[ED] Capítulo 32: Seis Variantes do Kun Peng (2)

A estátua dentro do Arsenal de Armas não era o Imperador Imortal Min Ren ou um Ancião que tinha magníficas contribuições para a seita, mas era feita no formato de um gigante corvo negro.

A estátua do corvo esticava suas asas como se quisesse voar através dos nove céus. Suas garras estavam agarrando duas espadas duplas feitas de aço mortal. Essas espadas eram do mesmo tipo das usadas para praticar “Espadas Duplas Invisíveis”.

Ninguém sabia quanto tempo essas duas espadas estiveram aqui. Elas não sobreviveram à tortura do tempo; ferrugem cobria os cantos das lâminas, e parecia como se ambas as lâminas estivessem a ponto de quebrar a qualquer momento.

Li Qiye olhou na estátua em transe. Talvez ele tenha esquecido essa pose, mas o Imperador Imortal Min Ren nunca se esqueceu. Nan Huairen, vendo o solene momento de Li Qiye, sussurrou:

“Sênior, essa é a estátua do Deus Corvo das lendas. Quando nosso patriarca era jovem, o Deus Corvo o ensinou nesse pico. É por isso que a nossa seita foi estabelecida aqui; essa estátua foi erguida como um memorial depois da ascensão do nosso patriarca.”

Li Qiye sorriu pela história. É claro, ele sabia disso porque o Deus Corvo e ele eram o mesmo. Ele também sabia que toda a história era uma mentira; a verdadeira razão porque a seita foi estabelecida aqui era um segredo que apenas ele estava ciente.

Entretanto, a ação retratada por essa estátua não era falsa. A primeira vez que ele conheceu o corajoso garotinho que amava artes marciais, ele usou suas garras para roubar as espadas das mãos do garoto.

Embora ele tivesse se tornado um Imperador Imortal, Min Ren nunca esqueceu seu primeiro encontro.

“Vamos entrar.”

Li Qiye se recompôs e entrou no Arsenal de Armas.

Dentro do arsenal, havia todos os tipos de diferentes Tesouros da Vida e Tesouros da Longevidade. O primeiro nível tinha dez mil armas diferentes, mas essas eram apenas feita de aço misturado com metais inferiores. Esses eram tesouros com relativas grades baixas.

A arma de um cultivador era dividida em quatro tipos: primeiro, as armas comuns; segundo, armas de Longevidade; terceiro, armas da Vida; e por último, armas Verdadeiras.

As armas comuns eram para discípulos novos. Essas armas eram extremamente comuns, pois elas eram feitas de aço mortal misturada com metais mágicos; elas não eram feitas de nenhum material excessivamente raro. Embora essas armas, aos olhos dos mortais, pudessem ser consideradas como armas celestiais que podiam corta através de aço como lama, cultivadores não pensavam muito nelas. Eles não podiam totalmente utilizar o poder das verdades misteriosas vindo do Grande Dao.

Tecnicamente, armas de Longevidade não eram consideradas armas tradicionais. Elas eram, em vez disso, tesouros; até se elas tomassem a forma de uma arma. Elas serviam para prolongar a duração da vida e alimentar a energia do sangue do usuário. Podia se dizer que, todo cultivador teria pelo menos um Tesouro da Longevidade porque ele iria alimentar sua Roda da Vida. Ele também poderia ter um papel de apoio crucial no combate, desde que poderia rapidamente reabastecer a Roda da Vida que foi esgotada durante a batalha.

Armas Verdadeiras e da Vida eram a verdadeira força dos cultivadores. Eles tinham grande uso em ambos os meios defensivo e ofensivo.

Durante a duração da vida de um cultivador, eles podiam possuir muitos Tesouros da Vida diferentes, e até herdar um Tesouro da Vida de alguém. No entanto, eles podiam ter apenas um Tesouro Verdadeiro porque esse tesouro era diretamente ligado a sua Alma Verdadeira; o Tesouro Verdadeiro e a Alma Verdadeira reforçavam e apoiavam diretamente um ao outro, e o Tesouro Verdadeiro, uma vez ligado a um cultivador, não podia ser herdado por outro cultivador.

Apesar de o cultivador ter criado seu próprio Tesouro Verdadeiro e usado ele pelo resto de sua vida, o poder de um Tesouro Verdadeiro excedia em muito um Tesouro da Vida normal. Até se ele fosse do mesmo grau, um Tesouro Verdadeiro iria aniquilar um Tesouro da Vida em um piscar de olhos.

Algumas dessas armas do primeiro nível eram armas comuns, tal como a Espada de Aço Profunda, o Sabre Glacial Crescente, e as Garras Meteóricas, enquanto as armas da Vida variavam do Pagoda Shan He e o Círculo de Massacre Demoníaco, até o báculo Jiang Jiao.

Havia também umas poucas armas Verdadeiras tais como a Pedra Celestial de Deus, a Corda do Céu Sangrenta, e a Caneta de Caligrafia do Sol Feroz.

Todos esses Tesouros Verdadeiros e da Vida tinha um grau muito baixo, assim, qualquer discípulo da terceira geração era capaz de escolher deles. Esses discípulos com contribuições, ao invés disso, podiam escolher do segundo nível.

Enquanto caminhava no primeiro nível, Li Qiye notou a aura assassina desses tesouros e suas habilidades para absorver a energia do Grande Dao.

Ele levou seu tempo olhando em cada um, e então, casualmente foi para o segundo nível. O segundo nível continha armas Verdadeiras e da Vida com um ranking maior do que o primeiro nível.

Entretanto, Li Qiye também olhou apenas uma vez em cada arma. Ele não selecionou nenhuma delas, e eles foram para o nível três.

Vendo Li Qiye entrando no terceiro nível, muitos discípulos que estavam escolhendo suas armas estavam enciumados. Alguém não se conteve em dizer:

“Eu fui para a montanha do Sul e decapitei um Espírito da Longevidade e fiz muitas contribuições para a seita, e eu só consegui escolher um Tesouro Verdadeiro de nível dois. Por eu ele foi para o nível três?”

Nível três do Arsenal de Armas era reservado para discípulos com ótimas contribuições para a seita. A habilidade de Li Qiye para entrar nele fez os outros discípulos se sentirem trapaceados.

“Ele tem a ordem dos Anciãos.”

Li Qiye se virou em direção aos discípulos zangados, e disse lentamente:

“Se você tem a habilidade de questionar os Anciãos, vá e faça isso. Tagarelar aqui é apenas um gasto de tempo.”

As palavras de Li Qiye enfureceram os estudantes da terceira geração. Muitos deles tinham uma alta posição nos grupos de suas próprias idades, mas eles foram desdenhados por um pedaço de lixo.

“Vamos ver quanto tempo você pode ser arrogante! Um dia, eu irei te ensinar uma lição!”

Um discípulo gritou furiosamente.

Li Qiye o ignorou e continuou andando para o terceiro nível. Nan Huairen lamentou pelo fato de que esses discípulos podiam apenas ver a aparência exterior. Eles realmente pensam que Li Qiye era um idiota?

Assim que eles pisaram dentro do terceiro nível do Arsenal de Armas, Havia uma luz ofuscante enumerada das muitas auras deslumbrantes. As armas Verdadeiras e da Vida cercadas pela rotação das luzes de suas próprias auras fizeram barulhos celestiais e exerceram a energia do Grande Dao como um tsunami inabalável; era como se todos esses tesouros estivessem vivos.

Sem dúvida, essas armas, aqui, tinham um grau e status maior do que os do segundo nível.

“Sênior, todas as armas Verdadeiras e da Vida aqui são excepcionais contra os lá de baixo. Há até um Tesouro Verdadeiro da Verdadeira Divindade aqui no Arsenal de Armas”.

Nan Huairen explicou para Li Qiye.

Armas da Vida e armas Verdadeiras eram conectadas para os cultivadores usando elas. Era melhor para um cultivador de Longevidade Interna escolher uma arma de Longevidade Interna.

“Olha, essa é a Roda de Longevidade Jiu Lu!”

Nan Huairen introduziu:

“Sênior, essa roda foi feita dos anéis de vida de uma besta de Longevidade Jiu Lu, e ela herdou a força dessa besta; se você usar essa roda para alimentar sua essência da vida, ela irá purificar sua força do sangue.”

“E essa é a Corda Celestial Jiang Fei.”

Nan Huairen explicou de um jeito que mostrava a Li Qiye que ele memorizou completamente os detalhes do conteúdo desse quarto de tesouros do terceiro nível.

“Esse tesouro foi criado dos ossos de uma besta Celestial no rank Dossel do Guerreiro. Acredito que essa besta era um Meio-Dragão de Duas Cabeças. Uma vez que você é conectado a esse tesouro, você poderia usar ele para ativar as verdades originais dos ossos do dragão.”

“Lá está o Machado da Ruptura Infernal, ele foi forjado de um pedaço do Aço Imortal do Espírito da Estrela…”

Nan Huairen parecia como se ele soubesse todas as armas Verdadeiras e da Vida; ele não conseguia parar de apresentar todos eles à Li Qiye.

Li Qiye olhou para ele e elogiou:

“Parece que você é bem familiar com esse lugar.”

Nan Huairen corou e respondeu ao comentário de Li Qiye:

“Eu sempre pedi para acompanhar cada vez que meu mestre tinha que ir ao Arsenal de Armas, então eu sei um pouco sobre esse lugar. O quarto nível, todavia, eu subi só uma vez com meu ancestral.”

Porque Nan Huairen era amigável e sociável, ao contrário de seu mestre, Ancião Sun gostava muito dele.

“O andar acima… quais Tesouros Verdadeiros e da Vida ele tem?”

Li Qiye perguntou casualmente.

O Arsenal de Armas tem nove nívels, mas ele estava, atualmente, no terceiro nível.

“Eu somente estive no quarto andar uma vez; os tesouros lá eram do nível Nobre Real. Quanto aos andares superiores, eu não sei os detalhes exatos de cada um.”

Nan Huairen agitou sua cabeça.

“O nível nove conteria uma Arma Verdadeira Imperador Imortal?”

Li Qiye expressou sua pergunta, Min Ren tinha criado muitas Armas Verdadeiras através de sua vida, e Li Qiye sabia que Min Ren tinha deixado algumas para proteger a seita.

Nan Huairen olhou ao redor e sussurou:

“Eu ouvi que nós não temos mais nenhum Tesouro da Vida Imperador Imortal. Então naturalmente, nós também não temos nenhum Tesouro Verdadeiro Imperador Imortal também.”

“Não há nada sobrando?”

Li Qiye achou difícil acreditar, pois Min Ren não só foi embora. Não importa quão ingratos seus descendentes talvez sejam eles não podiam só jogar tudo fora.

Nan Huairen balançou sua cabeça e respondeu suavemente:

“Eu não sei os detalhes exatos, nem meu mestre sabe. Como te falei antes, trinta mil anos atrás, nós lutamos com a Seita Deus Celestial. Naquela batalha, nós perdemos o direito ao nosso Reino Ancestral que nós reinamos por centenas de milhares de anos, também como nosso ultimo Tesouro Verdadeiro Imperador Imortal.”

 

Contribua com a Novel Mania!