Uma breve história da tradução por entre as eras: No Século XVII (5)

Don Quixote e Zé Chupança

Bom dia caros mancebos. Aqui vos apresento mais uma das nove partes de “Uma breve história sobre a tradução por entre as eras”. Especificamente nesta parte, o autor descreve como fora a tradução no século XVII e de seus principais personagens que nela viveram. E como puderam perceber pela foto de início, já de cara mostra uma obra que ganhou extrema notoriedade na Europa naquele período.

Continue lendo…

Uma breve história da tradução por entre as eras: No Século XVI (4)

Boa noite queridos e almejados leitores desta seita. Aqui vos trago a quarta parte que descreve como fora a tradução no século XVI e como neste mesmo século tantos acontecimentos sucederam-se para chegar ao que é hoje. Ademas, gostaria que comentassem sobre o que estão achando dos artigos esperando eu, realmente, que estejam gostando, pois aqui faço uma contribuição ao mundo da tradução. Então… até o próximo artigo.

Continue lendo…

Uma breve história da tradução por entre as eras: Na Idade Média (2)

iluminadores

Bom dia caros leitores, aqui vos trago a segunda parte do artigo que estou traduzindo. Aqui falará dos aspectos e da historicidade da tradução na Idade Média, tempo de grandes cavaleiros que batalhavam contra dragões para salvar a princesa que a mercê estava do monstro e de trovadores que espalhavam suas poesias em forma de canto ao tocar belas melodias com seus alaúdes, provocando no coração do jovem mancebo desejo pelos relacionamentos humanos junto o ardil sentimento que arde em nosso peito até hoje — a paixão.

Continue lendo…

Fontes
Cores