DOP – Capítulo 33 – Os dois Poderes do Harém



Entre as mulheres, uma digna e elegante senhora estava sentada no centro de uma alta cadeira de jade. Ela aparentava ter trinta anos ou mais e não parecia tão devastadoramente bela que poderia causar a queda de um estado. Ela usava um vestido de cores brilhantes e uma tiara com decorações de fênix em seu cabelo. Ela não usava muitas decorações, mas se podia sentir uma aura digna, nobre, graciosa e sábia.

Não havia necessidade de adivinhar. Ela era a Imperatriz do Império de Tian Zhen, Liu Ye Qing.

A sua esquerda, uma mulher, que parecia ser da mesma idade que a Imperatriz, usando um vestido roxo, se sentou ao lado da Imperatriz. No entanto, ela parecia ser ainda mais bonita do que uma flor, ela poderia ser a rainha das flores.

Não havia necessidade de olhar mais. Tendo um rosto similar à Xuan Yuan Che, logo, esta mulher deve ser a segunda do comando do harém, a Consorte Imperial Chen.

No entanto, ela não reconheceu as outras mulheres no salão.

Dando alguns passos, Liu Yue sorriu e inclinou-se em direção a Imperatriz Liu. Embora ela não gostasse dela, ela não era alguém que só poderia confiar em seu marido.

“É esta garota que Che’er escolheu? Fique à vontade e vamos conversar.” A imperatriz Liu sorriu suavemente, de uma forma digna e graciosa.

Liu Yue levantou-se e sorriu para a Imperatriz Liu. Seu rosto ordinário era como um espinho entre as belezas do salão. As garotas ao redor a inspecionava com os olhos e, embora parecessem complacentes, Liu Yue podia sentir as expressões degradantes em seus olhos.

Todas olharam em direção a ela, mas isto não importava para Liu Yue. Em seus olhos, aquelas mulheres eram apenas ferramentes que só podiam comer e servir em seu quarto.

Mesmo entre as belas fênix e pavões do salão, um patinho feio ainda podia ficar de pé, com a cabeça erguida e o peito cheio de orgulho.

dop33-4“Venha aqui e deixe a Mãe Imperial vê-la claramente.” A Consorte Imperial Chen apenas sorriu quando viu seu orgulho e seu tom doce e gentil.

Liu Yue sentiu que o doce comportamento da Consorte Imperial Chen não era falso e imediatamente caminhou em direção a Consorte Imperial Chen.

A Consorte Imperial Chen segurou suas belas mãos e a inspecionou da cabeça aos pés. Ela sorriu, “Embora você se pareça um pouco ordinária, enquanto Che’er gostar de você, estará tudo bem. Irmã mais velha, você não acha?” Disse a Consorte Imperial Chen, enquanto virava a cabeça e olhava para a Imperatriz Liu.

A Imperatriz Liu sorriu suavemente e assentiu com a cabeça. “Naturalmente, olhares ordinários não significam que ela não seja boa.”

Quando as mulheres na sala escutaram as palavras das duas líderes do harém, ninguém mais se atreveu a olhar em direção a Liu Yue. Elas guardaram seu ar de superioridade e mantiveram dentro de seus corações.

“O que você faz normalmente todos os dias, além de praticar suas artes marciais? Você lê algum livro?” A Consorte Imperial Chen deu um tapa nas mãos de Liu Yue.

Tendo escutado estas palavras, Liu Yue roubou um olhar para uma linda garota que estava usando um vestido azul e que também estava emitindo uma aura hostil e desprezível desde que ela entrou na sala. Ela riu ligeiramente enquanto ela fingia parecer desajeitada e respondeu: “Eu nunca tinha lido livros.”


Tradutor: Yoongikook (Roberto) | Editor: Artype



Fontes
Cores