SE – Capítulo 45 – Então eu ainda não encontrei



E então se passaram anos.

Durante esse tempo, ele matava todos da lista, e recebia novas listas.

Ele tinha muitos equipamentos para usar durante os assassinatos, somando suas habilidades, era fácil para ele fazer essas coisas.

Ele possui habilidades sobre-humanas, então ele poderia fazer muitas coisas para facilitar os assassinatos.

Depois de anos, ele parou de contar o número de pessoas que matou. Ele simplesmente recebia a lista, e matava.

Durante esse tempo, o homem também o ajudava.

Embora ele fosse mais fraco, e não tivesse suas habilidades de matar, ele era um bom assassino e o mais importante: Tinha muito conhecimento.

A fraqueza do rapaz era sua falta de conhecimento e isso o ajudou muito.

Depois de anos estando juntos, embora não fossem muito próximos, eles se aproximaram bastante.

Mas mesmo depois de matar tantas pessoas, o homem ainda era ele mesmo.

O rapaz simplesmente não entendia, ele sabia melhor do que ninguém que era um animal sanguinário… Suas mãos estão muito sujas.

Mas o homem… Mesmo tendo matado tanto, mesmo sendo tão bom assassino, ele não era um animal.

Ele não dava o sentimento de um animal.

Isso confundiu o rapaz e por muitos anos ele tinha essa duvida.

O rapaz viajava com o homem pelo mundo, matando essas pessoas, mas assim que os nomes na lista morriam, eles voltavam para uma base para receber uma nova lista.

Eles ficavam três meses na base, antes de receberem a lista e partirem. Durante esses três meses, o rapaz sempre ficou na base, sem fazer nada, olhando para a parede.

Mas o homem? Ele nunca esteve na base. Assim que voltava para a base, ele ia embora. Isso deixou o rapaz curioso e, num dia, ele seguiu o homem.

Ele era bem mais habilidoso e poderoso do que o homem quando se tratava da arte de assassinato, então não foi difícil segui-lo.

O homem dirigiu um carro por centenas de quilômetros antes de parar numa pequena cidade.

Ele saiu do carro e foi até um pequeno depósito.

Lá, ele mudou suas roupas para algumas roupas de executivo, levou uma pequena maleta na mão e começou a dirigir novamente.

Depois de alguns minutos dirigindo, ele chegou até uma pequena casa. Ele entrou na casa e foi recebido com uma bela mulher e uma criança com cerca de onze anos.

Ao ver isso, o rapaz ficou chocado.

“Como pode isso ser possível…”

Então ele ficou vigiando a família pelos próximos dias, e depois de uma semana, ele voltou para a base.

Depois que completou três meses e eles estavam indo para o aeroporto, o rapaz se virou para o homem e falou:

“Porque você e eu somos diferentes?”

O homem olhou para ele profundamente e lentamente respondeu:

“Porque eu sou humano e você um animal.”

O rapaz já esperava essa resposta e então perguntou novamente:

“Porque que eu sou um animal e você é um humano? Você também é um assassino cruel.”

O homem olhou para o rapaz por alguns segundos e então respondeu:

“Porque eu tenho uma motivação para viver.”

Ao escutar as palavras do homem, o rapaz ficou chocado. Desde que se encontrou com o homem, é a primeira vez que ele ficou tão chocado.

Por ser um assassino e ter quase nenhum sentimento depois de tantas torturas e experiências, ele se tornou alguém com a mente mais dura que a pedra.

Por exemplo, uma vez, durante um dos seus assassinatos, o seu alvo era um magnata.

O homem descobriu que ele era um assassino, e na noite que ia acontecer o assassinato, quando o rapaz entrou no prédio, ele explodiu tudo.

O homem tentou fugir depois da explosão.

O objetivo da explosão era matar seu assassino e criar uma rota de fuga…

Ele gastou muito dinheiro e teve que usar muitas conexões para descobrir sobre o assassino, e isso o deixou muito nervoso.

O assassino era muito poderoso e ele tinha medo de que seus seguranças não iriam conseguir protegê-lo, então ele pensou em criar uma armadilha.

Quando o prédio começou a explodir, qualquer pessoa ficaria em pânico, mas o rapaz não.

Ele viu a explosão, viu o prédio caindo, uma explosão foi até perto de onde estava. Mas ele calmamente saiu do prédio, perseguiu o seu alvo em fuga, e o matou.

Isso demonstra o quão poderosa é sua mente.

Mas para o rapaz ficar tão chocado por apenas algumas palavras do homem, é inacreditável.

O que criou isso é muito simples.

O rapaz sempre pensou na sua vida e sempre sentiu que algo estava errado.

Da primeira vez que encontrou o homem e escutou que era um animal, ele entendeu o que o homem quis dizer com ser um animal.

Pelo menos ele pensou que entendeu.

Na sua cabeça, o que quis dizer com ser um animal é ser um poderoso assassino.

Mas depois de trabalhar com o homem por tanto tempo, ele entendeu que não era isso que ele quis dizer.

Esse homem é diferente dele, e ele sente isso. Mas ele faz as mesmas coisas que ele:

Matar.

E ele é muito bom nisso.

Então, qual a diferença entre os dois?

Ele sempre se perguntou.

Ao escutar a resposta do homem, ele finalmente entendeu tudo e tal realização trouxe um enorme choque para ele.

“Anos atrás eu fui levado para o laboratório e por anos, dezenas de torturas e experiências foram feitas em mim.”

“As torturas e as experiências me tornaram mais forte. Durante todo esse tempo, eu só queria sobreviver. Eu sabia que não era poderoso o suficiente para ir contra essas pessoas, então eu aceitei meu destino…”

“Tudo pela sobrevivência.”

“Mas depois de anos, eu sai daquele lugar e agora não corro risco de vida.”

“Mas o mais importante… Qual a minha motivação para viver?”

“Antes, eu só queria sobreviver, e isso era a única coisa que eu poderia fazer.”

“As pessoas querem viver, pois querem fazer alguma coisa… Elas têm suas motivações. Qual a minha motivação?”

O rapaz se virou para o homem e falou:

“Qual a sua motivação para viver?”

O homem escutou tudo que o rapaz falou e se sentiu triste por ele..

A vida do rapaz foi horrível e agora ele está perdido. O homem pensou e respondeu:

“Minha família.”

O rapaz escutou a resposta curta do homem e não sabia mais o que pensar.

Ele não tinha família.

Sua família o abandonou e é impossível descobrir quem são seus pais.

Mesmo que descubra, como pode sua motivação de viver ser para seus pais que o abandonaram?

O rapaz então continuou matando todos os alvos presentes no papel, mas muitas vezes, durante as missões, ele errou, o que tornou tudo mais complicado.

Depois de mais alguns anos, ele ainda não tinha respostas e nem perguntou ao homem sobre esse assunto mais.

Ele sabe que essa resposta, ele mesmo precisa encontrar.

Num dia, quando voltou para a base, ele se virou para o homem e falou:

“Eu não sei para que devo viver, mas de uma coisa eu sei…”

O rapaz se virou pra olhar para a base e respondeu:

“Com certeza não é para essas pessoas.”

O rapaz então novamente se virou para o homem e falou:

“Porque você faz o que eles mandam?”

E o homem que olhava profundamente para o jovem lhe disse.

“Eu não tenho escolha, eles ameaçam minha família. Por causa disso, eu preciso fingir ser um executivo que viaja muito e fica pouco tempo com a família…”

O homem parou um pouco e falou:

“Muitos anos atrás, eu trabalhei como um assassino, já que era isso que eu aprendi quando eu era novo: Matar. Depois de anos, eu cansei disso e tentei começar minha vida como alguém normal e até abri uma padaria.”

“Naquela época eu a conheci…”

O homem falou até aqui com um leve sorriso.

“Depois de um tempo, nós nos casamos e tivemos meu filho… Mas depois de alguns meses de casado, essas pessoas me descobriram e me chantagearam falando que eu deveria trabalhar para eles, se não a minha família viria a morrer.”

“O passado me perseguiu. Eles me dão bastante dinheiro pelo trabalho, se não, eles sabem que vou fazer de tudo para fugir deles… Seria muito arriscado e perderiam alguém com as minhas habilidades.”

“Eu posso passar bastante tempo com minha família, e eles não fizeram nada com eles, então eu aceitei e estou aqui agora. Eu não posso mudar nada, e embora essa situação seja complicada, eles não fizeram as coisas insuportáveis, o que faz com que tudo que possa fazer seja aceitar. Não posso arriscar a vida da minha família em uma fuga improvável.”

“Ganho dinheiro, passo um tempo com minha família, embora pouco, ainda é alguma coisa… Enquanto eles estiverem a salvo, eu farei qualquer coisa.”

O rapaz escutou tudo e então respondeu lentamente:

“Eu não tenho razão para trabalhar para eles, então os destruirei.”

Assim que o rapaz terminou, ele voltou para a base.

O homem estava chocado, mas ele ficou quieto.

Depois disso, o rapaz criou um enorme plano e o apresentou ao homem.

Ao ver o plano, o homem ficou chocado com a engenhosidade do rapaz, e depois de pesar os prós e os contras, ele aceitou.

Ambos executaram o plano.

Depois de alguns meses, eles finalmente exterminaram a organização.

Quando eles estavam se despedindo, o homem virou-se para o rapaz e falou:

“O que você vai fazer agora?”

O rapaz olhou profundamente para o homem e respondeu:

“Eu não tenho um propósito para viver, então preciso encontrar um.”

O rapaz então foi embora, deixando o homem lá sozinho.

O rapaz andou pelo mundo. Ele tinha muito dinheiro depois de destruir aquela organização, então ele viajou o mundo inteiro em busca de uma motivação.

Depois de anos, ele ainda não havia encontrado essa tal motivação.

Até que um dia, ele se sentou à beira de uma estrada e pensou:

“Eu ainda não encontrei…”

E então ele começou a pensar na sua vida, e no final chegou a uma conclusão:

“Se eu tivesse tido bons pais…”

O homem não tinha tido bons pais. Os únicos que teve quando era jovem, o abandonaram porque não tinham dinheiro.

Ele passou por muitos casais e poucos deles eram boas pessoas, quase todos eram péssimas pessoas que o criaram com o objetivo de fazê-lo servi-los.

No final, ele acabou na rua onde foi pego pela organização.

Então ele chegou à conclusão que, se ele tivesse sido criado por boas pessoas, teria vivido bem.

“Não precisavam nem serem boas pessoas, contanto que elas me apreciassem, eu me sentiria feliz.”

O rapaz então pareceu ter pensado em algo.

“E se eu for essa pessoa?”

Então o rapaz logo fez aquilo que ele pensou.
Ele começou a cuidar de crianças indesejadas, tentando criar centenas de crianças de uma vez com o objetivo de ajudá-las.

Ele tinha muito dinheiro, então não tinha problema.

Um dia, o homem apareceu na sua frente. Ele agora não era mais tão jovem ou aparentava ter meia idade, sua aparência já estava um pouco velha.

Ele falou:

“Eu tive que te procurar por muito tempo antes de te achar…”

Ele parou e continuou:

“Encontrou o que procurava?”

O rapaz, que era agora um homem de meia idade, respondeu:

“Sim.”

E então ele contou ao homem suas aspirações.

Depois de escutar, o homem respondeu:

“Você está fazendo isso errado.”

O homem olhou para ele e continuou:

“Do que adianta usar o dinheiro para cuidar de tantas crianças? O que elas precisam não é apenas dinheiro, e sim amor, atenção, carinho… Elas precisam se sentir amadas, e de calor familiar.”

Ele obviamente não esperava essas palavras do homem, então não sabia como responder.

O homem continuou:

“Você por acaso precisa estar vivo para dar dinheiro para cuidar delas? Você pode simplesmente se manter dando apoio financeiro, é só pedir para um banco fazer isso…”

O rapaz, que agora era um homem, ficou chocado e então murmurou:

“Então eu ainda não encontrei…”


Autor: ReaderBecameWriter    |   Revisor: Blame



Fontes
Cores