HS – Capítulo 11 – Já terminou… mesmo sem ter começado?


Conforme o tempo passara em um terrível silêncio, a sombra no coração de Wuchen se tornou mais e mais grande. Quando soprava um vento frio, as nuvens negras no céu lentamente voavam para longe.  Pouco a pouco, as estrelas começaram a aparecer no céu, a fraca luz das estrelas afastava a escuridão. Depois de um período de tempo, a luz da lua brilhava iluminando toda a silenciosa floresta.

Ye Wuchen olhou para o céu. A lua cheia no céu brilhava deslumbrantemente. Ele pensou em silêncio: No final, a lua nesse mundo é ainda maior e mais brilhante que naquele mundo… Era lua cheia? Em seu mundo anterior, a lua cheia representava reunião familiar, era o mesmo significado aqui? Quem são os membros da minha família, onde eles estão?

Ele parou seus passos, e olhou para a lua cheia como se os seus olhos tivessem sido atraídos. Seu coração começou a bater mais e mais rápido.

Finalmente, ele tocou o lugar onde o seu coração está, ajoelhando-se no solo, então todo o seu corpo começou a tremer severamente.  Em sua testa, gotas frias e densas de suor apareceram rapidamente, então essas gotas de suor caíram de sua testa.

“Uh…ah…” Apesar de apertar os dentes com grande força, ainda saíram gemidos dolorosos de sua boca.

“Mestre… O QUE HÁ DE ERRADO COM VOCÊ? O QUE ESTÁ ACONTECENDO?” Nan’er, quem estava presa na espada de Nan Huang, o chamava ansiosamente, mas não obteve resposta. Uma grande dor tinha privado completamente a sua consciência, sua visão, sua audição, seu espírito, tudo estava em desordem.

No momento em que ele estava olhando a lua cheia, o ar em seu corpo começou a fluir desordenadamente, então começou a golpear ferozmente como se esse ar estivesse rompendo seus órgãos internos. Havia algum ar muito mais fraco tentando parar isso, mas foi dissipado facilmente. Ele sentia como se dezenas de facas estivessem cortando seus órgãos internos.

Por que… por que esta dor mortal era tão familiar… ele costumava…suportar frequentemente tanta tortura?

Na dor mortal insuportável, sua consciência eventualmente vagueou e gradualmente fugiu dele. Ele caiu pesadamente sobre o solo enquanto tocava seu coração.

Já terminou… mesmo sem haver começado?

Ele sussurrou, então seu mundo finalmente tornou-se cinza, sem luz alguma.

“Mestre! O que há de errado com você… *soluço*… mestre, por favor, acorde, por favor, não faça piadas com a Nan’er”

“Pobre Nan’er… Eu acabei de encontrar meu mestre, mas ele morreu agora… alguém pode ajudar Nan’er?”

Ninguém podia ouvir suas palavras na silenciosa floresta. A luz da lua brilhava intensamente no corpo de Ye Wuchen que não tinha nenhum sinal de vida. A medida que o tempo passava, a lua cheia começava a se mover para o oeste.

Eventualmente, a cortina da noite desapareceu enquanto a primeira vista do amanhecer aparecia na madrugada. Todos os seres vivos voltaram a ficar animados, exceto Ye Wuchen, que tinha permanecido deitado toda a noite como se estivesse morto.

Ye Ning Xue estava correndo por todo o caminho, ela não se atrevia a parar ou descansar. Ela estava com medo de não poder alcançar o seu irmão caso parasse. Em seu caminho, não sabia quantas vezes tinha caído, quantos cortes tinha nas mãos, nos pés e no rosto devido aos galhos afiados. Mas, cada vez, tentava se levantar rapidamente e reprimir as dores e as lágrimas. Ela estava limpando suas lágrimas, chamando pelo nome de seu irmão, enquanto continuava correndo ao longo do caminho pelo cheiro de seu irmão.

Depois de correr por todo o dia e noite, ela tinha arranhado os seus pés uma e outra vez e sentia-se tão dolorida que, finalmente, não conseguia mais sentir nenhuma dor. Ela não comeu nada e nem sequer bebeu uma gota d’agua durante o dia e noite. Eventualmente o mundo em seus olhos começou a borrar, cinza, ela não conseguia ver claramente. Sua maior esperança neste momento era que a sombra de seu irmão aparecesse em sua visão.

No fim, sua consciência se tornou borrada, apenas seus pés continuavam avançando como uma máquina.  Ela não tinha ideia de quanto tempo e quanto tinha corrido, porém a única coisa que a sustentava era a obsessão de recuperar o seu irmão e não o deixar para sempre.

Flop!

Ela tropeçou em alguma coisa e caiu no chão mais uma vez, a dor fazia com que sua consciência borrada ficasse um pouco clareada. Ela tentava usar suas pequenas mãos para forçar seu corpo, mas no mesmo instante caiu de novo. Ao cair, viu no que tropeçou, então sua mente instantaneamente ficou branca.

Por que era seu irmão que ela estava buscando, apesar dele estar no solo e seu rosto não pudesse ser visto, como poderia ela não estar familiarizada com sua roupa e cabelo?

Ela esqueceu da dor e a exaustão em seu corpo devido ao medo, apertou os dentes para colocar-se de pé e logo se atirou sobre ele, sacudindo seu corpo e dizendo com uma voz chorosa: “Irmão, o que aconteceu com você, irmão? Acorde, por favor, é a Ning Xue!”

“Irmão, por favor, não faça com que eu me preocupe, irmão, acorde por favor!”

“Waaa…!”

Ela finalmente não conseguiu aguentar mais e então gritou desesperadamente.

 

Cidade Tian Lie.

 

Era uma região remota e pouco povoada, mas era um bom lugar para viver em reclusão ou refugiar-se, já que as guerras não vinham até aqui, mas ainda assim, inevitavelmente sofria com a escassez de bens. As pessoas nativas raramente estavam dispostas a sair daqui, porque havia uma poderosa besta do céu – chamada Tian Lie, que vivia a menos de dez milhas da cidade. Por causa do pássaro Tian Lie, a montanha não muito alta se chamava Montanha Tian Lie, e a cidade se chamava Cidade Tian Lie.

Uma besta demoníaca do rank céu, quem poderia competir com ela? Exceto alguns gênios que chegavam ao Reino Céu e ao Reino Deus. Para os humanos comuns, a Besta Céu era como um anjo da guarda, se estabeleceram aqui com confiança porque consideravam que a Besta Céu Tian Lie os protegeria. Gradualmente, mais e mais pessoas estariam na cidade, incluindo todos os tipos de pessoas.

Pela manhã, um velho homem de sessenta anos pegou uma cesta e pôs nas costas, e chegou à floresta localizada ao norte da cidade. Tinha um rosto amável e parecia um sábio, mas ao julgar suas sobrancelhas, parecia se preocupar com algo.

“Tem passado vinte anos, a Cidade Tian Long ainda é a mesma?” Ele falou consigo mesmo e constantemente varria os arbustos, procurando pelos materiais medicinais que necessitava.

Neste momento, alguns sons de arbustos ressonaram na distância, o velho homem franziu as sobrancelhas e estava a ponto de pôr suas mãos na cesta, mas instantaneamente congelou ali.

Uma menina que tinha cortes em todo o rosto e nas mãos e que tinha contaminado a metade de seus sapatos branco-neve com sangue, estava arrastando um homem inconsciente e movendo-se pouco a pouco.

Ela não sabia quanto tempo tinha estado arrastando-o, mas com grandes esforços, ela juntou suas forças em seu corpo fraco, porque ela não podia deixa-lo morrer e ela tinha que salvar a sua vida.

Quando viu o velho homem, os olhos vítreos de Ye Ning Xue finalmente brilharam, ela se ajoelhou no chão com seu último pedaço de força, então disse com uma voz rouca. “Avô… avô… por favor… salve… ele…”

Olhando para o rosto pálido de seu irmão, ela finalmente desabou no chão.


Tradutor: Yoongi | Revisora: Ana | QC: Immortalemperorjao, GoldCrowZ


Contribua com a Novel Mania!