ED – Capítulo 71 – Pavilhão Fantasma (1)


“Ouvi que há fantasmas lá.”

Nan Huairen falou para Li Qiye de forma misteriosa.

“Desde que ele é chamado Pavilhão Fantasma, fantasmas seriam algo normal. Sem fantasmas, como ele poderia ser chamado de Pavilhão Fantasma?”

Li Qiye riu.

Vendo Li Qiye sem nenhuma ansiedade, Nan Huairen disse ansiosamente e solícito:

“Irmão, eu não estou brincando com você. Realmente há fantasmas naquele lugar! Realmente há fantasmas lá! Se você não acredita em mim, você pode perguntar ao meu mestre!”

Protetor Mo também estava presente. Ouvindo Nan Huairen, ele ponderou por um momento, e então disse:

“O Pavilhão Fantasma realmente é sinistro. É melhor ser cuidadoso, apesar de eu nunca ouvir sobre ninguém morrer no Pavilhão Fantasma. Ouvi que o primeiro élder foi machucado horrendamente, sofrendo muitas perdas lá. Se há fantasmas ou não, uma conclusão não pode ser traçada, mas definitivamente há algumas coisas sinistras naquele lugar.”

“Fantasmas, hã.”

Li Qiye olhou em uma distante direção no horizonte, longínquo, e finalmente sorriu animado. Ele disse:

“Se há fantasmas reais, eu gostarei ainda mais; qual a necessidade de ter medo de fantasmas?”

Nesse momento, ele não pôde deixar de sorrir sorrateiro e gargalhar.

Nan Huairen, em relação ao “gosto único” de seu primeiro irmão, se calou. Sobre esses fantasmas sinistros, outros queriam apenas escapar; entretanto, primeiro irmão disse que ele gostava deles.

Nan Huairen realmente estava preocupado com Li Qiye, e ele ainda queria persuadi-lo; contudo, seu mestre, Protetor Mo, gentilmente balançou sua cabeça, e então se emudeceu.

Protetor Mo não tentou convencer Li Qiye. De sua perspectiva, Li Qiye já tinha suas próprias ideias. Ele confiava que as ações de Li Qiye não confirmariam suas preocupações.

No fim, Li Qiye sorriu, e disse para o grupo de Nan Huairen.

“Vamos! Nós vamos ver o Pavilhão Fantasma!”

Nan Huairen não teve outras opções, e teve que resignar ao seu destino. Ele seguiu Li Qiye para ver o Pavilhão Fantasma, mas ao longo do caminho ele estava murmurando:

“Irmão, se você encontrar um fantasma, não diga que eu não te avisei; há fantasmas reais lá.”

Com o continuo discurso verboso de Nan Huairen como uma mulher casada, Li Qiye podia apenas sorrir.

Na verdade, a questão de Li Qiye indo meditar no Pavilhão Fantasma, todos os discípulos na Seita Ancestral do Incenso da Purificação tinham ouvido. No momento que o Pavilhão Fantasma era falado, todos os discípulos tremiam de medo.

Um discípulo mortalmente pálido disse:

“Ficar meio ano no Pavilhão Fantasma? Eu não faria isso, nem mesmo por um dia. Eu preferiria ficar em uma caverna gelada da punição do que no Pavilhão Fantasma!”

Outro discípulo balançou sua cabeça e disse:

“Nem mencione a caverna gelada, eu preferiria ir para o Vale Negro Drenado  do que o Pavilhão Fantasma. ”

Outros discípulos começaram a falar:

“Sobre o Pavilhão Fantasma, até o tio Da Dan estava com medo dele.” [1]

O discípulo continuou:

“Tio Da Dan pode ser considerado a pessoa mais corajosa da nossa seita. Cinco anos atrás, ele não acreditava no mal oculto, então ele fez uma aposta conosco para entrar no Pavilhão Fantasma. No segundo dia, o sol nem tinha nascido e ele já escapou e até mijou nas calças de medo.”

“Bastardinho, revelando minhas fraquezas; você quer ser espancado?”

Um homem de meia idade, que estava em pé ao lado, o encarou e gritou. Esse homem de meia idade parecia incomparavelmente bruto; era claro que essa pessoa era o desajeitado companheiro, Da Dan.

Embora esse discípulo tenha sido encarado, havia outros discípulos que perguntaram curiosos:

“Tio, o que aconteceu aquele tempo? O que aconteceu aquela noite?”

Esse tio, questionado pelos discípulos, desistiu; ele contemplou por um momento, balançou sua cabeça e então disse:

“O Pavilhão Fantasma tem fantasmas, fantasmas assustadores; talvez não só um, mas muitos fantasmas.”

Um discípulo curiosamente perguntou.

“Li Qiye irá meditar no Pavilhão Fantasma; quanto tempo vocês pensam que ele pode durar?”

Um discípulo exclamou.

“Eu estou disposto a apostar que ele não passará de uma noite.”

Outro discípulo franziu o cenho friamente e disse:

“Toda uma noite, hmph! Da minha perspectiva, temo que assim que a noite caia, ele terá mijado nas calças. O Pavilhão Fantasma não é apenas notório em nome; definitivamente há fantasmas naquele lugar!”

Naquele momento, muitos discípulos na seita estavam fofocando. Todos disseram que havia fantasmas lá, mas que tipo de fantasmas, ninguém sabia.

Na verdade, em relação ao Pavilhão Fantasma, até os Protetores estavam com medo dele. Primeiro Élder foi para o Pavilhão Fantasma uma vez, e ele tentou usar sua lei de mérito Imperial para suprimir a aura sinistra do Pavilhão Fantasma. Ninguém podia acreditar que no segundo dia, o primeiro élder, esgotado, saiu do pavilhão. Ele não pôde suprimir a aura sinistra no Pavilhão Fantasma.

Desde então, nenhum protetor ou discípulos ousavam não conhecer suas próprias forças e aventurar no Pavilhão Fantasma. Originalmente, a energia espiritual do mundo esse pico era muito boa, mas por causa dos rumores do Pavilhão Fantasma, ninguém estava disposto a vir para esse pico para cultivar.

Atualmente, esse pico era a imagem do declínio. As dez milhas ao redor estavam declinando também. Até as flores e árvores pareciam doentes; era como se elas foram afetadas pela aura sinistra do pavilhão

Era dito que alguns milhares de anos atrás, os discípulos desse pico formaram suas próprias filiais. Esse pico costumava ser próspero por gerações. Entretanto, mais tarde, ele se tornou Fantasma; esse lugar começou a decair até nenhum discípulo estivesse disposto a pisar nesse lugar de novo.

Quando Li Qiye estava de pé no topo do pico, desfrutando da vista das montanhas e rios nessa área, ele não podia deixar de se tornar solene. Esse cenário desvanecido não era apenas por causa que nenhum discípulo estava disposto a ir lá, mas podia-se se sentir ligeiramente desconfortável; era como se houvesse algo abaixo, exercendo energia maligna.

Nos últimos dez mil anos, todos os últimos discípulos da seita consideravam esse lugar como sinistro; parece que isso não era sem razões.

Também próximo a Li Qiye, Nan Huairen sentiu um arrepio em suas costas, como se um fantasma estava olhando nele. Dando-lhe calafrios repentinos; se Li Qiye não estivesse com ele, ele nunca estaria disposto a vir para esse lugar maligno.

Recuperando seus pensamentos, Li Qiye observou o grande pavilhão no pico; o prédio nomeado ‘Pavilhão Fantasma’ tinha começado a apodrecer. Olhando para o pavilhão na frente de seus olhos, ele não pôde evitar suspirar gentilmente.

O Pavilhão Fantasma, na verdade, foi cravado meticulosamente com muitos charmes interessantes. Ele foi construído no topo do pico; era como se fosse parte da natureza, deixando os outros sentirem que ele e o topo foram unidos em um.

Da decoração do pavilhão, podia-se entender que a seita o valorizava muito no passado. Infelizmente por causa da aura sinistra, a seita teve que abandoná-la.

O Pavilhão Fantasma não era largo em tamanho, mas era muito detalhado; podia ser elogiado pois foi refinada lindamente. Entretanto, o atual pavilhão estava coberto em poeira e teias de aranha, também como mato e erva daninha. Até os esquilos selvagens e pássaros consideram esse lugar como sua casa.

Entrando no pavilhão, pisando no chão feito de pinheiro de jade de dez mil anos provocou um som quebradiço. Em meio a essa atmosfera, um covarde estaria borrado de medo; especialmente desde que havia sons de morcegos voando ferozmente, aumentando a atmosfera maligna.

“Esse lugar costumava ser um lugar importante da Seita Ancestral Incenso da Purificação, mas infelizmente, agora ele está completamente deserto e arruinado. ”

Protetor Mo disse nostálgico.

Não era apenas Protetor Mo relembrando, até o coração de Li Qiye estava suspirando suavemente. Aquele ano, naquele longo caminho sinuoso do Dao, antes do Imperador Imortal Min Ren carregasse a Vontade do Céu e ele varrendo os nove céus e dez terras, dentro desse pavilhão, Li Qiye costumava ensinar o Dao da Cítara para o pequeno Min Ren!

Sobre essa história, quando ele ainda era o Corvo Negro, ele costumava provocar Min Ren por sua inutilidade em tocar a cítara. Se ele tivesse se tornado um artista de cítara para o seu sustento, Li Qiye temia que ele morreria de fome.

Naqueles tempos, Min Ren em relação a zombaria de Li Qiye não podia fazer nada além de explodir em gargalhadas.

Sem o comando de Li Qiye, Protetor Mo e Nan Huairen limparam dentro e fora do Pavilhão Fantasma. Depois que eles acabaram, o pavilhão parecia muito mais brilhante, a atmosfera sombria foi parcialmente varrida; no entanto, mesmo assim, o pavilhão ainda se parecia bastante sinistro.

Depois de preparar todas as necessidades diárias para Li Qiye, eles relataram para Li Qiye.

Depois de ver as preparações dos dois, Li Qiye assentiu gentilmente e finalmente disse:

“Está tudo bem, entretanto, irei dormir no grande saguão; não há necessidade de preparar um quarto especialmente para mim. Também, Huairen, me traga a cítara.”

“Cítara? Para que você precisa de uma cítara aqui?”

Ouvindo as palavras de Li Qiye, Nan Huairen estava surpreso. Normalmente, pouquíssimos cultivadores iriam tocar a harpa e observar a lua.

Li Qiye disse sorrindo:

“Aqui costumava ser o Pavilhão da Cítara com cenários extremamente bonitos. De noite, para poder aproveitar a lua e tocar a cítara, quão maravilhoso essa situação é?”

“Uhh…”

Nan Huairen não conseguiu aguentar e sussurrou gentilmente:

“Irmão mais velho, esse lugar é o Pavilhão Fantasma. De noite, haverá ocasiões fantasmagóricas… Vo-Você, você ainda está com disposição para tocar a cítara?”

“Pirralho fedorento, não arruíne meu humor; rápido e vá!”

Li Qiye, um garoto de treze anos, chamou Nan Huairen de pirralho, parecendo como um velho vovô, mas Nan Huairen sorriu alegre e correu.

No momento em que os dois, mestre e discípulo, estavam arrumando as coisas, Li Shuangyan também seguiu e especialmente observou esse Pavilhão Fantasma. Ela o analisou cuidadosamente, sem deixar um só detalhe.

Atualmente Li Shuangyan observou os quatro largos pilares dentro do grande saguão, e ela estava em transe. Os quatro largos pilares foram feitos de pinheiro de jade de dez mil anos. Depois de incontáveis anos de batismo, eles ainda estavam sem um unico sinal de deterioração. Acima disso, cada um desses pilares foi densamente preenchidas com um padrão venoso. Na verdade, não só os quatro pilares estavam cobertos com esses padrões, todo o Pavilhão da Cítara estava coberta com esses padrões, mas as cores desses padrões eram muito fracas. Se a pessoa não focar, era essencialmente difícil de ver.

Li Shuangyan, um gênio com o Palácio do Destino Sano e Físico Imperador – não importa onde ela fosse, ela seria a orgulhosa filha dos céus. Enquanto observava esses padrões, ela imediatamente sentiu que eles eram extraordinários. Um gênio como ela estava analisando meticulosamente, querendo ver através das verdades misteriosas contidas neles. Entretanto, durante sua observação, ela descobriu que esses padrões não eram runas do Dao ou encantamentos mágicos. Ela não conseguiu livrar-se do sentimento que havia um mistério indescritível pelas palavras contidas neles.

“Você viu algo especial?”

Li Qiye se aproximou dela e sorriu confortavelmente para Li Shuangyan que estava observando os padrões.


Tradutora: Manju   |   Editor: Blueinger



[1] Da Dan significa grande coragem.

[2] Cítara > Aqui

Contribua com a Novel Mania!