SE – Capítulo 3 – Alma



O homem não mostrou nenhuma reação, e perguntou em descrença:

“Eu acho que ouvi errado, a senhora quer o que?”

A mulher revirou os olhos e falou com desdém:

“Por isso que, as vezes, acho mortais tão irritantes…”

A mulher então repetiu lentamente:

“Eu quero que você crie meu filho.”

O homem então olhou para o bebê nos braços da mulher e passou a perguntar:

“Por quê? A senhora não quer ele não? Se for assim, eu posso preparar a papelada para adoção. Desculpe-me, mas eu não tenho tempo para cuidar de um bebê, então não posso adota-lo, meu trabalho como médico consome muito do meu tempo”.

A mulher simplesmente respondeu indiferente:

“Não, eu escolhi você, então não será ninguém mais. Eu sei sobre a estranha simpatia que você sente pelo meu filho, você é diferente das outras pessoas. Se você cria-lo, sei que irá arranjar tempo para cuidar bem dele.”

O homem não sabia como responder, então simplesmente ficou em silêncio. A mulher continuou com o mesmo tom indiferente:

“Quando os mortais veem meu filho, eles sentem admiração, pois meu filho é especial. Isso é algo normal já que linhagens inferiores sempre sentem admiração e medo de linhagens superiores. Meu filho é especial até dentro da minha família, obviamente qualquer pessoa que o ver sentirá intensa admiração.”

A mulher adicionou uma frase na sua mente:

“Como eu selei sua linhagem, esse efeito naturalmente desapareceu…”

O homem olhou para a mulher profundamente, simplesmente não entendendo. Ela fica chamando os outros de mortal, e falando coisas tão absurdas sobre linhagens.

“Normalmente, eu odeio falar, mas como estou cansada e ferida, só posso usar meu poder quando for estritamente necessário. Eu vou explicar em palavras que você possa entender, então, fique calado e escute atentamente”.

A mulher ficou em silêncio por alguns segundos antes de lentamente começar a explicar:

“Nesse universo, existe o chamado cultivo. Essa é a forma de cultivar energia, corpo, mente e alma para ganhar poder.”

Como ela vai deixar seu filho neste planeta, ela usou sua habilidade mais cedo para aprender tudo sobre ele. Com seu poder, ela sabe tudo sobre esse pequeno planeta. Como ele se formou, como são as civilizações, costumes, as pessoas, as línguas, as culturas…

Essa capacidade, em sua glória máxima, poderia ser usada com um pensamento de sua parte e não precisava de um minuto inteiro. Ela poderia, com um piscar de olhos, saber tudo sobre esse planeta. Na verdade, não só esse planeta, mas mesmo o sistema solar ou até mesmo a galáxia, não exigiria muito esforço da sua parte.

Mas por algumas razões, ela gastou muito do seu poder e está ferida.

Agora, usar até mesmo um pouco de seu poder é um enorme sacrifício. Por isso, ela decidiu explicar com palavras a esse homem o que ela quer que ele faça.

“Quanto mais se avança no caminho do cultivo, mais poderoso você se torna e mais coisas você pode fazer. Eu não nasci nesse pequeno planeta, eu vim de outro mundo muito longe, a tecnologia de vocês agora só consegue saber da existência de algumas galáxias próximas e não existem cultivadores poderosos aqui”.

“Então, para você entender, existe uma quantidade incontável de galáxias entre a galáxia em que nasci, e essa pequena galáxia que vocês chamam de via láctea”.

A mulher pausou um pouco para esperar o homem assimilar as informações que passou, e então continuou:

“Por causa de alguns assuntos na minha família, eu cheguei aqui grávida. Quando caí, eu momentaneamente perdi meus poderes, pois os estava usando para manter vivo o meu filho dentro da minha barriga, bem como usa-los para suprimir e curar meus ferimentos”.

“Sem poderes, escolhi vir a um hospital para ter um parto normal. Tudo que eu precisava era tirar fisicamente o meu filho de dentro, não era nada diferente do parto normal na terra. Como eu não tinha poder para fazer o parto eu mesma, tive que depender de você”.

“Quando dei a luz ao meu filho, consegui usar o poder que estava o mantendo vivo, e então pude fazer algumas coisas. Agora, eu não posso usar quase nada do meu poder e sou quase uma mortal, o resto esta todo concentrado em me curar”.

A mulher pausou, já que falou bastante.

O homem, durante todo esse tempo, ficou lá com um semblante confuso, olhando para o ar enquanto ponderava nas palavras da mulher, isso era algo que normalmente, a maioria das pessoas não acreditaria, ele suavemente acreditou em tudo aquilo, o que o fez confuso.

“Você não precisa se preocupar com o porquê estar acreditando em tudo tão facilmente. Existe uma parte do cérebro que é onde fica o senso comum das pessoas, quando uma pessoa recebe informações, essas informações são comparadas com o senso comum. É por isso que, quando falam coisas absurdas para mortais como você, o senso comum marca tudo como se fosse mentira”.

“Mas eu usei uma mecha do meu poder para inibir essa parte do seu cérebro, o que facilita um pouco minha conversa com você. Se não fosse por isso, essa conversa seria dez vezes mais longa e mais chata, porque eu teria que tentar convencê-lo de que estou falando a verdade.”

O homem olhou para a mulher em choque, agora ele não sabe o que pensar. Se ela estiver falando a verdade, só o fato de poder fazer isso já valida tudo que ela falou, e ao pensar que ela está mexendo no seu cérebro, o corpo do homem se arrepiou.

Se ela estiver mentindo, porque diabos ele está acreditando em tudo que ela está falando?

A mulher, sem consideração pelos sentimentos do homem, continuou a explicar:

 “Sem energia de tesouros, só posso usar a energia do ambiente à minha volta, seja de planetas, estrelas, pessoas… Mas nesse lugar, a energia natural é escassa e de baixa qualidade, mesmo que eu roubasse a energia de todos os seres vivos, planetas e estrelas nessa galáxia, não seria de muita ajuda”.

“É uma energia de baixíssima qualidade, mesmo que comprimisse-a para melhorar sua qualidade, não seria nem mesmo um grão de areia se comparado com o que preciso, portanto, eu tenho duas opções”.

“Ou eu vou para um lugar com energia mais pura… O que é impossível, já que não tenho muito poder para sair daqui”.

“Ou eu entro em um sono profundo, onde eu vou entrar em sintonia com esta galáxia e usa-la como um ponto de coleta de energia das milhares de galáxias em volta. Depois de um tempo, devo conseguir acumular energia o suficiente para ir à algum lugar com energia melhor.”

O homem ficou confuso e comentou levemente:

“Então faça, o que isso tudo tem a ver comigo criando o seu filho?”

A mulher já esperava essa pergunta, ela sabe tudo sobre esse homem, até o seu processo de pensamento. Então se ela jogar informações para ele, ela sabe como ele vai reagir a elas.

Basicamente, mesmo sem usar seu poder, ela sabe o que ele está pensando já que entende tudo sobre ele.

A mulher respondeu assim que ele perguntou, como se ela esperasse essa pergunta:

“Esse tipo de coisa leva tempo, afinal, estou fraca agora, e até para fazer algo tão simples, eu vou demorar vinte anos, por isso, durante esse tempo, quero que cuide dele.”

Depois que ela terminou a explicação, o homem respondeu quase que instantaneamente.

“Tudo bem, eu farei”.

Depois que respondeu, o homem caiu em silêncio se perguntando por que respondeu tão prontamente, depois de pensar um pouco, seu olhar caiu sobre a criança nos braços da mulher, e ao olhar para essa criança, um sentimento de simpatia o envolveu.

Vendo isso, a mulher sorriu e explicou:

“O motivo do porque aceitou tão facilmente é o que falei no começo, meu filho é especial”.

“A minha família tem uma linhagem especial e única mesmo se você for olhar em todo o universo. Nos registros da minha família, nunca vi uma linhagem tão pura”.

“A linhagem dele é muito concentrada, e por isso não sei que habilidades ele terá no futuro, mas sei que serão diferentes das habilidades dos outros membros da família…”

“Eu só posso dizer que ele é muito especial. E uma coisa que eu percebi, foi que você foi especialmente atraído por ele, mesmo se não fosse pela linhagem especial do meu filho, qualquer descendente da minha família, ao ser visto por um mortal, mesmo um bebê, receberá intenso respeito. Isso é algo natural, faz parte de como funcionam as linhagens”.

“Isso é algo intrínseco na linhagem da raça humana, eles sentirão respeito por uma linhagem superior”.

“Isso não é algo facilmente suprimido pelos próprios humanos, então, se um descendente da minha família vir a esse planeta e andar na rua, todas as pessoas o olharão com intenso respeito e admiração”.

A mulher fez uma pausa enquanto olhava profundamente para o homem, e continuou:

“Mas você é diferente, ao olhar para o meu filho, você não sente respeito ou admiração, e sim afeto. Não é bem amor, é mais… Atração, como se você fosse atraído emocionalmente por essa criança”.

“Eu acho que o motivo disso, é por causa da linhagem concentrada dessa criança. Não tenho certeza de como funciona a linhagem dele, e nem quais habilidades ele possui…”

O homem escutou atentamente, e perguntou com curiosidade:

“Então, por que eu sou atraído por essa criança?”

A mulher simplesmente respondeu, depois de alguns segundos de pausa:

“Isso é uma teoria minha, mas quando eu vi a diferença entre você e a enfermeira, fiz uma pesquisa em sua alma. Eu a vasculhei e, por causa disso, tenho todas as suas memórias e pensamentos, sei tudo sobre você, mas isso não é importante”.

“O importante mesmo é a sua própria alma, pois quando você nasce, sua alma sempre será branca, e à medida que a pessoa cresce, o tempo passa e você vive diferentes experiências, sua alma vai aos poucos, mudando de cor. Normalmente, quando um humano chega a idade de vinte anos, sua alma vai sempre ser cinza claro na cor”.

“Se a pessoa tiver feito coisas ruins, vai ser mais escuro, agora se a pessoa for totalmente má, pode ser um cinza bem escuro, quanto mais má, mais escura a alma. A linhagem da minha família tem haver com a alma, então normalmente temos disposições mais gentis para pessoas com almas mais claras, e somos mais hostis com pessoas de almas mais escuras”.

“Você agora tem vinte e cinco anos, e embora sua alma já não seja totalmente branca, para a sua idade, ela é muito mais branca que o normal”.

O homem escutou tudo em silêncio.

Quando ela mencionou que vasculhou sua alma, ele sentiu um arrepio pelo corpo inteiro. Quando falou que sabe tudo sobre ele, se sentiu muito envergonhado.

Mas quando a mulher mencionou que sua alma é mais branca do que as pessoas da sua idade, ele se sentiu feliz.

Afinal, de acordo com o que ela disse, quanto mais branca a alma, melhor a pessoa é.


Autor: ReaderBecameWriter    |   Revisor: Blame



Fontes
Cores