DOP – Capítulo 54 – Condenando a outra parte [10]



O rosto do ministro esquerdo ficou petrificado ao ouvir a última frase. Outros crimes poderiam ser reparados através de uma conversa. No entanto, o último crime era um cuja punição resultaria na execução do clã inteiro.

“Você afirmou que eu o caluniei, Ministro de Esquerda. Quer que eu, a Princesa Consorte, traga alguém aqui como prova para você? Essas palavras não foram ouvidas por apenas uma pessoa, incluindo sua terceira neta, Liu Xin Qing, atrás de você.” Puxando o chicote preto em suas mãos, o rosto de Liu Yue tinha uma expressão fria e rígida.

O Ministro de Esquerda imediatamente virou a cabeça e lançou um olhar para Liu Xin Qing. Ela franziu a testa e não respondeu.

“Olhe para isso! Este é o poder do Ministro de Esquerda. A pessoa envolvida não se atreve a falar. Será que, depois desta noite, o Príncipe Herdeiro, o Rei de Yi e os Cavaleiros da Guarda do Dragão, que estavam presentes naquele momento, vão recuar e alegar que não ouviram nada? Ou talvez se voltarão contra mim, a Princesa Consorte, e alegarão que eu o caluniei? Parece que no Tribunal Real de Tian Zhen, Ministro de Esquerda, sua autoridade supera até mesmo a do……”

“Senhorita Mu Rong”. Antes que Liu Yue pudesse terminar a frase, o Ministro de Esquerda de repente a interrompeu severamente.

Os olhos de Liu Yue instantaneamente brilharam friamente e ela também rosnou: “Liu Cheng Qing. Eu, a Princesa Consorte, tenho em mente que você é um ancião e também o Tio por parte de mãe do Príncipe nesta dinastia, então cedi um pouco por respeito. Mas não se atreva a pensar que eu, Mu Rong Liu Yue, possa ser facilmente provocada. Neste Tribunal Real de Tian Zhen, você não pode esconder a verdade das massas.”

Cada palavra e frase se relacionavam com o trono imperial. Sob uma acusação tão grave, como o Ministro de Esquerda defenderia sua posição?

A atmosfera tornou-se hostil no mesmo instante.

Se o Ministro de Esquerda não pudesse recuperar a compostura, então poderia acabar indo contra o Ministro de Direita, o Rei de Yi e o General Mu Rong, aqueles poderes influentes, todos ao mesmo tempo.

Respirando fundo, o Ministro de Esquerda manteve a raiva ardente em seu peito e ainda aparentava estar calmo.

“Eu, eu não quis dizer isso.” Quando ele estava prestes a falar, Liu Xin Ai inesperadamente gaguejou: “Eu simplesmente não gostava dela. Não queria desobedecer ao Imperador. Eu… eu não… não…”

Enquanto seus belos olhos amorosos perceberam o olhar frio de Liu Yue, ela inconscientemente balbuciou a palavra “não” durante algum tempo e não conseguiu prosseguir.

O Ministro de Esquerda ergueu as sobrancelhas ligeiramente ao ouvir Liu Xin Ai e sua raiva imediatamente desapareceu.

Ele lançou um sorriso para Liu Yue e disse: “Vejo que minha neta falou sem pensar. Miss Mu Rong, o escarcéu de uma criança deve ser ignorado. Além disso, minha neta não tinha a intenção de desafiar o Imperador. Acredito que se o Imperador ouvisse isso, ele não nos culparia. A facção do Ministro de Esquerda não se atreve a assumir este crime.”

Ele parou por um momento e continuou falando: “Quanto à acusação de caluniar ministros leais da corte, receio que Xin Ai também falou imprudentemente. Vou visitar o General Mu Rong e me desculpar, para que este assunto não perturbe a harmonia entre você e minha família.”


Tradução: Usagi



Fontes
Cores