SE – Capítulo 69 – Então ele é uma criança?



Uma situação complicada.

Quatro pessoas estão sentadas em uma mesa comendo o jantar. Qualquer pessoa de fora pensaria que é um casal e seus dois filhos jantando.

Ye Hong olhou para Baijian e comentou:

“Por quanto tempo você vai ficar assim? Se acostuma logo.”

Já faz um tempo que o habitualmente inexpressivo Baijian está com uma expressão sombria. Ele parece estar chateado com alguma coisa.

Baijian encarou com olhos afiados para Ye Hong, mas não respondeu.

O silêncio perdurou na mesa por alguns segundos, quando a mulher falou com Baijian:

“Você deve ser Baijian certo? O Marido fala sobre você o tempo todo.”

Baijian perguntou:

“Você fez Temperamento Corporal?”

A mulher, surpresa, assentiu e perguntou:

“Como você sabia?”

Baijian respondeu:

“Hong tem 39 anos, com essa idade não tem como ele manter essa aparência sem o temperamento corporal.”

Então ele olhou para a mulher e não comentou mais nada.

Ye Hong entrou no meio da conversa e falou:

“Ela é a minha esposa, eu não queria esconder nada, então eu contei tudo e também a ajudei a fazer o temperamento corporal.”

Baijian assentiu e não falou mais nada.

Temperamento corporal não aumenta o tempo de vida de uma pessoa, mas faz a pessoa ser mais jovem por mais tempo.

Se a pessoa começou o temperamento corporal quando criança, ela crescerá normalmente e, quando seu corpo normalmente deveria começar a envelhecer, permanecerá inalterado.

Então um cultivador com sessenta anos normalmente teria a aparência de quarenta.

Só com setenta anos o corpo começa a envelhecer.

Pessoas normalmente morreriam nessa idade por doenças, mas o temperamento corporal te ajuda muito nesse quesito, pois se torna quase impossível que você contraia doenças.

Então na maioria das vezes, os cultivadores que fizeram temperamento corporal morrem aos cem anos mais ou menos, uns vivem mais, outros vivem menos.

Então até os setenta anos, o corpo sempre será jovem.

Depois de alguns minutos de silêncio, Baijian perguntou:

“Quanto tempo que vocês se casaram?”

A mulher respondeu:

“Daqui à 3 meses fará 10 anos.”

Baijian novamente ficou em silêncio.

A mulher não pôde mais se segurar e perguntou:

“Você está bravo? Que ele me contou sobre você, que ele me ensinou a cultivar… Você está bravo?”

Uma pequena expressão de surpresa apareceu no rosto de Baijian e ele ia responder.

Foi quando Ye Hong falou:

“Não. Ele normalmente não expressa muito seus sentimentos no rosto, mas quando algo o incomoda, é bem fácil perceber.”

Ye Hong então se virou para a menina e falou:

“Antes de você chegar, Baijian falou para Meimei: “Depois de hoje não nos falaremos mais.”. Depois você chegou, e descobrimos que ela é sua sobrinha. Agora ela está jantando na mesma mesa.”

“Baijian está se sentindo constrangido.”

A mulher, ao escutar o que Ye Hong falou, começou a rir.

O rosto de Baijian ficou ainda mais escuro.

Ainda rindo, a mulher perguntou:

“O que aconteceu entre os dois? Eles terminaram o namoro?”

Meimei, que até agora estava quieta comendo lentamente, respondeu:

“Não tem como ser isso, como pode isso ser a primeira coisa que você pensou?”

A mulher continuou:

“Obviamente, porque a lógica é que vocês namoravam, e por causa de uma briga, se separaram.”

Meimei retrucou:

“Eu o conheci hoje, não tem como termos namorado.”

A mulher assentiu:

“Verdade. Baijian esteve dormindo nos últimos dez anos, então isso é impossível.”

Depois de um tempo, ela pareceu pensar em algo e com um sorriso estranho falou para Meimei:

“Ah, então ele deve ter atraído o seu interesse.”

O rosto de Meimei se endureceu, e ela ia falar, mas a mulher simplesmente continuou:

“Desde pequena você é assim, qualquer coisa que atraia o seu interesse, você segue até o fim em busca de respostas. Eu lembro de um incidente de quando você tinha oito anos e acordou no meio da noite e começou a revirar a casa.”

“Quando minha irmã te perguntou o que você estava fazendo, você falou que no meio da noite escutou pequenos barulhos dentro da casa e veio olhar.”

“Depois de procurar por mais um tempo, você descobriu que era a pia do banheiro de baixo que estava pingando, e o barulho era muito baixo. Aliás, como você escutou um barulho tão baixo?”

“Quando minha irmã me contou, eu ri até doer a barriga, você é simplesmente inacreditável.”

Meimei corou profusamente e abaixou a cabeça em extrema vergonha.

A mulher parecia não se importar que Meimei estava envergonhada:

“Teve aquela vez também… Essa fui eu que presenciei, minha irmã tinha saído e seu pai estava trabalhando, a escola me ligou falando que você tinha causado problemas. Quando cheguei lá, você estava revirando as mesas e bolsas dos seus colegas em busca de alguma coisa.”

“Você estava procurando a caneta que usava para escrever que por algum motivo sumiu. Depois de procurar em todos os lugares possíveis, chegou à conclusão de que foi um dos seus colegas, portanto, começou a procurar tudo. A professora não ousava te repreender por causa da nossa família, então ela me chamou.”

“No final, você nunca achou aquela caneta, e levou uma semana inteira para se esquecer disso. Mesmo depois de uma semana, de vez em quando você falava: “Quem será que pegou a minha caneta?”…”

Meimei corou ainda mais.

“Teve aquele incidente do professor que faltou por causa de um acidente de moto, mas porque você sabia que ele não tinha uma moto, desconfiada, foi em busca de respostas, e no final a moto era nova e o acidente aconteceu por um erro de fábrica.”

“Teve aquela vez da atendente da loja de roupa que no dia estava mancando bastante, e você viu uma marca roxa no braço da moça. Pensando que fosse violência doméstica, chamou a polícia e no final ela mancava por causa do salto alto novo. O braço roxo é porque ela tropeçou e bateu o braço no balcão da loja.”

“Teve a vez do…”

Antes que a mulher continuasse, Meimei, com o rosto totalmente enrubescido, gritou com raiva para a mulher:

“Tia Fei, para, já chega né? Você já contou demais.”

A mulher olhou para Meimei com um sorriso e falou:

“Eu tenho tantas histórias sobre você que eu acabei me empolgando. Tem razão, por hoje é só. Se eu contar muito para eles, vou acabar ficando sem histórias, deixa o resto para outro dia.”

Meimei ficou furiosa e falou:

“Outro dia? Não conte mais nenhum dos incidentes para eles. Você já contou demais, como pode contar esse tipo de coisa tão embaraçosa pros outros? Isso é muito embaraçoso.”

A mulher não falou mais nada e simplesmente começou a comer.

Enquanto a mulher falava as histórias, o rosto de Baijian tinha um leve sorriso.

Esse sorriso não escapou dos olhos de Meimei, que o socou na barriga, só para sentir dor na mão.

Vendo a interação entre os dois, o sorriso no rosto de Ye Hong e Xu Fei aumentou.

Dez anos atrás, alguns dias depois que Baijian começou a meditar, Ye Hong se encontrou com Xu Fei.

Xu Fei é a mesma menina que ele deu um beijo quando era jovem. Os dois têm a mesma idade, e por anos não namoraram, quanto menos casar.

Depois de se encontrarem, os dois acabaram conversando um pouco e marcaram de jantar.

É como se eles estivessem esperando um pelo outro, pois depois de alguns encontros e jantares os dois decidiram se casar.

Tudo foi muito rápido.

Mas eles não se importavam, na verdade, nem a família.

Ye Hong é o herdeiro da família Ye, e Xu Fei é a neta do chefe da família Xu, as duas famílias pareciam perceber que os dois ainda tinham sentimentos um pelo outro, já que mesmo depois de anos e anos eles nunca namoraram nem casaram.

Então quando os dois decidiram se casar, foi uma enorme felicidade para ambas as famílias, e no final, teve uma grande festa e um grande casamento.

Ye Hong, logo que decidiu se casar com ela, a contou tudo sobre Baijian e o cultivo.

Ele não queria esconder nada dela, já que ambos se amavam tanto, não tinha motivos.

Sem falar que se ela achasse que ele tinha um filho, poderia acabar criando uma situação complicada.

Ye Hong a ajudou a cultivar, e os dois cultivavam juntos.

Por isso que ela parece tão jovem, embora tenha 39 anos.

Na verdade, eles farão quarenta daqui a uns meses.

É realmente inacreditável para um casal de quarenta anos ter tal aparência jovem.

Parece que os dois foram feitos um para o outro, já que mesmo depois de dez anos, eles ainda se amam muito.

Seu relacionamento é bem forte, e depois de anos de interação, eles conhecem muito bem um ao outro.

Ao olhar para o sorriso no rosto um do outro, é como se uma telepatia tivesse acontecido e um acordo tácito nasceu:

“Vamos juntar os dois.”

Baijian e Meimei simplesmente não sabiam que tal acordo aconteceu, os dois estavam quietos enquanto comiam lentamente.

Depois do jantar, lançando um breve olhar para Xu Fei, Ye Hong chamou Meimei para o lado.

Baijian subiu para se deitar, e depois de vê-lo subir, Xu Fei se juntou a Ye Hong e Meimei.

Quando viu os dois com sorrisos no rosto, Meimei estava totalmente confusa. Foi então que Ye Hong falou:

“Você é da mesma escola que Baijian, certo?”

Meimei respondeu:

“Eu sou da mesma sala. Na verdade, ele senta atrás de mim.”

Ao escutar o que ela falou, o sorriso de Ye Hong e Xu Fei se tornou mais brilhante que o sol.

Ambos estavam extremamente felizes de saber essa informação, então Ye Hong falou:

“Meimei, eu e sua tia somos marido e mulher. Eu acredito que sabe disso, embora nunca tenhamos nos encontrado antes.”

Meimei assentiu e respondeu:

“Sim, a tia trabalha muito, e acaba que ela passa pouco tempo em casa. Maior parte do seu tempo ela passa fora. E sempre que volta para casa, ela vem visitar eu e minha mãe, então nunca fomos em sua casa e nunca o vimos antes…”

A tia de Meimei tem um trabalho que faz com que ela tenha que viajar de um lado pro outro.

Durante esses dez anos, embora tenham passado bastante tempo juntos, Xu Fei passou a maior parte do tempo longe de Ye Hong.

Sempre que voltava para casa, ela passava um tempo com sua irmã e sobrinha, e ficava na sua casa, ou seja, na casa de Ye Hong.

A mãe de Meimei já conheceu Ye Hong antes, durante a época do casamento 10 anos antes, e em algumas outras situações.

Mas Meimei si mesma nunca conheceu Ye Hong.

Ye Hong também, durante esses dez anos, maior parte do tempo esteve na casa e saía bem poucas vezes.

Isso por causa de Baijian. Ele não sabia quando Baijian ia acordar, e estava preocupado que ele não estivesse por perto quando ele acordasse.

Até porque, primeiro que ele estava genuinamente preocupado com Baijian. Ele ficou dormindo por anos. Segundo que ele já sabia que as roupas de Baijian estavam rasgadas já que seu corpo cresceu, ele pensou várias vezes em botar roupas em Baijian, mas tinha medo de atrapalhar sua meditação.

Ele sabe que acordar alguém de um transe meditativo pode causar muitos problemas, a pessoa pode até mesmo entrar em estado vegetativo.

Sem falar que ele sempre esteve limpando o porão sozinho. Depois de dez anos, a poeira se junta, então Ye Hong sempre esteve por perto para limpar.

Então tudo isso garantiu que ele sempre estivesse em casa e raramente saísse.

Por isso, Meimei nunca viu Ye Hong antes.

Ye Hong continuou:

“Se você sabe disso, então sabe que Baijian e você estarão sempre se encontrando. Afinal, somos todos da mesma família.”

Meimei assentiu e perguntou:

“Sim, mas me diz, ele não é seu filho, certo? Afinal, eu escutei da minha mãe que o marido da tia é um antigo namorado de quando eram jovens, e nunca namorou nem casou com ninguém. Então não tem como ele ser seu filho, certo?”

Essa é a última dúvida de Meimei. Ela não perguntou antes, pois estava com medo de isso ser algo que Baijian não sabia.

Ye Hong assentiu e falou:

“Sim, mas eu sou seu pai adotivo e ele faz parte da família. Portanto, vocês dois podem ser considerados primos.”

Com uma expressão cheia de dúvidas, Meimei assentiu.

“Portanto quero te pedir que se torne amiga de Baijian. Você sabe que ele é muito inteligente, e por isso sua personalidade é meio diferente. Sem falar que ele esteve dormindo desde os seus quatro anos. Depois de tantos anos, ele acordou apenas recentemente. Tem muita coisa que ele não sabe, então quero que você o ajude nisso.”

Meimei ficou em silêncio, e depois de alguns segundos, assentiu seriamente:

“Tudo bem, eu serei amiga dele.”

Ye Hong e Xu Fei sorriram felizes.

Assim que Ye Hong ia falar alguma coisa, Meimei pareceu ter percebido algo e exclamou:

“Desde os quatro anos? Então quer dizer que ele é uma criança de quatro anos no corpo de um garoto de quatorze?”

Ela só percebeu isso agora.

Bom, é algo inacreditável, então talvez leve mais tempo para cair a ficha.

Ye Hong lentamente assentiu.

Assim que viu o assentimento de Ye Hong, um sorriso enorme apareceu no rosto de Meimei e ela falou:

“Então ele é uma criança? Entendo, ele é uma criança.”

Ao escutarem o que Meimei falou, os rostos de Ye Hong e Xu Fei distorceram ferozmente.

Mas que diabos?


Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.

Aproveita e me segue no Twitter!
🉐


Autor: ReaderBecameWriter  | Editor: Blame



Fontes
Cores