ATG – Capítulo 1209 – Renascimento da Espada Punidora dos Céus



— Hong’er! Espera… um minuto!

Tendo vindo de encontro com tal iguaria, como possivelmente Hong’er poderia ter tido tempo para prestar atenção em Yun Che? Ela pulou na Espada Sagrada do Corvo Dourado com tanta velocidade que Yun Che não foi capaz de reagir a tempo. Whoosh! Logo em seguida Yun Che viu os olhos dela brilharem enquanto ela abria sua boca, revelando um dente canino branco, brilhante e afiado que estava indo dar uma mordida na Espada Sagrada do Corvo Dourado.

Sua saliva estava pingando da sua boca aberta de repente, enquanto sua mordida estava desenhada na lâmina da espada.

— Ah… Pare!!!

Yun Che ficou pálido devido ao susto, enquanto ele corria afobado. O motivo dele estar em pânico desta vez, com certeza, não era porque ele tinha medo que a Espada Sagrada do Corvo Dourado fosse danificada pela Hong’er… Que piada! O real motivo era que a Espada Sagrada do Corvo Dourado era um objeto divino que foi deixado para trás pela Era dos Deuses! Apesar de seu estado atual ser incomparável com o seu verdadeiro poder, ainda era um item no nível de um Deus Verdadeiro. Como poderia uma profunda espada ordinária se comparar com ela?

Yun Che na verdade estava com medo de Hong’er se machucar com a Espada Sagrada do Corvo Dourado.

Considerando o nível de poder da Espada Sagrada do Corvo Dourado, mesmo uma pequena mordida poderia ser o suficiente para ferir Hong’er levemente.

Mas Hong’er já tinha mordido a espada nesse período de tempo no qual Yun Che gritou de medo.

Clack!

Seguindo um som alto e transparente, um buraco com o formato de um dente canino havia aparecido na Espada Sagrada do Corvo Dourado.

O pedaço da espada estava sendo mastigado como se fosse um biscoito dourado.

Yun Che ficou com seus olhos arregalados enquanto seu corpo paralisava.
Hong’er tinha suas bochechas cheias, enquanto sua boca se movia para mastigar o pedaço da espada. Seus olhos brilhavam com uma luz escarlate de excitação. — Wow! Tão bom… tão saboroso!

A prisão infernal de repente se tornou agitada, e mesmo as pupilas da Fênix se contraíram de repente — Ela… Ela… O que exatamente ela é!?

A voz divina da Fênix estava tremendo em espanto… Isso era devido ao fato de que a cena diante de seus olhos era impossível de ser compreendida, mesmo por um ser do seu nível.

Foi apenas agora que Yun Che saiu do seu transe, como se ele tivesse acordado de um sonho. Então ele subitamente pulou em direção a Hong’er enquanto soltava um rugido — Hong’er! Você não pode comer isso!!!
Vendo um forte sopro de vento vindo em sua direção, Hong’er deixou sair um som de surpresa. Então ela começou a correr enquanto seu pequeno corpo fugia como se fosse uma luz turva, fazendo com que Yun Che errasse completamente seu alvo.

A Espada Sagrada do Corvo Dourado não tinha se movido nem um pouco, mesmo com todo o esforço de Yun Che, estava sendo levada pela Hong’er com facilidade. Ela fugiu para longe enquanto carregava a espada com tamanha simplicidade que parecia que estava carregando um galho que ela havia pegado no chão.

[email protected]#¥%… — Os globos oculares de Yun Che estavam quase pulando para fora de seu rosto. Logo após, ele abruptamente deu um grito estranho antes de voltar a correr atrás da Hong’er — Hong’er! Você realmente não pode comer isso!!!

— Wuaaah! — Vendo Yun Che perseguindo-a para pegar sua comida, Hong’er soltou um grito e correu de novo sem hesitar, enquanto carregava consigo a Espada Sagrada do Corvo Dourado que tinha aproximadamente duas vezes o seu tamanho.

Yun Che tinha um nível de cultivo relativamente elevado e também estava na prisão infernal. Porém, apesar disso, ainda havia uma distância muito grande entre ele e Hong’er. Num piscar de olhos ela já havia fugido ao ponto de parecer uma luz escarlate turva, mesmo com Yun Che perseguindo-a com sua velocidade máxima… E ela não estava apenas carregando aquela espada imensa enquanto corria como também estava devorando-a enquanto corria! Ambas os fatos eram suficientemente chocantes e aterrorizadores para fazer fantasmas e Deuses gritarem em espanto. Os sons da espada sendo devorada podiam ser escutados constantemente durante todo esse período enquanto ela continuava a morder e mastigar a espada…

Esse som passava a sensação de que a Alma do Corvo Dourado estava soltando gritos fracos de pavor.

Anteriormente, quando ele conheceu Hong’er e ela devorou sua velha espada, ele não foi capaz de pegá-la. Depois, ele novamente falhou em pará-la quando ela devorou a espada do Diabo da Noite Eterna. E agora, seu cultivo havia alcançado os últimos níveis do Reino da Tribulação Divina… mas continua incapaz de alcançá-la.

Em um curto período de tempo, Yun Che parou e desistiu de persegui-la. Ele passou a encarar Hong’er fixamente… e a Espada Sagrada do Corvo Dourado que estava desaparecendo rapidamente entre os braços dela.

Em dez respirações, a espada já havia sido totalmente devorada. Quando a lâmina da espada havia desaparecido completamente, a chama do Corvo Dourado que esteve queimando por um período desconhecido também sumiu completamente. Sobrando apenas um cabo sem graça.

Hong’er brincava com o cabo, conforme ela ficava em frente de Yun Che enquanto olhava para ele com seu pequeno rosto. Suas bochechas estavam cheias, pois ela estava mastigando o último pedaço da lâmina enquanto dava um amplo sorriso. Ela curvou suas sobrancelhas escarlates e requintadas e disse: — Eu já terminei de comer a espada, então seria inútil para o Mestre continuar a me perseguir. Hehehehe…

Gulp! Tendo comido o último pedaço da lâmina, Hong’er estreitou seus olhos com um olhar intoxicado em seu rosto e disse: — Tão bom. É tão saboroso, é melhor do que qualquer outra coisa que eu já tenha comido até agora. Mestre, você é tão bom por ter encontrado algo tão saboroso para eu comer.

Yun Che olhou diretamente para ela com sua boca aberta e não foi capaz de fechá-la por um longo tempo.

Essa era nada mais nada menos que a Espada Sagrada do Corvo Dourado…

A Espada Sagrada do Corvo Dourado!!!

Isso foi, na verdade, devorado por ela… como se fosse uma espada qualquer!?

Ela já tinha comido a Espada Diabólica da Noite Eterna antes… Apesar daquela espada já ter perdido toda a sua energia, ela ainda era uma antiga espada diabólica, e portanto, era um tanto assombroso ver como ela comia a espada inteira. Mas desta vez, ela tinha comido algo tão grande quanto a Espada Sagrada do Corvo Dourado!

A Espada Sagrada do Corvo Dourado era diferente da Espada do Diabo da Noite Eterna que já não tinha nenhuma energia restante. Ela havia sido deixada para trás pelo Corvo Dourado e o Espírito Divino da Fênix estava guardado-a… ela era uma espada divina que não tinha reconhecido ele mesmo depois de sua tentativa!

Quem teria imaginado que tal espada seria devorada pela Hong’er como se fosse uma espada qualquer!?

Hong’er tem sido sempre um monstro assombroso, mas isso…

— Ela… realmente… foi capaz de comer a Espada Sagrada do Corvo Dourado… Ela realmente…

A voz do Espírito Divino da Fênix estava tremendo… Não havia mais Deuses nesse mundo, então era inconcebível para um ser no nível de um Deus Verdadeiro sentir um arrepio de espanto.

— Quem é… ela? O que é ela?

— Ah… Hm… — Yun Che levantou sua cabeça. Ele respondeu vagamente antes de dar um jeito de responder de forma apropriada — Ela é… o espírito da espada que está em minha posse. Normalmente, ela apenas come espadas para se alimentar. Hmm… Eu também não sabia que ela podia comer algo como a Espada Sagrada do Corvo Dourado…

A mente de Yun Che estava uma bagunça. Oh porr*… O que devo fazer agora!?

Isso era um item divino deixado para trás por um Deus Verdadeiro , droga… Como isso pode acabar sendo devorado pela Hong’er? Isso não era mais um problema de desperdício e profanação da espada. Como eu vou compensar isso? Vou ter que oferecer minha cabeça como compensação, huh!?

— Espírito de espada? Existe um espírito desses… nesse mundo? — disse a voz da Fênix em dúvida. O que restava do poder de sua alma estava fixado em Hong’er. Ela podia ver a existência de Hong’er, mas inesperadamente, seu espírito não era capaz de sentir sua existência. — A Espada Sagrada do Corvo Dourado foi forjada a partir do “osso sagrado” do corpo do Corvo Dourado, ela havia sido feita a partir da energia existente no Caos Primordial, depois do Corvo Dourado encontrar sua morte, é quase impossível quebrar essa espada, mesmo para um Deus Verdadeiro. Então como é possível…? Apenas como ela fez…?

— Eh… Talvez… isso seja porque… — Yun Che queria achar um motivo, mas a espada era uma existência do nível de um Deus Verdadeiro, ela foi deixada por ninguém menos que o Corvo Dourado e ele estava encarando alguém com tanto conhecimento quanto o Espírito Divino da Fênix. Não importava o quanto ele tentasse, era impossível para ele encontrar uma explicação.

E foi nesse momento que Hong’er deixou escapar uma pequena exclamação de surpresa. Uma luz dourada incomum piscou em suas pupilas, subsequentemente, uma camada de chamas douradas começou a inflamar nela enquanto espalhava-se através de seu corpo.

— … ? — Após um momento, Yun Che expressou dúvida.

— Woah! Esse fogo parece igual ao do Mestre, é tão quentinho. — Hong’er abriu seus braços enquanto seus olhos brilhavam ao olhar para a chama que havia incendiado seu corpo por conta própria. Logo após, ela começou a estreitar seus olhos novamente, conforme sua voz baixava. — Hmm… Eu me sinto tão cansada de repente. Eu quero tirar um cochilo.

Depois de esticar corpo enquanto bocejava, Hong’er disse com os olhos cansados: — Mestre, Hong’er já está cheia, então eu vou voltar para dormir… Não faça barulho e acabe me acordando.

No momento que ela terminou suas palavras com uma voz suave, seu corpo se tornou em uma luz escarlate e turva e retornou para Yun Che.

Yun che estava atordoado… Ele com certeza não tinha usado o Registro do Mundo em Chamas do Corvo Dourado, então as chamas do Corvo Dourado que incendiaram na Hong’er eram dela?

Poderia ser que devido a ela ter comido a Espada Sagrada do Corvo Dourado alguma mudança ocorreu em Hong’er.

Pensado nesse ponto, Yun Che imediatamente invocou a Espada Punidora dos Céus.

A espada gigantesca apareceu alto no ar e Yun Che pegou-a para examinar sua aura, contudo, repentinamente seus braços sentiram-se muito pesados, como se estivessem sendo pressionados por uma montanha.

Boom!

A Espada Assassina de Diabos Punidora dos Céus forçou suas mãos e braços para baixo conforme acertava com firmeza o chão sob seus pés . Um som explosivo ressoou, como se um trovão que estava vindo dos nove céus tivesse estourado, fazendo a prisão infernal agitar de uma forma enlouquecida. A Prisão Infernal do Deus Sepultado inteira parecia tremer levemente.

O corpo de Yun Che estava curvado para baixo e seu olhos estavam completamente abertos. Ele estava desesperadamente segurando no cabo da espada, fazendo com que veias azuis aparecessem em seus braços e nos músculos de sua face que foram tensionados… Porém, a Espada Punidora dos Céus não se moveu uma polegada sequer.

Isso… Isso é…

Yun Che de repente rangeu seus dentes conforme ele usava toda a sua profunda energia. Seguida por um alto e claro som de rochas divinas explodindo sob seus pés.

De qualquer forma, a Espada Punidora dos Céus ainda não se movia nem um pouco. Era como se ela estivesse presa ali por um poder celestial.

Yun Che abaixou suas sobrancelhas e deixou escapar um grito leve conforme seu profundo poder aumentava drasticamente por ele abrir o portão do Ressoar dos Céus. Após o som abafado de um trovão ressoar ele finalmente conseguiu levantar um pouco a Espada Punidora dos Céus… A espada estava emitindo um poder de espada tão tirânico e aterrorizante que Yun Che estava com dificuldade de acreditar em seus sentidos.

Após algumas respirações, Yun Che finalmente consegui levantar a Espada Punidora dos Céus verticalmente. Então, ele balançou-a para baixo.

Boooom!

Um tremendo som de explosão ressoou e parecia que o mundo inteiro tinha sido chacoalhado. As chamas em frente dos olhos de Yun Che foram todas partidas. Yun Che emitiu um som abafado enquanto a Espada Assassina de Diabos Punidora dos Céus escorregava de suas mãos em um instante e acertava o chão. Seus braços estavam suspensos para baixo enquanto tremiam.

Esse balançar sozinho… apenas um balanço da espada consumiu toda a energia de Yun Che. Ele estava respirando desordenadamente como um boi conforme toda o seu corpo vacilava. Ele quase não conseguiu sentir os braços.

Mas ele não tinha tempo para se importar com coisas assim. Ele estava olhando para frente nesse momento.

A prisão infernal estava tremendo e havia uma marca de espada longa e escarlate na Prisão Infernal. Tirando o poder de queimar o mundo dessas chamas, a marca escarlate da espada existia claramente no meio dessa chamas e não parecia haver qualquer sinal de que estava desaparecendo, mesmo depois de se passar um longo tempo.

Esse lugar não fazia parte de um mundo comum, afinal era o fundo da Prisão Infernal do Deus Sepultado!

— Isso é… meu… poder…? — Yun Che abaixou sua cabeça conforme ele murmurava para si mesmo em descrença enquanto olhava para seus braços enfraquecidos.

— A aura da Espada Assassina de Diabos… — disse o Espírito Divino da Fênix. — Não… a aura da Espada Sagrada do Corvo Dourado está misturada nela também!

— Essa espada… na verdade se fundiu com o poder da Espada Sagrada do Corvo Dourado por conta própria!? Apenas o que exatamente ela é…?

Yun Che não respondeu. Ele sentou de pernas cruzadas enquanto ofegava e pegava o cabo da Espada Punidora dos Céus com ambas as mãos. Ele não tinha mais a energia para levantá-la de novo… mas seus olhos estavam brilhando com uma luz incomum de excitação.

Yun Che tirou uma das Pérolas da Roda do Tempo. Antes que ele pudesse utilizar sua profunda energia para ativá-la, as chamas da prisão infernal já haviam queimado-a forçando sua ativação o que fez com que uma barreira se expandisse ao redor de Yun Che sem fazer barulho.

Na Região Divina Leste, no Reino do Deus Lunar.

Esse lugar é uma existência transcendental, dado pelo seu status como um dos quatro Reinos Reais da Região Divina Leste. Diversas pessoas haviam se curvado para esse lugar assim como haviam almejado isso por muitos anos. Era um lugar muito mais sagrado do que o Palácio Lunar dos mitos e lendas do mundo secular.

O Hall da Imperatriz Divina estava localizado no Palácio do Deus Lunar, o qual estava localizado no núcleo do Reino do Deus Lunar. Era um lugar sagrado entre os lugares sagrados.

Mesmo alguém tão notável quanto um Deus Lunar, que podia desdenhar de todas as criaturas vivas no mundo, não ousaria colocar seu pé nesse lugar.

Aqueles que vivem em um lugar de tão alto nível como o Reino do Deus Lunar basicamente desdenham da perseguição de coisas extravagantes. Mas cada polegada e canto do Hall da Imperatriz Divina poderia ser descrito apenas com duas palavras: extremamente extravagante. Vidro lustrado Lunar havia sido usado como azulejos e tijolos para esse lugar, as mesas e cadeiras eram feitas de madeira da Árvore Lunar Oculta e roupa de cama, cama, cortinas e o resto das coisas nesse lugar eram tão majestosas que uma pessoa comum não seria capaz de sequer imaginar isso.

O motivo para todo esse luxo era que esse lugar era a residência da mulher mais majestosa em todo o Reino do Deus Lunar.


Tradutor: Reroz | Revisor: Delongas



Notas:
Observalongas: Pra quem acha que lembra da última vez que a Hong’er agiu assim, aqui vai um lembrete: http://novelmania.com.br/chinesa/atg-indice/atg-capitulo-932/


Fontes
Cores