[ED] Capítulo 3: Seita Ancestral Incenso da Purificação (1)

“Três dias mais tarde, depois de honrar os ancestrais, você formalmente irá virar o discípulo primordial da nossa seita.”

O primeiro ancião, embora muito descontente, ainda conseguiu grunhir uma resposta.

Li Qi Ye ainda estava sentando casualmente, sem um traço de surpresa. Ele apenas riu alto.

“Tornar-me discípulo primordial deve-me garantir uma arma ou duas para minha segurança pessoal, certo”?

Vendo seu estado confortável sob forte pressão, todos os seis anciãos estavam surpresos. No final, o menino tinha apenas treze anos de idade, mas sua atitude calma se assemelhava a um tirano que dominou uma esfera, tendo tudo sob seu controle. Como pode um mortal como ele ter um espírito tão corajoso.

O primeiro ancião balançou sua cabeça para Li Qi Ye e falou a ele:

“Embora aceitamos você como discípulo primordial, nós só podemos te dar uma arma normal. Se você desejar um tesouro formidável ou uma Lei do Mérito Imperador Imortal [T/N: chorei com esse nome, talvez eu mude. Ainda não sei a ordem ;-;], você terá que contribuir com méritos suficientes para a seita.”

Li Qi Ye sorriu; seu objetivo certamente não era uma Lei do Mérito Imperador Imortal ou uma técnica inigualável. Sua verdadeira meta era aquela vara de madeira negra no pedestal. Desviando seu olhar para a vara, Li Qi Ye continuou:

“Bom, eu quero aquela vara de madeira.”

“Aquela vara de madeira?”

Os corpos dos seis anciãos cambalearam de surpresa.

A vara só era usada para juntar as cinzas depois da queima cerimonial para honrar os ancestrais. Isso esteve lá e ninguém tinha nenhum interesse nisso. Os anciãos pensaram que Li Qi Ye iria pedir por tesouros, mas seu pedido era além de suas expectativas.

Li Qi Ye disse com facilidade.

“Desde que sou o discípulo primordial, minha posição é válida de respeito. A vara pertence à grande câmara, e essa é a Grande Câmara dos Ancestrais de todo a seita. O simbolismo é relativamente válido a minha atual posição.”

Depois de ouvir a lógica de Li Qi Ye, os seis anciãos olharam ao redor entre eles com olhos arregalados. Eles pensaram consigo mesmo, esse pirralho idiota e aquele playboy San Gui Ye filho da mãe definitivamente pertencem um ao outro. Só como um boi procura outro boi, um cavalo iria encontrar outro cavalo. [1]

“Então que assim seja, vamos conceder esta vara a você.”

O primeiro ancião estava feliz em dar aquela vara inútil para Li Qi Ye de isso significasse que ele não tem que ouvir mais seu incessante tagarelar.

“Muito obrigado aos honoráveis anciãos.”

Li Qi Ye estava esperando ansiosamente por essas palavras. Antes que suas palavras acabassem de sair de sua boca, suas mãos já estavam segurando a vara. Essa ação nos olhos dos anciãos era visto como ser muito ingênua.

“Huai Ren, leve ele para seu quarto de descanso.”

Finalmente, um ancião ficou impaciente e falou para um discípulo próximo para enviar Li Qi Ye embora.

Os eventos de hoje estressaram muito os seis anciãos. Até se a seita já tivesse passado seus dias de glória há muito tempo, não era destituído o suficiente para aceitar um gasto de ser humano como discípulo primordial.

Conduzido pelo discípulo, Li Qi Ye aproximou-se de um único pico solitário. Ele não era pequeno; no topo dele havia uma pequena moradia do tamanho de 36,000 metros quadrados.

A moradia foi abandonada por muito tempo, rodeada por ervas daninhas e plantas selvagens. Embora ela esteja longe de tudo, ela ainda é uma parte da Seita Ancestral Incenso da Purificação.

Abrindo a porta, o discípulo imediatamente disse:

“Discípulo Calou-, não, Discípulo Sênior, esse lugar será sua casa a partir de agora.”

Ele só falou duas palavras, mas rapidamente realizou seu erro.

Baseado no tempo que Li Qi Ye entrou na seita, Li Qi Ye era seu Discípulo Junior; no entanto, por causa dele virar o discípulo primordial, qualquer um na terceira geração – não importa quão jovem ou velho – teria que chamá-lo de discípulo sênior.

A verdade era que, de acordo com as regras da seita, o discípulo primordial tem o direito de viver no pico mais perto ao centro. No entanto, todos os seis anciãos estavam infelizes com Li Qi Ye.  Por tanto, ele foi exilado para ele lugar longínquo. Os picos localizados perto do centro continham a essência do mundo mais espessa [T/N:Essa essência do mundo é a energia espiritual que eles usam para cultivar] do que as colaterais montanhas e picos inferiores.

“Esse lugar será o suficiente.”

Li Qi Ye proclamou naturalmente. Ele não era um homem mesquinho em relação a assuntos triviais.

“Eu trouxe todas as necessidades diárias para o Discípulo Sênior antes.”

Esse Discípulo Junior lidou completamente com os assuntos com facilidade. Antes de sair, ele disse educadamente:

“Se precisar de qualquer coisa, só venha para a área externa para me encontrar.”

“Qual o seu nome?”

Antes que o discípulo partisse, Li Qi Ye perguntou casualmente.

O discípulo estava surpreso pela repentina questão. Ele não pensava altamente de Li Qi Ye. Seus talentos eram deficientes ao ponto dele nem ser aceito como discípulo normal aqui. No entanto, o comportamento calmo e sereno de Li Qi Ye na grande câmara tinha deixado uma impressão nele.

“Discípulo Sênior, o nome deste Discípulo Junior é Nan Huai Ren. Eu sou um zelador do pátio exterior.”

“Meu nome é Li Qi Ye.”

Li Qi Ye assentiu gentilmente.

Nos últimos milhões de anos, os únicos que sabiam sua verdadeira origem e nome podiam ser contados nos dedos de uma das mãos.

Depois da saída de Nan Huai Ren, Li Qi Ye não sentou sem fazer nada. Ele começou a limpar o quintal e organizar toda a montanha. Depois de completar a tarefa para um nível aceitável, a montanha deserta se assemelhava mais a uma casa.

Li Qi Ye fez tudo de uma forma organizada e sistemática. Se qualquer transeunte acidentalmente testemunhasse suas ações de limpeza, eles não acreditariam que ele tinha apenas treze anos de idade.

Depois do trabalho entediante, o céu lentamente escureceu. Li Qi Ye sentiu cansaço e fome; ele sentou lentamente na frente da moradia. Respirando fundo, ele retirou a vara de madeira posta em sua cintura e a observou cuidadosamente. Suas memórias lentamente voltaram para ele, causando-o tem um amargo sorriso.

O mundo acreditava que se um Imperador Imortal sucedesse em carregar a Vontade do Céu, ele iria virar imortal. No entanto, se esse fosse o caso, onde estava o Imperador Imortal Min Ren, Imperador Imortal Tun Ri, e todos os cultivadores inigualáveis de cada era? Onde foi o seu fim?

Li Qi Ye lentamente recuperou sua compostura; ele removeu a poeira e as cinzas da vara. A vara eventualmente revelou sua verdadeira forma. Essa era uma vara abrangendo um metro; depois de ser mergulhada no fogo por milhares de anos, ela ainda mantia sua forma original sem falhas. Nos olhos das outras pessoas, entretanto, era só uma vara de madeira sem nenhum elemento mágico. Li Qi Ye sussurrou:

“Vara Punição da Serpente.”

Aquele dia, quando Min Ren ainda não tinha a Vontade do Céu, Li Qi Ye, como o mestre desse futuro Imperador Imortal, tinha ensinado um grupo de crianças que iriam ser o leal apoio para Min Ren. Desde que ele queria prepará-los bem, ele especificamente tirou a Vara Punição da Serpente da Floresta Demoníaca.

Esses adolescentes que iriam pisar nos Nove Mundos sob seus pés eram todas vítimas dessa vara. Depois de terminarem seus treinamentos, ele deixou a vara na Seita Ancestral Incenso da Purificação; e lá permaneceu até agora.

Segurando a vara firmemente, Li Qi Ye mergulhou ainda mais fundo dentro de suas memórias. Escapar do Demônio do Céu Grotto foi bem sucedido, mas o tempo não foi misericordioso. Todos que costumavam ser seus amigos e famílias como o Deus da Medicina, Imperador Imortal Xue Xi, Imperador Imortal Min Ren… Até o ilustre Rei Dragão Negro que sobreviveu três eras, todos deixaram esse mundo.

No começo da Era Desolada, ele era apenas um jovem pastor. Preso pelo Demônio do Céu Grotto, ele foi forçado a seguir a trajetória idealizada por seu mestre[T/N: mestre do demônio] no corpo do corvo. Incapaz de resistir, ele voou sem descanso através dos Sepultamentos Proibidos, viajando através das Nove Terras, através dos Nove Mundos… No final, ele ainda não teve escolha exceto voltar para o Demônio do Céu Grotto.

Porém, por causa disso, ele experimentou os incontáveis perigos e mistérios do mundo. Ele tinha pisado por terras que mesmo um imbatível Paragon Virtuoso desviaria. Sua força de vontade, deliciada por dificuldades ao longo das eras, tornou-se inabalável.

A partir daí, ele recusava-se a virar um escravo imortal para o Demônio do Céu Grotto. Ele formulou um grande plano para cortar todos os selos e formações do espírito imortal dentro de sua alma.

Pela sua liberdade, para recuperar seu corpo, ele continuou a liderar todos os gênios da estrada de cultivação. O melhor desses jovenzinhos poderia lutar nessa estrada inigualável, sob o céu, para obter a Vontade do Céu.

Mas agora, tudo se foi. Seu espírito inabalável foi movido por emoções humanas.  Tomando seu último, profundo fôlego para esquecer sua dor, ele mais uma vez reforçou sua determinação para destruir todos os obstáculos e penetrar nessas almas no Demônio do Céu Grotto.

 


[1] Pessoas estúpidas se reúnem é mais ou menos o significado. O tradutor gringo falou que no inglês não saiu tão poético quanto no chinês. Imagina no português…

Nota da tradutora: Agora que eu reli, eu não tinha percebido essa última sentença “e penetrar nessas almas no Demônio do Céu Grotto.” Sério. Muito estranho e difícil de traduzir. Mas deu a entender que o Demônio tinha mais almas dentro dele, e que Li Qi Ye queria acabar com todas elas para que o demônio Grotto morresse. Lembra no primeiro capítulo que ele disse que só faltava uma alma? Creio que há mais almas que são como Li Qi Ye, mas também pode ser que elas não conseguiram escapar como Li Qi Ye. Bom, tretas.