível compô-la. De qualquer forma, as pílulas menores eram inúteis por si só. Elas só seriam eficazes quando combinadas juntas.

Meng Hao já tinha duas das pílulas menores em sua posse, mas, claro, Chu Yuyan não seria capaz de reproduzi-las.

“Há um monte de coisas estranhas sobre este lugar,” pensou para si mesmo. “Eu fui capaz de restaurar um pouco da minha Base de Cultivo, eu deveria ir examinar os arredores. Especialmente aquele lago de sangue.”

Um momento depois, ele se levantou. Ignorando Chu Yuyan, que estava estudando a tira de jade, ele avançou, desaparecendo na névoa.

Chu Yuyan o observou enquanto ele se afastava, depois olhou de volta para a Pedra Espiritual presa em sua carne ensanguentada.

“Uma Pedra Espiritual de baixo grau não é suficiente para ativar minha marca… Pelo menos, eu precisaria de uma Pedra Espiritual de médio grau. Mesmo com ela, eu não estaria completamente confiante dos resultados. Já faz mais de um mês e ninguém da Seita chegou, o que prova que o escudo realmente pode suprimir tudo. Muito bem então. Eu vou compor a Pílula dos Sete Trovões para ele. Essa é a única chance de sair daqui.” Com um leve suspiro, ela continuou examinando a tira de jade. Ela o fez com mais empenho do que jamais estudara alguma coisa com seu mestre na Seita.

Sete dias se passaram. Meng Hao não retornara à caverna. Em vez disso, sentou-se de pernas cruzadas numa caverna que cavara na falésia, que estava um pouco mais de trezentos metros da margem do lago de sangue.

Na frente dele estavam dez Árvores da Primavera e Outono. Sua face estava pálida e seu corpo tremia. Em sua mão estava uma Árvore da Primavera e Outono adicional. Seus olhos se abriram e ele soltou um longo suspiro.

A respiração que ele exalou transformou-se em uma flor de três cores que parecia uma face demoníaca. Ela sorriu loucamente e depois desapareceu lentamente.

Seu olhar percorreu as dez árvores na frente dele. Um momento atrás, o veneno começou a atacar e ele usara com sucesso a Árvore da Primavera e Outono contra ele. “Então, a Árvore da Primavera e Outono realmente pode suprimir o veneno em mim.”

Ele sacudiu a manga, pegando o restante das árvores. Ele ajustou sua Base de Cultivo, em seguida abriu os olhos novamente e olhou para o lago de sangue. Seus olhos se encheram de determinação.

“O lugar todo é realmente bizarro, como se estivesse selado de alguma forma. Além disso, tem este lago de sangue… Fiquei preso aqui por dois meses e, diferente da primeira vez que chegamos aqui, não experimentei qualquer senso de perigo real. Eu não deveria colocar todas as minhas esperanças na Pílula da Fundação Perfeita. Eu deveria estar preparado no caso em que Chu Yuyan falhe em compor a pílula. Este é o lugar mais estranho em toda a área.”

“Na verdade, tenho a sensação de que a razão pela qual esse lugar está selado tem algo a ver com o lago de sangue.” Ele lentamente se levantou e saiu da caverna. Ele cuspiu um arco de eletricidade que se transformou em uma névoa que o cercou, então ele lentamente começou a se aproximar do lago de sangue.

Assim que colocou o pé dentro da área de trezentos metros que cercam a margem do lago, pequenas ondas apareceram na superfície calma. Seus olhos brilharam e ele deu outro passo.

Quanto mais ele se aproximava, mais ondulações apareciam. Gradualmente, soaram rugidos e o altar de pedra verde escuro apareceu. As ondas ondulavam à medida que o altar emergia da superfície do lago, apoiado nas costas de inúmeros corpos sangrentos, cujos as faces estavam torcidas em agonia. O altar emergiu cada vez mais alto.

O trono estava ali, sobre o qual estava sentado o cadáver que usava uma máscara. Mais da metade do altar estava visível.

Meng Hao parou e caminhou lentamente para trás. Ele descobriu que, ao fazer, o altar também parou de se erguer e lentamente começou a afundar.

“Muito interessante,” disse Meng Hao, com seus olhos brilhando. Ele parou de se mover para trás e, em seguida, resolutamente andou para frente. Quando ele se aproximou, os homens e mulheres que apoiavam o altar começaram a lamentar. O altar subiu cada vez mais alto. Logo, o altar de cento e cinquenta metros emergiu totalmente do lago.

Meng Hao parou. Olhando para baixo, ele pôde ver que havia algum objeto massivo escondido no lago.

Embora parecesse que o altar estava sendo erguido pelos homens e mulheres, de fato, ele estava realmente sendo empurrado para cima por qualquer coisa que estivesse escondida nas profundezas do lago.

Rodeado por sua névoa, Meng Hao permaneceu em silêncio por um tempo. Depois caminhou em frente, entrando na região de trinta metros que cercava o lago. O altar levantou-se e, de repente, uma enorme cabeça surgiu do lago de sangue. O altar estava localizado no topo dela!

Ela tinha cerca de trezentos metros de diâmetro e era da cor verde escuro. Esta não era a cabeça de alguma criatura viva; ela era formada de rocha. Quando Meng Hao chegou à margem do lago de sangue, a cabeça estava completamente visível.

O sangue escorria pelos orifícios da face, que se torcia em uma expressão horrenda. Sua boca se abriu e uma vociferante voz arcaica pôde ser ouvida.

“O Ancestral Clã da Condenação, o Legado do Imortal de Sangue. Entre no meu mar de sangue; nove serão abertos no Domínio Sul; Toda a criação saberá. A primeira pessoa… deve adquirir a linhagem do Imortal de Sangue!” A voz soou diretamente dentro da cabeça de Meng Hao, enchendo-a com seu rugido ecoante.