SE – Capítulo 43 – Culpa



Baijian tomou uma decisão drástica. ¹

É como se existissem duas pessoas dentro de sua cabeça… Ele mesmo e o rapaz.

Embora ele não conseguisse destruir o rapaz, o rapaz também não consegue destruí-lo.

Sua mente está um caos por existir dois pensamentos diferentes. Não tem como existir a coexistência até porque os dois lados lutam um contra o outro inconscientemente.

Então Baijian tomou uma decisão drástica.

Ele já tinha entendido o objetivo de sua mãe com todo esse julgamento e quer usar isso para sair dessa situação.

A mãe de Baijian é uma cultivadora muito poderosa quando se trata do cultivo da mente. E ela queria isso para seu filho também, e por isso que criou esse julgamento.

Esse julgamento não é físico, assim como Baijian disse. Todos esses corredores e desafios não existem fisicamente.

Tudo que acontece aqui é uma enorme ilusão. Uma ilusão extremamente poderosa. Para a mãe de Baijian, tal ilusão é bem simples.

E então ela fez esse enorme tesouro que ela chama de: Labirinto das Aflições.

O Labirinto das Aflições é um poderoso tesouro mágico que foi criado com o objetivo de tornar a mente de Baijian mais forte.

Ela fez esse tesouro logo depois que descobriu sua gravidez… E colocou bastante esforço para cria-lo.

No final, se provou a melhor decisão possível.

Baijian é muito talentoso, ele tem um corpo divino e veias divinas supremas. Sua alma é uma Alma em Branco e ele tem uma linhagem monstruosa.

Mas e a sua mente?

Se sua mente for fraca, do que adianta ter enorme talento? Então no final esse tesouro é perfeito para Baijian.

Baijian agora está numa situação complicada, e fez uma decisão drástica.

Ele quer passar esse labirinto e tornar sua mente ainda mais forte. Tudo para que ele possa destruir a outra pessoa dentro dele, então ele escolheu começar novamente os desafios.

Assim que entrou no desafio, Baijian novamente incorporou a vida de outra pessoa.

No começo, ele não se familiarizou, mas depois de um tempo novamente entrou na mesma situação: Ele perdeu todas as suas memórias e se tornou aquela pessoa.

A pessoa que ele está incorporando dessa vez também vive na idade moderna.

Ele é um cirurgião famoso no mundo inteiro. Ele salvou milhares de vidas e passou um longo tempo da sua vida salvando pessoas.

Ele tem agora 65 anos, mas mesmo assim suas habilidades não pioraram, e na verdade só melhoraram.

Mas um evento aconteceu… Ele tem uma família. Uma esposa e dois filhos, um menino e uma menina.

Sua esposa e filha sofreram um acidente de carro e precisavam de uma cirurgia.

Obviamente, sendo um dos melhores cirurgiões do mundo, ele quem iria fazer a cirurgia da sua família.

Ele fez a cirurgia como sempre… Fez todos os passos perfeitamente.

E era para a cirurgia ter acabado em um enorme sucesso. Mas, durante a cirurgia, sua esposa reagiu mal e acabou falecendo.

Ele se sentiu extremamente desolado e deprimido, mas tentou não se abalar e escolheu fazer a cirurgia da sua filha.

Baijian entrou quando estava começando a fazer a cirurgia da filha.

Ao receber as memórias, começou a usar o conhecimento médico do homem para fazer a cirurgia da filha.

Durante esse tempo, ele era ele mesmo.

Mas durante a cirurgia, a filha também reagiu mal e começou a convulsionar.

Baijian começou a dar ordens para medicar e fazer diversas coisas.

Mas enquanto a menina convulsionava, e enquanto ele olhava aquilo tudo acontecendo na sua frente…

Ele mudou.

Ele deixou de ser ele mesmo, perdeu a memória e se tornou o cirurgião.

Ao ver a menina prestes a morrer igual à mãe, o cirurgião começou a chorar, mas ainda fez de tudo para salvá-la.

No final, a menina não morreu, mas ela entrou em coma.

Sua esposa morreu e sua filha está em um coma sem previsões de quando acordará… Isso o destruiu completamente.

Ele simplesmente não sabia o que fazer.

Quer dizer, ele é um dos melhores cirurgiões do mundo, salvou milhares de pessoas…

Suas habilidades são lendárias no campo da medicina. Todos do campo da medicina sentem enorme reverência para com ele…

Mas, quando ele precisa salvar duas das coisas mais importantes da sua vida…

Suas habilidades não são suficientes.

Isso foi um enorme choque para ele. Depois disso, ele ficou perdido quanto ao que fazer.

Um dia, seu filho mais velho veio até ele com olhos determinados e falou:

“Pai, eu quero fazer pesquisa no campo da medicina.”

Já fazia dias que ele não falava direito e só ficava pensando profundamente.

Mas sua mente ainda não quebrou… Se sua filha tivesse morrido, com certeza sua mente teria quebrado, mas por ela não ter morrido, ele por pouco não quebrou.

Mas mesmo que não tenha quebrado, do que adianta?

Qual a diferença entre quebrar e não quebrar? Ele está lá à toa sem fazer nada do mesmo jeito.

Ao escutar as palavras do seu filho, ele olhou para ele e falou apaticamente:

“Para que?”

O filho, ao escutar as palavras, ficou chocado e então rapidamente sua expressão mudou para uma de intensa raiva:

“É claro que é para encontrar uma cura para minha irmã. Eu não posso ficar parado sem fazer nada… Eu sempre quis aprender medicina, e eu fiz a faculdade justamente para me tornar igual ao senhor… Um grande médico. Mas só o que aprendi na faculdade não é o suficiente para salva-la, preciso aprender mais sobre medicina através de pesquisa como uma forma de encontrar uma cura para ela.”

O pai escutou tudo apaticamente e respondeu:

“Quando se chega no meu nível de conhecimento do campo da medicina, você percebe que não se pode melhorar ainda mais sem grandes mudanças… A medicina no mundo hoje está em pausa, há anos que não há uma melhoria decente. Para melhorar, tem que ocorrer uma enorme mudança. Tal mudança pode levar anos, décadas, séculos… Vai demorar. É impossível simplesmente começar a pesquisar e achar uma solução para o coma da sua irmã. Se fosse tão simples achar cura para problemas tão complexos, a sua irmã nunca teria acabado nessa situação em primeiro lugar.”

Ao escutar a resposta abatida do seu pai, sua raiva só aumentou.

Ele correu até a frente do pai, pegou ele pela gola e gritou no seu rosto:

“Eu não me importo. Eu não quero saber se eu vou conseguir ou não, eu preciso tentar. Eu preciso fazer algo! É impossível para mim viver minha vida em paz sabendo que minha irmã está deitada numa cama de hospital respirando e comendo através de tubos.”

O rapaz estava furioso com a atitude de seu pai em relação a tudo isso e continuou:

“E você? Um dos melhores cirurgiões do mundo? Que brincadeira. Falhou na cirurgia da própria esposa e filha, e causou tudo isso, mas não tem a força de vontade de ir atrás em busca de uma forma de salvar a própria filha… Você não é um grande médico, você é simplesmente um covarde.”

O velho médico que escutava tudo isso em silêncio não ficou com raiva e respondeu lentamente:

“Eu não cometi um erro. Todos os passos que fiz durante a cirurgia, seja da sua mãe, ou seja a da sua irmã, foram perfeitos. Qualquer pessoa teria sobrevivido.”

O velho se soltou do aperto do filho, se sentou na cadeira e continuou:

“Sua irmã mesmo sobreviveu… Se eu tivesse cometido um erro, do jeito que a situação era delicada, ela teria morrido.”

O velho virou a cadeira e começou a olhar para fora da janela:

“Filho, eu fiz tudo perfeitamente, mas sua mãe morreu e sua irmã está em coma. Me diz, qual o problema aqui?”

O rapaz ficou lá, parado, sem falar nada por um longo tempo.

Depois de um tempo ele respondeu:

“Eu não sei, porque você não me diz?”

O velho ficou calado por vários minutos e então soltou um longo suspiro.

Ele lentamente respondeu:

“Sua mãe e sua irmã não queriam sobreviver.”

Assim que escutou essas palavras, é como se o rapaz tivesse recebido um enorme choque.

Mas o velho não se importava e continuou a falar:

“No campo da medicina, não é importante apenas que o corpo seja curado… Se uma pessoa está doente e não quer viver, a doença só vai piorar cada vez mais… E por mais poderosas que sejam as habilidades do médico, não conseguirá salvá-la. Isso porque a pessoa precisa querer viver. O corpo tem uma enorme força de cura, e essa força é controlada pela mente.”

“Se a mente quiser sobreviver, o corpo vai criar um enorme poder de cura e isso faz com que, mesmo que a pessoa esteja prestes a morrer, viva um pouco mais.”

“Os chamados milagres… De pessoas que sobreviveram a cirurgias que normalmente não sobreviveriam… Isso é por causa da tenacidade da força de vontade da pessoa. Se a pessoa tiver muita força de vontade, ela pode praticamente ressuscitar.”

“Mas a mesma coisa acontece ao contrário. Se a pessoa não quiser sobreviver, fica mais e mais difícil sobreviver, por maiores que sejam as chances da cirurgia dar certo e por melhores que sejam as habilidades do médico… Se a pessoa não quer sobreviver, ela simplesmente morre.”

O velho parou e então terminou de falar:

“Sua mãe e sua irmã não queriam sobreviver… Eu consegui salvar a sua irmã por pouco, isso porque embora ela também não quisesse sobreviver, a vontade dela de morrer era mais fraca que a da sua mãe… Porque se sua determinação para morrer fosse mesmo que um pouco mais forte… Nem eu conseguiria ter salvado ela.”

O rapaz escutou aquilo tudo com lágrimas nos olhos.

Ele simplesmente não conseguia acreditar…

Como elas podem querer morrer?

Depois de um segundo, ele explodiu:

“Mentira! Não tem como elas quererem morrer… As duas sempre foram felizes durante todos esses anos. Eu sempre me senti abençoado por ter uma família tão feliz… Não tem como elas quererem morrer. Não tem como!”

O velho se virou para olhar o rapaz chorando.

Ele rolou a cadeira até a sua mesa, pegou alguns papéis e os entregou para o rapaz:

“Leia.”

O rapaz pegou os papéis e leu.

Quanto mais lia, pior se sentia.

No papel era a conclusão de uma investigação.

O velho também sabe que isso não é possível…

Mas ele descobriu através de uma investigação que no dia do acidente… Algumas horas antes.

A mulher levou a filha até um lugar. Esse lugar era cheio de bandidos… De acordo com as investigações, a mulher iria se encontrar com o irmão.

Ela é irmã de um dos bandidos por lá, e queria se encontrar com ele.

Ela por muitos anos tentou dissuadir o irmão a deixar a vida do crime e voltar a trabalhar honestamente, mas nunca conseguiu.

Naquele dia, o irmão disse que queria uma ajuda, e depois disso ele mudaria sua vida para melhor.

Ela levou a filha para conhecer o tio pela primeira vez.

Para ela, seu irmão sempre foi gentil com a família mesmo sendo um bandido, então ela esperava apresentar a filha ao irmão.

Chegando lá, o irmão estava morto.

Parece que ele queria de fato mudar de vida, mas os amigos bandidos descobriram e o seguiram até o lugar que ele escolheu de encontro.

Quando chegou, mataram ele, e esperaram pela mulher.

A mulher que chegou e viu o irmão morto, se sentiu extremamente triste.

Os bandidos que o mataram apareceram e capturaram a dupla de mãe e filha.

A filha foi estuprada por horas e no final a polícia descobriu tudo e prendeu todos os bandidos.

A mãe e a filha ficaram desoladas. No caminho de volta, a filha não poderia dirigir e a mãe estava dirigindo.

Durante o caminho aconteceu o acidente.

O velho esperou o rapaz ler tudo e disse:

“Sua mãe se sentiu culpada por tudo, e queria morrer. Sua irmã, pelo que fizeram com ela, também queria morrer.”

Depois disso, o quarto ficou silencioso.


Autor: ReaderBecameWriter | Revisor: Blame



Nota¹: Esse capítulo me fez suar pelos olhos. Alerta de Sadness!


Fontes
Cores