DOP – Capítulo 47 – Condenando a outra parte (3)



Sua voz agressiva imediatamente silenciou os murmúrios da multidão circundante. A Rua Amarela da Melodia que geralmente era animada agora estava em silêncio.

“Nenhum Decreto Real, sem armas e tropas, ela está mesmo preparada para causar um grande problema…”

“Você viu aqueles dois ataques? Aquilo não foi fácil… não foi fácil…”

Em apenas um breve momento, a multidão começou a murmurar sua admiração.

Embora Liu Yue estivesse ouvindo todos esses sussurros, ela fechou os olhos e sentou-se calmamente, nem sequer um tom de sorriso podia ser visto em seu rosto.

“Quem? Quem se atreve a perturbar a residência do Ministro?” Neste momento, a grande porta principal de cor vermelha repentinamente se abriu quando um grupo de soldados armados com espadas e lanças explodiram, todos cheios de intenção assassina.

“É ela.” O guarda com o rosto golpeado imediatamente apontou para Liu Yue, todo o seu rosto estava distorcido pela raiva. “Ela também disse algo sobre que apenas as pessoas são permitidas a entrar e não a sair.”

Quando o líder da tropa ouviu isso, ele ficou muito furioso e gritou para Liu Yue: “Que nervos você tem! Você ousa bater nos guardas da residência, você não tem nenhum respeito pelas leis deste país?”

Liu Yue, cujos olhos estavam fechados, nem sequer reagiu à sua pergunta. Parecia que ela tinha adormecido.

Ao ver isso, o líder da guarda ficou totalmente furioso quando ele acenou com a mão e gritou: “Cobrem-na, todos! Quebre as pernas para mim, então amarre-a e jogue na prisão! A residência do nosso Ministro da Esquerda não é um lugar para você, uma criança, brincar!”

Ao terminar as suas palavras, os dez homens atrás dele imediatamente brandiram as armas e foram em direção a Liu Yue.

Seu cabelo preto lustroso balançou no vento quando Liu Yue sacudiu o chicote em suas mãos, seus olhos agora estavam abertos e mostravam uma terrível intenção assassina. O chicote voou em direção aos guardas tão rápido quanto um raio.

Um chicote cortou o ar e produziu um som trovejando, assim como um trovão no céu durante a tempestade.

Um “bang” alto foi ouvido quando a sombra obscura do longo chicote atingiu seus alvos. A multidão circundante quase não conseguia ver os rápidos movimentos relâmpagos antes de todo o lugar repentinamente ficar coberto de poeira.

Liu Yue, todavia, estava fechando os olhos e sentando-se na cadeira, bem no mesmo lugar.

No entanto, em sua frente, os dez homens grandes e volumosos foram empurrados para trás pelo ataque. Havia vestígios de chicotadas ao longo de suas gargantas.

Um chicote. Era apenas um chicote.

Mais de dez homens grandes colapsaram com um único chicote.

Tomando os seus capacetes, os dez grandes homens seguraram a garganta e se contorceram pela dor. Gotas de suor encheram suas testas enquanto sentiam uma aura fria e sinistra sendo emanada pela menina na frente deles.

Fechando os olhos e inclinando-se na cadeira, Liu Yue lentamente esfregou o longo chicote com os dedos. O olhar indiferente em seu rosto tornou-se hostil e dominador enquanto olhava para os guardas em sua frente.


Tradutor: Yoongikook | Editor: Heaven



Web Analytics
Fontes
Cores