VM – Capítulo 28 – Treinamento feroz!



Depois que Tyler fechou o negócio ele voou direto para o Texas. Ele queria fazer outra entrega e chegar mais cedo na capital, Parte da competição exigia que o candidato tivesse vários nobres lhe apoiando.

Além dos produtos de sempre ele comprou várias coisas para agradar os nobres!

As papeladas que tornavam Tyler o dono de múltiplas empresas já haviam chegado, ele agora era dono de cinco empresas, uma construtora, uma revenda de veículos, uma exportadora de armamentos, uma de aluguel de espaços para armazenagem e uma distribuidora de produtos para camping.

Sua primeira compra grande seria 200 espingardas de caça no calibre 22, as armas no calibre 22 são baratas e muito fáceis de manejar, geralmente são as armas que todos os atiradores iniciam, uma boa espingarda semiautomática com mira telescópica custa apenas $250 dólares! E uma caixa com 50 munições custa 3 dólares!

Isso não pesaria nada no bolso de Tyler. Apesar do projétil não ser maior que um caroço de azeitona, ele é dezenas de vezes mais potente que uma flecha!

O alcance e a taxa de disparo não é algo que se possa comparar! Tyler queria armar bem sua cidade e começar a preparar seus homens, afinal ele não sabia quais eram as provas preparadas pelo rei!

Tyler comprou também um conjunto completo de uniforme para cada guarda da cidade, bem como lanternas, mochilas, facas e cantis.

Na RH Interprises os garotos já haviam baixado 315 terabytes de arquivos! Tyler estava muito feliz ele já tinha conseguido muito mais do que conseguiria sozinho.

“Garotos eu vou passar um tempo fora!” Tyler disse aos meninos na sala de reunião da empresa.

“Onde o senhor vai?” Night Up perguntou curioso.

“Alguns amigos das antigas me procuraram… vou sumir por um tempo, mas não se preocupem vou voltar logo!”

“Como assim o senhor vai sumir?” HD também estava curioso.

“Meninos, existem coisas que é melhor não saber… quem sabe um dia eu conte tudo, mas hoje eu quero que vocês ainda durmam direito!” Tyler fazia um tom de mistério que deixava todos apreensivos!

“Os illuminati sabem de nós?” Night Up perguntou.

“Não, mas um informante meu está sendo caçado por eles, vou ter que ajudá-lo antes que seja tarde. Minha encomenda da Califórnia chegou?” Tyler estava falando das espadas que ele tinha comprado.

“Sim, uma caixa grande acabou de chegar.”

Tyler nem a abriu, ele simplesmente colocou no caminhão! Ele estava pronto para ir, faltava mais de uma semana para fechar os trinta dias pedidos pelo rei.

Tyler ia chegar um pouco mais cedo na cidade, treinar os guardas e fazer um pequeno levantamento de terreno!

Duas compras que ele tinha feito eram muito importantes, a primeira era um bom drone!

Tyler comprou um com uma excelente câmera embutida e com o visor já no controle, existia apenas uma pequena dificuldade em controlá-los porque no outro mundo não tem satélites GPS no céu! Algumas funções como retorno seguro ou movimentos pré-programados não funcionavam, até a estabilização ficava mais difícil. Entretanto era preciso apenas mais um pouco de prática nos controles que dava tudo certo!

A segunda compra era uma espingarda calibre 12 de ação semiautomática! Era uma Fostech Oringin, era leve, robusta e pequena. Vinha com um pente de 8 munições ou um tambor para 20. Tyler queria uma arma dessas para situações bem específicas onde teria que caçar grandes animais em um espaço apertado, poderia ser em cavernas ou em florestas densas!

Ele apenas queria reafirmar sua postura nesse local, se fosse para pecar que seja por excesso e não por falta de equipamentos. Seu kit médico não iria ser uma exceção, ele iria estar pronto para fazer até pequenas cirurgias se fosse preciso!

Tyler saiu em direção a caverna, dessa vez ele não iria de ATV para a capital, mas sim no seu Ford bronco, antes Tyler tinha até pensado em esconder a tecnologia, todavia agora que seus planos eram conquistar esse lugar ele sabia que teria que provar que era poderoso e capaz!

Andar de carro e atirar com o seu fuzil intimidavam e impressionava as pessoas!

Era início da noite quando Tyler atravessou.

“Noeru, está me ouvindo?” Tyler chamou pelo rádio.

“Sim, mestre!” o homem rapidamente respondeu.

“Venha até a montanha com os homens!”

Tyler sabia que eles não iriam demorar muito, pois ainda estavam derrubando as árvores para abrir uma estrada.

Em pouco mais de vinte minutos eles apareceram.

Embora a estrada não estivesse totalmente pronta o carro conseguiu passar sem problemas. Quando Tyler voltou para sua mansão o ministro Morimoto já lhe esperava.

“Lorde Newman, que bom que retornou mais cedo!”

“Vim pois tinha que cuidar de alguns assuntos da cidade e me preparar para a competição pelo trono!”

“O lorde vai competir?” O ministro perguntou.

“Competir não é a palavra correta, eu vou ganhá-la com toda certeza. O fato de eu estar na competição é mera formalidade!”

Se o ministro tivesse ouvido isso de qualquer outro homem ele diria que a pessoa era extremamente arrogante, contudo isso veio da boca desse velho misterioso, então ele acreditou imediatamente.

“Vai participar?” Tyler perguntou.

“Não acho que tenho chances!” O homem suspirou.

“Entendo, quem acha que irá competir?” Tyler queria ter algumas informações antes de chegar na capital.

“Tem o lorde Hélio, ele é considerado o mais forte, tem o lorde Ramir, filho do lorde Sebastian e por último o lorde Dalee.”

“E o senhor está apoiando quem?”

“Não estou apoiando ninguém no momento!”

“Ótimo! Seu apoio será muito bom, lembre-se eu sempre ajudo aqueles que me ajudam…”

Tyler não disse o resto e deixou a cargo da imaginação do homem o que ele faria com quem não lhe ajudasse.

“Será mais que um prazer!” O pobre coitado disse enquanto gotas de suor escorriam pela sua testa.

“Tenho um presente para lhe dar!”

Tyler foi até o carro e pegou uma das espadas que tinha comprado de Denys, para ser sincero Tyler nem viu qual era, ele simplesmente pegou a primeira.

“Mas… iss…” O homem ficou sem palavras. A leveza da espada, o equilíbrio e aquele lindo padrão que o damasco deixava fez aquele senhor ir a loucura, embora ele fosse um comerciante e não um guerreiro, as espadas eram um sinal de status!

É quase igual aos carros esportivos, muitas pessoas que os compram nunca fazem tudo o que o carro é capaz de fazer, mas tê-los é algo que todos desejam.

“Não gostou?” Tyler provocou.

“Céus, ela é maravilhosa, está equiparada até mesmo com as espadas feitas por anões ou elfos!”

“Então, vai aceitá-la?”

“Mas é claro!” Aquele homem mal podia conter sua alegria.

“Que bom, fico feliz em agradá-lo.” Tyler estava fazendo um jogo de bate e assopra, dando a entender que se o homem o seguisse seria bem recompensado e se estivesse contra ele irá se dar mal.

Depois de saber um pouco mais sobre os possíveis competidores, Tyler despachou o ministro para cuidar dos assuntos internos.

“Quais são as novidades Thoran?”

“Lorde Newman, eu tenho aqui os balanços dos nossos impostos e também alguns pedidos de comerciantes que pedem para montar lojas na cidade!”

“Me deixe ver os papéis, há algo de especial nos pedidos dos comerciantes?” Tyler perguntou enquanto passava a vista nos números.

“Os novos comerciantes são todos mulheres!”

“Apenas mulheres, qual o motivo?” Tyler estava intrigado.

“Acho que temos três motivos, primeiro o senhor agora tem os menores impostos de todo o reino, segundo; todos ouviram falar que o senhor é um grande guerreiro e comerciante e o terceiro é que o senhor deu os mesmos direitos para elas.”

“Isso é bom, aprove todos os pedidos e suspenda os impostos por meio ano!”

“Entendido!”

“Noeru, reúna todos os guardas da cidade aqui em meia hora!”

Em menos de vinte minutos 200 homens estavam alinhados na sua frente.

“Senhores, eu quero que olhem para cada um que está ao seu lado!” Tyler começou o seu discurso inflamado.

“Sejam gratos pelo destino que os presenteou com esse momento! Hoje vocês serão os primeiros raios de luz do alvorecer de uma nova era!”

Os guardas olharam uns para os outros sem entender.

“O ferro só se torna bom e útil quando temperado pelo calor das chamas e pelas pancadas do ferreiro! Acreditem em mim quando eu lhes digo que vocês neste momento não são nada! Mas se tiverem a perseverança e a força para superar os obstáculos dados… poderão se chamar de homens de verdade.”

“Acreditem em mim quando eu digo que não quero todos vocês me servindo! Existem maçãs podres no meio de vocês e o meu trabalho é retirá-las! Nas próximas semanas eu irei levá-los ao inferno, e somente os capazes de ir ao inferno e voltar mais forte serão dignos! Quem quiser permanecer dê um passo à frente!”

Com dúvidas e assustados com esse discurso, 10 homens não deram o passo à frente.

“Ótimo, alguém mais?”

Ninguém se mexeu.

“Agora entreguem suas almas para Deus, pois seus corpos agora me pertencem!”

O sangue nas veias deles congelou devido ao medo. O que esse velho iria fazer com eles?

“De agora em diante a primeira palavra que sair da boca de vocês é senhor e a última também é senhor, entendido?”

“Senhor, sim senhor!”

“Bom agora cada um, vista uma dessas roupas!” Tyler apontou para a caixa com os uniformes militares.

Os homens rapidamente correram até a caixa e se trocaram, pode-se dizer que eles estavam felizes em usar aquela roupa, eles viram Noeru e Tyler usando essas vestimentas e acharam um símbolo de status muito alto tê-las.

Agora todos bem uniformizados com as roupas e botas militares, Tyler disse. “Não pense que será fácil vestir essa roupa, ela tem um preço! E eu vou cobrar ela com sangue e suor!”

Tyler olhou de novo. “Vamos correr dez voltas ao redor da cidade!”


    Autor : Lion | Revisor: Bczeulli



Fontes
Cores