HS – Capitulo 2 – A menina de cabelos brancos



O som de passos apressados e a respiração laboriosa de um homem se aproximaram da distância. Ye Wuchen olhou na direção do som, e descobriu um homem alto encharcado de suor correndo em direção a ele com uma grande cesta de bambu nas costas. O homem parecia ser muito jovem, embora com um rosto resistido, e seu físico era robusto e musculoso em um grau que era quase ridículo.

Ao avistar o velho, o homem à distância abruptamente acelerou em um sprint e deixou cair a cesta no chão, exausto. Apenas meio consciente, ofegou.

“Vovô, eu enchi a cesta de frutas que eu escolhi e corri trinta voltas com ele nas minhas costas… para o trabalho de hoje…”

De repente, ele parou por um momento, concentrando seus olhos em Ye Wuchen. Então, ele pulou como se tivesse visto um monstro.

“Você, você, você… acordou?” Ye Wuchen riu com a surpresa dele.

“Vovô Chu, quem é ele?”

“Este é meu neto. Ele só recentemente teve seu vigésimo aniversário, e ele cuidou de você enquanto você estava inconsciente. Considerando que você esteve morto nos últimos dez anos, não é incomum que alguém se surpreenda ao vê-lo acordado.”

Ye Wuchen se levantou e acenou com a cabeça.

“Eu sou Ye Wuchen, obrigado por cuidar de mim nos últimos dez anos.”

O homem alto parecia ainda um pouco perplexo. Ele olhou Ye Wuchen para cima e para baixo antes de perceber que sua reação era um pouco descortês.

Envergonhado, ele esfregou a cabeça e disse com um sorriso simples e honesto.

“Eu sou Chu Jingtian. Eh, não é o melhor sobrenome, então você pode me chamar de Da Niu como os outros.”

Chu Jingtian. Jingtian, um título de gênio. Ele definitivamente não era uma pessoa comum.

Ye Wuchen sorriu. “Tudo bem então, eu vou chamá-lo irmão Da Niu de agora em diante.”

Mesmo que seu comportamento parecesse um pouco indiferente a tudo, ele ainda fez as pessoas se sentirem à vontade.

“Haha…”

Chu Jingtian riu nervosamente, um pouco tímido. Ele não era a pessoa mais falante.

“Uhh… Irmão Wuchen, deixe-me distribuir esta fruta primeiro. Depois podemos sentar e conversar ou algo assim.”

Chu Jingtian virou-se, inalou, e então gritou no topo de seus pulmões.

“Todos venham aqui! Seu irmão Da Niu está de volta!”

Ye Wuchen saltou de surpresa, assustado pelo grito súbito. As orelhas ainda tocando, Ye Wuchen olhou para Chu Jingtian, e percebeu que seus olhos haviam mudado sutilmente – Era impressionante que houvesse uma pessoa como Chu Jintian em uma região de terra pequena e selada.

Não havia dúvida de que a voz de Chu Jingtian foi muito longe. Quase imediatamente, o som caótico de numerosos passos se aproximou da distância. Pertencia à onda de crianças correndo em sua direção, carregando uma grande variedade de recipientes. Havia cestos, caixas, tigelas de pedra, qualquer coisa que pudesse carregar alguma coisa. As crianças se alinharam na frente de Chu Jingtian com olhos ansiosos e gritaram juntos.

“Olá, irmão Da Niu”.

Chu Jingtian ficou parado ali, com um sorriso embaraçado no rosto.

“Desculpe por estar atrasado. Eu caí em uma vala e demorei muito tempo para voltar. Agora venham aqui. Há alguns para todos, e não é menos do que o habitual.”

O velho assistia à cena diante dele. Esta era uma das exigências diárias de Da Niu. Ele praticava sua agilidade e resistência, e cultivava um senso de responsabilidade. A próxima geração não precisava ser a mais bondosa, mas não podia ser permitida a maldade.

Agarrando dois com cada mão, Chu Jingtian continuou a encher a cesta de cada criança com frutas. Ele estava obviamente satisfeito de ver as crianças sair com caras animadas. Ye Wuchen observou calmamente do lado. Ele estava ponderando sua própria vida quando de repente ele percebeu uma sensação aguda de formigamento que parecia estar sendo observada. Ele veio de uma árvore próxima e, quando ele virou a cabeça para encará-la, seu olhar encontrou um par de olhos brilhantes, brilhantes e quase translúcidos, que pertenciam à sombra branca que ali se escondia, que de repente mudou um pouco, talvez surpreendida por ser Descoberto. A sombra parecia assustada, e imediatamente correu. Mas em vez de fugir, ele se escondeu atrás da árvore como se estivesse esperando alguma coisa.

Eventualmente, o último garoto alegremente gritou.

“Adeus irmão Da Niu!”

E desapareceu. Chu Jingtian esfregou as mãos, quase como se estivesse triste por não ter ninguém para dar frutos. Ele tinha tomado essa tarefa como uma espécie de prazer diário há muito tempo. Trazido aqui como um cinco ano velho por seu avô, Chu Jingtian não tinha experimentado a aspereza do mundo exterior. Como resultado, ele era muito inocente e amável; Quase irritantemente.

Só então a pequena sombra branca emergiu silenciosamente por trás da árvore e parou diante de Chu Jingtian com a cabeça virada para o chão. Ela chamou timidamente.

“Irmão Da Niu.”

A garota atraiu a atenção de Ye Wuchen desde o momento em que ela emergiu, seus olhos se apegando a ela como cola. Ela parecia ter apenas dez anos, e Ye Wuchen só poderia descrevê-la como pequena e requintada. Ela usava um vestido branco comprido e enrugado, mas quase impecavelmente limpo. O que mais chamou a atenção de Ye Wuchen foi seu longo cabelo branco como a neve e as duas cicatrizes que se cruzaram em seu rosto.

Duas cicatrizes correram dos cantos de sua testa até seus lóbulos da orelha pelo rosto como uma enorme letra X, destruindo sua beleza.

Chu Jingtian apressou-se em sua cesta para mais fruta, mas sua expressão endureceu quando arrancou uma fruta grande que parecia ser uma maçã.

Embaraçado, esfregou a cabeça e pediu desculpas.

“Desculpe irmã de cabelos brancos, parece que eu contei mal hoje. Este é o único que sobrou. Mas, é o maior.”

A menina aceitou-o cuidadosamente e sorriu.

“Isso está ok. Obrigado irmão Da Niu. ”

Ela olhou nervosamente para Ye Wuchen porque a tinha estado observando antes de se perder de vista.

Depois de ver sua sombra exuberante desaparecer na escuridão, Ye Wuchen ficou irrefletida por um momento.

“Quem era ela?” Ele perguntou.

O velho olhou para ele e disse: “Ela apareceu há uma semana. Eu acho que ela acabou de invadir por acaso e não consegui voltar. Mas…. Ah Você viu por si mesmo, seu rosto é muito assustador, e seu cabelo é como o da raça mais cruel, os Lobos da Neve. Então, todos aqui a rejeitam e a afastam sempre que a vêem. Mas, ela não parece ser mal. Ela parece jovem, ela não pode sobreviver por conta própria. Pode ser que o fruto que ela recebe aqui todas as noites é sua única forma de alimento.”

Ye Wuchen ficou em silêncio e caminhou na direção em que a garota desapareceu. Chu Jingtian chamou-o, confuso.

“Irmão Wuchen, para onde você está indo? Eu ainda quero ouvir suas histórias.”

Fingindo não tê-lo ouvido, Ye Wuchen desapareceu de vista. Chu Jingtian coçou a cabeça e murmurou:

“Ele foi fazer xixi?”

A garota de cabelos brancos estava agachada ao lado de um riacho, lavando calmamente os frutos que tinha com água limpa. O som da água balbuciando sobre as rochas no riacho encheu o ar. Em meio à brisa fresca, a silhueta de sua pequena moldura parecia solitária e lamentável.

Quando terminou, a menina levantou-se e secou o fruto com suas roupas. De repente, ela sentiu algo e se virou subconscientemente. Em uma perda do que fazer, ela apenas observou como Ye Wuchen se aproximou dela. Ela sabia que ele era quem a observava mais cedo.

Ye Wuchen aproximou-se lentamente e olhou-a suavemente nos olhos. Foram seus olhos estrelados que o conquistaram completamente. Solidão. Pânico. Confusão. Desamparo. Todos estavam escondidos em seus olhos estrelados.


Tradutor: Empire Novels   |   Editor: Empire Novels



Fontes
Cores