DDu – Capítulo 208 – A Paisagem do Mar



As palavras do anunciador chamaram a atenção de Tang San. Nisso, uma assistente da casa de leilões apareceu no palco carregando uma bandeja delicada coberta com um pano vermelho, sobre o qual parecia haver um estranho objeto.

O objeito se parecia com algum tipo de meio de transporte, com uma cabeça de dragão na frente, quatro asas que se pareciam com barbatanas dos dois lados e um rabo de peixe atrás. Ele era inteiramente branco como leite — como se tivesse sido esculpido em jade — e tinha cerca de um chi de comprimento de uma ponta a outra. Apesar de os Demônios da Shrek estarem sentados lá no fundo, eles ainda conseguiam sentir as flutuações de poder liberadas por ele.

O anunciador apresentou em voz alta: “Essa ferramenta espiritual é o Barco do Dragão Abissal, do qual só existe um — que foi passado de geração em geração desde os tempos antigos. Seu funcionamento é bem peculiar: ele só mostra sua forma original quando recebe poder espiritual de um Mestre dos Espíritos. Com doze metros de comprimento e dois de diâmetro na parte mais grossa, ele é capaz de carregar de doze a quinze passageiros ao mesmo tempo. Ele pode navegar tanto sobre a superfície da água quanto submerso. Dizem que ele é capaz de chegar até trezentos metros de profundidade. Com ele, não será preciso temer nenhuma tempestade. Se enfrentarem um temporal muito grande, vocês poderão simplesmente mergulhar até o fundo do mar. Pode se dizer que ele é um tesouro capaz de salvar sua vida. Ele é adequado tanto para passeios turísticos quanto para medidas de segurança. Sua forma original é transparente, então será possível ver a paisagem de todos os ângulos debaixo do mar — o que é uma coisa maravilhosa. Além disso, ele é capaz de resistir a ataques de bestas espirituais de até cem anos. Entretanto, como pode haver algumas bestas espirituais mais poderosas no fundo do mar, em caso de perigo, nós não recomendamos ir até lá com ele.”

Depois de ouvir essa apresentação do anunciador, Tang San ficou com uma boa impressão desse leilão. Geralmente, para conseguir um bom lucro, as casas de leilões elogiavam ao máximo possível as vantagens de seus produtos enquanto deixavam de lado as desvantagens. Mas esse anunciador explicou com bastante clareza sobre as vantagens e as desvantagens dele. Ao ser capaz de fazer isso, ele demonstrou ter credibilidade.

“Dez mil moedas espirituais de ouro é o lance mínimo, os estimados participantes podem começar a fazer lances.” O anunciador declarou o preço inicial.

Dez mil moedas espirituais de ouro era um número bem alto, mas comparado ao valor desse Barco do Dragão Abissal, isso era muito menos do que devia ser. O Barco do Dragão Abissal era capaz chegar até trezentos metros embaixo da água, então era fácil ver sua alta qualidade e que realmente ele era um dispositivo de poder espiritual bem raro.

Entretanto, depois de o anunciador falar o preço inicial, nenhum lance foi feito pelos presentes no leilão e a situação pareceu um tanto triste.

O motivo de nenhum lance ter sido feito não foi porque o Barco do Dragão Abissal não era bom, mas porque a sua função era muito trivial. Nos mares rasos, os barcos normais funcionavam muito bem e mesmo um barco de passeio de alta qualidade custaria no máximo apenas umas cem moedas espirituais. O Barco do Dragão Abissal apenas tinha a função extra de ser um submarino, mas custava cem vezes mais. Mesmo os nobres não seriam tão extravagantes a ponto de comprá-lo. O principal motivo eram os vários perigos do mar. Mesmo em áreas de mar raso, poderiam existir bestas espirituais de mil anos de idade e a defesa do Barco do Dragão Abissal era simplesmente precária demais. Um traço de desapontamento apareceu nos olhos do anunciador; na verdade, essa não era a primeira vez que o Barco do Dragão Abissal havia sido leiloado — eles já haviam falhado em vendê-lo várias vezes no passado. Sempre que ele era anunciado, a situação era exatamente essa, mas pela reputação da casa de leilões, eles não também podiam mentir sobre sua habilidade defensiva. Afinal, isso seria usado por Mestres dos Espíritos. Quem diabos gostaria de ofender um Mestre dos Espíritos?

Na verdade, ainda havia outro motivo pelo qual o Barco do Dragão Abissal não podia ser vendido, que era devido à localização de Mar Vasto. A maioria dos Mestres dos Espíritos que viviam ali eram Mestres dos Espíritos do mar, com a capacidade de manipular as ondas e navegar sem dificuldades. Então, para que eles precisariam do Barco do Dragão Abissal?

“Algum dos nossos estimados participantes gostaria de dar um lance?” O anunciador perguntou como sempre, pensando internamente que a venda de hoje seria cancelada mais uma vez.

“Dez mil moedas espirituais.” Uma voz clara veio dos assentos na parte de trás e no mesmo instante atraiu a atenção da audiência. Entretanto, o salão estava escuro e tudo o que eles conseguiram ver foi o sinal luminoso erguido.

Os olhos do anunciador brilharam. “Certo. Senhor Número 366 fez um lance de dez mil moedas espirituais de ouro. Mais alguém? Dez mil moedas espirituais de ouro, dou-lhe uma. Dez mil moedas espirituais de ouro, dou-lhe duas. Dez mil moedas espirituais de ouro, dou-lhe três — Vendido!” Sendo incapaz de ocultar sua animação e a ansiedade em sua voz, ele apressadamente fez a venda – como se o cliente pudesse voltar atrás na compra.

O leilão continuou e item após item foi apresentado, tudo de forma ordeira. O cliente que comprou o Barco do Dragão Abissal foi justamente Tang San.

De fato o Barco do Dragão Abissal era um item trivial, mas para eles, era extremamente útil. Em primeiro lugar, ele era portável. Em segundo lugar, apesar de sua defesa ser fraca, eles seriam capazes de compensá-la. Contando com seu poder espiritual, eles até mesmo poderiam aprimorar seu poder de navegação. Além disso, depois de algumas outras considerações de Tang San, eles decidiram comprá-lo. Tang San acreditava que, pelo menos em sua opinião, o Barco do Dragão Abissal com certeza valia o preço.

Assim que o leilão acabou, Ning Rongrong foi fazer o pagamento e então pegou sua mais nova aquisição. Por causa da condição do corpo do Gordo, eles não tiveram tempo para aproveitar mais do cenário noturno de Mar Vasto e logo voltaram para o hotel.

“Gordo, conte-nos, como foi enfrentar aqueles dois Mestres dos Espíritos do mar?” Dai Mubai perguntou curioso. Antes de irem descansar, eles ainda decidiram indagar o Gordo sobre sua experiência.

Ma Hongjun disse: “Foi bem difícil lidar com eles! Se eu não fosse capaz de voar e se o meu fogo de fênix não fosse capaz de restringir a água deles, eu acho que teria perdido hoje. Sem essas duas habilidades, mesmo se só tivesse um oponente, eu ainda não teria vencido. Eles sabem muito bem como tirar vantagem do ambiente aquático. Eles conseguiam facilmente usar suas habilidades espirituais para controlar a água e me atacar. Elas não pareciam ser muito diferentes de habilidades espirituais normais, mas na verdade, quando usavam a água como intermediária, isso permitia que eles economizassem um monte de poder espiritual. É claro que o contrário também é verdade – sem água, a força deles será grandemente reduzida. No geral, se nós encontramos Mestres dos Espíritos do mar no mar, é melhor nos os evitarmos. Definitivamente não será uma ideia sábia enfrentá-los em baixo da água. Se isso acontecer, nós seremos colocados no pior tipo de desvantagem possível, já que nenhum de nós entende muito bem as características do combate na água.”

Tang San assentiu e disse: “O Gordo está certo. Pode ser ainda mais difícil enfrentar esses Mestres dos Espíritos do mar do que nós esperávamos. Eu vou fazer uma simples comparação para vocês entenderem: Lutar contra um Mestre dos Espíritos que tem o atributo água na água não é diferente de lutar contra o Gordo na cratera de um vulcão. O poder da água pode aumentar a capacidade deles geometricamente. Pensando na luta de hoje, se o campo de batalha tivesse sido mudado para o mar, o Gordo com certeza teria perdido. Eu tenho certeza de que a habilidade de luta deles se tornaria ainda mais formidável no mar. Se o Gordo tentasse enfrentá-los do mesmo jeito, tentando aumentar a temperatura do mar, isso não seria nada mais do que uma piada. Portanto, nós devemos ser ainda mais cuidadosos quando estivermos no mar.”

Todos ficaram com expressões sérias, assentindo um após o outro.

Tang San disse para Bai Chenxiang. “Xiangxiang, nós vamos partir amanhã de manhã. Quanto a isso, teremos que dar uma tarefa um tanto trabalhosa a você. Durante a viagem de dez dias, eu quero que você fique fazendo o reconhecimento do céu para garantir a nossa segurança.”

“Certo.” Bai Chenxiang deu uma resposta breve, já conseguindo sentir animação de ser capaz de mostrar seu valor.

Tang San se virou para Ning Rongrong: “Rongrong, no mar, nossa espada principal será o Gordo. A chama de fênix dele é capaz de restringir a água do mar efetivamente – portanto, assim que nós encontramos qualquer problema, você deve amplificar o Gordo primeiro, para garantir o rendimento dos ataques dele.”

Ning Rongrong disse: “Sem problemas.”

Então ele se virou para Zhu Zhuqing e Dai Mubai: “Chefe, Zhuqing. Se houver batalhas no mar, nós três formaremos um time. Eu vou usar o Imperador Azul Prateado para nos unir. Nós discutiremos esse método de luta melhor mais tarde.”

Por fim seu olhar caiu sobre Oscar e Ma Hongjun, dizendo: “Durante essa viagem, enquanto estivermos no mar, vocês dois terão a maior responsabilidade. Gordo, você será o nosso principal atacante. Durante as batalhas, tenha certeza de economizar o máximo possível do seu poder espiritual – não ataque antes de encontrar a melhor oportunidade.”

“Pequeno Ao. Você precisa ter certeza de ter pelo menos oito Salsichas Cogumelo Voadoras na mão o tempo todo. Nenhum de nós sabe nadar bem. Com as Salsichas Cogumelo Voadoras nós pelo menos podermos voar temporariamente.”

“Isso é tudo no que eu consegui pensar até agora. Algum de vocês quer acrescentar alguma coisa?” Com a viagem chegando, Tang San obviamente precisava ser mais discreto. Sendo a alma do time, seus planos precisavam ser bem abrangentes.

Oscar disse: “Eu tenho. Eu preparei algumas Salsichas Espelhadas Clonadoras no caminho. Quando a hora chegar, com a ajuda da Salsicha Cogumelo Voadora, nós podemos pelo menos nos manter no ar por algum tempo. Além disso, com as habilidades de voar do pequeno San, da Xiangxiang e do Gordo, nós podemos estender ainda mais o nosso tempo de voo. Mas ainda há uma coisa que precisa ficar clara. No mar, nós não seremos capazes de usar toda a nossa força, então, se encontrarmos uma besta espiritual marinha com mais de dez mil anos, o que nós devemos fazer? Mesmo em uma viagem de apenas dez dias, essa ainda é uma possibilidade com grandes chances de acontecer.”

Tang San assentiu, dizendo: “Eu já pensei sobre isso. Se for apenas uma simples besta espiritual de dez mil anos, ela não será de muita ameaça para nós. Além disso, nós temos outra forma de salvar nossas vidas. Eu ainda pretendo testar os efeitos do Véu Cósmico do Mar Vasto no mar. Se ele ainda puder nos manter invisíveis, então poderemos aproveitar bem as vantagens do Barco do Dragão Abissal.”

Ouvindo as palavras de Tang San, todos sentiram como se suas mentes fossem iluminadas. Se o Véu Cósmico do Mar Vasto pudesse fazer o Barco do Dragão Abissal se mover estando invisível, então deixando de lado bestas espirituais de dez mil anos, mesmo bestas espirituais de cem mil anos não seriam algo sobre o que se preocupar. Eles já haviam experimentado os efeitos do Véu Cósmico e, contanto que estivessem dentro da área de proteção dele, não haveria necessidade de se preocupar com sua segurança. Mesmo se alguém passasse por eles, essa pessoa ainda não seria capaz de descobrir a existência deles.

Depois de usar o Véu Cósmico do Mar Vasto, o espaço se deformaria em volta deles e tudo que fosse coberto por ele, era como se tivesse desaparecido no ar. Até agora pelo menos, depois de tudo que eles passaram, nada foi capaz de detectá-los dentro do Véu Cósmico. Mas eles ainda não tinham como saber se Mestres dos Espíritos que fossem mais fortes do que eles seriam capazes de encontrá-los.

Dai Mubai elogiou: “Pequeno San, você realmente é esperto. Eu estava me perguntado o motivo de você ter comprado essa coisa. Se fosse só para ter uma forma de escape, então gastar dez mil moedas espirituais de ouro nele seria uma grande extravagância, mas assim como você disse o Barco do Dragão Abissal funcionar com o Véu Cósmico, então mesmo se nós não tivéssemos alugado um navio, ainda seria bem fácil chegar a Ilha do Deus do Mar.”

Tang San disse: “No momento isso é apenas uma hipótese. Se isso vai funcionar ou não, nós só poderemos descobrir amanhã. Alugar um barco ainda é necessário. Nenhum de nós sabe nadar e com um barco grande, nós também conseguiremos nos acomodar melhor. Se mais ninguém tem algo a dizer, nós podemos ir descansar. Gordo, você em especial, tenha certeza de recuperar todo o seu poder espiritual até amanhã.”

Ma Hongjun riu, dizendo: “Sem problemas.”

Depois de uma noite tranquila, na manhã do segundo dia, os Sete Demônios da Shrek e Bai Chenxiang andaram por quase toda a cidade, saindo de Mar Vasto pelo portão oeste. Eles seguiram em uma estrada que havia sido construída sobre os recifes, que levava da cidade até o cais.

Qualquer um que quisesse sair para o mar, do cais de Mar Vasto, precisaria pegar essa estrada, portanto, apesar de construir uma estrada sobre os corais ser difícil, as autoridades da cidade não pouparam esforços para construí-la da melhor foram possível.

O cais era um lugar enorme. Mais de vinte ancoradouros com centenas de metros de comprimento se estendiam sobre o mar. Era o ponto inicial e final de várias rotas marítimas, assim como uma grande fonte de rendimento para Mar Vasto.

Apesar de nunca faltar bestas espirituais poderosas no mar, também havia infinitos tesouros. Confiar no mar e viver no mar havia se tornado uma verdade invariável para os habitantes da cidade. Então, apesar de várias pessoas morrerem nas bocas de bestas espirituais marinhas todos os anos, a situação nunca mudou.

Perto do mar, a maior parte do solo era salgado – inadequado para cultivar plantas – então a única fonte de renda de Mar Vasto vinha das várias criaturas que habitavam o mar, além dos vários tipos de recursos que podiam ser extraídos dele.

Rapidamente Tang San encontrou o barco que ele havia alugado com Oscar no dia anterior, que era uma embarcação nova, com uma aparência bem bonita. O casco do navio havia sido pintado de cinza metálico, com alguns ornamentos vermelhos e brancos no convés. Dizia-se que o motivo de os cascos serem pintados assim era para evitar os ataques de bestas espirituais.

O barco tinha cinquenta metros de comprimento e mais de vinte metros de largura, o que não era muito grande entre os outros navios, mas também não era pequeno. Se alguém o observasse com cuidado, descobriria que sob a pintura acinzentada do casco, havia uma grossa armadura de ferro protegendo o corpo da embarcação.

O motivo de Tang San e Oscar escolherem esse barco foi justamente a sua defesa relativamente boa. Então, apesar de alugá-lo ter sido caro, contanto que eles chegassem à Ilha do Deus do Mar em segurança, o preço teria valido à pena. Quanto à viagem de volta, eles poderiam contar com suas próprias habilidades para fazer isso.

“Bem vindos ao Demônio do Mar!” A bordo do navio, um homem de meia idade que parecia ter uns cinquenta anos se moveu na direção deles, fazendo um gesto de boas vindas enquanto ria.

Tang San o apresentou para os outros, dizendo: “Esse é o capitão do Demônio do Mar, o senhor Haider.”

Haider sorriu com bom humor, dizendo: “Bem vidas belas senhoritas, e é claro, belos cavalheiros. Parece que essa vai ser uma bela viagem. Eu estou muito feliz em servi-los.” Dizendo isso, seu olhar passou pelos corpos de todos eles e quando chegou nas quatro belas meninas, ele não ficou por muito tempo.

Vendo isso, as pupilas de Tang San se contraíram levemente, mas ele não disse nada.

Após a apresentação de Haider, eles descobriram que havia oito tripulantes no Demônio do Mar. Tirando ele, o capitão, havia também um oficial chefe e seis marinheiros.

O Demônio do Mar tinha três andares no total – dois sobre o convés e um embaixo dele. Sendo as pessoas que gastaram o dinheiro, Tang San e os outros naturalmente ficariam nos dois andares em cima do convés enquanto a tripulação ficaria embaixo.

Se acomodar no último andar a apreciar a vista tinha um leve charme único. Havia seis quartos no total nesse andar, os quais com certeza eram o suficiente para abrigar os oito.

O forte cheiro do mar alcançou seus narizes assim que eles embarcaram no navio. A brisa do mar de fim de outono era gelada. Por sorte, nenhum deles era uma pessoa comum. Com a forte resistência de seus corpos, esse vento gelado mal era capaz de afetá-los.

“Ergam a ancora e icem as velas.” Todos já estavam ali. Com uma ordem do capitão Haider, o Demônio do Mar partiu.

Tang San havia exclusivamente feito uma cópia do mapa para ele, deixando que eles os guiassem para o local marcado.

O tempo estava muito bom. O mar estava calmo e o corpo do Demônio do Mar não era pequeno. Após levantarem a âncora, graças ao esforço dos marinheiros, eles facilmente partiram do cais, seguindo para o mar. Quando o Demônio do Mar já estava em alto mar e distante da área do porto, seguindo as ordens do Capitão Haider, a vela principal foi ajustada, os empurrando na direção do destino de sua viagem.

O cenário do mar não podia ser substituído por nenhuma outra paisagem. Sem realmente estar diante dele, jamais seria possível sentir essa sensação magnífica. O oceano infindável se esticava até o horizonte, onde a água e o céu se fundiam. Nesse momento, o sol começou a se erguer lentamente, iluminando o mar enquanto as ondas brilhavam.

Todos os Sete Demônios da Shrek estavam no segundo andar do Demônio do Mar, observando a belíssima cena. Até Xiao Wu revelou uma expressão meio maravilhada enquanto olhava para o mar com seus olhos vazios. A brisa do mar bateu em seus corpos, apesar de estar um pouco fria, ela ainda apareceu tocar o coração de cada um deles, os deixando um pouco animados com uma indescritível a sensação de tranquilidade.

Essa animação durou até a hora do almoço.

Como era de se esperar, a comida consistia principalmente de frutos do mar. Alguns simples peixes marinhos, cozidos em água com alguns vegetais comprados em Mar Vasto, sem nenhum enfeite especial, mas que ainda fizeram todos comerem com prazer. Em especial porque o Capitão Haider adicionou vários caranguejos enormes à refeição, cujo sabor delicioso raramente poderia ser provado no continente, permitindo que os Demônios da Shrek satisfizessem sua vontade.

Entretanto, após o almoço, apenas Tang San, Dai Mubai, Ma Hongjun e Bai Chenxiang conseguiram manter a animação.

Depois de comer, o vento e as ondas começaram a ficar fortes e o Demônio do Mar também começou a balançar com as ondas. De início isso não foi um problema, mas à medida que o tempo passou, Ning Rongrong, Zhu Zhuqing, Xiao Wu e Oscar começaram a mostrar sinais de enjôo.

Xiao Wu ainda estava em uma situação melhor, já que ela foi diretamente colocada na Desejosa Bolsa dos Cem Tesouros de Tang San, mas os outros três, Ning Rongrong, Zhu Zhuqing e Oscar, começaram a vomitar sem parar, fazendo os marinheiros caírem na risada. Haider disse para eles que eles se acostumariam com isso depois de vomitar algumas vezes.

Apesar de Tang San, Dai Mubai e Ma Hongjun também se sentirem um pouco desconfortáveis, seus corpos eram os melhores entre os Demônios da Shrek, permitindo que eles aguentassem o enjôo. Já Bai Chenxiang, assim que começasse a se sentir mal, ela diretamente levantava voo, não apenas para fazer o reconhecimento da área, mas também para evitar a sensação de enjôo.

Depois de um dia, tudo o que havia em volta deles era o oceano infindável e mais nenhum sinal de terra podia ser avistado em qualquer direção. No início da viagem, eles não haviam se sentindo muito diferentes de quando estavam em terra firme, mas depois de um dia, todos já estavam pálidos.

Ocasionalmente, quando o mar estava calmo, Tang San tirava Xiao Wu da Desejosa Bolsa dos Cem Tesouros para respirar o ar fresco do lado de fora. Mas em mar aberto, por quanto tempo poderia durar uma calmaria? De qualquer forma, a capacidade de adaptação de Xiao Wu era muito melhor do que ele esperava. Depois de ficar enjoada algumas vezes, seus sintomas desapareceram mais rápido do que dos outros Demônios da Shrek.

Mas Oscar, Zhu Zhuqing e Ning Rongrong, depois daquele dia, para não falar nada sobre cultivar, não se atreveram a nem mesmo comer muito. Parecia que as várias vezes vomitando os fizeram ficar pálidos, como se eles pudessem colapsar a qualquer momento.

Entretanto, eles ainda eram Mestres dos Espíritos acima do sexagésimo nivel no fim. Após múltiplas transformações em seus corpos, sua capacidade de adaptação era bem forte, então eles gradualmente conseguiram se adaptar ao balanço do mar.

Até o almoço do dia seguinte, o mar já havia se acalmado de volta. A luz do sol aqueceu as cabines e aqueles que ficaram enjoados foram para cama apenas com uma leve sopa de peixe. A medida que se adaptavam à viagem no mar, seus corpos também foram se recuperando.

Tang San estava parado no convés e olhando para longe. A única forma de distinguir as direções no mar era pelo sol. Ele estava verificando se a direção que o Demônio do Mar estava seguindo era a certa e se eles já estavam se aproximando da Ilha do Deus do Mar.

Haider se aproximou de Tang San, dizendo de modo respeitoso: “Estimado senhor Mestre dos Espíritos, de acordo com a rota fornecida e com esse padrão das marés, nós devemos chegar ao nosso destino em oito dias. Mas em cerca de meio dia, nós devemos entrar em uma área habitada por bestas espirituais. Nós dependeremos da sua proteção quando chegarmos lá.”

Esse capitão passou a mostrar muito mais respeito por eles depois de que viu a velocidade de Bai Chenxiang no céu.

Tang San disse com tranquilidade: “Capitão Haider, você navega com bastante frequência. Em geral, quando vocês encontram bestas espirituais poderosas, como vocês lidam com elas?”

Haider abriu um pequeno sorriso, dizendo: “No geral, as bestas espirituais dificilmente atacam os navios. Só um pequeno número de bestas espirituais mais agressivas podem atacar sem motivo. Portanto, se nós não as provocarmos, devemos ficar bem. Mas se realmente encontrarmos alguma dessas poderosas bestas espirituais irritadas, teremos que aceitar a nossa má sorte. Afinal, não importa o quão resistente seja o navio, é basicamente impossível aguentar essas bestas assustadoras. Todos anos várias pessoas morrem no mar, é quase como que um sacrifício para as bestas espirituais marinhas. Mas não se preocupe, nosso barco foi pintado com uma droga especial para afastar as bestas espirituais. Elas odeiam esse cheiro e costumam não se aproximar por causa dele. Todos os capitães que se atrevem a navegar por distâncias tão grandes tem o mapa do mar gravado em seus cérebros. Contando com ele, nós podemos garantir a segurança de nossos passageiros.”

“Ah? Que mapa do mar?” Tang San perguntou curioso.

Haider respondeu: “O mapa da distribuição das bestas espirituais marinhas mais poderosas. As bestas espirituais do mar são parecidas com as do continente em alguns aspectos. Elas também têm seus próprios territórios e seu territorialismo pode ser ainda mais intenso. Então, contando que a gente não entre nos territórios dessas bestas realmente poderosas, nós não iremos provocá-las, nem arranjar problemas.” Enquanto dizia isso, havia um traço de orgulho em sua face.

Tang San olhou para ele pensativo, dizendo: “Parece que o Capitão sabe bastante sobre bestas espirituais.”

Haider virou um pouco o rosto, dizendo: “Quando você busca a sua sobrevivência no mar, sempre é melhor saber mais. Assim nós podemos viver por mais tempo. Você não acha?”

Tang San sorriu, sem dizer mais nada e voltou o seu olhar na direção do mar mais uma vez.

O tempo no mar passou bem rápido e logo já era de noite. O dia havia sido bom e era fácil ver as estrelas e a lua brilhando sobre suas cabeças. A bela visão da lua brilhante se erguendo do mar deixou todos eles encantados.

Tirando vantagem do bom tempo, aqueles que ficaram enjoados se recuperaram mais ou menos. Eles não estavam no clima certo para admirar a bela paisagem e foram para a cama mais cedo.

Tang San pegou Xiao de seu colo e a deitou em sua cama. A cabine não era grande. Tirando a cama, não havia muito espaço para ficar se movendo dentro dela. Pela janela, era possível avistar a encantadora luz da lua.

Apesar de a brisa do mar não ser muito forte, a temperatura à noite ainda era bem baixa. O ar gelado se infiltrou na cabine, evitando que a temperatura ali dentro aumentasse muito.

Tang San dobrou o grosso colchão de algodão no meio, o colocando no meio da cama para que Xiao Wu pudesse ter mais conforto enquanto dormia sobre ele. O cobertor também foi usado para cobri-la enquanto ele dormia do outro lado apenas com suas roupas para bloquear o frio vindo do lado de fora.

Apesar de ser uma condição um pouco dura, Tang San realmente gostava dessa sensação. Ser capaz de proteger sua amada do vento e da chuva, para ele, era um tipo de felicidade.

Apoiada no ombro dele, Xiao Wu dormia profundamente, com suas pequenas mãos sobre o peito dele. Seus longos cílios tocavam suas pálpebras, tremulando levemente uma vez ou outra. Vendo a lua da lua do outro lado e essa bela menina em seus braços, que era ainda mais bonita do que a própria lua, Tang San não pôde evitar se sentir deslumbrado.

Quando Tang San estava começando a se sentir sonolento e sua consciência estava começando a apagar, ele de repente sentiu seu poder espiritual flutuar um pouco. Assim que abriu os olhos alarmado, ele viu um traço de luz vermelha escapando de seu corpo e entrando no de Xiao Wu em silêncio. Então a adormecida Xiao Wu abriu os olhos.

Seus olhos se encontraram. Os belos olhos grandes dela já haviam recuperado seu brilho enquanto olhavam para ele, cheios de amargura.

Antes que Tang San conseguisse abrir a boca, ela já havia se apressado em dizer: “Ge, por que você não cuida de você mesmo?”

“Eu…” Encarando os olhos dela, seu coração já estava repleto até a borda de sentimentos.

“Se levante logo.” Xiao Wu empurrou Tang San de leve, o deixando se levantar. Então ela desdobrou o colchão e o puxou de volta para a cama, cobrindo seus corpos com o cobertor com seu belo rosto tingido de vermelho.

Tang San apenas sentiu um corpo macio e suave se intrometendo entre seus braços e dois braços se enrolando em volta de seu pescoço. Um corpo quente e macio, cheio de elasticidade foi pressionado contra o dele, se contorcendo levemente. Essa sensação quase invocou os instintos mais primitivos de Tang San no mesmo instante.

Enterrada no peito dele, Xiao Eu disse com um tom suave: “Ge, se você estiver se sentindo desconfortável, pode me tomar para si. Eu sempre fui sua. Por toda essa vida, apenas sua.”

Tang San acariciou de leve o longo cabelo negro e brilhante dela enquanto abaixava a cabeça e beijava sua testa. “Não, eu sou muito ganancioso. Tonta, eu te quero para sempre.”

Erguendo a cabeça acanhada, o que Xiao Wu inesperadamente encontrou foram os lábios de Tang San sobre os seus. Os lábios se encontraram e de repente, suas almas sentiram o tipo mais íntimo de colisão. Tang San beijou os lábios de Xiao Wu gananciosamente, apertando o corpo macio dela contra o seu, como se desejasse se fundir a ela. Subconscientemente, suas mãos enormes começaram a passear pelas costas e pelo quadril dela. Debaixo do cobertor, e até dentro de toda a cabine, a temperatura estava subindo rapidamente.

A alma de Tang San estava tremendo e a de Xiao Wu estremeceu de forma ainda mais violenta. De repente, Tang San voltou a si e seus movimentos pararam no mesmo instante. Só agora ele foi despertado desse estado com um sobressalto — quando suas duas mãos pousaram respectivamente sobre o pico de uma montanha gigantesca e uma colina incomumente alta. A sensação do toque, apesar da presença das roupas e da Desejosa Armadura Leve dos Oito Tesouros, ainda era bem distinta.

A pele de Xiao Wu já estava tingida de rosa claro. Sussurrando alguma coisa bem baixinho, seu corpo flexível se contorceu nos braços dele mais uma vez. Tang San nem mesmo se atreveu a imaginar como seria se eles realmente estivessem fazendo aquilo e Xiao Wu usasse só um pouco da sua Habilidade Suave, o quão maravilhosa seria essa sensação.

“Ge, me possua.” Xiao Wu sussurrou com um tom vago.

Tang San apressadamente mordeu a ponta da língua e a dor aguda o fez recuperar o controle. Ele sempre havia sido um homem firme e persistente, só Xiao Wu era capaz de destruir com facilidade sua vontade de ferro. Com o estímulo da dor, Tang San engoliu de volta essa sensação maravilhosa e colocou as mãos de volta na cintura de Xiao Wu e a afastou levemente, exibindo sua disciplina.

“Não Xiao Wu, a sua alma está instável e só é capaz de voltar ao seu corpo temporariamente. Se eu a possuir agora, eu tenho medo de que isso irá ferir a sua alma. Você sempre será minha, então não tem como você escapar. Depois que eu te ajudar a se recuperar completamente, mesmo se você não quiser, eu ainda irei fazer isso. Mas não agora. Eu não vou deixar que você se machuque, nem um pouquinho.”

Ouvindo as palavras dele, o corpo de Xiao Wu parou de se contorcer. Quando ergueu a cabeça, seus olhos já estavam nublados pelas lágrimas.

“Ge, eu só te peço uma coisa. Você me promete?” Sua voz estava trêmula, o que fez o coração de Tang San tremer também.

“Me diga o que é.” Tang San respondeu suavemente, abaixando a cabeça para beijar as lágrimas brilhantes como cristal no belo rosto de Xiao Wu.

“Você tem que me prometer primeiro.”

O coração de Tang San se entristeceu um pouco, dizendo: “Certo. Contanto que não tenha nada a ver com a sua ressurreição, eu posso prometer qualquer coisa.”

“Ge…” Xiao Wu olhou para Tang San com tristeza. “Por que você é tão esperto? Ge, eu nunca te implorei por nada. Eu só te peço uma coisa: não deixe a minha alma voltar para o meu corpo. Nós já não estamos bem assim? A minha alma pode votar para o meu corpo uma vez por dia para te encontrar. Para mim isso já é o suficiente.”

Tang San disse com seriedade: “Mas não é o suficiente para mim. O que eu quero é viver com você para sempre — com a Xiao Wu completa. Eu posso prometer qualquer coisa, menos isso. Eu preciso te ressuscitar.”

Xiao Wu se apressou em dizer: “Mas isso vai fazer tanto mal a você! Todas as habilidades espirituais que você conseguiu depois de tanto esforço serão perdidas e você nunca mais será capaz de ultrapassar o nonagésimo nível. Eu não quero que você sacrifique tanta coisa assim por mim.”

Beijando a testa dela, Tang San soltou um leve suspiro. “Garota tonta, isso não é justo. Por que você pode se sacrificar por mim, mas eu não posso me decorar a você? Agora você só tem duas escolhas: Uma é seguir o meu arranjo e se comportar enquanto espera pela sua ressurreição. Você pode cooperar comigo para te ressuscitar e então nós poderemos viver juntos e felizes. A outra opção é bem simples: eu posso te prometer que vou morrer na sua frente nesse mesmo instante.”

O olhar de Tang San estava calmo, observando Xiao Wu sem vacilar. “Xiao Wu, você deve saber que eu não estou brincando com você. Talvez não seja fácil para outros conseguirem me matar, mas se eu realmente quiser morrer, ninguém será capaz de me parar. Me escute, nunca mais tente discutir sobre esse assunto comigo. Não há o que discutir sobre isso.”

“Ge…” Se jogando nos braços de Tang San, as lágrimas de Xiao Wu começaram a escorrer e ela não conseguiu mais contê-las. Ela sabia que Tang San não estava brincando. Apesar de as vezes parecer ser uma pessoa tranquila, quando realmente decidia fazer alguma coisa, ele jamais mudaria de decisão. Entre os Demônios da Shrek, ele com certeza era o mais determinado e rigoroso deles.


Tradutora: Brinn | Revisor: BravoED



Fontes
Cores