SE – Capítulo 37 – Perdeu tudo assim?



Ao ver o garoto falando a sua língua, o homem ficou chocado. Ele estava se perguntando por que ele queria os livros, e agora entendeu…

Ele os queria para aprender a falar.

Ao perceber isso, o homem ficou assombrado.

Ele só precisou ler os livros e aprendeu…

Ao lembrar o processo, o homem ficou ainda mais assombrado com a inteligência do garoto.

O garoto pediu os livros que ensinam a língua, e depois de ler, ele foi até a estante e folheou o livro de texto rapidamente. Depois de o ler em um piscar de olhos, o entregou para ele ler em voz alta, e assim que leu, o rapaz começou a falar fluentemente.

Ou seja, ele leu o livro didático para aprender. Leu um livro texto inteiro para ver se aprendeu corretamente e então o entregou para ele ler para que possa comparar a leitura com a fala… E simples assim o garoto aprendeu a ler e falar.

Ao perceber isso, o homem começou a sentir um intenso medo no fundo do seu coração.

Um medo dessa inteligência diabólica.

Baijian rapidamente começou a dar instruções ao homem.

Ele pediu para o homem reunir todos os soldados da cidade, até mesmo os que estavam patrulhando.

Depois que foram reunidos, Baijian foi até o homem e falou:

“Saia do quarto e lidere os homens para uma cadeia de montanhas que tem ao norte daqui. Você deve saber de quais montanhas estou falando. Quando você sair, estarei por perto com um arco apontado para você a todo o momento. Se mandar pessoas procurarem por mim para me matar, eu te matarei na hora. Se eu ver quaisquer movimentos suspeitos que possam ser sinais para fazer algo, eu te matarei na hora. Ao sair daqui, lidere os homens até as montanhas de que falei. Quando chegar lá, te darei mais instruções. Faça isso se quiser viver.”

Depois que terminou de falar, Baijian abriu a porta e saiu do quarto, desaparecendo sem vestígios.

O homem já sente um medo intenso em direção à Baijian, essa criança com uma inteligência demoníaca, então ele sabe que tudo que ele pode pensar, a criança pensará muito antes.

Assim, ele fez exatamente o que a criança disse, chamou todos os soldados da cidade… Seja de patrulha, ou os que estavam dormindo, e os alinhou.

Assim que Baijian foi embora, ele lentamente os levou até as montanhas.

Levou várias horas de viagens, até porque eram mais de 400 soldados.

Enquanto isso, Baijian não fez o que ele disse que faria. Ele disse ao homem que estaria por perto vigiando, mas na verdade ele saiu há muito tempo.

Seu objetivo é a cadeia de montanhas que ele indicou ao homem.

Baijian sabe que o homem não fará nada suspeito, isso porque ele conseguiu ver nos olhos do homem o medo que sentia em relação a si mesmo.

Então tudo que ele precisou foram de algumas palavras de aviso, e o homem não tentaria fazer nada.

Depois de várias horas, o homem gordo, junto com os 400 soldados, chegaram até as montanhas.

Eles entraram um pouco nas montanhas, montaram acampamento e o homem gordo esperou pelas próximas instruções do garoto.

Justo quando ele estava achando estranho a demora do garoto para aparecer, o chão começou a tremer e um barulho estrondoso se seguiu.

Vários soldados entraram em frenesi, e começaram a procurar a origem do tremor.

Quando olharam para cima, viram enormes quantidades de pedras caindo em direção a eles de cima do penhasco.

Eles começaram a correr e fugir, mas não adiantou de nada.

A avalanche era enorme, tinha muitas pedras, e por mais que tentassem correr, não conseguiam fugir.

Depois de vários minutos, o exército foi dizimado.

Baijian ficou olhando tudo do topo do penhasco com olhos frios. Como todos os soldados, e o próprio homem gordo, tem almas tão imundas, ele não sentiu nada ao ver um massacre de tantas pessoas.

Depois disso, ele desceu do penhasco em busca de sobreviventes. Alguns sobreviveram por pura sorte, só para serem mortos rapidamente por Baijian.

Depois de matar toda essa escória, Baijian foi para a cidade.

Não haviam guardas em lugar algum e as pessoas da cidade estavam se sentindo aliviadas.

Baijian simplesmente não sabia o que fazer agora.

Ele viu aquela porta e sabe que para conseguir abri-la, ele precisa de três esferas.

Ele acredita que só vai conseguir as esferas ao completar desafios.

E como esse é um desafio, ele precisa completá-lo primeiro antes de conseguir as esferas que precisa.

Sem ideias, ele andou sem rumo pela cidade.

Logo, ele chegou até o castelo e começou a olhar cada lugar dentro do castelo.

Ele olhou tudo, e no final, chegou até o quarto do homem gordo.

Ele vasculhou o quarto e, por trás de uma estante de livros, encontrou uma pequena porta.

Ele abriu a porta e apareceu uma escadaria para baixo.

Esse quarto já é no subterrâneo… Mais para baixo?

Baijian desceu lentamente.

Assim que chegou ao fim, encontrou uma porta de ferro.

Essa porta parecia bem resistente. Baijian tentou usar sua força, mas não conseguiu.

Então ele subiu as escadas e começou a vasculhar o quarto em busca de uma chave.

Vendo que a chave não estava no quarto, ele pensou:

Talvez esteja com o homem gordo…

Baijian saiu do castelo e foi correndo até as montanhas. As florestas e as montanhas estão escuras, mas Baijian se acostumou depois desses dois dias.

Depois de um tempo de corrida, ele entrou na cordilheira.

Chegando lá, viu as montanhas de cadáveres e pedras.

Ele procurou na área que o homem gordo estava antes de acontecer a avalanche.

Depois que achou seu corpo, procurou pelas roupas e rapidamente encontrou uma chave ornamentada. Ela era uma chave normal embora tivesse alguns ornamentos extravagantes.

Depois disso, ele correu novamente até o castelo e desceu as escadas até aquela porta.

Ao chegar à porta, usou a chave para abrir e a porta lentamente se abriu.

A porta revelou uma sala vazia.

No meio da sala havia um pedestal com uma pequena esfera dourada em cima.

Baijian foi até o pedestal e pegou a esfera.

Assim que pegou a esfera, o arco em sua mão e todas as coisas a sua volta desapareceram.

Ele voltou para o salão do inicio, onde havia a porta para ele ir para a pequena cabana. Com a esfera ainda em sua mão, Baijian foi até a porta e saiu do labirinto.

Depois disso, Baijian continuou sua rotina de correr pelo labirinto.

Duas semanas depois.

Faz exatamente um mês desde que Baijian chegou até o Pólo Norte para o julgamento.

Durante essas duas semanas, ele encontrou outro salão, mas resolveu continuar explorando o labirinto.

Ele entendeu que cada salão desses dá um desafio, e depois de completar os desafios se ganha uma esfera. Então, ele decidiu procurar o último salão antes de fazer todos os desafios restantes.

Hoje, ele encontrou o último salão e entrou nele diretamente. Assim como o salão anterior, só havia um pedestal no centro.

Em cima deste pedestal, havia um capacete.

Baijian encostou no capacete e rapidamente o mundo à sua volta mudou.

Ele agora está em cima da muralha de um castelo, vestindo uma armadura minúscula com um capacete minúsculo na cabeça.

A sua frente tem um exército enorme de soldados.

Baijian rapidamente fez as contas e tinha pouco mais de 300 mil soldados.

Um homem estava ao seu lado.

Esse homem estava gritando agora com a mesma língua que ele havia aprendido no primeiro desafio:

“Para o nosso senhor, vamos reclamar as injustiças. Para o nosso senhor, derramaremos o nosso sangue em busca da vitória.”

O homem, ao terminar seu discurso inflamado, chegou até o lado de Baijian e falou:

“Para o nosso senhor, derrotaremos aquele Rei Tirano ingrato!!!”

Os soldados estavam inflamados com enorme espírito de luta. Ao fim do discurso do homem, os soldados gritaram e olharam fervorosamente para Baijian.

Parece que eu sou o senhor de todos esses soldados.

Pensou Baijian silenciosamente.

Baijian, com três anos, é o líder de mais de 300 mil soldados.

Ele achou isso ridículo, mas parece que os soldados o veem como se fosse um adulto. Até porque, seria ridículo uma criança de três anos usando armaduras minúsculas liderando 300 mil soldados…

Eles me veem como um homem forte e robusto.

Depois de olhar um pouco as reações das pessoas, é essa a conclusão que ele chegou.

Baijian rapidamente começou a coletar informações.

Parece que ele é um general muito famoso no reino, e o rei se voltou contra ele.

Sendo um general tão famoso, ele tem um enorme exercito e agora vai para a guerra contra o rei tirano.

Baijian seguiu com o fluxo e fez a guerra… Ele aprendeu bastante sobre as guerras de antigamente, então ele conseguia fazer bem as táticas.

Só que, durante a guerra, algo que ele não esperava aconteceu.

Outro exército de outro general apareceu na luta num momento crucial, e no final, ele foi derrotado.

Baijian não lutou para sobreviver quando os soldados chegaram até ele, simplesmente ficou lá parado.

De acordo com a sua mãe, esse julgamento do labirinto não o faz correr risco de vida, então ele aceitou a morte.

No final, ele morreu.

Ao levar um golpe de espada na cabeça, ele sentiu intensa dor, como se a espada de fato tivesse o atravessado.

Depois de alguns segundos, a dor sumiu e ele desmaiou.

Ao abrir os olhos, se encontrou na entrada do labirinto e, ao ver isso, pensou silenciosamente:

Então é verdade que eu não corro risco de morte…

Ele saiu do labirinto e foi se preparar.

No dia seguinte, ele voltou para o mesmo desafio.

Mas uma coisa que descobriu que o chocou foi:

O tamanho do exército do inimigo é maior e o meu é um pouco menor?

Baijian ficou chocado com isso.

Antes, ele tinha pouco mais de 300 mil soldados, mas agora ele tem pouco menos de 290 mil… O número de soldados sob o seu comando diminuiu e os soldados sob o comando do rei inimigo aumentou…

Ao ver isso, ele entendeu…

Então existem penalidades diretamente no desafio caso eu perca?

Baijian ficou sem palavras ao ver isso.

O desafio fica mais difícil caso ele não consiga completar de primeira.

Ao perceber isso, ele começou a ser mais sério sobre esses desafios. Anteriormente, ele era bem casual já que queria entender o desafio antes.

Agora que viu que não tem mais como fazer isso, ele mudou de tática.

Dessa vez, ele começou a prestar mais atenção ao movimento dos exércitos, e depois de um pouco de coleta de informações, descobriu o segundo exército que entrou na luta antes.

Esse outro exército continua igual em força, o que aliviou Baijian.

Ele fez os preparativos para lutar contra os dois exércitos, mas ainda não foi para a guerra. Ele fez um pouco mais de investigação e o que ele pensou se revelou correto.

Se você sabe que um segundo exército vai aparecer, você pode se preparar.

O motivo do porque ele perdeu antes foi porque estava num momento crucial e foi pego de surpresa.

Agora que está preparado, ele pode usar de diversas táticas para derrota-los, mas ele ainda acha que isso não é tudo para o desafio.

Ele descobriu incrivelmente que existe um terceiro exército.

Esse terceiro exército é bem menor, mas todos dentro desse exército são elites.

A estratégia aqui vem em três frentes.

Uma o rei… Se você estiver vencendo o rei, outro exército aparece. Esse outro exército é apenas um pouco menor e menos poderoso que o exército do rei, mas juntando com o exército do rei e botando esse exército no momento certo, só a derrota lhe espera.

Mas, caso estiver preparado, esse exército não vai conseguir fazer muito.

Tudo que precisa fazer é usar de diversas táticas, bem como lutar contra o exército do rei sem ser muito agressivo, em busca de uma guerra de resistência… Como ele é um famoso general do reino, o seu exército é bem mais poderoso que o exército do rei já que esteve em muitas guerras antes e o exército do rei não.

Então, é possível sim vencer, contanto que esteja preparado.

É claro, a pessoa precisa ser muito boa em matéria de guerra.

Baijian é um gênio tático, seu cérebro é monstruoso, então obviamente ele consegue derrotar facilmente esses exércitos.

Contanto que esteja preparado, ele consegue.

Mas a estratégia não acaba aí.

Existe uma terceira frente. Caso esse segundo exército não funcione, usando o exército do rei e esse segundo exército como distração, um terceiro exercito feito totalmente de elites entraria em busca da morte do general.

Esse outro exército perfuraria tudo a sua frente até chegar ao general, e como são todos elites, todos são muito fortes e facilmente podem fazer isso.

Sem o general, o exército não é nada.

Então o objetivo final da estratégia de três frentes é matar o general, ou seja, Baijian.

Baijian viu através de tudo, e através de muitas táticas, conseguiu derrotar os três exércitos.

Depois de derrotar os exércitos, um pedestal apareceu no meio do campo de batalha. Em cima do pedestal havia uma esfera vermelha.

Baijian foi até o pedestal e pegou a esfera vermelha.

Ao pegar a esfera, todo o cenário mudou e ele apareceu novamente no salão principal.

Ele novamente foi para casa e guardou a segunda esfera vermelha.

No dia seguinte, ele foi até o último desafio. No meio do salão também havia um pedestal, e em cima do pedestal tinha uma pena.

Ele foi até o pedestal e pegou a pena. Assim que tocou a pena, tudo a sua volta mudou. Dessa vez, ele assumiu outra identidade.

Ele era um pequeno comerciante que tinha um pequeno negócio.

Como comerciante, obviamente o objetivo é ganhar dinheiro, então Baijian começou a estudar sobre o comércio.

Depois de dois dias, ele aprendeu bastante. É só que ele não sabe quanto dinheiro precisa fazer para passar o desafio.

Comércio demora. Não é que nem matar um tirano de um castelo ou derrotar um exército…

Ele levou dois dias para derrotar o tirano e só quatro dias para derrotar os três exércitos.

Mas comércio? Isso leva tempo.

Ele é um comerciante num mundo antigo e carrega seus produtos em carroças. Carregar uma carroça de um lado pro outro leva tempo.

Então Baijian bolou um plano. Ele não podia ser apenas bom em comércio, ele precisava inovar.

Então ele começou a manufaturar produtos modernos.

Como ele está num mundo antigo, começou a pensar em muitos produtos para manufaturar que sejam úteis para as pessoas desse tempo, que vendam em grande quantidade, e que não seja difícil nem caro de fazer.

Depois de pensar em muitos produtos com esses requisitos, ele gastou todo o seu dinheiro manufaturando os produtos e passou de cidade em cidade vendendo esses produtos a preços absurdos.

Quando os produtos acabavam, ele gastava todo o dinheiro para fazer mais, e ganhava mais e mais dinheiro.

Depois de um mês fazendo isso, algo aconteceu:

No caminho para outra cidade, ele foi roubado por ladrões e morto.

Baijian ficou furioso com tudo isso. Ele gastou um mês inteiro apenas para perder tudo assim?


Autor: ReaderBecameWriter | Revisor: Blame



Fontes
Cores