DOP – Capítulo 7 – Demônio



Entrando no interior da casa, Liu Yue olhou para suas mãos, balançou a cabeça e murmurou para si mesma: “Ainda não é forte o suficiente.”

Como a mercenária número um, ela deveria ser habilidosa com os Dezoito Tipos de Armas. Saber como empunhar um chicote não era algo estranho.

No entanto, quando manuseou o chicote hoje, sua força estava longe das habilidades de sua vida anterior. Seu alcance era fraco. Ela queria quebrar quatro costelas da filha do Mordomo Wu, mas só conseguiu quebrar três. Tal erro poderia fazer uma diferença enorme ao salvar a vida de uma pessoa com o avanço medicinal moderno.

Aquele corpo ainda precisava de treinamento.

dop 7-2Apertando o punho, Liu Yue começou a arrumar suas roupas.

Tendo aleijado Mu Rong Qiu hoje, os Élders da família definitivamente exigiriam justiça. Ela não era querida por seu pai, nem por sua avó e não receberia nenhum apoio. Suas habilidades atuais de artes marciais não haviam se recuperado completamente. Se não era capaz de enfrentar seus oponentes diretamente, só poderia evitar um confronto direto contra eles.

De qualquer forma, a Residência Mu Rong não era um lar para ela. Ela só havia ficado lá para treinar seu corpo e se tornar forte o suficiente para se proteger. Como ela já estava mais forte, era hora de deixar o lugar.

Liu Yue também não tinha nada para levar. Apenas um pingente de jade que sempre usava e as roupas em seu corpo. Depois de empacotar mais duas peças de roupas, Liu Yue virou o corpo e começou a sair.

dop 7-1“Fugir depois de espancar alguém é uma de suas leis?”, Uma voz preguiçosa soou de repente no ouvido de Liu Yue. Saiu do nada. Sem avisos ou sinais.

Liu Yue estava alarmada. Que tipo de pessoa conseguia aproximar-se tão silenciosamente que nem mesmo ela perceberia sua presença?

Virando o corpo abruptamente, ela viu, na porta, a figura de um homem de cabelos negros, vestindo uma túnica roxa e brilhando com a luz do sol. Seu rosto estava um pouco escuro, visto que ele estava de costas para o sol.

A luz do sol brilhava atrás de seu corpo. Era espetáculo simplesmente surpreendente.

Liu Yue estreitou os olhos devido à claridade.

Sob o raio dourado, a silhueta do homem tornou-se lentamente mais visível.

Suas feições eram afiadas como uma espada. Ele tinha um par de sobrancelhas exuberantes e olhos penetrantes que tinham um tom de crueldade. Com seu nariz alto e lábios vermelhos como cerejas e que expressava uma cara de indiferença, ele era uma bela visão.

Por si próprias, suas feições não eram tão extraordinárias, mas, quando colocadas em seu rosto, seu encanto superava até mesmo a paisagem da primavera e do outono. Ele tinha uma graça tão elevada quanto as montanhas e tão profunda como o mar.

Ele era frio e encantador ao mesmo tempo. Dois tipos de personalidades que não deveriam estar juntas, em primeiro lugar. Também carregava consigo um ar de maldade e crueldade, mas parecia bonito e brilhante ao mesmo tempo.

Liu Yue  havia visto um monte de meninos bonitos em sua vida anterior, mas aquele homem conseguiu atraí-la por um momento.

Aquele homem era a fusão entre um demônio e uma besta.

 


Tradutora: Usagi | Revisor: Artype



Fontes
Cores