VM – Capítulo 23 – Uma boa mentira traz bons resultados!



“Querem mesmo?” Tyler tinha perguntado tão sério, que aqueles meninos acreditaram mesmo que estavam entrando em uma missão especial! Que eles eram a última esperança da humanidade!

“Sim!!!” Todos acenaram, havia um olhar decidido no rosto de cada um.

“Quais são os nomes de vocês?”

“Eu sou o Night Up!” Disse o líder.

“E eu sou Shift!” Disse o gordinho.

“Meu nome é Driver!” O magrelo falou.

“O meu é Byte!” Respondeu um que tinha um narigão!

“Eu sou o HD!” Falou um baixinho.

Tyler quis começar a rir, que tipo de nomes eram esses? Pareciam nomes de energéticos fuleiros!

“De agora em diante vocês irão fazer parte da missão Arca 2.0! Nosso trabalho será dar uma chance a humanidade!”

Tyler pôs a mão no centro e todos colocaram também! Esse momento foi lindo…

Os meninos tinham lágrimas nos olhos.

“Qual será nossa primeira tarefa?” Night Up perguntou.

Tyler pensou por um momento e então falou. “Eu quero informações! A tarefa principal de vocês será a coleta de tudo o que for possível!”

Os meninos fizeram um olhar estranho.

“Por exemplo, tentem fazer uma pasta de arquivos sobre medicina! Peguem vídeo aulas, livros, artigos científicos e etc. qualquer coisa relacionada! Não teremos muitas pessoas capacitadas a ensinar então façam com as informações estejam de um modo simples para que uma pessoa possa aprender só!”

“Entendi, é quase como se o senhor quisesse uma faculdade por vídeo aula!” Shift disse!

“Sim essa é a ideia, mas eu quero de tudo! Tipo façam uma pasta ‘veículos’ lá dentro coloque uma sub-pasta caminhões. Nessa pasta coloque o maior número de desenhos técnicos, informações das peças e tudo mais nela! Assim se uma pessoa pegar essas informações ela poderá fazer no futuro!”

“Ahhh, eu entendi porque o nome é Arca 2.0, o senhor quer que possamos ter o conhecimento para começar a humanidade do zero se for preciso!!!”  disse HD.

“Exatamente, lembrem-se os illuminati vão destruir toda a internet e os meios de comunicação! Temos que ter um meio para começar!!!”

Com essa explicação de Tyler todos tinham captado a ideia.

“Temos que comprar muitos Hds!”

“Podemos já ir procurando informações agora!”

“Temos que juntar todos os hackers!” Night Up disse.

“Tem mais de vocês?” Tyler perguntou!

“Nós somos quase duzentos ao todo, se mostrarmos essas fotos… não há dúvida de que eles irão trabalhar também!”

Fascinante! Tyler estava usando todo o seu domínio próprio para evitar que sua boca mostrasse o sorriso maligno que ele tinha dentro de si!

“Escutem todos, agora vamos montar nossa estratégia de guerra!”

Tyler e os garotos ficaram conversando e montando todo um planejamento, eles fizeram cargos, distribuição de tarefas, checagem de qualidade, etc. Tyler se surpreendeu com a eficiência deles.

“Senhor Newman, como vai resolver o problema da prata e do ouro?”

“Pode me chamar de tio Ty, vender para essas casas de penhor dá muito trabalho, se tivéssemos uma empresa poderíamos vender em maior quantidade a um preço melhor também!”

“Tio Ty, para quem o senhor quer vender?”

“No centro de Manhattan existe o Diamond District, é um distrito judeu especializado em ouro, prata e pedras preciosas! Se eu tivesse um contato lá vender tudo isso seria moleza.”

“Acho que o R2-D2 é especialista em fazer empresas fantasmas!” disse Night Up.

“O robô de Star Wars?” Tyler perguntou sem entender!

“Não, esse é o codinome de um hacker da nossa aliança, ele trabalha de vez em quando fazendo umas empresas fantasmas!”

Porque esses meninos não usam nomes normais? Mas se esse R2-D2 fosse bom mesmo… as possibilidades eram infinitas!

“Como posso entrar em contato com ele?”

“Posso fazer uma vídeo chamada com ele!” Night Up nem esperou Tyler responder e já foi mexendo no teclado.

Após uma breve conversa entre os dois o rapaz quis falar com Tyler. “Tio Ty, certo?” Um rapaz na casa dos vinte e de aparência pálida falou.

“Sim sou eu!”

“Isso tudo é verdade?”  R2-D2 perguntou.

“Não posso fazer você acreditar… as vezes até eu gostaria que não fosse real!” Tyler fez uma expressão desolada.

“Aquelas fotos são reais?”

“Olhe por você mesmo, ela não tem qualquer edição. Um amigo meu morreu para me trazer elas!”

“Shhh” todos suspiraram quando Tyler disse isso.

“Isso tudo é muito inacreditável…” O rapaz pensou um pouco, então falou com uma atitude resoluta. “Podem contar comigo!”

Tyler estava tendo sucesso em enganar essas pessoas por dois simples motivos. O primeiro deles era que eles eram conspiracionistas por natureza! Era próprio deles verem conspirações e tramas em todos os lugares. As pessoas gostam de fazer parte de uma suposta ‘elite’ que sabe realmente o que acontece no mundo, elas nem prestam atenção ou vão atrás de saber a verdade ou se aquilo tem lógica ou base.

E a segunda razão é que qualquer pessoa adoraria fazer parte de um lendário time que por meio dos seus esforços salvou toda a raça humana da aniquilação!

“Ótimo, que tipo de empresa você pode fazer?”

“Qualquer uma!” O rapaz falou orgulhoso.

“Eu tenho que comprar armas, munição, carros, combustível, máquinas de construção, aparelhos médicos e coisas do dia a dia!”

“Como o senhor quer 100% legal ou 100% fantasma?” R2-D2 perguntou como se já tivesse uma tabela!

“Quero algumas legais e outras podem ser fantasmas, tem algum risco de ser descoberto?” Tyler estava um pouco apreensivo pois se desse merda ele podia até ser preso, ou pior perder a chance de ir para aquele mundo!

“As legais não tem erro! Quanto as falsas um dia descobrem, tenho um cliente que já movimenta uma faz cinco anos e a que foi descoberta mais cedo levou oito meses, contudo acho que não teremos problemas porque pelo o que o senhor disse temos uns seis meses e ainda estamos longe do final do ano fiscal, a receita só vai procurar mais a fundo depois dos seis meses!”

“Eu queria que o endereço dela fosse todos o mesmo, será na montanha onde guardaremos tudo!”

“Qual é o espaço lá?”

“São dois salões de 2km por 2km então dá 4.000.000 de metros quadrados!”

“Nossa! Nessa área dá para fazer um parque empresarial, assim nós fazíamos as empresas e colocava-mos o estoque delas lá!”

“Pelo o que o senhor disse é tão grande que parece aqueles armazéns de aluguel!” Byte falou.

“Quê?” Tyler perguntou.

“Aqueles locais de aluguel que aparecem nos programas de leilão onde as pessoas guardam as coisas e se não pagarem vão a leilão!”

“Eu não tinha pensado nisso!”

“É uma ótima ideia, entretanto eu aconselharia fazer um somente empresarial. Vamos fazer uma armadilha, faremos um contrato dizendo que se a pessoa fechar o acordo por, sei lá uns dois anos ela terá 50% de desconto.”

“É uma excelente estratégia, por mim tudo bem, quando começaremos?”

“As empresas ficam prontas em uma semana, até lá o senhor tem que fazer uma fachada de empresa de verdade, quanto temos para começar?”

“Tenho uns 600 mil dólares em espécie e talvez um 6 milhões de dólares em prata e ouro, quero que você me ache um contato com alguém do Diamond District, assim será mais fácil trocar o dinheiro!”

“Pode deixar! Tenho alguns contatos em Nova Iorque, eles vão ajudar!”

“Eu quero comprar RPGs, mas importa-los para a América será difícil, tem algum contato?”

“Um dos hackers do nosso time a família dele é da máfia russa, se dermos o dinheiro avista não acho que será o problema ele dar qualquer coisa!”

Tyler iria comprar dois tipos de lança foguetes, o AT-4 sueco que era moderno e eficiente, mas descartável e um pouco mais caro, cerca de 1.400 dólares, já um RPG era mais barato custava cerca de 500 dólares e suas munições iam de 30 a 200 dólares, mesmo sendo mais antigo e pesado ainda era muito eficiente quando o assunto era matar!

Ele não estava muito preocupado em comprar essas coisas todas agora, se ele fizesse duas empresas de fachada uma sendo uma loja de armas e outra sendo uma distribuidora ele podia comprar quantas armas, munições e explosivos ele quiser sem levantar suspeitas, afinal elas não iam ser transportadas. Elas apenas iam ficar bem guardadinhas lá no seu galpão!

Importar lança foguetes, metralhadoras .50 ou 30mm não seria um problema grande pois seria feito por uma empresa legal!

Tyler estava descansado agora, ele terminou de dizer aos garotos tudo o que ele queria e marcou de saírem para irem às compras amanhã, afinal eles precisavam de computadores novos, HDs, gabinetes. Tudo o que era preciso para baixar e armazenar com eficiência os arquivos! Ele não foi mão de vaca com aqueles garotos, eles procuraram um local para alugar, assim podiam instalar uma internet de alta capacidade e receber os pacotes dos produtos comprados online sem levantar muitas suspeitas!

Após longas conversas, ele voltou para o hotel, e por incrível que pareça dormiu quase que de imediato. Só acordou quando dois dos rapazes bateram na sua porta.

Tyler andava nas lojas como um avô rico estragando seus netos mimados! Os moleques não tinham pena, iam jogando qualquer coisa que achavam ‘útil’ nos carrinhos. Tyler nem reclamava pois sabia quem estava mais errado ali era ele!

No fim do dia todos estavam juntos montando os gabinetes na RH Interprise! O engraçado era o significado de RH, Renegade Heroes. Tyler achou infantil, entretanto eles eram apenas crianças vivendo um sonho!

Enquanto isso Tyler não descuidou da sua entrega no outro mundo. Ele iria comprar tudo para a primeira entrega e então ter mais dinheiro! Era quase um ciclo vicioso, vender, trocar dinheiro, comprar, vender e depois tudo de novo!

 


    Autor : Lion | Revisor: Bczeulli



Fontes
Cores