ATG – Capítulo 1295 – Maldição Cruel


— Demônia! — Praticamente todo espaço entre os dentes de Yun Che sangravam enquanto ele preferia: — Caso se atreva a feri-la… Juro que a farei passar por um destino pior que a morte!

Yun Che nunca parou de ranger seus dentes enquanto xingava Qianye Ying’er. Essa era apenas a segunda vez que ele via essa mulher, mas já a estava odiando mais que qualquer outra mulher que encontrara em sua vida. Ele também nunca se sentiu tão impotente… No passado, não importava quão desesperadora a situação se parecesse, ele sempre foi capaz de realizar uma aposta desesperada mesmo contra alguém como o Soberano Diabo do Massacre Lunar. Mas… a diferença entre Qianye Ying’er e ele era simplesmente larga demais, tão larga que até a distância entre céu e terra não serviam de comparação.

Todas as palavras e táticas não eram nada mais que uma piada diante de uma diferença dessas.

— Um destino pior que a morte?

Qianye Ying’er pausou quando ouviu as palavras de Yun Che. Ela lentamente se virou para olhá-lo antes de perguntar: — Yun Che, você tem certeza que entende o significado de um destino pior que a morte?

Uma luz dourada demoníaca lampejou em suas pupilas, e densos padrões dourados apareceram por todo o corpo de Yun Che. Então, ele estremeceu violentamente enquanto sentia algo semelhante a um milhão de flechas perfurando seu corpo, ou inumeráveis agulhas penetrando sua alma…

— AH!!!!

Se havia uma coisa que Yun Che menos temia no mundo, dor aguda poderia ser essa coisa. Isso porque os ferimentos que ele havia sofrido eram inimagináveis para pessoas comuns. Houve muitas vezes em que ele esteve terrivelmente ferido ou em seu leito de morte, mas ele estava tão acostumado a dor que nunca proferiu uma palavra sequer.

Mas no momento que a luz dourada lampejou nos olhos de Qianye Ying’er, ele berrou como se estivesse chorando sangue até seu corpo parecer completamente deformado.

— EGAAAAAAAHHHH…

— AAAAAAAAHHHHHHHHHH——

O grito descomunal que parecia vir das profundezas do próprio purgatório soou pelos céus da região inicial, e cada berro era apenas pior que o último… Quase não havia qualquer pausa entre os gritos. Qualquer um que os escutasse sentiria arrepios do fundo de seus corações, se perguntando que tipo de dor a pessoa berrando estava sofrendo para berrar tão terrivelmente como estava…

A garganta de Yun Che estava completamente rouca. Sua face totalmente sem sangue. Ele sentiu como se incontáveis espinhos venenosos e lâminas estivessem perfurando e arrancando pedaços de sua carne e alma, e a dor que infligiam era centenas ou milhares de vezes pior que ser torturado, ou ser despedaçado membro por membro via execução…

Sua alma afundou às profundezas do abismo, mas seu corpo ainda não conseguia se mover uma polegada de onde estava. Seu corpo tremia violentamente como uma minhoca moribunda, e ele estava encharcado da cabeça aos pés em suor frio no período de apenas algumas respirações… uma poça de suor se espalhava em um ritmo chocantemente assustador sob seu corpo…

“…” Xia Qingyue fechou seus olhos, sobrancelhas tremendo com dor.

Qianye Ying’er não mostrou qualquer sinal de desconforto ou pena apesar de Yun Che berrar como se seu coração e pulmões estivessem sido arrancados de seu corpo. Na verdade, seus belos lábios — Um par de coisas que eram ainda mais belos e delicados que uma flor — se curvaram em um sorriso alegre. — Você entende o que um destino pior que a morte realmente significa agora?

— Demô… nia… AAAAH…

Incontáveis vasos sanguíneos estouravam dentro dos olhos de Yun Che, e ele quase havia esmagado todos os seus dentes por estar mordendo com força demais. A palavra que ele proferiu — irreconhecível por sua voz ter quase desaparecido — tinha apenas duas sílabas de extensão, e ainda assim o fez gastar quase toda sua força de vontade restante para proferi-la. Depois disso, seus berros apenas ficaram mais e mais altos, e mais dolorosos.

— Oh? — Qianye Ying’er cerrou seus olhos. — Você ainda consegue falar? Realmente notável. Que tal… isso?

Suas pupilas lampejaram em dourado mais uma vez, e os padrões dourados cobrindo o corpo de Yun Che ficaram mais brilhantes e claros.

— WAAAAAAAAAHHHHHHHH——

O berro descomunal instantaneamente ficou dez vezes mais forte que antes, estendendo-se para quase todo canto do ponto inicial. Ele era tão terrível que até as nuvens no céu, e a poeira no chão, pareciam estar tremendo em resposta à sua dor. Yun Che podia claramente sentir cada nervo, cada veia e cada mínima labareda de sua alma sendo perfurados, esticados, distorcidos e rasgados por incontáveis lâminas frias…

Era um tipo de dor que nem mesmo Yun Che podia sequer imaginar ou suportar…

Ele estava literalmente destruindo sua própria garganta e tossindo sangue toda vez que berrava. Todo seu corpo, suas próprias células, sacudiam violentamente devido à pura quantidade de dor que lhe era causada. Seus vasos sanguíneos incharam como minhocas estufadas, como se dezenas de milhares de minhocas estivessem se contorcendo sob sua pele…

A Marca de Desejo de Morte da Alma de Brahma… ninguém que não houvesse experimentado a maldição podia sequer imaginar quão terrível ela realmente era, nem conhecer os verdadeiros dezoito infernos.

Yun Che sempre se orgulhara de sua firme força de vontade, e tanto seu corpo e alma haviam sido temperados por incontáveis testes cruéis no passado. Ele não havia recuado mesmo quando atormentado pela Flor Udumbara do Submundo que colhera para Jasmine…

Mas agora, ele realmente desejava estar morto só para que pudesse escapar dessa tortura inumana.

— Você ainda consegue falar? Não? — Até a mais dura pessoa sentiria pena por alguém que estivesse sofrendo tanta dor assim, mas o meio sorriso de Qianye Ying’er mostrava que ela não estava minimamente comovida pela visão diante de si. — Você agora sabe por que é chamada de Marca de Desejo de Morte da Alma de Brahma?

— É por ser uma maldição que faz você admirar a maravilha que é a morte. Ela te faz desejar a morte mais que qualquer coisa na sua vida.

— A dor que ela traz é algo que transcende a alma. Em resumo, não é algo que possa ser resistida pela força de vontade da pessoa de maneira nenhuma. Então deixe de lado o fato de você ser apenas um júnior lamentável que viveu por várias dúzias de anos, até um rei de reino ou um imperador divino de um reino Real se ajoelharia e imploraria por misericórdia, ou morte!

— Você deve estar querendo muito morrer, não está? Você de repente passou a perceber que a morte é a coisa mais maravilhosa neste mundo?

— UGAAH… AAAAH… AAAAAH! A única resposta que Yun Che pôde lhe oferecer foi um berro sangrento, gutural. Suas feições faciais haviam ficado completamente distorcidas pela dor, e seus dedos espasmantes se pareciam com as garras definhadas de um animal.

— Por falar nisso — continuou Qianye Ying’er, falando tranquilamente —, A Marca de Desejo de Morte da Alma de Brahma é uma marca de maldição que plantei com minha origem de alma, então…

Ela sorriu: — Você nunca se libertará desta maldição a menos que eu te liberte por vontade própria, ou morra. Nem mesmo seu pai adotivo, o Monarca Dragão, ou dez Monarcas Dragão podem te libertar desta dor!

— Isso significa que você agora tem apenas três escolhas restantes em sua vida: ou você me obedece, implora para alguém te matar… ou fica no fundo deste inferno e leva uma vida pior que a morte pela eternidade!

Sangue se derramou dos dentes cerrados de Yun Che como uma fonte. Suas pupilas estavam arregaladas enquanto pareciam prestes a estourar a qualquer momento… As palavras de Qianye Ying’er eram como a mais cruel, mais demoníaca maldição que havia se gravado profundamente em seu coração e alma. Cada pedacinho de sua força de vontade e crença que já teve foram alagados pelo abismo de dor até tudo se transformar em trevas desesperadoras…

Finalmente, Yun Che parou de berrar e desmaiou completamente. Sangue ainda pingava do canto de seus lábios, todavia.

O padrão dourado no corpo de Yun Che desapareceu enquanto Qianye Ying’er se virava para olhar para Xia Qingyue. — Acho que posso mostrar alguma misericórdia e deixá-lo em paz por enquanto. Será barulhento demais realizar nossos negócios do contrário.

“…” Xia Qingyue abriu seus olhos lentamente… Mas não havia nenhum pânico, nenhuma dor, ou até mesmo qualquer súplica em seus olhos. Suas pupilas de alguma forma haviam desaparecido completamente, e tudo o que restava era… uma perturbadora tela de gelo e trevas.

Seus olhos fizeram Qianye Ying’er franzir um pouco.

As palavras congelantes saíram da boca de Qingyue enquanto encarava Qianye Ying’er: — Melhor você me matar agora, Qianye… ou juro que, um dia… minha mãe… e por tudo que aconteceu hoje…

— Te farei pagar mil vezes a mais!!

— Oh? É mesmo? — Mas os olhos assustadores de Xia Qingyue falharam em fazer Qianye Ying’er recuar minimamente. Ao contrário, Qianye Ying’er se moveu mais perto e olhou para ela com interesse. Então, começou a acariciar a parte de cima nua do corpo de Qingyue com repulsiva ternura: — relaxe, eu não vou te matar. Seria uma vergonha destruir um corpo como o seu, não seria?

Ela deslizou seu dedo para baixo descuidadamente, e a parte inferior das roupas de Qingyue também se espalhou ao nada. Seu corpo impossivelmente belo foi finalmente exposto ao espesso e pesado ar do Reino Divino do Início Absoluto.

Os olhos dourados de Qianye Ying’er lampejaram estranhamente mais uma vez. Ela elogiava enquanto traçava seus delicados dedos através das pernas perfeitas de Xia Qingyue: — Que par perfeito de pernas você tem. Duvido que possa haver outro par como o seu mesmo se cada jade perfeita do mundo fosse usada para esculpir algo igual a isso. Aposto que qualquer homem estaria disposto a carregá-las em suas costas e brincar com elas o quanto quisesse, mesmo se morresse por mil cortes amanhã.

Xia Qingyue: “…”

— Mas eles não merecem macular algo tão impecável quanto isso, é claro. Esses homens inferiores podem ser perfeitos para parceiras igualmente inferiores, mas como pode alguém tão perfeita quanto nós sermos usadas por qualquer homem?

Suas palavras eram sedutoras, e seus olhos nebulosos, mas ela não estava dizendo isso para quebrar a vontade de Xia Qingyue. Para ela, isso era o tipo mais básico de senso comum.

Qianye Ying’er havia desdenhado, e até desprezado todos os homens no mundo desde tenra idade. Do momento que uma jade de sua beleza fez sua aparição, ela foi banhada com incontáveis olhares de maravilha, desejo e luxúria. Os gênios, filhos orgulhosos, reis de reino, filhos de imperadores divinos, e até os próprios imperadores divinos pensaram que sua beleza triunfava sobre cada uma das outras que existiam no mundo, e eles estavam dispostos a descartar tudo— Até mesmo seus orgulhos e vidas— apenas para ganhar um sorriso e olhar de relance dela.

Eles não sabiam que ela pensava em todas as ações deles como “baixas”, todavia.

Em seu mundo, homem nenhum merecia uma segunda olhada dela exceto seu pai de sangue, o Imperador Divino do Paraíso de Brahma.

Ela nunca permitiria que qualquer homem sequer tocasse qualquer parte de seu corpo, nem mesmo seu dedinho.

Em anos recentes, Qianye Ying’er havia ido tão longe a ponto de cobrir seu próprio rosto. A plebe pensou que ela cobriu seu rosto para evitar que mais pessoas sucumbissem à sua beleza, mas na realidade… ela simplesmente pensava que os homens deste mundo não mais mereciam sequer captar até mesmo um vislumbre de sua face.

Seus pensamentos podem ser distorcidos, mas o problema era que ela tinha o poder para ser tão distorcida quanto quisesse.

Isso porque ela era a Deusa Monarca de Brahma!

Enquanto outras mulheres tentavam serem as esposas de um poderoso marido, bancar o papel de boa esposa e mãe, se embelezarem, melhorarem seu cultivo ou poder… ela estava perseguindo algo que os banais sequer se atreviam a pensar.

O caminho dos Deuses Verdadeiros!

Para este fim, ela faria qualquer coisa. Tudo podia ser manipulado, e tudo podia ser destruído desde que a ajudasse em sua busca pelo caminho dos Deuses Verdadeiros.

Seus dedos traçaram as belas e longas pernas de Xia Qingyue, antes de finalmente pararem em sua barriga. Seus olhos cerraram-se pouco a pouco: — Um corpo perfeito, e uma donzela ainda mais perfeita você é. É quase como se estivesse propositalmente guardando para mim.

— Para cultivar o Manual Celestial Desafiador do Mundo, é preciso portar um Corpo Aprimorado dos Nove Mistérios. Finalmente, eu posso começar…

Foi nesse momento que uma luz estranha cortou através névoa nos olhos de Qianye Ying’er.

RIP!!!!!!

O som de rasgo soava como se cortasse o próprio céu.

Uma fenda vermelho sangue apareceu diretamente acima da visão de Xia Qingyue e manteve-se teimosamente em existência.


Tradutor: Batata Yacon   | Revisor: Delongas


Se você gostou deste capítulo, CLIQUE Aqui ou Aqui ou nos dois, solucione o Captcha e aguarde de 5 a 10 segundos.

Assim estará apoiando o tradutor, revisor e preenchendo a meta para capítulos extras!



Fontes
Cores