SE – Capítulo 56 – Continuar a correr



Ye Hong e Baijian pousaram no Canadá.

Seja no Labirinto das Aflições, no mosteiro budista, ou agora no Canadá, Ye Hong sempre seguiu Baijian.

No labirinto e no mosteiro, Ye Hong não pôde ajudar em nada, mas ele não se importa.

Ele fica feliz contanto que consiga ver Baijian crescer,  fica feliz contanto que consiga estar com Baijian.

E mais importante, ele quer estar ao lado de Baijian para que ele possa, sempre que puder ajuda-lo.

Então os dois sempre foram juntos, e Baijian mesmo nunca pensou em ir sozinho.

Ele gosta da companhia de Ye Hong, o vinculo entre os dois é bem forte mesmo que não tenham convivido por muitos anos.

Os dois pegaram outro voo e chegaram até uma cidade perto do Monte Lucania.

Eles rapidamente chegaram até o pé da montanha com um táxi.

De lá eles começaram a subir.

A subida foi demorada e cansativa.

Depois de horas de subida, eles chegaram até o cume. Eles haviam comprado de antemão equipamentos e, portanto, montaram acampamento.

No pico do Monte Lucania era frio e o ar era difícil de respirar.

Durante a subida, quando os dois chegaram a uma determinada altitude, tiveram que parar para descansar regularmente.

Depois de chegar aqui, Baijian entendeu que tem um grande desafio pela frente.

Ele começou a correr no pico, mas se sentia cansado rapidamente e parava. Ele não desistiu e continuou tentando.

Ele estava planejando treinar aqui até seu corpo aguentar, mesmo que leve muito tempo.

Com isso, se passaram duas semanas.

Baijian passou o tempo inteiro correndo no cume. Ele notou melhorias bem rápidas.

Na verdade é normal, até para humanos normais que, quando treinam em lugares com o ar rarefeito por tempo suficiente, acabam se acostumando. Aqui, o que se treina não é o corpo, e sim o pulmão, a eficiência do corpo como um todo.

O ar rarefeito é quando a pressão do ar é menor. Quanto maior a altitude, menor a pressão do ar.

Por causa disso, se torna mais difícil respirar.

O ar rarefeito faz a pessoa ter a sensação falta de ar com mais facilidade, então é bem difícil treinar em altitudes.

Mas pessoas que com sucesso passam muito tempo vivendo no ar rarefeito tem capacidades pulmonares bem mais poderosas que as pessoas que vivem no nível do mar.

Isso porque o corpo da pessoa se adapta a pressão do ar mais baixa, o que aumenta a eficiência do seu corpo como um todo.

Então, quando tal pessoa desce no nível do mar, onde a pressão é mais alta, ela tem maior resistência.

É que nem alguém que vive num planeta com a gravidade alta, assim que ela vai para um planeta com a gravidade mais baixa, seu corpo se move mais rápido, e ela é mais forte que as pessoas que vivem em tal planeta.

Uma analogia interessante para isso é um carro. Normalmente, quanto mais gasolina, mais o carro pode andar. Mas de tempos em tempos a tecnologia evolui e a eficiência dos motores aumenta, e os carros, com menos gasolina, conseguem andar mais.

É basicamente isso que acontece com pessoas que viveram suas vidas em montanhas altas. Seus pulmões são muito eficientes, então quando descem ao nível do mar, suas resistências são maiores.

Baijian e Ye Hong ambos são cultivadores de temperamento corporal, então eles são muito mais fortes que pessoas normais.

Eles se acostumam com o ar rarefeito muito mais rápido que as pessoas normais, o corpo deles está melhorando a cada dia.

Ye Hong também tem treinado ao lado de Baijian, ele sabe que isso é uma boa forma de treinar o corpo, mas Baijian parecia estar se acostumando muito mais rápido ao ar rarefeito, depois de duas semanas ele já podia correr por mais de dez horas seguidas.

Isso espantou Ye Hong.

Ye Hong agora pode correr no máximo por vinte minutos antes que ele tenha que parar para descansar.

O objetivo de Baijian é conseguir correr por 24 horas.

Honestamente, Baijian não conseguiria correr na velocidade máxima por 24 horas nem à nível do mar.

Isso cansa demais.

No celular diz que ele tem que correr, mas nos detalhes não especifica o quão rápido ele tem que correr.

Então ele não está correndo com tudo, mas é claro, ele também não está correndo lentamente.

Isso seria muita desonestidade, então ele está correndo de uma forma que, se ele estivesse lá embaixo no nível do mar, poderia correr por 24 horas.

Seria sofrido, e muito cansativo, mas ele poderia sim.

Mais duas semanas se passaram, e Baijian já estava quase conseguindo.

Ele agora podia correr 22 horas, falta bem pouco.

Nesse dia, já estava na marca de 22 horas, que é quando ele iria descansar. Mas ele não parou e continuou correndo.

Ye Hong estava do lado descansando, e olhando para Baijian.

Ele olhou para o relógio e sabia que estava na hora. São 22 horas de corrida, então ele sempre esteve acompanhando o tempo que Baijian correu.

Mas, ao ver Baijian sem sinais de parar, ele ficou sem palavras.

“Será que ele vai fazer um esforço final?”

Ye Hong ficou de lado, pronto para parar Baijian a qualquer momento.

Se exceder o que se pode fazer em tal lugar, ele pode acabar tendo problemas respiratórios e faltar oxigênio.

Para não acontecer acidentes, ele comprou um tanque de gás oxigênio especialmente para isso.

Baijian é um rapaz muito concentrado, quando ele se concentra em algo, é como se esquecesse de tudo o resto.

Ele melhorou de um tempo para cá, mas não quer dizer que essa mania dele sumiu.

23 horas.

Baijian já estava totalmente sem fôlego, parecendo que ia simplesmente desmaiar.

Ye Hong ficou do lado olhando tudo isso acontecer.

Quando Ye Hong pensou que Baijian ia desmaiar, de repente Baijian começou a correr com mais pressa.

Ye Hong ficou assustado com a velocidade de Baijian, pois pensou que o rapaz ia desmaiar ali mesmo, mas de repente ele começou a correr.

Ye Hong olhou tudo isso acontecer nervosamente.

Baijian continuou correndo por alguns minutos e então, de repente, ele começou a gargalhar com uma voz rouca:

“Hahahahaha! Eu estava fazendo isso da forma errada todo esse tempo. Como eu pude ser tão cego?”

Baijian acelerou cada vez mais, parecia como se ele não fosse parar.

Ye Hong até esse momento estava quase em pânico, pensando que Baijian tinha se perdido na sua concentração, com medo de que ele acabe desmaiando.

Mas ao escutar o riso de Baijian, ele se aliviou um pouco.

“Para rir assim, parece que ele sabe o que está fazendo.”

Baijian continuou correndo.

24 horas.

25 horas.

Quando deram 26 horas e 12 minutos, ele simplesmente desmaiou no chão.

Ye Hong correu rapidamente para Baijian e deu uma mascara de oxigênio.

“Ele parece bem… O que aconteceu? 22 horas não era o seu limite?”

Ye Hong levou Baijian para a cama e o deitou.

Cerca de treze horas depois, Baijian acordou.

Ele olhou em volta por um tempo, e depois de avistar Ye Hong, falou:

“Não precisa se preocupar comigo Hong, eu estou bem.”

Ye Hong olhava agora com preocupação para Baijian. Ao escutar o que Baijian falou, Ye Hong soltou um suspiro de alivio.

Ye Hong então falou seriamente:

“Baijian, aquilo foi perigoso. Poderia ter acontecido algo com você, não me assuste desse jeito novamente.”

Baijian, com um rosto impotente, falou:

“Da próxima vez eu te aviso Hong, me desculpe…”

Ye Hong assentiu e perguntou:

“Porque você fez aquilo? Não era para você ter parado antes?”

Baijian respondeu lentamente:

“É porque eu aprendi um pouco sobre mim mesmo. Mesmo que nós tenhamos passado a mesma quantidade de tempo aqui, eu consigo correr por mais de vinte horas com só um mês de treino, mas você Hong, só consegue por duas horas, você sabe porque?”

Ye Hong ponderou e respondeu:

“O seu corpo é especial, então não tenho certeza.”

Baijian assentiu e respondeu:

“Eu sei, creio que eu tenho um corpo divino.”

O rosto de Ye Hong se contraiu.

No livro que a mãe de Baijian entregou à Ye Hong, tinha uma breve explicação de corpos e veias divinas, bem como o quão difícil é para alguém ter isso.

Então isso é obviamente chocante para Ye Hong, mas ele logo se acalmou e perguntou:

“Você descobriu isso como?”

Baijian respondeu:

“As muitas diferenças entre o meu corpo e o seu. O porquê eu preciso de mais pasta, porque eu sou mais forte mesmo que meu corpo é menor, o porquê eu consigo me acostumar mais rápido que você aqui com o ar rarefeito. Tenho quase certeza que isso significa que tenho um corpo divino.”

Ye Hong assentiu, isso faz sentido.

Depois de um tempo, ele perguntou:

“Mas o que isso tem a ver com a sua loucura de um tempo atrás?”

Baijian sorriu e respondeu:

“Eu tinha uma teoria. Eu melhoro rapidamente sempre porque eu chego até o limite, e descanso. Depois que eu volto a correr, há uma melhora visível. Então sempre esteve na minha mente: E se eu passasse meu limite? Eu iria melhorar mais?”

“E eu estava correto. Naquele momento, 22 horas não era o meu verdadeiro limite. Era só que eu inconscientemente tinha medo de correr mais, e parava quando sentia que não dava mais. Mas meu corpo aguentava 4 horas a mais, você viu.”

“Eu acho que esse é o melhor método de treino para o meu corpo: Treinar até desmaiar, destruindo todos os limites repetidas vezes, eu creio que só assim poderei me tornar mais forte rapidamente.”

Ye Hong não entendia muito bem, mas ele ainda assentiu.

Baijian parecia estar muito confiante sobre isso.

E ele está certo.

O corpo divino de Baijian é especial, pois é o Corpo do Fortalecimento Divino.

Esse é um corpo divino muito especial, o mais supremo de todos os corpos divinos.

Não existe muito conhecimento sobre as habilidades desse corpo divino, mas de acordo com os registros universais, uma das habilidades do Corpo do Fortalecimento Divino é se tornar mais forte infinitamente.

Com tal habilidade, existe algum corpo divino com uma habilidade superior?

A resposta é não.

O Corpo do Fortalecimento Divino pode ser fortalecido infinitamente, ele não tem limites de o quão poderoso pode se tornar, e embora Baijian ainda não esteja fazendo cultivo corporal, o temperamento corporal é meio que um estágio corpo-energia, então obviamente em questão de corpo, ele tem uma enorme vantagem.

É por causa disso que Baijian, mesmo com seu corpo pequeno, é mais forte que Ye Hong.

Quando Baijian crescer então? Que tipo de força ele terá?

Não tem como saber.

Sem falar que o Corpo do Fortalecimento Divino garante que Baijian pode fortalecer seu corpo infinitamente, então vai saber o quão forte ele pode se tornar.

Isso obviamente foi um enorme fator nesse treinamento, que é essencialmente um treinamento corporal.

O corpo recebe pouco oxigênio, então ele acaba se acostumando a usar pouco oxigênio para fazer muito.

É como se o oxigênio fosse o combustível do corpo, e por usar menos combustível, o corpo acaba se acostumando e conseguindo fazer tão bem quanto se ele tivesse maior quantidade de combustível.

A ideia de Baijian de quebrar os seus limites foi uma grande inspiração, e foi um bom palpite.

Totalmente correto.

Contanto que ele continue quebrando limites, seu corpo se tornará mais e mais forte.

Baijian agora está animado para continuar a correr.


Autor: ReaderBecameWriter | Revisor: Blame



Fontes
Cores