ISSTH – Capítulo 104 – Um Grande Vento Surge, A Roca Estende Suas Asas

Enquanto olhava para os seis homens que tremiam de medo como cigarras durante o inverno, Meng Hao experimentou pela primeira vez a força e o respeito mostrados a poderosos especialistas no Mundo do Cultivo. Seria mais exato dizer respeito e medo. Dois anos atrás, esses homens se dispuseram a atacá-lo mesmo ele estando no nono nível de Condensação de Qi. Mas agora, cada um deles estava tremendo em suas botas.

“Quero que me digam tudo o que sabem sobre este lugar,” disse Meng Hao friamente. “Se vocês esconderem alguma coisa de mim…” Ele deixou suas palavras se afastarem enquanto seu olhar os varria. Eles tremeram quando viram o brilho vermelho remanescente que emanava de seus olhos.

O brilho estava cheio de um ar demoníaco e, quando o viram, suas pupilas encolheram-se reflexivamente. O olhar parecia ter sido marcada em seus espíritos. Suas expressões mudaram; eles pareciam aterrorizados ao extremo e claramente não esconderiam nada de Meng Hao. Contaram-lhe tudo, até mesmo tiraram os antigos registros da aldeia e os deram a Meng Hao. Eles lhe mostraram mapas, receitas de veneno ancestral… Tudo.

Vários dias depois, Meng Hao deixou a região do vale, respeitosamente conduzido para fora pelos seis Cultivadores. Seu comportamento era calmo e seu rosto era inexpressivo conforme ele se sentava de pernas cruzadas sobre uma enorme folha verde, ela se transformou em um feixe multicolorido e disparou em direção ao Domínio Sul.

Depois que ele saiu, os seis Cultivadores relaxaram um pouco. Quanto ao homem que havia morrido, há muito tempo eles haviam decidido esquecer isso. Eles não tinham nem um pingo de desejo de vingança. Eles simplesmente olharam para a direção que Meng Hao havia tomado e esperavam que ele nunca mais voltasse.

Mais alguns dias se passaram. Era tarde da noite no vale profundo; lá, em uma região impossível de ver, estava a boca de uma caverna antiga. Tudo estava calmo.

Dentro da caverna havia uma corda vermelha, bem como vários espíritos com aparências de crianças de sete ou oito anos de idade, agachando-se ali, a cerca de dois mil e quinhentos metros dentro da caverna. Ocasionalmente eles soltavam um uivo ou dois.

A corda descia para um buraco que parecia interminável. Ela se estendia terra adentro, cada vez mais fundo. Logo, a cabeça de uma mulher pôde ser vista, perfurada pela corda. Seu rosto era branco puro, seus olhos estavam abertos, olhando frustradamente para a escuridão.

Passado a cabeça, o buraco continuou a estender-se mais para baixo, juntamente com a corda vermelha.

Trinta mil metros, trezentos mil metros, um milhão e quinhentos mil metros… Lá, sentia-se o cheiro do mar. Na verdade, neste ponto, a água do mar poderia ser vista. A corda afundava na água do mar, continuando, aparentemente sem fim.

Se alguém pudesse ver tão longe para baixo, a cerca de três milhões de metros, ele estaria olhando para… um mar totalmente negro. A corda se estendia sobre as profundezas do mar para esta área; era impossível dizer exatamente por quanto o mar e a corda se estendiam. Adiante havia uma formação de pedra que parecia ter milhares e milhares de metros de diâmetro.

Gigantescas pedras estavam erguidas, anel após anel, camada após camada. No centro da formação de pedra estava um caixão de madeira, sobre a superfície do qual estava ligado a corda vermelha.

A distância entre este lugar e o vale da montanha é difícil de descrever. A corda é simplesmente muito longa e não é completamente retilínea, tampouco. Se alguém a puxasse com força incrível, talvez cerca de mil e quinhentos metros, então talvez você poderia medi-la em cerca de três milhões de metros.

Parecia que o caixão tinha estado neste local por muito, muito tempo. Neste momento, um som de raspagem pôde ser ouvido. Junto com a raspagem, a tampa do caixão… lentamente começou a abrir. Ela se moveu para cima cerca de três polegadas!

Uma escuridão escorria do caixão, se espalhando pela água do mar…

O nome deste mar era… Via Láctea.

Este mar existia entre dois grandes subcontinentes do mundo. À medida que a escuridão se espalhava para o mar, um cardume de cem peixes, cada um do tamanho de uma palma, nadavam rapidamente pela água. Logo, a escuridão os envolveu.

O tempo passou e a escuridão recuou lentamente, depois desapareceu. O cardume de uma centena de peixes fora reduzido a ossos… Exceto para um peixe restante. Balançando sua cauda, ele nadou para fora do aglomerado de ossos. Seu corpo era negro e dois tentáculos cresciam para fora de seu corpo. Os tentáculos rapidamente cresceram mais e mais, até que ficaram com quase trezentos metros de comprimento. Enquanto nadava através das águas, os tentáculos se contorciam, fazendo o peixe parecer aterrorizante.

Ele moveu-se rapidamente para cima, tão rápido quanto um relâmpago. Enquanto apressava-se em frente, o Mar Via Láctea ao redor começou a agitar e a rugir. De repente, ele emergiu para a superfície, voando para o céu noturno.

No instante em que deixou o mar, uma vibração atravessou seu corpo. Em um piscar de olhos, seu corpo se expandiu e sua aparência mudou. Logo ele tinha trinta metros de comprimento, trezentos, três mil, trinta mil!

Dentro do espaço de algumas respirações, ele crescera para quase trezentos mil metros de comprimento. Agora ele não era mais um peixe, mas um pássaro. Ele parecia ser uma enorme roca!

Uma aura de morte emanava do corpo da roca. Parecia um ancestral, como se tivesse acabado de despertar de um profundo sono. Sua força vital não era forte e seus olhos estavam escuros. Parecia que a sua vida poderia extinguir-se a qualquer momento.

“Renascimento…” A voz ressonante surgiu da boca da roca assim que ele bateu as asas e começou a voar na direção do Domínio Sul.

Apesar de sua enorme velocidade, se quisesse deixar o Mar Via Láctea e alcançar o Domínio Sul, precisaria voar por mais de meio ano.

Enquanto isso, Meng Hao acelerava através do céu, sentado de pernas cruzadas na enorme folha verde. Nuvens negras ondulavam acima dele e um raio caiu próximo a ele, acompanhado de uma chuva torrencial.

No entanto, a chuva não atingia Meng Hao. A folha emitia um escudo brilhante que bloqueava a água da chuva. Meng Hao atravessou a noite tempestuosa, ocasionalmente iluminada pelos relâmpagos.

Ele abaixou a cabeça para olhar para a tira de jade que ele segurava em sua mão, com um olhar de profunda reflexão.

“De acordo com as lendas, aquela caverna no vale leva ao Mar Via Láctea… Os aldeões têm vigiado aquela área desde tempos antigos, e a cada lua cheia, eles puxam aquela corda. Toda vez que eles a puxam, eles recebem recompensas de algum tipo. A coisa toda parece um pouco suspeita.” Ele virou a cabeça, e seus olhos brilhavam enquanto ele olhava através da tempestade em direção ao vale da montanha. Partes e pedaços de alguma história maior pareciam estar se unindo. Ele colocou a tira de jade de volta em um saco de carregamento, dentro do qual havia uma grande variedade de garrafas e frascos. As garrafas e frascos continham várias fórmulas refinadas pelo velho do sapo e os outros, bem como uma coleção de pílulas venenosas criadas por seu Clã.

Eles tinham dado esses presentes em tributo a Meng Hao, bem como um punhado de tiras de jade.

A maioria dos venenos seriam mortais para alguém do estágio de Condensação de Qi, mas nem ao menos teria efeito sobre alguém do Estabelecimento de Fundação. No entanto, havia alguns que eram especiais. Por exemplo, um era chamado de Pílula do Prazer. Essa pílula se transformaria em uma névoa que, quando inalado, faria com que a vítima tivesse alucinações sexuais.

Ele olhou as várias pílulas venenosas e então pegou outra tira de jade. Esta tira de jade continha os mapas da região. Ele notou uma área que levaria cerca de meio ano para chegar, a qual continha um portal de teletransporte.

O portal de teletransporte era controlado por um Clã de Cultivadores e era o único na região. Usá-lo permitiria que ele se teletransportasse para o Domínio Sul, o que cortaria uma enorme quantidade de tempo gasto viajando até lá. Depois de se teletransportar para o Domínio Sul, ele estaria apenas a meio mês de viagem da fronteira do Estado da Emergência Oriental, um dos Nove Estados do Domínio Sul.

“Os Nove Estados do Domínio Sul formam o centro do Domínio Sul. Nove prósperas nações mortais, cada uma delas muito maior que o Estado de Zhao. Com uma quantidade tão grande de mortais, os recursos disponíveis são ainda maiores e portanto, a ascensão das ilustres Seitas e Clãs do Domínio Sul.”

“Cinco grandes Clãs e três grandes Seitas. Cada organização em sua respectiva nação. Quanto à nona nação, a sua proximidade com o Deserto Ocidental fez com que ela se tornasse um centro comercial prospero. Eventualmente, ela veio a ser chamada de Terras Negras.” Meng Hao guardou a tira de jade. Não havia muita informação. No entanto, corroborou com o que ele aprendera na Seita Confiança. A partir de agora, ele poderia visualizar um esboço do Domínio Sul, embora não fosse muito detalhado.

“Uma vez que eu chegue ao Domínio Sul, terei que adquirir um mapa melhor, assim compreenderei melhor as coisas.” Ele olhou para a chuva e para os relâmpagos, seus olhos brilhavam intensamente.

“Eu tenho muitos conhecidos no Domínio Sul; Irmã Sênior Xu, Irmão Sênior Chen, Gordo e… Wang Tengfei!” Um sorriso apareceu em seu rosto, um sorriso cheio de teimosia.

“Foram muitos anos. Meng Hao está chegando!”

Vários meses depois, em uma faixa interminável de montanhas áridas, no topo de um pico de montanha alta, um estrondo trovejante soou. Era uma bela montanha, pontilhada de várias aldeias em cadeia. O pico da montanha estava ligado às montanhas circundantes por longas correntes de ferro, que pareciam formar uma enorme formação de magias.

No céu acima, duas pessoas estavam travadas em combate mágico. Abaixo, multidões de pessoas olhavam com admiração.

Um dos combatentes era um homem corpulento que parecia ter mais de trinta anos de idade. Com o peito despido e uma centopeia de cor dourada envolvida em torno de sua mão direita. Sua mão esquerda tremeluziu em um encantamento e uma gigantesca vela apareceu. Ela ondulava ao vento, emitindo um som estridente. A outra pessoa era Meng Hao.

Ele não estava usando a Bandeira do Relâmpago, nem as espadas de madeira. Uma simples espada voadora circulava em torno dele, a qual ele usava para atacar. Ao mesmo tempo, ele lançou um gesto de encantamento, e uma assobiante Chama da Serpente voou, tendo mais de sessenta metros de comprimento. Em seguida, várias Lâminas de Vento apareceram girando, surpreendendo os espectadores.

Um enorme estrondo ecoou e os dois dispararam para trás. O homem corpulento riu e apertou as mãos em respeito a Meng Hao.

“Irmão Meng, sua Base de Cultivo é extraordinária. Eu, Shan, realmente admiro você.”

Meng Hao ergueu a mão. A espada voadora voltou a circular em torno dele. Ele sorriu e devolveu a saudação.

“O Irmão Shan está sendo modesto. Você só atacou com oitenta por cento de seu poder, mas eu tive que usar todo o meu poder para me defender. Eu sou o único que deve admirá-lo.” As palavras pareciam casuais, mas quando ele ouviu, o coração do homem corpulento estremeceu.

Dois dias atrás, Meng Hao chegou aqui e perguntou sobre a possibilidade de usar seu portal de teletransporte. Este lugar era diferente do vale da montanha que Meng Hao acabara de vir. Os chefes das aldeias em cadeia da área eram todos os Cultivadores do Estabelecimento de Fundação. Eles saudaram Meng Hao entusiasmadamente, tratando-o com um banquete e trocando dicas sobre Cultivação com ele. A fim de provar a extensão de seu poder, ele concordara em uma troca de golpes com um dos Cultivadores do Estabelecimento de Fundação.

“O irmão Meng é o modesto. Você atacou casualmente e não com toda a sua força. Estou realmente curioso sobre o quanto de poder você usou?” Os olhos do homem brilharam; a troca de golpes fora ideia sua. Mas, à medida que progredia, ele ficara cada vez mais apreensivo. Ambos estavam no estágio do Estabelecimento de Fundação, mas parecia que seu oponente estava usando apenas metade de seu poder. Além disso, Meng Hao fora capaz de dizer o quanto de poder ele estava usando.

“Quando poderei usar seu portal de teletransporte?” Disse Meng Hao, esquivando da pergunta. Ele sorriu, embora o sorriso não lhe tocasse os olhos. Na verdade, ele nem sequer usou um terço de sua força total.

“Oh, isso é simples. Você pode usá-lo hoje mesmo.” O homem corpulento assentiu, murmurando para si mesmo.

Logo depois, a formação de feitiços dentro das montanhas ativou e o corpo de Meng Hao desapareceu. Quando o brilho extinguiu-se, o homem corpulento chamado Shan franziu o cenho.

Junto a ele estavam dois homens do nono nível de Condensação de Qi. Assim que Meng Hao desapareceu, um deles disse: “Chefe, esse cara…”

“Não sei de onde ele veio,” disse o homem corpulento, com sua voz profunda. “Sua magia é estranha, assim como a sua Base de Cultivo do Estabelecimento de Fundação. Sentindo alguns de seus ataques eu posso dizer que ele é um lutador experiente. Ele veio aqui sozinho, mas parecia completamente à vontade. Ele deve ter algumas técnicas únicas e especiais. Sim, não vale a pena provocá-lo.”

Quando ele tentou sentir Meng Hao, ele falhou. Meng Hao manteve seu poder selado firmemente. Isso fez com que o medo e a suspeita do homem se tornassem mais fortes. O portal de teletransporte não poderia ser usado por qualquer pessoa; se o seu poder não fosse o suficiente, ele poderia levar a sua vida, o que acontecia ocasionalmente. Portanto, ele deixou Meng Hao usar o portal, para garantir que nenhuma calamidade acontecesse com sua aldeia.

Contribua com a Novel Mania!