DOP – Capítulo 3 – Beleza inigualável



Ela franziu as sobrancelhas e ficou em silêncio por um tempo.

Liu Yue observou atentamente o seu reflexo no espelho de cobre. Não é justo, pensou ela, ela estava mudando suas expressões, mas o reflexo em sua face permanecia imóvel. Havia algo em seu rosto.

dop3-2Com as sobrancelhas ainda franzidas, Liu Yue virou o seu corpo e saiu da casa velha. Aqui não havia nenhum servo que lhe servira, com a exceção de uma velha avó. No entanto, ela já era muito velha e não podia andar, então ela tinha retornado a sua antiga casa. Ela estava sozinha neste lugar, seu futuro era tudo para ela agora.

Levando um balde d’água, Liu Yue esfregou o rosto com força em frente ao espelho de cobre. Então, o reflexo no espelho tinha alarmado Liu Yue. Sua cor branca pálida, um rosto delicado que tinha um par de sobrancelhas bem formadas e olhos negros. Com esses olhos e esse rosto, como isso poderia ser um rosto comum? Este é um rosto de uma beleza inigualável, capaz de destruir um reino inteiro.

E o mais surpreendente para Liu Yue foi que este rosto se parecia exatamente igual ao rosto de sua vida passada. Se ela crescer mais um pouco, ela se pareceria com a si mesma de antes.

Tocando o rosto que se parecia com ela, Liu Yue procurou rapidamente através das memórias do corpo. Com um rosto tão bonito, no entanto, por que ela ainda estava sofrendo neste lugar isolado? Ela poderia se mostrar, mas por que procurou ocultar a sua aparência?

“Minha filha, lembre-se disto. Antes que possa proteger a si mesma, não deixe que ninguém veja a sua aparência. Em seu aniversário de dezoito anos, a mãe definitivamente irá voltar para te buscar.”

dol3-1

Outra visão de memória, uma voz suave e gentil ressoou em sua mente. Essa era a mãe de Liu Yue, Ou Yang Xue.

Quando Liu Yue tinha cinco anos, o General Mu Rong havia condenado sua mãe à morte. Mas Liu Yue se lembrava muito claramente, sua mãe não morreu, apenas desapareceu.

Desaparecido? Era uma palavra muito estranha. A memória de cinco anos de idade não ajudava muito, mesmo se a memória era muito clara. A palavra “desaparecer” continha muitos significados.

Levantando as sobrancelhas, ela pensou. Antes que ela pudesse encontrar alguma informação, ela não vai se incomodar em compreender esta situação. Ela limpou o rosto mais uma vez e pensou que as palavras de sua mãe estavam certas. Se ela não tem a força suficiente para se proteger, este rosto seria a sua fonte de calamidade e lhe traria muitos problemas.

O sol brilhava lá fora, quando dentro de casa, uma nova pessoa substituiu a anterior.

O tempo passou rapidamente, e logo um mês havia se passado.

Hoje, a residência Mu Rong estava preenchida de canções e risadas, a atmosfera era alegre e vívida. Era o sexagésimo aniversário do General Mu Rong.

A residência se encheu de convidados. Nobres e funcionários caminharam adiante e expressaram suas bênçãos e bons desejos para o General. Até mesmo o Imperador havia enviado o Príncipe Herdeiro e outros três príncipes para felicitar o General neste dia, dando-lhe um monte de rosto e reputação. Ele também havia fortalecido ainda mais a reputação da família Mu Rong e a glória da família como a família número um dos generais do Império Tian Zhen.


Tradutor: Roberto | Revisor: Ryokusan000



Fontes
Cores