DDu – Capítulo 135 – Cidade do Massacre


Parte 1 

Tang San olhou para seu pai sem ceder, “pai, me prometa. Eu não tenho uma mãe, eu não posso também ficar sem um pai.”

“Você…” Tang Hao olhou para filho, incapaz de evitar ficar um pouco sem reação.

“Se você não me prometer, meu corpo pelo seu, então eu vou te acompanhar na morte.”

As Pontas das Oito Lanças de Aranha já estavam grudadas na pele de Tang San. Mesmo se Tang Hao fosse ainda mais poderoso, ainda seria impossível parar seu suicídio.

Vendo a resolução nos olhos de seu filho, Tang Hao sabia que Tang San não estava brincando com ele. Desde a infância, ele jamais havia demonstrado qualquer intenção de desobediência, mas agora, seu filho parecia já ter saído completamente do seu controle.

A aparência de Tang San havia se tornado mais bela, ainda mais parecido com sua mãe. Os olhos de Tang Hao ficaram um pouco molhados, parecia que aquele de pé diante dele não era seu filho e sim sua esposa.

“Pai, se a minha mãe ainda estivesse viva, ela não gostaria que você desprezasse a sua saúde. Por mim e pela mamãe, me prometa.”

Respirando fundo, Tang Hao encarou o céu e suspirou.

“Parece que eu realmente envelheci. Incapaz de fazer alguma coisa de verdade. Certo. Assim que você crescer, eu vou ir fazer companhia a sua mãe ao lado do túmulo dela. Vamos.” Terminando de falar, ele continuou andando adiante sem virar sua cabeça.

O compromisso de seu pai era um peso a menos na mente de Tang San. Revelando um sorriso genuíno em sua face, ele seguiu seu pai com passos rápidos.

Na direção que Tang Hao levou Tang San, eles primeiro chegaram ao lado de um pequeno rio.

“De uma olhada na sua aparência atual.”

Tang San o encarou sem reação, aparência atual? Ele abaixou sua cabeça para olhar para seu corpo, mas não havia nada claramente diferente. Apenas seus músculos não pareciam tão salientes quanto antes, mas as proporções de seu corpo estavam ainda melhores.

Andando ao lado do rio, quando Tang San viu seu reflexo na água, ele não pôde evitar encarar atônito.

Sua pele estava um pouco mais clara do que antes, brilhantes olhos azuis escuros e cheios de expressão, belo e longo cabelo azul escuro, uma face bonita com uma aura um tanto firmemente imponente. Era como se a sua face tivesse sido descascada com uma faca, liberando o espírito guardado dentro dela.

“Esse. Esse sou eu?”

Se Tang San fosse descrito como ordinário antes, então agora ele com certeza estaria no mesmo nível que Dai Mubai e Oscar. Embora o estilo não fosse o mesmo, agora ele não passaria sem chamar atenção como antes.

“Seus olhos estão maiores, mais parecidos com os da sua mãe. Tendo herdado o sangue dela, você naturalmente também herdou alguns dos genes que ela sempre ocultou dentro de você.”

Tocando sua face lisa, “mãe.” A expressão de Tang San se tornou um pouco mais suave. Rindo ironicamente em seu coração, ele não sabia se Xiao Wu e os outros ainda seriam capazes de reconhecê-lo agora.

Cuidadosamente observando a reflexão no rio, o que havia mudado não era apenas sua aparência. Seu eu atual havia até mudado de temperamento, parecendo um pouco mais refinado e sereno do que antes, assim como um belo jovem elegante.

“Pai, quem realmente era a minha mãe?” Tang San realmente não pôde evitar expressar as dúvidas em seu coração, perguntando ao seu pai. Quem era sua mãe afinal? Por que a sua mãe possuiria o Espírito Imperador Azul Prateado?

Tang Hao balançou sua cabeça, “eu disse que ia te contar depois que você completasse todo o meu treinamento especial. Vamos. Nós precisamos ir para o lugar onde você deve ir.”

Mais uma vez na estrada, as falas de Tang Hao voltaram a ser tão escassas quanto antes. Tang San julgou pelo sol no céu que ele e seu pai estavam seguindo para o norte. Quanto a onde eles estavam indo, ele não fazia ideia. Apenas o clima gradualmente ficou mais gelado.

Tang Hao ainda seguiu pelos caminhos entre as montanhas. Para eles, o frio do mundo exterior era irrelevante.

Após comer vento e dormir do lado de fora por meio mês.

À frente havia uma pequena cidade. Essa era a primeira vez que Tang San havia visto uma cidade desde o início do treinamento especial de Tang Hao. Internamente, ele não pôde evitar ser inundado por um tipo de sensação diferente.

Essa pequena cidade não era grande, mas assim que eles entraram, Tang San sentiu uma atmosfera estranha nos arredores. Ele não conseguia dizer o porquê, mas ele achou que as pessoas ao redor deles tinham um tipo incomum de frieza.

Tang Hao levou Tang San para uma taverna na pequena cidade e entrou.

A atmosfera dentro da taverna era extremamente turva. Tang San notou que as decorações ali eram inesperadamente todas pretas. Embora fosse de dia do lado de fora, dentro desse lugar havia uma aura fria e sombria.

A taverna estava cerca de trinta por cento cheia. Embora a atmosfera fosse turva, as pessoas raramente falavam, causando uma impressão extremamente silenciosa.

A chegada de Tang Hao e Tang San atraiu muitos olhares, mas a maior parte deles foram apenas rápidos olhares passando por eles.

Tang Hao encontrou um lugar para se sentar com seu filho no canto. Um garçom em roupas negras e com uma expressão apática andou até eles.

“O que vocês querem?”

Tang Hao disse friamente: “Traga-me duas Bloody Mary.”

A face do garçom mudou levemente, “você tem certeza?”

Encontrando o olhar frio como gelo de Tang Hao, ele não se atreveu a dizer mais nada, virou sua cabeça e se foi.

Após um momento, dois copos de líquido turvo foram levados até ali. O líquido parecia vermelho escuro, exalando um cheiro forte, como se o olfato fosse assaltado por sangue.

Tang San franziu o cenho, mas Tang Hao ergueu um copo e o esvaziou em um gole. Erguendo sua cabeça para olhar para seu filho.

“Beba.”

Tang San hesitou por um momento, lentamente erguendo o copo, “pai, o que é isso?”

Tang Hao lançou um olhar para ele, repetindo: “Beba.”

Tang Sab respirou fundo, repentinamente fechando seus olhos, derramando o líquido no copo dentro de seu estômago de uma vez só.

O líquido era um pouco salgado e, além disso, um pouco acre. Um forte gosto de sangue repentinamente invadiu os sentidos de paladar e olfato de Tang San.

Tang Hao olhou para ele, dizendo calmamente: “Esse é um copo de sangue humano.”

“O quê?” A face de Tang San instantaneamente ficou pálida. No momento seguinte ele não pôde evitar inclinar sua cabeça para o lado, vomitando.

O vômito violento quebrou a calma dentro da taverna e também atraiu os olhares de todos as pessoas ali. Altas risadas ecoaram.

“De onde veio esse franguinho? Porra, volte para casa. Aqui não é um lugar onde você deveria estar.”

“Você não consegue nem aproveitar um copo de Bloody Mary e ainda quer obter as qualificações para entrar?”

“Haha, volte para casa e vá mamar no peito da sua mamãe.”

Todos os tipos de vozes vis encheram a taverna. As emoções contidas daqueles clientes pareceram ter encontrado uma válvula de escape e atingiram Tang San sem restrições.

Esvaziar completamente seu estômago ainda não pôde acabar completamente com o gosto de sangue e Tang San quase cuspiu até mesmo sua bílis.

Quando Tang San ergueu sua cabeça para olhar para seu pai, Tang Hao ergueu sua mão, apontando para aquelas pessoas zombando dele.

“Mate-os.”

As vozes zombeteiras pararam com um guincho, cada pessoa repentinamente olhou para Tang Hao com olhares monstruosos.

Tang San também não havia imaginado que seu pai fosse mandar ele fazer isso e, internamente, ele imediatamente ficou um pouco hesitante.

Tang Hao falou em voz baixa: “Você não disse que queria tomar o meu lugar para resolver os meus negócios? Então faça como eu digo.”

Respirando fundo e contendo a sensação de náusea, Tang San lentamente se levantou.

A voz de Tang Hao veio de trás dele, “bondade para com o inimigo é crueldade para com você mesmo. Nenhuma das pessoas capazes de sair desse lugar trilharam um caminho sem morte. Incluindo você, incluindo eu. Mate-os, não deixe ninguém vivo.”

Antes que Tang San pudesse se mover, um grande homem perto deles já se levantou abruptamente.

“Eu vou te matar primeiro.”

Uma adaga feita de um chifre foi estocada num ângulo complicado, direto para o coração de Tang San. Essa pessoa claramente era bem experiente e ele mirou a adaga exatamente onde ela poderia perfurar entre as costelas de Tang San.

Intenção assassina, isso era seu pai cultivando sua intenção assassina? Tang San se moveu. Ele nunca havia sido uma pessoa caridosa; bondade para com o inimigo era crueldade para consigo.

Sua mão esquerda se esticou para fora como um raio, pegando a adaga com um som de keng. O homem grande empunhando a adaga apenas sentiu como se ela tivesse atingido uma pedra sólida, incapaz de avançar e incapaz de recuar.

Tang San deu um passo com seu pé direito, seu olhar já era frio, sua boca ainda estava inundada com o gosto de sangue, uma frieza congelante emanou de seus olhos.

Peng— O ombro de Tang San atingiu o peito daquele homem e uma camada de luz branca abruptamente emanou do corpo de Tang San. Isso não era para atacar, mas para protegê-lo do sangue espirrando da boca do homem.

Aquele homem alto e robusto foi diretamente jogado no ar pelo golpe, seu peito inteiro afundou, o som de ossos quebrando se espalhou por cada canto da taverna, fazendo os dentes das pessoas doerem.

Tang San se moveu, seus movimentos eram concisos e vigorosos.

Grama Azul Prateada brilhante e translúcida voou em todas as direções, se espalhando freneticamente.

Agora ele já havia claramente visto que havia vinte e três pessoas na taverna além dele, de seu pai e do garçom. Ele havia matado um, ainda restavam vinte e dois.

Dentre essas vinte e duas pessoas, cinco rapidamente liberaram seus espíritos, os dezessete restantes, sem a menor hesitação, puxaram para fora suas armas. Inesperadamente, nenhum deles fugiu.

“Isso é um teste, um teste para nós da Cidade do Massacre. Matem-no e nós seremos capazes de entrar na Cidade do Massacre.” [1]

Ninguém sabia quem gritou, mas os olhos de todos se tornaram vermelhos, avançando em Tang San como se eles estivessem loucos.

Vinte e duas pessoas, apenas cinco eram Mestres dos Espíritos e o mais forte não tinha mais do que quatro anéis de espírito.

Uma aura azul flutuou e se ergueu e, junto com aquela Grama Azul Prateada instantaneamente se espalhando, cinco anéis de espírito silenciosamente se ergueram de baixo de Tang San.

Amarelo, amarelo, roxo, preto, preto. Cinco assustadores anéis de espíritos silenciosamente apareceram.

Parte 2

A luz do quarto anel de espírito abruptamente se acendeu. No instante seguinte, a taverna inteira já estava preenchida por uma camada de azul brilhante e translúcido.

Filamento após filamento de robusta Grama Azul Prateada projetou-se do subsolo, com a forma de uma sovela e perfurando um corpo após o outro. [2]

A variação da quarta habilidade espiritual do Imperador Azul Prateado, Estocada Azul Prateada, ativada.

Tudo pareceu parar. Até aquele Ancestral Espiritual não conseguiu escapar do destino de ser perfurado. Nem um único corpo podia obstruir aquela Grama Azul Prateada que era tão afiada quanto as Oito Lanças de Aranha após evoluir. Um após o outro, os corpos sem vida foram empurrados para cima. Eles foram completamente perfurados, o sopro da vida rapidamente escapou deles.

“Vocês não devem insultar a minha mãe!”

O azul nos cantos dos olhos de Tang San abruptamente se tornou mais forte. Quando ele se virou, mais uma vez se sentando de frente para seu pai, seus anéis de espírito e a Grama Azul Prateada desapareceram simultaneamente.

Putong, putong, putongCadáver após cadáver caiu no chão, o sangue tingiu o piso da taverna de vermelho. Mas agora a expressão de Tang San estava bem calma, calma o suficiente para surpreender Tang Hao.

Assentindo, Tang Hao calmamente disse: “Parece que eu ainda te subestimei. Lembre-se, entrando na Cidade do Massacre, você só pode contar com você mesmo. Eu não estarei ao seu lado, muito menos te protegerei. Não haverá amigos ou companheiros lá, apenas inimigos. Mate todo mundo que puder te ameaçar. Obtenha a vitória na Arena do Massacre Infernal, eu naturalmente irei recebê-lo.”

O garçom da taverna não perdeu a cabeça por causa de algumas dezenas de pessoas serem mortas. Ele estava tão calmo quanto Tang San, aparentemente acostumado com essa visão há muito tempo.

Ele naturalmente também ouviu Tang Hao falando com Tang San, porém sua face se tornou ainda mais desdenhosa.

“Quer entrar na Cidade do Massacre por matar algumas pessoas? Ele ainda não está qualificado.” O garçom disse friamente.

“Não consegue nem mesmo aguentar um copo de Bloody Mary, como ele poderia entrar? Eh…”

Ceng— Uma Grama Azul Prateada afiada como uma lança disparou do meio do seu peito. Tang San não se virou para olhar, apenas disse calmamente: “Eu estou qualificado agora?”

O garçom claramente não podia responder. Ele nunca esperou que Tang San fosse realmente agir contra ele também e seus olhos gradualmente aumentaram. A Grama Azul Prateada balançou gentilmente e o cadáver foi jogado para o lado. Sangue empoçou, se misturando com o dos corpos anteriores.

“Você se adapta bem rapidamente.” Tang Hao olhou para Tang San.

Tang San olhou para seu pai, “porque eu preciso. Porque você disse que cada pessoa aqui, incluindo eu e você, todos trilham o caminho da morte. Eu acredito em você. Cidade do Massacre, certo? Esse é o lugar onde eu devo treinar. Pai. Eu vou obter sucesso.”

O que ele não disse foi que, para proteger sua família, a pessoa que ele amava e seus companheiros, para realizar sua própria esperança de sobrevivência, ele não recuaria.

Tang San já era uma pessoa astuta e após obter o crânio da sabedoria, seu cérebro se tornou ainda mais aguçado. Enquanto vomitava, ele já havia entendido que só podia escolher massacrar nesse mundo de massacre para o qual seu pai o trouxe. Se não, ele seria morto. Aquela hora em que ele vomitou foi a única fraqueza que ele se permitiria. Ele não seria fraco uma segunda vez.

Terminando de falar, Tang San se levantou e andou até o balcão da taverna com passos largos, não se importando com os outros dois garçons atônitos atrás dele. Erguendo sua mão, uma palma pesadamente atingiu o balcão.

Com uma explosão alta, o balcão se transformou em lascas voando para todas as direções, revelando o chão.

Os dois garçons olharam estupidamente. A luz azul de Tang San já havia desaparecido agora e em sua mão esquerda, aquele pequeno martelo negro já havia aparecido em algum momento.

“A entrada para a Cidade do Massacre deve ser aqui.”

Se virando, com as panturrilhas gerando força, o pequeno martelo preto como azeviche se transformou num raio de luz preta, pesadamente atingindo o chão.

A força espiritual de Tang San havia percebido uma diferença ali há muito tempo. Havia um espaço vazio embaixo desse balcão. Era definitivamente impossível que essa pequena cidade fosse a Cidade do Massacre. Uma entrada era uma explicação mais racional. Ele não iria procurar por algum mecanismo. Num lugar diferente, ele precisaria usar um método diferente.

Com uma alta explosão, um enorme buraco foi revelado no chão. Um vento frio e sombrio soprou de dentro da caverna. Tang San virou sua cabeça para ver onde seu pai estava sentado antes, mas descobriu que Tang Hao já havia desaparecido. Sem hesitação, ele pulou diretamente para dentro do buraco escuro no chão. Seu corpo foi instantaneamente engolido pela escuridão sem deixar rastros para trás

Entrando na escuridão, Tang San apenas caiu por vários metros antes de finalmente ter seu pé firmemente plantado no chão. Ele não precisava de luz, seu Olho do Demônio Púrpuro podia ver tudo claramente no escuro.

Esse era um grande túnel, inclinado para baixo. Um ar frio e sombrio constantemente acariciou Tang San, mas ele ainda avançou com passos largos.

Após Tang San dar mil quatrocentos e sessenta e dois passos, uma voz fria como gelo repentinamente ecoou de todas as direções: “Bem-vindo a Cidade do Massacre. Essa é a capital do Inferno, um mundo cheio de massacres. Aqui você pode obter tudo o que você quiser, pelo preço da sua vida.”

Ele liberou sua força espiritual, mas Tang San imediatamente sentiu que o material dessa passagem era extremamente incomum, sua força espiritual inesperadamente era incapaz de penetrá-lo. Com a face mudando levemente, a expressão de Tang San congelou um pouco, mas seu passo não desacelerou. Na escuridão, sua Grama Azul Prateada se espalhou para explorar primeiro, com ele seguindo atrás.

Tang Hao disse que intenção assassina era igual a bravura em certo sentido. Mas bravura não media impetuosidade. Tang San pareceu avançar corajosamente, mas nunca lhe faltou cuidado.

Virando uma esquina, uma luz vaga veio de cima. Tang San apertou os olhos, operando o Olho do Demônio Púrpuro e a iluminação à frente imediatamente aumentou diante de seus olhos. Aquilo era uma porta aberta. Do outro lado da porta, havia sinais de vida.

Avançando com passo largos, Tang San vagamente ouviu um barulho. Enquanto ele andava para fora da passagem, diante dele apareceram cento e um homens.

Completamente cobertos por armaduras negras, até suas faces estavam escondidas atrás de capacetes. Cem deles carregavam espadas pesadas e apenas um estava sentado num alto cavalo de guerra, seu cavalo também estava coberto por uma grossa armadura negra.

“Você quebrou as regras.” A voz grave soou extremamente fria, como se não viesse de uma boca humana. O locutor era o cavaleiro de armadura negra montado.

Tang San não olhou para ele e sim desviou seu olhar para ver atrás dele. O que ele viu foi uma cidade negra. Os sólidos muros negros eram extremamente grossos, aquilo inesperadamente era uma cidade de verdade. E no ar sobre a cidade, inesperadamente havia uma lua roxa suspensa. A lua pendia bem baixa, aparentemente a apenas cinco mil metros de distância do chão. Olhando mais para cima, tudo parecia negro como se fosse o céu noturno.

“O que deve ser feito se eu quebrei as regras?” Tang San perguntou indiferentemente.

A voz do cavaleiro da armadura negra ainda era fria, sem qualquer traço de humanidade.

“Então você precisa aceitar a penalidade. Derrote-me e você possuirá o direito de entrar na Cidade do Massacre.”

“Não é para te matar?” Tang San perguntou calmamente.

O cavaleiro da armadura negra lentamente ergueu a lança em sua mão e os guerreiros de armadura negra dos dois lados de Tang San lentamente recuaram, abrindo uma área espaçosa.

“Eu sou o cavaleiro do medo Scott.” O cavalo de guerra abruptamente acelerou, o cavaleiro de armadura negra avançou na direção de Tang San com uma aura amarga.

Uma aura fria como gelo encheu o ar, um frio espírito assassino avançou. Embora a intenção assassina que esse cavaleiro negro emitiu fosse muito pequena quando comparada à imensa intenção assassina de Tang Hao, ela ainda era afiada.

Com a força interna se congregando, Tang San repentinamente descobriu que seus anéis de espírito inesperadamente não apareceram junto com sua Grama Azul Prateada. Como se todas as habilidades espirituais já tivessem perdido seu efeito nesse momento.

Sem traços de pânico, Tang San mudou e recolheu a Grama Azul Prateada. Em sua mão esquerda apenas o Martelo Céu Claro apareceu. Nesse momento ele finalmente entendeu o motivo de seu pai o fazer cultivar com seu poder espiritual selado. Essa Cidade do Massacre inesperadamente tinha regras especiais. Aqui, todas as habilidades espirituais eram ineficazes. Até os Mestre dos Espíritos só podiam usar a força mais básica. A forma mais básica do espírito.

Ele não tinha habilidades espirituais, mas ainda havia poder espiritual, assim como a habilidade Céu Misterioso. Se virando, o Martelo Céu Claro na mão de Tang San irrompeu para frente. O primeiro golpe do Método do Martelo de Vento Caótico. O que ele encontrou foi o impulso daquele cavaleiro do medo numa armadura pesada e montado no cavalo de guerra.

Hong

O cavalo de guerra relinchou, o imenso impulso parando abruptamente. A lança de mais de quatro metros de comprimento do pesado cavaleiro dividiu o ar, voando para longe.

O cavaleiro do medo Scott não estava mais sobre seu cavalo. Assim como sua lança, ele já havia sido jogado no ar. E aquele cavalo de guerra parado pela mão direta de Tang San, com o imenso impulso parado e sob a influência das enormes forças, ele virou para o lado, sofrendo espasmos violentos. Seu pescoço já havia sido quebrado em dois pela colisão forçada.

A explosão de força que o Martelo Céu Claro de quinhentos jin de peso podia gerar com um golpe de Tang San era algo que apenas Tang Hao entendia melhor.

Com dois anos de forja sob a cachoeira, o corpo de Tang San já havia se tornando uma arma há muito tempo. Embora o impulso fosse enorme, ele ainda foi basicamente incapaz de influenciá-lo.

O cavaleiro do medo Scott lentamente se ergueu do chão. A armadura na mão direita que onde ele previamente segurava sua lança já havia sido rompida e jogada para longe, o mesmo aconteceu até com a armadura em todo seu braço direito. Igualmente rompidos estavam os músculos e ossos de seu braço.

Tang San franziu o cenho. De acordo com sua estimativa inicial do oponente, esse golpe deveria ter sido o suficiente para tirar sua vida. Mas a força desse cavaleiro do medo era até um pouco maior do que ele havia esperado, sobrevivendo a isso.

Avançando passo a passo, Tang San ergueu sua cabeça para olhar para aquela lua roxa, pensando consigo: ‘Cidade do Massacre, onde habilidades espirituais não podem ser usadas. Eu estou aqui.’

Parte 3

“Pa-pare.” Scott gritou, tentando exibir uma fachada forte.

Tang San olhou para ele friamente. Agora o capacete de Scott já havia caído, revelando a face de um vil homem de meia idade. Ele viu a expressão nos olhos de Tang San e já estava alarmado. Claramente ele não havia imaginado como a força dessa criança poderia ser tão assustadora. Ele não era um Mestre dos Espíritos?

“Bloqueiem-me de novo e eu não ligarei mesmo se eu tiver que matar cada um de vocês.” Tang San disse friamente.

“Não, nós não vamos bloqueá-lo. Você já passou no meu teste. Você tem as qualificações para entrar na Cidade do Massacre.”

O cavaleiro do medo falou com um pouco de dificuldade. O que ele menos entendia era que quando Mestres dos Espíritos comuns chegavam ali eles entrariam em pânico por não poderem usar suas habilidades espirituais, mas esse jovem diante dele não pareceu revelar um único traço de ser influenciado por isso.

Ele entregou um azulejo preto para Tang San e ele o pegou sem constrangimento. No azulejo estava gravado um crânio humano e embaixo havia um número. [9528].

“Esse é a sua identidade na Cidade do Massacre. Por favor, entre na cidade, alguém irá recebê-lo no portão.”

Segurando o azulejo, Tang San avançou com passos largos, sem lançar um único olhar para o cavaleiro do medo.

Olhando para as costas gradualmente desaparecendo de Tang San, Scott desembainhou o sabre em sua cintura. Balançando-o vigorosamente, ele cortou fora seu próprio braço direito já completamente arruinado. Sangue escarlate molhou o solo negro, o cheiro de sangue encheu o ar.

……

Os portões da cidade, negros como azeviche, causavam um tipo de sensação extremamente opressiva nas pessoas. Altas palavras estavam penduradas nos enormes portões da cidade, ‘Cidade do Massacre’.

Dois guerreiros de armadura negras estavam silenciosamente parados diante dos portões. Antes que Tang San pudesse revelar o passe em sua mão, uma mulher com uma máscara de musselina negra se adiantou para cumprimentá-lo.

“Bem-vindo à Cidade do Massacre.” A voz da mulher era bem agradável. Caminhando do lado para a frente de Tang San ela fez um gesto convidativo.

Embora a cidade subterrânea tivesse deixado Tang San extremamente surpreso, especialmente com as restrições das habilidades espirituais, ele manteve uma calma atitude de aceitação, seguindo aquela mulher pelos portões. Talvez fosse por causa do emblema de identificação em sua mão, mas ninguém o parou.

Entrando na cidade, o que Tang San viu foi um mundo roxo azulado. Lanternas estavam penduradas dos dois lados da rua, todas elas emitindo apenas essas duas cores de luz. O que o deixou um pouco surpreso foi que não havia poucas pessoas ali e nenhuma delas prestou qualquer atenção num forasteiro como ele. Exceto por tudo parecer ofuscado, o que ele viu inesperadamente não era diferente de uma cidade normal.

“Eu sou sua guia. Você pode me perguntar sobre qualquer coisa que você não entender. Dentro de vinte e quatro horas, eu responderei todas as suas perguntas. Após vinte e quatro horas, esse é o lugar em que você irá viver e você formalmente se tornará um cidadão da Cidade do Massacre.”

Tang San assentiu, dizendo: “Cidade do Massacre, que tipo de lugar é esse?”

A jovem mulher mascarada disse: “Um paraíso. Um paraíso da depravação.”

Tang San franziu o cenho, “tão simples assim?”

A jovem mulher mascarada assentiu afirmando.

Tang San disse: “Então como a Cidade do Massacre foi fundada?”

A resposta da jovem mulher mascarada satisfez Tang San dessa vez.

“A Cidade do Massacre já existe há mil anos. De acordo com a lenda, ela é o domínio deixado para trás após um formidável Mestre dos Espíritos atravessar o centésimo nível. Aqui todas as habilidades dos Mestres dos Espíritos não têm efeito, as pessoas só podem contar com seus próprios instintos e força física para sobreviver. O poder espiritual pode ser usado como fonte de força.”

Tang San olhou para a jovem mulher mascarada, “então quais são as regras aqui?”

A jovem mulher mascarada disse serenamente:

“As regras são que não há regras aqui. Como um cidadão da Cidade do Massacre, você pode fazer o que quiser aqui. Mesmo se um Título Douluo vier aqui do mundo exterior, ele ainda ficará fraco por perder suas habilidades espirituais. Mas sob o governo do nosso Rei do Massacre, basicamente não há necessidade de temê-los. Na Cidade do Massacre, contanto que você tenha a capacidade, você pode fazer o que quiser. Mas eu preciso te avisar que precisamente por não haver regras aqui, você pode encarar perigos mortais a qualquer hora. Em certo sentido, esse é o paraíso do crime.”

“Paraíso do crime?”

“Sim. Há muitas pessoas que vem para cá precisamente porque elas não podem mais existir no mundo exterior e não tem escolha a não ser entrar. Após chegar aqui, eles não precisam mais se preocupar com perseguidores de novo. Cada cidadão da Cidade do Massacre tem direito à proteção da Cidade do Massacre.”

Tang San praticamente não prestou atenção nessa proteção. Já que ele entrou aqui por meio da força da violência, isso significava que qualquer um poderia fazer o mesmo. Mesmo sem habilidades espirituais, ainda havia o poder espiritual. Títulos Douluo ainda eram poderosos entre os poderosos aqui. Os criminosos realmente estavam seguros aqui?

“Senhor 9528. Eu entendo o que você está pensando.” A jovem mulher mascarada repentinamente disse.

Tang San a encarou sem reação por um momento, “você sabe o que eu estou pensando?”

“Você definitivamente está se perguntando como a Cidade do Massacre pode proteger os seus cidadãos, certo?”

O coração de Tang San tremeu, “como você sabe?”

A jovem mulher mascarada disse:

“Porque cada recém-chegado na Cidade do Massacre pensa a mesma coisa. Mas logo eles desistem dessa ideia. Para entrar na Cidade do Massacre é preciso passar por um teste e uma prova de massacre. Embora você tenha entrado por meio de um método peculiar, você tem intenção assassina suficiente. Além disso, você derrotou o lorde cavaleiro do medo. Portanto, você obteve a permissão para entrar. Porém, há mais uma coisa da qual eu preciso avisá-lo. Entrar na Cidade do Massacre é simples, mas sair é praticamente impossível.”

“Você só pode entrar e jamais pode sair?” Tang San olhou um pouco chocado para a jovem mulher mascarada. Ele não acreditava que seria incapaz de escapar.

A jovem mulher mascarada balançou a cabeça, dizendo:

“Há times especiais de execução das leis dentro da Cidade do Massacre. Você encontrou com o lorde cavaleiro do medo Scott, mas ele é apenas um dos membros do time de execução. O poderoso Rei do Massacre controla tudo aqui e os poderosos do time de execução são todos Douluo Espirituais a quem o Rei do Massacre permitiu a capacidade de usar habilidades espirituais. O capitão é até um Título Douluo. Uma vez várias pessoas tentaram escapar, mas não houve exceções no resultado final.”

Tang San ficou chocado. Se dizendo que Títulos Douluo que não podiam usar habilidades espirituais ainda eram formidáveis, então Títulos Douluo que não conseguiam usar suas habilidades espirituais definitivamente seriam incapazes de derrotar Douluo Espirituais que conseguiam. Além disso, de acordo com o que a jovem mulher mascarada disse, o capitão do time de execução das leis da Cidade do Massacre era, na verdade, um Título Douluo que podia usar habilidades espirituais. Não era de se admirar que ela dissesse que era impossível escapar.

“Não há nenhuma forma de sair?”

A jovem mulher mascarada calmamente disse:

“Não exatamente. Há apenas uma forma de sair da Cidade do Massacre. Isso é, se tornar o campeão da Arena do Massacre Infernal, obtendo as qualificações para desafiar a Estrada do Inferno e, após atravessar a Estrada do Inferno, você poderá sair da Cidade do Massacre. A cada um que fizer isso será concedido o título de Deus da Morte. Na história de mil anos da Cidade do Massacre, só apareceram, ao todo, oito Deuses da Morte.” [3]

Oito em mil anos, que tipo de figura desequilibrada era essa?

“E se alguém falhar no desafio?” Tang San perguntou atentamente.

A jovem mulher mascarada sorriu: “Não há derrotas na Cidade do Massacre. Apenas sucesso e morte. É assim para todas as coisas.”

Tang San sorriu levemente, “parece que esse lugar realmente é digno de ser a Cidade do Massacre.”

A jovem mulher mascarada disse:

“Não existe moeda dentro da Cidade do Massacre, qualquer comida e bebida é provida sem custo. É claro que as venenosas não estão excluídas. Aqui pessoas mortas são a coisa mais valiosa. O número de crânios humanos que cada pessoa possuí simboliza sua força. O sangue e os crânios dos oponentes que você pessoalmente decapitar podem ser usados para trocar por outros artigos.”

Uma luz fria passou pelos olhos de Tang San. Parecia que era como seu pai havia dito, qualquer um aqui havia vindo pela estrada da morte.

“Certo, leve-me para a Arena do Massacre Infernal.” Tang San disse indiferentemente.

A jovem mulher mascarada o encarou sem reação por um momento.

“Você tem certeza? Entrando lá, menos de uma a cada dez pessoas consegue voltar viva. Aquele é o lugar onde é mais fácil para a população da nossa Cidade do Massacre diminuir. Cada pessoa precisa entrar na Arena do Massacre Infernal pelo menos uma vez por ano. Contanto que eles consigam passar por uma luta, eles podem viver na Cidade do Massacre por mais um ano.”

Tang San disse calmamente: “Eu tenho certeza, vamos agora.”

Com o Olho do Demônio Púrpuro, Tang San pôde vagamente ver as elegantes sobrancelhas da face da jovem mulher se enrugarem levemente por trás da musselina negra.

“Já que é assim, então siga-me.”

Terminando de falar, a jovem mulher mascarada andou na direção do centro da cidade. O passo que ela manteve foi bem calculado, seguindo ao lado de Tang San por todo o caminho, a apenas meio passo à frente dele.

Tang San também não estava com pressa, apenas calmamente observando tudo ao seu redor.

Enquanto eles andavam, uma figura de repente se ergueu em um dos lados da rua. Ele previamente estava em um canto escuro e até Tang San não o havia percebido.

“Oh, há um novato, parece que haverá uma nova Bloody Mary. Gaga.”

Passando seu olhar por essa pessoa, Tang San não pôde evitar franzir o cenho. A idade de quem falou não podia ser discernida, porque a sua estatura era realmente muito extraordinária. Seu corpo inteiro não parecia ter dois liang de carne unida. Se ele não tivesse uma camada de pele, poderia ser fácil confundi-lo com um esqueleto humano. Além disso, uma simples observação mostrou a Tang San que isso não era porque ele havia cultivado algum método especial. Seu Qi e sangue estavam ambos vazios, ele podia morrer a qualquer momento. [4]

“Pessoas como ele também podem passar pelas batalhas da Arena do Massacre Infernal uma vez por ano?” Tang San perguntou à jovem mulher mascarada.

Aquele esqueleto então viu a jovem mulher mascarada do outro lado de Tang San e pareceu que ele havia encontrado alguma coisa assustadora, não mais se atrevendo a dizer qualquer coisa e rapidamente desaparecendo na escuridão de novo.

“É claro que não. Nem todo mundo precisa passar pelo batismo da Arena do Massacre Infernal. Afinal, a taxa de mortalidade ali é muito alta. Além de experienciar as lutar na Arena do Massacre Infernal todo ano, ainda há outra forma de sobreviver na Cidade do Massacre. Isso é, contribuir com dois copos de Bloody Mary a cada mês.”


Tradutora: Brinn   |   Editor: Myko



[1] (杀戮之都) “Capital do Massacre” ou “Metrópole do Massacre”.

[2] Sovela: Ferramenta usada para perfurar couro (https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/loja2/3a292e4cd0598d2fb0917c63eb6b44d0.jpg)

[3] (杀神) “Deus Matador” ou “Deus Assassino” para ser específico, mas Deus da Morte soa melhor.

[4] 2两 = 100 g.

Contribua com a Novel Mania!