SE – Capítulo 28 – Por enquanto, missão completa



O computador que eu possuo não tem a capacidade de aguentar o que eu vou fazer a seguir, então eu consegui mais seis computadores.

Eu usei um software e alguns cabos diferentes e pluguei o processador de todos eles juntos. Agora, eu tenho oito processadores no computador. Embora isso não aperfeiçoe a velocidade de processamento, ele aumenta a quantidade de trabalho que posso fazer de uma vez só.

Eu devia ter pensado nisso antes quando eu fiz a primeira fase do plano. Eu pensei que o melhor do mercado seria mais poderoso, mas no final ele não era bom o suficiente.

Por isso pensei nesse plano. Se dois não são suficientes, que tal mais seis?

Eu também consegui mais três telas de computador. Duas simplesmente não eram o suficiente.

Eu montei na minha mesa as telas, ficou bem apertado, mas consegui.

Usando os computadores, comecei a segunda fase do plano:

Provas.

Eu consegui muitas informações sobre todos eles, praticamente tudo.

Nome verdadeiro, localização, família, amigos, aliados… A maioria sobre a vida deles.

Meu objetivo final com isso tudo é o dinheiro que eu vou tirar deles.

Esse dinheiro sujo vai me ajudar. Esse dinheiro foi feito a partir da dor de muitas pessoas… Eu vou usar para mim. Não importa de onde veio, contanto que eu possa usá-lo. Como um meio de me desculpar pelo que vou fazer, e também uma forma de me proteger, eu preciso destruir todos eles.

Eles todos são muito ricos, se tirar todo o dinheiro deles, uma boa parte do seu poder vai embora.

Mas eles não são apenas ricos, eles são poderosos também. Muito influentes.

Se eu simplesmente roubá-los, eles farão uma caçada contra mim.

Embora eu esteja confiante de que nunca me acharão, vai ser um caos ter 568 desses bandidos por ai me procurando, sem falar que se eu der azar e eles sorte, eles podem chegar até a mim de algum método que eu não pensei.

Então, a melhor forma de lidar com isso tudo é destruindo eles.

Para isso, preciso de muitas provas de todos os seus crimes.

Eu fiz as pesquisas e sei por onde e como procurar.

Eu passei três dias para conseguir provas, e consegui muitas, a maioria das provas consiste de erros que eles cometeram ao fazer seus crimes.

Mas só isso não é o suficiente, embora sejam provas, toda essa situação, quando acontecer será muito grande. Pode acontecer algo imprevisível, então as provas precisam ser tão incontestáveis que ninguém conseguirá impedir esses 568 bandidos de serem presos.

Então eu comecei o meu trabalho:

Hackear os computadores pessoais de todas essas pessoas.

Eles, sendo magnatas do submundo, não podem sair muito por aí, eles têm que ser mais baixo perfil. A maioria deles são chefes por trás dos panos. Nas organizações que eles lideram, se procurar, outra pessoa é líder. Eles são todos grandes chefões.

Então, por ser tudo por baixo dos panos, eles sempre usam celulares, computadores, webcam…

O objetivo é hackear os computadores e grampear os celulares.

Esse processo foi bem demorado até porque são no mínimo 568 computadores e 568 celulares… Alguns deles usam mais de um celular e computador, e descobrir os celulares e computadores foi bem trabalhoso.

Mas eu consegui pensar em dezenas de métodos para descobrir isso.

Eu levei exatos dez dias para conseguir hackear tudo. À medida que eu hackeava, as webcams dos computadores já começavam a gravar vídeos e os telefones já gravavam chamadas.

Isso foi mais difícil do que conseguir os arquivos contendo informações sobre eles… Porque eu preciso escutar os vídeos e chamadas para eu saber todas as informações, não é através de imagens.

Mas facilitou já que esses são pertences pessoais por parte deles… Eles usam apenas computadores e celulares que são totalmente protegidos. Então nunca pensariam que alguém conseguiu hackear os computadores e grampear os celulares, por isso eles usavam regularmente, sem medo de ter qualquer problema.

Eu levei mais seis dias para coletar todos os vídeos e chamadas que eu precisava.

Foi bem difícil, por serem tantos vídeos e áudios, eu tive que ir apagando à medida que eu via e escutava.

Na verdade, eu poderia criar softwares para fazer todas essas coisas. Existem softwares que fazem reconhecimento de voz. Eu até pensei em fazer um, mas depois de analisar um pouco o processo de fazer esse software, eu descobri que seria bem mais trabalhoso que os tradutores, sem falar que eu gosto de fazer tudo perfeitamente, e ia ser muito difícil eu conseguir isso.

Então eu fui pelo método primitivo. Eu comprei quinze caixas de som, e coloquei cada tela do computador e caixa de som para passar vídeos da webcam e grampos de celulares diferentes.

Mesmo que tivesse mais de 10 sons diferentes, eu conseguia separar tudo dentro da minha cabeça. Quando eu conseguia o que eu queria, eu selecionava no computador, quando era inútil, eu apagava.

Todo esse processo levou mais quatro dias, e agora eu tenho tudo que eu preciso.

Hora de ir para a terceira fase do plano:

Conseguir o dinheiro.

É aqui que mais vou precisar dos processadores.

Eu aprendi bastante sobre hackear, e eu sou muito bom nisso. Eu levei bastante tempo para hackear todos os computadores e celulares pessoais dos quinhentos bandidos… Mas isso não foi realmente difícil.

O mais difícil foi localizar os computadores e celulares. Descobrir o IP e o número do celular…

Isso foi bem difícil, eu tive que usar muitas táticas diferentes.

Por exemplo, um dos bandidos tem um império de drogas… Ele fazia muito do seu negócio na Deep web.

Na deep web eu tenho formas de contatar ele.

Eu só precisei hackear o site dele na Deep web, para então conseguir as informações de contato.

É claro, esse não é o seu contato pessoal.

Eu hackeei esse contato para chegar até o chefe da empresa.

Esse é o chefe que se mostra para as pessoas e não o verdadeiro chefe por trás dos panos.

Eu hackeei o computador desse chefe, e procurei por como ele conversa com o verdadeiro chefe.

Alguns falam por celular, então eu usei o computador para descobrir o celular. É muito simples, como é o computador pessoal da pessoa, eu só preciso fazer o computador rastrear celulares por perto dele usando o Bluetooth.

Depois de encontrar o celular, eu o invadia usando o próprio computador, e o grampeava. Aí eu só esperava ele entrar em contato com o chefe por trás dos panos para descobrir seu número de telefone.

Com o telefone do chefe por trás dos panos, o resto fica fácil.

Existiram muitos métodos que usei, mas no final consegui os computadores e celulares dos bandidos que eu queria.

Então o desafio disso tudo era achar os computadores e celulares, e não hackear.

Agora, eu preciso hackear todas as contas bancárias de todos eles…

Isso vai ser mais difícil. Bancos têm sistemas muito poderosos, eles investem muito nisso.

Para mim, não é difícil hackear em si, e sim que o computador aguente. Eu precisaria de um computador com um processador bem poderoso. Até porque não vou hackear apenas um banco e apenas uma conta bancária, serão vários bancos e várias contas bancárias.

Esses bandidos geralmente têm mais de uma conta bancária, muitas vezes em diferentes bancos, então da para ver o trabalho.

A sorte é que eles têm algo em comum:

Eles adoram paraísos fiscais.

Lugares onde a fiscalização mundial não chega, como a Suíça.

Eu realmente não entendo como os outros países podem aguentar uma existência como a Suíça… Isso só mostra que eles não querem lutar contra essas escórias, eles querem apenas coexistir. Então eles deixam esses paraísos fiscais como uma rota de fuga para essas pessoas.

Eu só precisei usar os computadores e celulares pessoais para descobrir onde estão todas as contas bancárias. Não foi muito difícil.

Mas eu ainda não comecei a hackear os bancos. Eu não preciso hackear apenas os bancos.

Novamente usando o computador pessoal deles, bem como as várias gravações que eu fiz com as webcams e com os grampos, eu descobri aonde eles escondem o dinheiro de backup.

Eu li uma vez na Deep web, que muitos desses magnatas por crescerem entre pessoas do mesmo tipo, sabem que podem perder seu império a qualquer momento. Sem falar que a polícia vira e mexe tenta fazer ações contra eles congelando suas contas no banco.

Então eles sempre têm seus planos de backup.

Um desses planos é ter dinheiro em outros bancos. Isso é para que caso uma das suas contas seja congelada, ele possa usar o dinheiro das outras contas.

Tem sempre os hackers também… É tudo pela precaução.

Cautelosos como são, eles têm um segundo tipo de plano de backup, que é o dinheiro físico.

Caso eles sejam presos pela policia, as suas contas bancárias serão encontradas e congeladas… Então, para caso algo assim aconteça, eles guardam dinheiro fisicamente em um cofre em algum lugar.

Eu descobri rapidamente aonde todos eles colocaram esses cofres. É engraçado que exatamente todos eles têm um cofre desses… Parece até uma regra não explicita no mundo do crime.

O problema é… Como pegar esse dinheiro? Honestamente, eu ainda não pensei nessa parte do plano. O ideal seria eu também pegar esse dinheiro, mas como sei que não é possível, eu queria que a polícia soubesse da existência desse dinheiro.

Geralmente esses cofres são escondidos dentro de suas propriedades. A polícia não é rápida o suficiente para apreender o dinheiro.

O motivo do porque eles precisam perder todo o seu dinheiro antes de eu poder apresentar todas as provas contra eles, é porque o poder do dinheiro é muito grande. São 568 bandidos… Se eles tiverem dinheiro guardado, mesmo que sejam presos, eles podem simplesmente contratar pessoas para soltá-los. Com tantos desses bandidos, e tanto dinheiro, eles podem fazer uma algazarra.

Sem falar que depois que eu fizer o meu movimento, eles aprenderão que não foi apenas eles mesmos que foram roubados e desmascarados, e sim mais de 500 pessoas… Se eles se juntarem para conseguir pessoas usando o dinheiro que tem… Eles podem facilmente resgatar a si mesmos na prisão.

Seria uma guerra.

As pessoas fazem qualquer coisa por dinheiro, então eu não duvido de que com o preço certo, a maioria das pessoas faria qualquer coisa.

Então, antes de apresentar as provas, eu preciso tirar todo o seu dinheiro.

Depois de pensar um pouco, pensei nos mísseis.

Mísseis são armas extremamente destrutivas que podem ser teleguiadas.

Esse plano tem alguns problemas, como:

Eles guardaram todo o seu dinheiro em lugares seguros, mas como que vou lançar mísseis nesses lugares? Posso acabar matando pessoas.

Mesmo que sejam bandidos, eu não quero matar pessoas.

Depois de pensar um pouco, eu decidi simplesmente avisar a todas as pessoas presentes nos locais para saírem de perto.

Na verdade, depois de pensar um pouco mais, cheguei à conclusão que os próprios países que tiveram seu sistema de mísseis hackeados, e os mísseis lançados, irão avisar aonde os mísseis irão cair.

Então pensei em programar o lançamento dos mísseis, impedir seus técnicos de cancelar o lançamento, e por causa da programação eles terão mais que tempo suficiente para avisar às pessoas. Acho que dois dias são suficientes.

O bom é que os lugares que os bandidos escolheram para esconderem seus cofres não foram em nenhuma grande cidade ou lugares que viviam pessoas normais.

São sempre em mansões no meio de montanhas, ou ilhas, lugares praianos isolados…

Eu vou simplesmente deixar para os países avisarem, eles devem conseguir fazer isso muito bem.

Falta um último preparo: As propriedades físicas dessas pessoas.

Eu não posso roubá-las, nem posso vende-las.

Então eu vou mudar o nome do proprietário, mas depois ele pode reclamar a propriedade de volta alegando que foi hackeado. Já que as propriedades não vão a lugar nenhum, não tem como eu ir até elas e fazê-las minhas, então é impossível roubar pelo computador.

Mas então porque devo mudar o nome de proprietário delas?

Tempo.

Essas propriedades, depois dos bandidos serem presos, serão apreendidas pela polícia para investigação. São muitas propriedades de muitos bandidos, então a policia vai estar com muito trabalho. Se eu não mudar o nome, eles podem simplesmente vender as propriedades no momento que descobriram que foram denunciados, e com o dinheiro de todas as propriedades, eles podem fazer um retorno.

Então tudo que preciso fazer é hackear e mudar o nome dos proprietários. As empresas e os governos que venderam vão investigar o que aconteceu, e parece que quando se falam de imóveis, é sempre muito burocrático, ou seja, demorado.

Vai levar alguns dias até receberem de volta as propriedades.

Até lá, já estão presos.

Depois de pensar no plano, rapidamente o coloquei em prática.

Eu hackeei todos os bancos e programei para o dinheiro ser transferido num determinado horário.

Esse processo levou três dias.

Então eu hackeei o sistema de mísseis de vários países pelo mundo.

Eles têm muitos lugares que armazenam mísseis.

Estou aprendendo bastante com isso… A humanidade está sempre pronta para a guerra.

Eu levei bem mais tempo para hackear todos os sistemas de mísseis… Eles tinham muitas camadas de proteção, e eu hackeei o sistema de mísseis de vários países diferentes, então levei cinco dias ao todo.

Depois disso, programei os mísseis para serem lançados nos lugares que marquei dois dias depois.

Depois que programei, os países descobriram que foram hackeados e o hacker está lançando vários mísseis em vários lugares diferentes. Eles usaram seus operadores para tentar se livrar do hacker, mas não conseguiram.

Vendo que não conseguiam recuperar o controle do sistema de mísseis, esses países começaram a fazer perímetros em todos os lugares que os mísseis iriam cair, impedindo as pessoas de entrar e as evacuando desses lugares.

Os mísseis foram programados para se lançarem dois dias depois, então cada país teve dois dias para conseguir criar os perímetros e evacuação de civis.

Eles nem tentaram parar fisicamente os mísseis. Dois dias não é tempo suficiente para desarmar os mísseis. Mísseis são coisas muito complicadas de mexer, então eles nem sequer pensaram nisso, e diretamente começaram a dar ordens de criação de perímetros e evacuação de civis.

Eles tinham bastante tempo, e assim que os mísseis caíram, ninguém morreu nem ninguém ficou ferido.

Os bancos foram programados para transferirem o dinheiro na mesma hora do lançamento dos mísseis.

Durante toda a transferência, eu limpei todos os rastros que a transferência deixou e os hackers que tentaram parar não conseguiram nada.

No dia seguinte, eu espalhei todas as informações, junto com as provas que consegui na internet.

Eu criei contas em diferentes sites de diferentes países do mundo.

Programei um site e coloquei as informações. Botei uma pequena mensagem e então divulguei em vários sites muito acessados em vários países diferentes.

Rapidamente as pessoas entraram e viram tudo.

Hackers tentaram derrubar o meu site, sem sucesso.

Então eu apenas comecei a esperar os resultados. Eu já consegui o que eu queria, só falta esperar para ver o que acontecerá com todos esses bandidos.

Por enquanto, missão completa.


Autor: ReaderBecameWriter    |   Revisor: Blame



Fontes
Cores