[ED] Capítulo 49: A Instrução do Dao mais Viciosa (1)


“Bang… Bang… Bang…”

Li Qiye deu um surra em Zhang Yu. Dentre os trezentos discípulos, o cultivo de Zhang Yu, era perto do fundo, mas ele entrou no saguão marcial dois anos mais cedo comparado a maioria dos outros discípulos.

Embora a cultivação de Zhang Yu fosse fraca, ele tinha a firmeza de um boi velho e um espírito que não soltava. A Vara Serpente da Punição golpeou violentamente seu corpo, fazendo todo o seu corpo doer; era como se seus ossos e tendões fossem arrancados, até levantar era difícil.

Entretanto, Zhang Yu, de novo e de novo, tentou levantar, até sabendo que essa resistência era um gasto de tempo; no entanto, ele continuou tentando se levantar, de novo, e de novo, e de novo, e de novo, só para ser surrado por Li Qiye de novo e de novo, até o chão. [1]

Dessa vez, Li Qiye estava deliberadamente tentando testá-lo; de novo e de novo, ele golpeou Zhang Yu. Embora não houvesse sangue; todavia, ele golpeou Zhang Yu até ele sentir uma dor insuportável, seus ossos e tendões sentiam como se eles foram quebrados.

Se fosse uma pessoa diferente, eles estariam deitados imóveis no chão; entretanto, Zhang Yu, de novo e de novo, levantou, de novo e de novo, resistiu aos golpes de Li Qiye.

“Bang… Bang… Bang…”

A vara continuou a acertar o corpo de Zhag Yu. Esse som impressionante fez com que os outros discípulos perdessem sua inteligência; eles sentiram que Li Qiye foi longe demais contra Zhang Yu.

As últimas três vezes, Li Qiye apenas levava a pessoa ao chão, e então ele iria parar; entretanto, dessa vez, era como se Li Qiye estava dificultando propositalmente para Zhang Yu. De novo e de novo, ele golpeava Zhang Yu, e Zhang Yu, de novo e de novo, levantou apenas para ser acertado por Li Qiye, até o chão.

Até o fim, Zhang Yun não pôde mais se levantar dos golpes. Embora seu corpo não sustentasse nenhum machucado e não derramasse sangue, seus quatro membros estavam cansados. Ele estava tremendo de dor. Suor frio do tamanho de um feijão corria desenfreado, e ele tinha o rosto pálido – isso mostrava quanta dor ele estava tendo.

Vendo o estado de Zhang Yu, muitos discípulos não puderam evitar tremer repetidamente; com medo em suas mentes, as muitas discípulas se sentiam mal, e elas não conseguiam aguentar assistir.

“Um espírito que está indisposto a desistir, muito bom!”

Li Qiye olhou para Zhang Yu, que estava deitado no chão, cansado, com uma expressão: calmo-céu, claro-vento, e disse:

“Se eu estivesse infeliz, eu não descontaria em pequenas pessoas como vocês. Retraiam dez mil passos; se eu quisesse descontar em todos vocês, eu posso pensar – em minha mente – trezentas ou quinhentas maneiras de torturar todos vocês!”

Essas palavras de Li Qiye eram para os ouvidos de Zhang Yu, e também para o restante dos discípulos.

“Você…”

Depois de espancar Zhang Yu, a Vara Serpente da Punição de Li Qiye prontamente apontou em outro discípulo:

“Levante-se.”

O discípulo apontado por Li Qiye sentiu sua cabeça explodir, suas duas pernas tremerem, e sob o abuso tirânico de Li Qiye, ele não pôde sair. [2]

“Vocês todos sabem por que eu bato em vocês?”

Li Qiye olhou para os discípulos, e sorriu perguntando.

Dessa vez, aos olhos do discípulo, o rosto sorridente de Li Qiye era mais aterrorizante do que o rosto sorridente de um diabo; suas duas pernas tremendo, seu corpo exalando medo, e ele não podia falar claramente. Ele gaguejou:

“Si-sim, é porque nós ofendemos irmão mais velho…”

“Errado!”

Li Qiye sorriu:

“Lute contra.”

Acabando de falar, a Vara Serpente da Punição em suas mãos, mais uma vez, voou violentamente.

“Bang!”

Esse discípulo foi golpeado por Li Qiye uma vez. Ele chorou e gemeu.

“Próximo.”

Li Qiye, mais uma vez, escolheu um discípulo aleatório e o surrou; ele o golpeou até ele não conseguir levantar do chão.

De repente, gemidos de dor altos e baixos eram ouvidos no terreno, e sob a Vara Serpente da Punição, um atrás do outro, todos eles sofreram.

“Fale, por que eu estou batendo em vocês?”

Li Qiye bateu um discípulo com nenhum lugar para se esconder; esse discípulo podia apenas aceitar seu destino, e ele foi espancado por Li Qiye até que tivesse um nariz inchado. No final, ele desistiu de resistir, e segurou sua cabeça com ambas as mãos, deixando Li Qiye o golpear ferozmente.

“N-Não, eu não sei…”

Esse discípulo podia apenas se considerar azarado; ele disse uma dúzia de respostas, mas não havia uma que fez as mãos de Li Qiye parar.

“O-Os golpes do irmão mais velho estavam… estavam batendo nos nossos, nossos pontos fracos… ou, ou é porque ir-irmão mais velho está, está nos testando; nossas leis de mérito, dentro das nossas leis de mérito, há falhas.”

Nesse momento, uma voz aterrorizada soou.

Ouvindo esse som, Li Qiye de repente parou, e ele se virou instantaneamente, olhando na origem da voz. A única que falou, era uma discípula. Li Qiye tinha pouca impressão dela; um grande par de olhos com uma expressão assustada.

O rosto da discípula era bonito e delicado. De sua expressão, podia-se falar que ela não era corajosa. Nesse momento, os olhos “viciosos” de Li Qiye se viraram; a discípula inconscientemente retraiu um passo. Sua palma ficou suada, a discípula mais velha próxima a ela estava preocupada com ela, e ela gentilmente a cutucou uma vez.

“Você, saia.”

Li Qiye apontou na discípula de olhos grandes com a atitude aterrorizada, e disse sorrindo.

Essa discípula estava muito assustada e confusa.

Essa cena era um pouco engraçada; Li Qiye tinha apenas treze ou quatorze anos, e a garota em sua frente era claramente mais velha que Li Qiye.

Na frente de Li Qiye, a discípula andou para frente cambaleando como se ela fosse um pequeno cordeiro enfrentando um lobo velho.

“Fale, por que eu quero bater em todos vocês.”

Li Qiye sorriu radiante enquanto olhava para a discípula; o rosto dela estava pálido, e ela não ousava chegar mais perto.

Essa discípula estava com muito medo de Li Qiye, então retraiu um passo. Essa cena era como se Li Qiye fosse um jovem mestre que especializava em maltratar bondosas garotinhas.

A discípula finalmente mordeu seus dentes, e com uma voz como um sino de prata, ela disse calmamente:

“Eu, Eu sinto que, irmão mais velho, a c-cada golpe, todos, estavam me acertando. Nossas técnicas tem aberturas, ir-irmão mais velho quer-queria testar nossas leis de mérito, nossas falhas.”

Tendo dito isso, a tímida discípula de olhos grandes olhou para Li Qiye sem confiança, e então imediatamente abaixou sua cabeça; ela realmente estava com medo de Li Qiye.

Nesse momento, ela pensou que Li Qiye iria agir violentamente; no entanto, Li Qiye lentamente e casualmente a perguntou:

“Qual o seu nome?”

“Xu, Xu Pei.”

O escalpo da discípula estava formigando por ser encarada por Li Qiye. Ela era mais velha que Li Qiye, mas o momento que Li Qiye a olhou, ela sentiu como se ela estava sendo o alvo de uma Desolada Besta Pré-histórica feroz.

“Xu Pei, irmã mais nova Xu.”

Li Qiye sorriu animadamente:

“Irei te contar boas notícias; muito sortuda, você adivinhou corretamente.”

As palavras de Li Qiye saíram. Muitos discípulos estavam sem palavras, e o coração de Xu Pei não pôde deixar de ficar estático; finalmente, ela tinha escapado de uma calamidade.

“De agora em diante, você é a irmã mais velha; os trezentos discípulos do Pico da Jade da Purificação irão ser liderados por você.”

Li Qiye falou lentamente:

“Entretanto, é sua vez de fazer seu movimento agora.”

Li Qiye de repente nomeou essa posição, deixando os outros discípulos assustados. Xu Pei também estava assustada; ela estava assustada, não por causa da nomeação, mas, por causa da sentença dita a seguir por Li Qiye.

“Irm-Irmão mais velho, eu, eu adivinhei corretamente sua, sua pergunta. Eu, eu não serei isenta da surra?”

Li Qiye sorriu radiante e alegre:

“É verdade que você adivinhou corretamente. Entretanto, eu não disse que eu iria deixá-la ir. Meu jeito de viver é muito justo; eu sempre trato outros igualmente.”

Agora, encarando o sorriso alegre de Li Qiye, Xu Pei sentiu que isso era mais assustador comparado a um velho lobo.

No fim, Xu Pei não tinha nenhuma outra escolha; ela tinha que juntar coragem para resistir. No momento em que ela estava para agir, ela não pôde evitar dizer timidamente:

“I-Irm-irmão mais velho, não, não o rosto, tudo bem…?”

Pedindo para parecer bonita era a natureza de todas as mulheres; até um cultivador era assim. O golpe da Vara Serpente da Punição, embora não deixasse machucados, mas ser espancado até seu rosto e nariz ficarem inchados, isso – para uma jovem menina – era um caso tortuoso.

“Posso pensar sobre isso.”

Li Qiye sorriu alegremente, mas sua Vara Serpente da Punição já tinha mirado no rosto dela.

Xu Pei ficou assustada. Ela moveu seu pé imediatamente em uma forma defensiva, mal desviando a vara de bater em seu rosto, mas a Vara Serpente da Punição era como larvas nos ossos; ela tinha acabado de escapar, mas outro golpe estava a caminho.

Xu Pei estava alarmada. Mais uma vez, ela usou a técnica de passos da Seita Ancestral Incenso da Purificação para desviar, mas Li Qiye continuou perseguindo-a – era difícil escapar.

“Se você continuar fugindo, você confia que eu irei transformar seu rosto em uma cabeça de porco ou não?”

A voz de Li Qiye soou como um fantasma maligno.

Essas palavras surpreendentemente assustaram Xu Pei. Não ousando mais fugir, ela imediatamente se virou para lutar. Ela soltou um rugido, e a longa espada em sua mão foi posta em ação, traçando horizontalmente em direção a Li Qiye.

“Bang!”

Um som, uma vara de Li Qiye, sem piedade, golpeou impiedosamente o fragrante e doce ombro de Xu Pei; a dor fez com que suas lágrimas fluíssem; era como se seu cheiroso e doce ombro estava para quebrar em pedaços.

“Esse poder do ‘Uma Espada Varre a Terra’ é por um lado muito fraca. Nem pode aguentar um único golpe. Uma Espada Varre a Terra, o movimento é só como seu nome, varre através de tudo!”

Li Qiye golpeou o doce ombro de Xu Pei violentamente até ela chorar; entretanto, Li Qiye ainda estava sorrindo animadamente, dizendo:

“De novo.”

Li Qiye ignorou o penoso estado de Xu Pei; seu animado sorriso era extremamente cruel, e disse:

“Uma luta até a morte, não é ser escrupuloso como a terra, mas é também ser tão corajoso quanto o céu. Quando encontrar com seu inimigo cara a cara em um passo estreito, o mais corajoso irá vencer! Seu coração é brilhante como um espelho, para poder ver claramente as penugens nos outonos; porém, lhe falta a vontade de lutar uma batalha sangrenta até o fim – falta a coragem e o esclarecimento para lutar uma batalha até a morte!”

Li Qiye está dando orientações para Xu Pei; não só em suas técnicas, mas também em sua mentalidade de batalha!

Xu Pei podia apenas relutantemente aguentar a dor e deixar um adorável urro; sua espada criou um liquido como o mar, e devolveu um golpe em direção a Li Qiye.

“Bang…”

Li Qiye, novamente, a golpeou na cintura e disse indiferente:

“Essa ‘Espada como a Grande Água’ falta de um imponente absoluto; esse movimento é dependente da palavra ‘Grande’! ‘Grande Energia Justa’!” [3]

“Bang…”

Li Qiye, mais uma vez, obliterou as aberturas de Xu Pei; com cada movimento e cada técnica, ele ensinou Xu Pei:

“Essa ‘Andorinha do Sul Retorna ao seu Ninho’ foi muito bem praticada, mas você não deve ser complacente; ainda falta de maturidade. Uma fraqueza pode ser exposta momentaneamente.”

Li Qiye aproveitou para ler as leis de mérito e técnicas que foram praticadas pelos discípulos do Pico da Jade da Purificação. Na verdade, os métodos de prática e técnicas dos trezentos discípulos eram limitados, e a maioria desses métodos foi deixada para trás aquele ano por Li Qiye para a Seita Ancestral Incenso da Purificação. Havia até alguns que Li Qiye tinha criado apenas para o Imperador Imortal Min Ren.


[1] A repetição de “de novo e de novo” estava nos raws, então queríamos deixar o significado [N/T: se o autor e tradutor gringo deixaram assim, quem sou eu para mudar né]

[2] Negativas duplas, o Autor as ama. [N/T: No inglês faz mais sentido essa nota]

[3]“’Espada como a Grande Água” é “Jian Hao Ru Hai”, “’Grande Energia Justa” é “Hao Ran Zheng Qi”. Li Qiye está expressando nas verdades profundas da técnica no qual é a palavra “Hao”. Também, “Hao Ran Zheg Qi” é muito comum em xian xia, normalmente usado por reis ou pessoas de bom-caráter.


Contribua com a Novel Mania!