ED – Capítulo 186 – Velho Fantasma (2)



Uma pessoa tinha apenas um Destino Verdadeiro, uma Roda da Vida e um Palácio do Destino, não poderia ter dois Destinos Verdadeiros. Ter dois significaria que tinha duas vidas, duas almas – isso era algo impossível.

O Físico Interno também era igual! Não se poderia ter dois Físicos Internos, pelo menos, à princípio! Mas é claro, princípio não se aplicava a Li Qiye.

Conforme a Roda da Vida gira, a energia sanguínea também flui junto das leis universais que cercam o Físico Interno. Um pouco de tempo passou e, de repente, o som “clang, clang, clang’ foi ouvido. Vertentes e mais vertentes de leis universais, como se fossem correntes, começaram a se entrelaçar, formando uma armadura que cobria o Físico Interno rapidamente!

“Boom”. O corpo de Li Qiye tremeu subitamente e se transformou em um tesouro gigante. Em uma fração de segundo, seu Físico ficou transparente como cristal e podia-se ver sua fibra muscular, ossos e até mesmo as cutículas de seu cabelo com clareza. Mesmo Li Qiye sentia o ritmo de seu corpo e respirou fundo, para ter certeza dessa sensação.

Neste momento, o coração de seu Físico Interno ofuscava de brilho enquanto fenômenos visuais emergiam em sequência. Era como um caminho levando a um mundo de tesouros, ou um caminho para abrir um portão sagrado.

Cercando o Físico Interno, havia visões diferentes, tais como o ciclo cármico do inferno com Diabos Imortais gritando dentro do Nono Inferno do Submundo, carregando o peso e pecado dos mortais… não importava qual visão era (Diabos Imortais, Nono Inferno do Submundo e até mesmo o ciclo cármico), todos foram suprimidos sob o Físico Interno. Acima dele estava a encarnação de tudo neste mundo. Nenhuma existência, desde o início dos tempos, poderia exceder a realidade deste Físico Interno. Este era o supremo Físico Interno do Físico Imortal Supressor do Inferno.

O coração de Li Qiye foi abalado e ele finalmente abriu os olhos. Neste momento, havia brilhos de alegria em seus olhos enquanto murmurava — Finalmente atingi a conclusão menor. — Neste momento, parou e encarou, enquanto sussurrava — A Tribulação Menor está vindo!

Físico Imortal Supressor do Inferno! Um dos doze Físicos Imortais supremos. Cultivar essa arte suprema era mais difícil que ascender aos céus. As verdades profundas desse Físico não eram facilmente compreendidas por qualquer um. Ser iluminado nos segredos dos Físicos e atingir o ponto culminante de um Físico Imortal invencível era uma tarefa extremamente árdua.

Mas para Li Qiye, entender os mistérios do Físico não era algo difícil, pois havia percorrido nesse caminho mais que qualquer um. Ele pessoalmente treinou a grande conclusão dos Físicos Imortais, e não apenas um. Os doze Físicos Imortais foram pesquisados por ele depois de milhões de anos com muito sangue e suor.

A única coisa que precisava era diligência. Havia compreendido completamente os mistérios, agora só precisava seguir em frente com coragem e, algum dia, obteria um Físico Imortal.

Quanto ao Físico Imortal Supressor do Inferno, finalmente houve resultado após sua contínua penitência. No momento, finalmente ultrapassaria o pequeno nível de conclusão quando ultrapassasse a Tribulação Menor. Esta seria uma conclusão menor do Físico Imortal, embora ainda houvesse um longo caminho antes da grande conclusão.

Porém, um Físico Imortal de conclusão menor carregava uma sensação diferente de conquista, comparado ao senso comum. Desde os tempos antigos, pessoas na conclusão menor do Físico Imortal ainda eram aterrorizantes. A supressão desses Físicos era o suficiente para horrorizar qualquer cultivador!

Li Qiye respirou fundo. Um Físico Imortal de conclusão menor era um evento extremamente animador para qualquer cultivador. Quando alcançada a conclusão menor, seriam uma grande ameaça até mesmo para Físicos Santos de grande conclusão! Mesmo que Li Qiye estivesse feliz, não estava excessivamente em êxtase. Respirou fundo novamente e não estava com pressa de transcender essa Tribulação Menor. Precisava aniquilar perfeitamente essa Tribulação Menor em sua totalidade.

Li Qiye abriu seu segundo Palácio do Destino com calma. Dentro do Osso do Dao de Bobinho, aquecido na essência do mundo, junto da essência e água da vida… neste momento, o Osso do Dao não só era claro como cristal, como também emitia ondas circulares de luz. No fundo dessas auréolas havia reinos com imagens ilusórias de tesouros. No meio desses reinos havia uma sombra orgulhosamente ali. Com uma aura que abrangia todas as existências enquanto varria os Nove Mundos, essa sombra ali presente tinha a presença de um ser capaz de destruir todos os mundos e eras.

Sentindo esse pulso fraco, Li Qiye não pôde deixar de suspirar de alívio. Essa era uma boa notícia para ele; ainda havia esperança para Bobinho…

O Portão Demoníaco do Nono Santo não decepcionou Li Qiye. Em um curto período de tempo, eles prepararam os itens necessários.

— Ainda falta um material. — Depois de entregar tudo a Li Qiye, Li Shuangyan olhou para a lista e disse — Não temos essa coisa chamada Porco de Cerimônia Celestial. É apenas um porco, certo? Nosso Portão Demoníaco do Nono Santo mobilizou todo o poder que tinha, mas não encontrou esse tal porco!

— Não é de admirar que não o encontraram. Essa coisa existe no Terreno de Enterro de Corpos Celestiais Antigo. São poucas as pessoas que sabem sobre essa coisa. — Li Qiye não estava surpreso e estreitou os olhos, então, disse a Li Shuangyan — Sei de um lugar que tem isso. Venha, vamos comprar um.

Li Qiye saiu da pequena mansão com Li Shuangyan e Chen Baojiao e entraram nas ruas agitadas novamente. Ele não precisava de muita fanfarra para comprar apenas uma coisa, mas as trouxe de propósito para aumentar a experiência delas.

Nas ruas da Cidade do Céu Antigo, Li Qiye virou para a esquerda tantas vezes que até Li Shuangyan e Chen Baojiao estavam ficando um pouco confusas; elas quase não conseguiam diferenciar mais o norte do sul.

Embora estivessem passando por ruas complexas da cidade, virando à esquerda e à direita, e assim por diante, Li Qiye era como uma carruagem a cavalo passeando em uma estrada familiar, fazendo com que Chen Baojiao lhe perguntasse — Jovem Nobre já veio à Cidade do Céu Antigo antes?

Chen Baojiao achou estranho o fato de Li Qiye conhecer as ruas, ainda mais que os habitantes nativos.

— Calculado com os meus dedos, então conheço as direções — Li Qiye disse enquanto sorria.

Chen Baojiao olhou apressadamente para seu jovem mestre com charme e encanto imensuráveis. Uma garota tão bela e provocativa – realmente fazia as almas humanas se perderem.

No fim, Li Qiye e as duas garotas entraram em uma rua estreita. Essa viela da Cidade do Céu Antigo era como as partes mais profundas dos cortiços. As quatro direções tinham paredes altas, com pavilhões antigos e palácios misteriosos, Li Shuangyan e Chen Baojiao nunca seriam capazes de encontrar um lugar desses.

No final da viela, viram uma lojinha com uma porta de madeira velha. A porta estava rachada, como se pudesse cair assim que o vento soprasse sobre ela.

“Lojinha do Velho Fantasma”! Na lojinha, havia uma placa velha e podre pendurada. Essa placa não foi limpa por sabe-se lá quantos anos, pois estava coberta por teias de aranha.

Ao verem esse tipo de loja, Li Shuangyan e Chen Baojiao, sendo garotas, sentiram uma sensação de medo e calafrios percorreram suas costas. Era como se realmente houvesse um fantasma ali.

Li Qiye abriu tranquilamente a velha porta e entrou, enquanto as outras duas o seguiam. Parecia que esse lugar era mais como um cemitério do que uma lojinha.

A loja estava muito escura. Além de um velho armário, não havia mais nada. Atrás do armário, havia uma portinha que era preta como tinta, levanto a um destino desconhecido.

Neste momento, um velho estava sentado atrás do balcão com seus olhos fechados, como se estivesse dormindo. Era extremamente magro e tinha um corpo seco e enrugado, como um cadáver. Com um olhar, as pessoas realmente achariam que isso era um cadáver seco sentado nesse lugar.

Seu cabelo estava uma bagunça, como um ninho de galinha. Meio deitado atrás do balcão, passava a impressão de que era um homem morto!

Ao verem o dono da loja, as garotas não puderam deixar de se olharem. Sentiam que esse lugar era muito arrepiante, passando-lhes uma vibração inconfortável. O que as deixou confusas era que, realmente alguém viria para visitar um lugar tão remoto?

Li Qiye gentilmente bateu no balcão com seus dedos usando um padrão lento e longo. Continuou batendo como os ecos dentro de um vale.

Não se sabia por quanto tempo Li Qiye continuou com essa ação, mas o velho finalmente balançou o corpo. O movimento de seu corpo foi muito lento, assim como o de um cadáver.

Essa ação fez o coração de Li Shuangyan e Chen Baojiao se arrepiar de medo. Como isso poderia ser uma pessoa viva? Claramente era uma pessoa morta que não se movia há centenas de milhares de anos.

Finamente, o velho lentamente abriu seus olhos e assustou as duas. Seus olhos tinham mais branco que preto. Enquanto brilhavam com uma luz verde, eram exatamente como os olhos de um fantasma – realmente assustador!

Se Li Qiye não viesse, elas jamais teriam pensado que esta era uma lojinha, mas sim uma sala de estar para fantasmas!

— Lojinha do Velho Fantasma, velho fantasma te servirá. — O velho falou lentamente com uma voz longa e profunda. Era como um antigo fantasma do inferno, lutando para falar. Essa ação fez as duas sentirem que esse homem simplesmente não estivesse vivo!

— Quero um Porco de Cerimônia Celestial! — Li Qiye disse tranquilamente.

O velho não se incomodou em olhar para Li Qiye. Permaneceu rígido e lento ao perguntar — Por qual item você quer trocar?

— Que tal uma antiga saga? — Li Qiye também apertou os olhos ao olhar para o velho.


Tradutor: Apollo  |  Revisor: Apollo



Fontes
Cores