SE – Capítulo 9 – O que devo fazer?


Bom, deixando de lado o meu drama, vamos olhar pelo lado do pequeno rapaz.

Antes de deixa-lo comigo, a mãe dele me falou que ele era especial mesmo de onde ela veio. E ela também falou para eu ajudar ele nas coisas estranhas que acontecerem durante seu crescimento.

Isso significa que nem ela sabe o que ele pode ou não pode fazer.

Ela disse que ele com um ano aprenderia a falar, e com dois teria raciocínio, acho que o que ela quis dizer com “raciocínio” é a capacidade de pensar que nem um adulto.

Ou seja, com um ano ele aprenderia a falar e com dois ele seria tão inteligente quanto um adulto, com três seria fácil para ele começar o cultivo.

Mas porque parece que ele saltou níveis aqui? Quer dizer, ele começou a falar com seis meses, e já era muito mais inteligente que eu com seis meses também. Com um ano ele já tem memória fotográfica. Parece que nem a própria mãe dele sabia que o crescimento dele seria tão monstruoso.

Quer dizer, vamos ser um pouco mais detalhistas.

Com um ano, aprenderia a falar, mas quem garante o quanto ele saberia falar? Talvez ele saberia falar tanto quanto crianças de cinco ou seis anos, talvez até como um adulto, mas Baijian é fluente, ele até sabe palavras que eu não sei.

Com dois anos ele poderia raciocinar. Se levarmos raciocinar como, ter maturidade e raciocínio lógico, então isso ele talvez tenha desde que nasceu. Com seis meses, ele já era muito mais inteligente que eu.

Então o que eu devo fazer?

Quer dizer, eu já cheguei à conclusão que ele pode simplesmente treinar por ele mesmo. Ele deve conseguir aprender o conteúdo das trinta e duas mil páginas rápido, não vou nem precisar ajudá-lo.

Afinal é memória fotográfica…

Memória fotográfica?

Memória fotográfica!!!!!!!

Não, não é memória fotográfica. Porque que a memória fotográfica é chamada de “fotográfica”?

Só pode ser porque os olhos se tornam uma câmera, e tudo que é visto, é gravado como uma imagem.

Mas eu tenho a imagem da árvore na frente dos meus olhos, e ainda não sei quantas folhas tem na árvore.

Vou contar primeiro.

Ye Hong começou a contar as folhas da árvore, foi difícil, teve vezes em que ele contou errado tendo então que recomeçar, e precisou se esforçar bastante.

No final, ele não conseguiu contar perfeitamente, mas o numero que saiu foi bem próximo ao número que Baijian deu.

Então é comprovado, Baijian não tem apenas memória fotográfica.

Memória fotográfica grava tudo que os olhos veem em imagens. Eu tenho a imagem e não sei quantas folhas tem na foto mesmo tendo passado uma hora contando.

Mas Baijian fez isso instantaneamente.

Isso só pode significar que a memória dele não só é muito boa, mas também a sua capacidade de processamento.

Eu rapidamente chamei Baijian que estava deitado jogando um jogo. Ultimamente, uma das coisas que ele mais gosta de fazer é jogar jogos.

Eu rapidamente comecei a falar números enormes em contas de multiplicação.

Ele já tinha lido bastante sobre matemática no computador durante esses meses, então eu sabia que se eu desse um papel ele poderia resolver tudo. Mas o objetivo desse teste é resolver as contas de cabeça, e o mais rápido possível.

E o que eu pensei aconteceu, assim que eu dei a primeira conta ele instantaneamente respondeu. Eu não sei a resposta para a minha própria pergunta, então eu fui até uma calculadora e…

Estava correto.

Com a calculadora na mão, eu comecei a dar números maiores e maiores.

E ele sempre resolvia facilmente.

Depois de alguns segundos, a calculadora não calculava ainda mais longe então eu fui até o computador e baixei uma calculadora de números astronômicos.

Continuei perguntando. E ele sempre respondia de forma correta.

Depois de um tempo nem a calculadora poderia acompanhar Baijian.

Então o que eu pensei está confirmado, a memória dele é simplesmente bizarra. E a parte de calcular do seu cérebro é ainda mais, provavelmente, quando eu dei os números mais cedo para ele, não só exercitou sua memória, mas sua velocidade de processamento também.

Se você tem uma memória fotográfica, você lembra tudo como imagens. Então, vamos supor que você pegue um livro e folheie todas as páginas rapidamente.

Você, com memória fotográfica, vai aprender o conteúdo do livro apenas folheando?

Não! Você vai gravar o livro na sua mente como imagens, mas não significa que você aprendeu tudo sobre o livro. Só significa que você “baixou” o livro para a sua mente. Você pode ler o livro a qualquer momento só lembrando as páginas na sua mente.

Mas e a memória de Baijian? Não só ele tem a memória fotográfica, mas também tem uma capacidade de processamento enorme.

Então, se ele folhear rapidamente um livro, não só poderá recitar o livro de trás pra frente, como também saberá tudo que o livro fala.

Com tal memória e capacidade de processamento, porque eu precisaria ajudar ele com o cultivo? Isso é inútil.

A única coisa que poderei fazer é ficar de lado e ajudar com o que posso. Ajudar com pequenas coisas, como dar comida.

Então, porque eu preciso ler todo o conteúdo do livro? Como que vou guia-lo? É totalmente desnecessário.

Ou seja… Nem a mãe dele sabia que ele seria tão inteligente.

E isso me preocupa um pouco, afinal e se essa incrível memória e velocidade de processamento vierem com penalidades? E se isso fizer mal a ele?

Ye Hong se afundou em preocupação. Algo que nem a mãe dele que era como um Deus parecia pensar que aconteceria.

E os dias passaram assim, as coisas pareciam normais.

Eu parei de testar a mente de Baijian, afinal, ele não tinha essa capacidade desde que nasceu. Só com exercício, o cérebro dele ficou cada vez mais rápido e mais potente, então vai saber o que pode acontecer se ele continuar se esforçando para calcular?

Eu tentei ao máximo não deixar ele se estressar com coisas complicadas, na maior parte do tempo ele ficou jogando.

Durante esses dias, algo começou a acontecer.

Ele começou a dormir por muito mais tempo que o normal, antes, ele dormiria dezesseis horas por dia, mas ultimamente ele tem dormido dezoito horas. Ontem ele dormiu vinte horas.

Baijian tem ficado muito pouco tempo acordado e isso parece estar agravando rapidamente.

O que está acontecendo?

O motivo do porque ele dormia muito antes é normal. Crianças quando são novas assim dormem bastante, então é normal ele ter um ano e dormir dezesseis horas por dia.

Ye Hong rapidamente foi até o computador pesquisar.

Depois de um pouco de pesquisa ele descobriu que, com um mês são de dezesseis a vinte horas de sono, e são geralmente intercalados. Eles acordam por pouco tempo, mas logo voltam a dormir, por uma ou duas horas, e então novamente acordam.

O motivo disso é porque o corpo ainda não se acostumou, até porque eles ficaram nove meses dentro da barriga da mãe, que é mais confortável de dormir. Sem falar que o corpo da criança ainda não se desenvolveu, então ele faz pouco esforço, fica acordado um pouco, cansa rapidamente e vai dormir.

E por ser muito sensível, qualquer coisa o acorda.

Com três meses, quinze horas…

Com seis meses, quatorze horas…

Com um ano, treze horas…

Ele dormia antes dezesseis horas, então numa margem de três horas de tempo eu poderia colocar isso como o fato dele gostar de dormir.

Mas agora não tenho certeza, com meu conhecimento de medicina, eu sei que por ele ser muito inteligente, e o seu cérebro ser tão desenvolvido, ele precisa dormir mais. Porque quanto mais ele usa seu cérebro, mais rápido cansa, e mais tempo tem que dormir para descansar.

Mas agora ele está dormindo muito mais tempo que o normal.

Isso pode significar que ele está usando demais seu cérebro e que isso o faz cansado. Esse cansaço acumula, e por isso o seu tempo de sono se torna maior e maior.

Mas ultimamente eu até tenho me esforçado para ele não usar muito seu cérebro…

!!!!!!!!

Meu Deus! Então é isso! Alguns dias atrás eu o fiz exercitar sua memória e capacidade de processamento, e isso fez o cérebro dele melhorar tremendamente nas duas coisas.

Memória e processamento.

Mas não pode ser, a chamada memória fotográfica é sempre quando uma pessoa se esforça para lembrar-se de algo ,e com foco ela consegue lembrar. Normalmente durante o dia a memória da pessoa é apenas maior do que as outras, não quer dizer que ela se lembra de tudo que acontece a sua volta.

Então não tem como ser isso, ele não pode processar algo quando não tem o que processar.

Então não tem lógica isso.

A não ser que…

Durante o exercício daquele dia, o cérebro dele ficou mais poderoso, e isso não é só para quando ele se esforça, mas também quando ele está no dia a dia.

Isso significa que tudo que ele vê diariamente é memorizado e processado?

Pensando nisso, o rosto de Ye Hong se contraiu e uma realidade cruel apareceu na sua cabeça.

Os grãos de comida no meu prato toda manhã, quando ele olha, lembra e processa. Quando ele olha para o céu da janela, grava o numero, tamanho e formato da nuvem na cabeça. Quando ele joga um jogo no celular ou no computador, ele está vendo cada coisa que acontece e calculando tudo na cabeça.

Tudo?

O cérebro dele está a todo o momento operando no modo máximo?

Então depois de dias, mesmo sem se esforçar, ele está usando seu cérebro ao máximo.

Ye Hong rapidamente correu até Baijian e perguntou:

“Baijian, anteontem eu comi arroz com frango, quantos grãos de arroz tinham no meu prato?”

Baijian respondeu indiferentemente:

“3365. Até você terminar de comer, doze grãos caíram para fora do prato…”

Até algo como quantos grãos caíram do meu prato, eu nem pedi isso, não tenho como comprovar que foi esse número, mas duvido que esteja errado.

Então o que pensei se tornou realidade.

Em teoria, existem três situações que podem acontecer a partir de agora.

A primeira é que a quantidade de tempo que ele vai dormir aumentará cada vez mais.

A segunda é que ele pode simplesmente morrer, o acumulo de memórias e dados fará sua cabeça cada vez mais cansada, até ela simplesmente parar de funcionar.

E terceiro que é o mais provável e igualmente o mais improvável:

Ele vai se acostumar, e depois de um tempo vai começar a dormir menos. Porque ele ainda é uma criança de um ano, depois de uns anos seu corpo vai se desenvolver, e obviamente seu cérebro vai se desenvolver também e talvez em um ano ele volte a dormir normalmente, talvez até precise dormir menos que o normal.

Essa terceira opção é muito provável porque ele ainda é muito novo, seu corpo ainda tem muito que desenvolver.

Mas também é igualmente improvável, quer dizer, daqui a um ano talvez o cérebro dele vá se desenvolver e ele poderá melhorar, mas será que ele vai aguentar até daqui a um ano?

A velocidade com que os aumentos na quantidade de sono por dia estão acontecendo é muito rápida. Em poucos dias ele passou de dezesseis horas de sono diárias para ontem serem cerca de vinte horas. Ele vai sobreviver até daqui a um ano?

O que devo fazer?


Autor: ReaderBecameWriter | Revisor: Blame


Contribua com a Novel Mania!
Alterar fonte
Cores