HS – Capitulo 1 – Ye Wuchen


“Acorde, você dormiu por muito tempo… acorda…”

Uma voz insubstancial vagou em direção a ele sobre o mar ilimitado da consciência.

“Quem é aquele? Quem está me chamando?”

Ele finalmente abriu os olhos, mas tudo o que pôde ver foi o escuro, imutável do mundo que o rodeava.

“Noite?”

De repente, sua cabeça se abriu de dor. Agarrou-a entre as mãos e estremeceu. Então, ele começou a olhar ao redor dele.

Seus olhos estavam confusos, mas eles se recuperaram rapidamente e perfuraram a escuridão como uma lâmina afiada. Com sua visão voltada para ele, ele foi então capaz de avaliar o que o rodeava. Ele era um jovem esbelto, com pele morbidamente pálida, com dezessete ou dezoito anos, vestido com roupas brancas como a neve. Seu rosto era pálido e bonito, mas muito feminino. Seu cabelo preto escuro pendurava sobre seus ombros finos de uma maneira natural, e mesmo sob a cortina de escuridão, ocasionalmente deu um leve brilho com um tipo escuro de brilho. Ele tinha dedos finos e pulsos finos que pareciam normais, mas eram fracos na realidade. Sua aparência era certamente o tipo a ser olhado para baixo por outros e especialmente por aqueles do continente Tianchen, uma vez que valorizam a força acima de tudo.

“Onde estou?”

Ele não tinha ideia de quanto tempo ele tinha dormido, mas seu corpo estava tão duro quanto pedra. Com grande esforço, conseguiu se levantar. Para a pessoa média, seu ambiente parece estar escuro. Para ele, esse cenário era tão brilhante quanto o dia. Estava numa pequena cabana coberta de palha. O frescor, o ar fresco foi preenchido com o sabor de palha. Ele franziu o cenho quando a voz de um homem idoso entrou em suas orelhas, empurrou seu corpo dolorido e saiu da cabana com passos rígidos.

Foi uma noite sombria. Não havia lua, e não havia estrelas. Um ancião estava sentado no chão sob a cortina da escuridão, cercado por sete ou oito filhos. Seus olhos estavam fixos no velho, cativado pelas fábulas que ele contara inúmeras vezes antes.

“O ataque do Diabo causou calamidade e desastre a todo o continente e jogou seu povo em um abismo de miséria abjeta. Os quatro países que historicamente cobiçaram as terras dos outros foram forçados a unir-se e a combater a invasão do Reino do Diabo. No entanto, como poderiam meros seres humanos obter a vitória sobre tais residentes fortes do Inferno? Assim como o continente estava prestes a ser expulso do precipício, a humanidade não tinha outra escolha senão implorar o Reino Divino e, no último momento, o Reino Divino despachou seus salvadores. Eram as únicas duas filhas do Deus. Uma delas era neve-branco da cabeça aos pés. Seu cabelo, suas roupas, seu enorme par de asas eram todos brancos. Ela foi chamada de [Anjo de Asas Brancas]. Sua irmã era toda preta. Cabelo preto, olhos negros. Até mesmo suas asas pretas pareciam as de um Demônio, e assim ela era chamada de [Anjo de Asas Negras].”

“Usando seus poderosos poderes, os dois anjos passaram um mês afugentando os demônios. Eventualmente eles lutaram sua batalha final com o Senhor do Medo do Reino Diabo na parte norte do continente. Embora ele fosse apenas um dos Senhores do Medo do Império do Reino do Diabo, ele era muito poderoso e foi ele que trouxe seus compatriotas das terras do Reino do Diabo para invadir o continente. A batalha durou três dias e três noites, mas ninguém sabe quem foi vitorioso. Tudo o que sabemos é que os demônios haviam sido afastados, e o Senhor do Medo e os dois anjos desapareceram. Até hoje, ninguém sabe para onde foram. Alguns dizem que morreram juntos, enquanto outros acreditam que os dois salvadores mataram o Senhor do Medo antes de retornar ao Reino Divino. A verdade permanece um enigma misterioso, mas desde que os demônios nunca retornaram, os dois anjos que salvaram o continente são lembrados para sempre como salvadores pelos seres humanos de uma geração para a próxima.”

O velho parou ali e pareceu olhar em sua direção. O coração do adolescente de repente começou a latejar. Mesmo que ele visse um homem amável, velho contando uma história, por apenas um momento, ele podia ver um conjunto de olhos frios que eram como iluminação na escuridão circundante.

“Vovô Chu, os anjos do Reino Divino, eles devem ter sido muito bonitos né?”

Uma das crianças perguntou com curiosidade. Sua pergunta levantou a curiosidades dos outros também, e seus olhos focaram no velho.

“Podem ser, mas ninguém poderia ter uma visão clara do que eles pareciam. Os humanos não têm a honra de ver como os anjos se parecem.”

O velho falou com um sorriso.

As crianças mostraram seus rostos desapontados. Então, o velho sorriu.

“Meus filhos, eu vou parar aqui hoje, então vocês podem ir agora. Vou deixar vocês saberem quando seu irmão Da Niu retornar.”

Aqueles rapazes saíram tão depressa, que nem sequer deram ao velho um “adeus”. O velho se levantou e caminhou em direção ao adolescente com um bastão na mão. Seus passos eram fortes e firmes, sem nenhum sinal de fraqueza. E assim a bengala parecia ser apenas um suporte para ele.

“Você acordou.”

O velho exclamou em uma voz idosa, pacífica, e olhou para cima e para baixo.

O adolescente acenou com a cabeça e perguntou:

“Onde estou?”

O velho estreitou os olhos, e por um momento não respondeu à pergunta do adolescente. Eventualmente ele respondeu pacificamente.

“Eu salvei sua vida quando você tinha sete ou oito anos de idade de um barranco no oeste. Você permaneceu inconsciente, mesmo eu usando quase todos os métodos concebíveis para ajudá-lo a se recuperar. Você esteve inconsciente por dez anos inteiros. Você nem comeu nem bebeu, mas não havia nenhum sinal de sua vitalidade diminuindo. Fiquei surpreso ao ver que você era mesmo capaz de crescer mais alto durante esse tempo! Eu vi muito durante minha vida, mas eu fui completamente espantado por você ao longo destes últimos dez anos. Você pode me dizer seu nome e sua história?”

“dez anos?!”

O adolescente ficou chocado, mas se acalmou muito rapidamente. Ele tentou se lembrar de tudo, suprimindo as ondas de emoção que ameaçavam dominá-lo.

“Qual é o meu nome? Quem sou eu……”

“… nascido em Hua Xia… viveu em Jinghua……. Jinghua é a capital de Hua Xia… Meu pai é …… mãe é…… eu sou….. “

Fragmentos de lembranças passadas passavam, mas ele não se lembrava de tudo. Só podia recordar o país de onde ele era e tudo sobre ele. Ele também podia se lembrar de tudo o que tinha aprendido, mas não podia nomear qualquer um relacionado a si mesmo.

Poderia ser amnésia seletiva? Ele sentiu sua dor de cabeça piorar do caos ao redor. Em resposta, cobriu o rosto com as mãos até que conseguiu chegar a um acordo com sua mente.

“Por que eu perdi minha memória? O que eu fiz antes de perdê-lo?”

Depois de um longo silêncio, ele suspirou e deixou cair os braços. Seus olhos sem alma olharam para o céu. Talvez só Deus pudesse lhe dar uma resposta.

O velho olhou pensativo para ele.

Uma suave brisa escovado por e trouxe com ele uma frescura refrescante. Ele ergueu no ar uma única folha murcha, que caiu lentamente de volta para o chão. Subconscientemente, o adolescente estendeu a mão e comprimiu a folha entre dois dedos. Olhou de novo para o céu nublado, sem lua nem estrelas. O velho piscou em confusão com o que estava fazendo.

Não ter lembranças é não ter passado. A mente está destinada a vagar sem rumo como folhas caindo na tentativa de encontrar seu caminho de volta. O adolescente suspirou, limpou a folha e proclamou em voz alta:

“Eu sou Ye Wuchen!”

O velho sorriu.

“Esse é o seu nome verdadeiro?”

Ye Wuchen mostrou um leve sorriso.

“Eu sou Ye Wuchen… pelo menos até que eu receba minhas memórias de volta.”

“Entendo. É uma pena. Mas, você não é absolutamente um adolescente comum, então você deve ser capaz de recuperar suas memórias muito em breve.”

O velho disse.

A julgar pelas reações dele, o velho tinha sido capaz de supor que o adolescente tinha perdido a memória. Além disso, não havia vestígios da memória passada do adolescente. Se tivesse sido há doze anos, o velho não teria poupado nenhuma despesa em explorar tudo sobre o adolescente misterioso. Mas ele era velho agora e estava preso lá por décadas, e assim ele estava cansado.

“Como devo chamá-lo?”

Ye Wuchen olhou para o velho.

“O que você deve me chamar? Para um homem velho como eu, é quase difícil lembrar o meu nome. Se você não se importa, você pode simplesmente me chamar de vovô Chu como as outras crianças, ou simplesmente me chamar de velho.”

Disse ele com um sorriso.

Ye Wuchen pensou que o velho simplesmente não estava disposto a dizer-lhe o seu nome, então ele disse:

“Tudo bem, vovô Chu, eu vou certamente pagá-lo para salvar minha vida.”

O velho balançou a cabeça e sentou-se ao lado de Ye Wuchen na grama. Ele disse-lhe:

“Você só dormiu desde que eu salvei sua vida. Não é um grande negócio. Se você fosse um adolescente comum, teria morrido muitas vezes durante os últimos dez anos.”

Ye Wuchen também sentou. Embora seu corpo ainda estivesse rígido, ele poderia pelo menos se mover com alguma liberdade.

“Não importa o quê, eu ainda te devo. Vovô Chu, onde estamos agora? Qual é a distância de Jinghua?”

“Jinghua? Onde está?”

O velho olhou para ele, confuso.

Ye Wuchen franziu a testa ligeiramente e disse.

“Jinghua é a capital de Hua Xia. Não é Hua Xia?”

Apesar da confusão, a língua que falavam era definitivamente a de Hua Xia.

O velho balançou a cabeça.

“Nunca ouvi falar de um país chamado Hua Xia. Eu andei a quase cada canto do continente quando eu era mais novo, e eu nunca soube do nome. Quando alguém perde sua memória, alguns dos fragmentos que ressurgem podem ser imaginados. Então talvez tudo o que você lembrou não é real.”

“Mesmo?”

Ye Wuchen fechou os olhos e pensou no que o velho disse. Ele perguntou.

“O que diabos é esse lugar chamado então?”

“O mundo está dividido em cinco continentes e cinco oceanos. O continente em que vivemos é chamado Tianchen. Além disso, encontra-se o Oceano Tianchen. Há quatro países em Tianchen nomeado Dafeng, Tianlong, Kuishui, e Canglan. Cada um ocupa seu próprio canto do continente. Dafeng é o mais poderoso dos quatro. Somente ao combinar suas forças os três países restantes podem competir com a força de Dafeng. Sua aliança atingiu um equilíbrio contra Dafeng, e manteve a paz e a estabilidade que existe hoje.”

O velho parecia ansiar pelos velhos tempos depois de contar isso, como se tivesse passado muito tempo desde que vira o mundo do qual falava.

Continente de Tianchen?

Os pensamentos de Wuchen eram caóticos. Quais eram os Hua Xia e a terra que existiam em suas memórias? Onde eles estavam ou as memórias eram falsas……?

Ele havia viajado de sua terra para um novo mundo desconhecido!

Lembrou-se de uma das palavras de suas memórias.

“Todo mundo aqui fala uma linguagem comum?”

Ye Wuchen perguntou.

“Está certo.”

“Onde estamos agora?”

O velho ficou em silêncio por um momento e suspirou.

“Este é o extremo norte de Tianlong, uma área que foi esquecida e selada. Ele existe há muito tempo. É de conhecimento comum em Tianlong que é impossível deixar este lugar uma vez que você pisa em seus limites. Mas há quinze anos, rompi a barreira que selava este lugar com arrogância, e nunca mais voltei. Eu mesmo envolvi meu próprio neto. Agora, esses quinze anos parecem ter passado em um piscar de olhos.”

Percebendo o rosto surpreendido de Wuchen, o velho continuou.

“Desde então, eu descobri que não há desastres naturais ou monstros aqui, mas há um forte encantamento que só permite que as pessoas entrem, mas não saiam. Eu tentei muitas vezes quebrá-lo, mas cada tentativa terminou em fracasso. Então, eu vivi minha vida aqui como as outras pessoas que foram presas aqui. Eles não têm escolha senão se estabelecer e viver suas vidas.”

O rosto de Wuchen ficou rígido em silêncio.

Um lugar selado. Se não houver maneira de sair, então como ele recuperaria sua memória e exploraria o curso de sua vida? Talvez ele devesse escolher ficar aqui como as outras pessoas?

Não!


Tradutor: Empire Novels   |   Editor: Empire Novels


Contribua com a Novel Mania!
Alterar fonte
Cores