SE – Capítulo 230 – Não posso ajudá-lo depois disso



Com uma expressão escura, Tikr observou enquanto Baijian e Louis eram cercados por todos esses soldados musculosos.

Se levantando de sua cadeira, ele rugiu para os soldados:

“O que vocês estão fazendo? Aqui é a minha oficina, saiam daqui imediatamente.”

Essa era sua oficina pessoal. Em toda a loja, menos de cinco pessoas podem entrar nela, e em todo o reino, menos de dez.

Ele era o melhor ferreiro do Reino, um dos melhores do Império, já foi um Grande General do Reino de Silvar, e um guerreiro extremamente poderoso no Pico do Terceiro Limiar.

Para alguém do seu nível, até mesmo correr de forma imprudente dentro de seu território é mais que motivo suficiente para ele matá-lo na hora.

O pior de tudo é que um grupo de soldados de repente cercaram duas pessoas dentro da sua sala pessoal.

Essa sala, que mesmo o Rei precisaria pedir licença para entrar, foi de repente invadida por alguns soldados.

Como um homem poderoso e orgulhoso como ele poderia segurar isso? Isso não tem nada a ver com as pessoas que os soldados cercaram, tem a ver com seu orgulho, o orgulho de um homem extremamente poderoso e habilidoso que nem todo mundo poderia ofender.

Ouvindo o grito de Tikr, os soldados estremeceram e olharam para esse homem que poderia matá-los com um único dedo.

Respirando fundo, eles tentaram se acalmar, mas não podiam, a pressão desse homem era tão poderosa quanto uma montanha.

Quando pensaram que morreriam, uma voz soou:

“Mestre Tikr, eles são meus soldados, por favor, perdoe a indelicadeza deles, eu irei discipliná-los quando eu voltar.”

Ingra lentamente entrou na sala e olhou para Tikr com uma expressão de falso medo.

Tikr se acalmou rapidamente e respondeu de forma fria:

“Seus soldados precisam realmente de alguma disciplina. Como eles podem simplesmente entrar na minha sala de forma tão imprudente? Mesmo seu pai teria que pedir a minha permissão para entrar.”

Ingra rapidamente se curvou como um pedido de desculpas enquanto pensava internamente:

‘Meu pai não ousaria entrar sem pedir licença porque você ainda é valioso para o Reino. Eu, por outro lado, se fosse o Rei, entraria aqui como eu bem entender e te forçaria a se submeter. Se não se submetesse, só a morte lhe esperaria.’

Quando pensou sobre matar Tikr, a expressão de Ingra mudou para uma de raiva.

‘Já é difícil suportar a Biblioteca de Verusa, uma organização independente, dentro do meu território. Eu ainda tenho que suportar você e aquele velho Lucas? O atual Rei é realmente um covarde.’

‘A Biblioteca de Verusa é intocável, até eu sei que não dá para fazer nada sobre eles, mas um par de velhos teimosos? Eles ameaçam a família real, e mesmo assim meu pai continua protegendo-os.’

‘Quando eu subir ao trono, eliminarei vocês dois imediatamente.’

Pensando nos seus subordinados que foram realmente tolos o suficiente para invadir o espaço pessoal dele, Ingra logo teve uma ideia:

‘Vamos testar os limites desse velho. Se ele for muito arrogante, posso usar isso como motivo para matá-lo e capturar sua filha…’

‘Uma mulher com uma linhagem antiga… Se eu torná-la minha Rainha, meus futuros filhos poderão ter uma linhagem superior. Se eu não conseguir concluir minhas ambições, meus filhos com a linhagem antiga terão uma chance muito maior de roubar o trono de Imperador…’

Depois de calcular em sua mente rapidamente, Ingra subiu e falou:

“Me perdoe, Mestre Tikr, isso não acontecerá novamente.”

Tikr olhou friamente para Ingra:

“Mas eu não posso deixar isso desse jeito. Eles insultaram o meu domínio, eu preciso ensinar uma lição a eles.”

Ouvindo isso, por fora, Ingra mostrou uma expressão amarga, mas por dentro ele estava pulando de alegria:

‘Isso velhote, leve essa situação para outro patamar. Esqueça ensinar uma lição a eles, mate-os diretamente… Não, me espanque. Ensine uma lição a mim.’

Com esse pensamento em mente, Ingra falou em um tom justo:

“Eles entraram em sua sala pessoal por ordens minhas, Mestre Tikr. Eu os ordenei capturar esse jovem que trabalha em sua oficina porque suspeito que ele seja um espião de outro Reino. Meus subordinadores cometeram um erro, mas foi sob as minhas ordens, eu assumirei toda a responsabilidade.”

Ouvindo isso, Tikr sorriu friamente e pensou interiormente:

‘Quer escalar essa situação para outro nível? Criança, você acha que eu nasci ontem? Vocês não tem nenhum motivo para mexer comigo, então quantas vezes o seu pai tentou criar situações para que possam me prender?’

‘Eu já passei por situações assim tantas vezes que já aprendi como lidar com vocês. É por causa disso que eu demiti Louis diretamente, eu não queria me envolver com vocês. Por causa disso, eu sacrifiquei um dos meus funcionários.’

Pensando sobre isso, a mão que segurava o martelo apertou firmemente e seus olhos lançaram um brilho perigoso:

‘Eu só preciso esperar… Contanto que Trent suba ao trono, tudo vai mudar.’

Com esse pensamento em mente, Tikr respirou fundo e respondeu:

“Príncipe Ingra, está tudo bem. Embora eles tenham cometido um erro, pelo bem do Príncipe, eu vou deixar passar. Mas que fique claro, dentro do meu domínio, vocês não têm o direito de tocar ninguém.”

“Se quiserem prender Louis por acharem que ele é um espião, façam isso fora do meu território.”

Insatisfeito, Ingra só poderia aceitar isso em silêncio. Tikr tem passado isso por anos, não é a sua primeira vez.

Como um Grande General, ele é muito venerado no Reino, então é difícil tocá-lo, a menos que tenham um bom motivo.

Espancar o príncipe seria motivo suficiente, mas Tikr é esperto, obviamente não vai cair em um truque tão pequeno.

Com insatisfação, Ingra olhou para seus soldados e gritou:

“Arrastem esses dois para fora.”

Os soldados rapidamente acenaram com a cabeça, e Tikr falou de repente:

“Como falei, dentro do meu território, ninguém faz nada contra a minha vontade. Se querem prender Louis, façam isso depois que ele sair.”

A expressão de Ingra afundou, se perguntando se Tikr ia proteger Louis. Ele sabia que não podia fazer mais nada. Se ele realmente o irritou, e Tikr decidisse espanca-lo, mesmo que quisessem usar isso para fazer um movimento sobre ele, não poderiam.

Se eles tiverem a razão, podem fazer o que quiser com Tikr. Mas se eles forem irracionais, mesmo que prendam Tikr e capturem sua filha Rebecca, isso pode causar indignação pública.

Ao longo da história, a família Silvar quase foi deposta do trono sete vezes, e dessas, seis foram por indignação pública.

Por causa disso, ao longo dos séculos, os jovens da família Silvar foram instruídos a nunca causar indignação publica.

Até Ingra teme a indignação publica.

Ele sabe que, se o povo não tolerar o seu governo, eles podem facilmente derrubá-lo.

Num mundo em que todos podem se tornar poderosos se matarem monstros para aumentar o nível, a maioria dos cidadãos alcançam em média o nível 90.

Os que podem passar o limiar de nível 100, que é o Primeiro Limiar, ainda são muitos.

Se o povo se enfurecer, derrubar o Rei não é impossível.

É por isso que, embora tivesse matado, torturado e humilhado muitas pessoas, ele nunca fez literalmente o que quisesse.

Ingra é um homem com a mente completamente distorcida. Ele tem fetiches nojentos, e se ele liberasse completamente suas intenções ao mundo, sabe-se lá o que faria.

Por ter uma mente tão distorcida, mas ao mesmo tempo um inibidor chamado “Indignação Pública”, ele toma muito cuidado quando faz suas coisas.

Se ele mata, tortura ou humilha alguém publicamente, ele investiga se aquela pessoa tem qualquer ligação com pessoas importantes antes de fazer.

Se a pessoa tem qualquer tipo de ligação com pessoas importantes, ou ele desiste, ou ele faz tudo escondido, dependendo de que pessoa importante ela está ligada.

É por isso que, embora fizesse muitas coisas ruins, ainda não foi no nível de causar indignação pública.

Claro, ainda é um mistério se ele causará indignação publica ao assumir o trono num futuro hipotético.

O povo não gosta muito dele, embora os políticos e muitos generais beijassem sua bunda o dia todo.

Depois de finalmente se resolver, e perceber que isso não levaria a nada, ele lentamente saiu com seus soldados logo atrás.

Quanto aos dois que foram cercados, Louis tinha uma expressão assustada o tempo inteiro, e Baijian continuou ali completamente tranquilo, como se os eventos que acontecessem a sua volta não importassem.

Depois de Ingra e os soldados saírem, Tikr lentamente relaxou, e olhando para Baijian e Louis, ele falou:

“Fiquem aqui até Ingra desistir. Ele não é um homem muito paciente. Quando sair, deixará apenas alguns soldados escondidos para lhes capturarem. Quando isso acontecer, eu organizarei para que vocês possam sair daqui em segurança.”

“Sinto muito, mas não posso ajudá-los depois disso.”

Louis suspirou com uma expressão preocupada, e Baijian perguntou:

“Você pode me ensinar agora?”

Ouvindo isso, Tikr suspirou e respondeu:

“Ensinar o quê? Dada as circunstâncias, não poderei te acolher como meu discípulo mesmo que Loretta tenha te indicado.”

Com a mesma expressão de sempre, Baijian respondeu:

“Eu não preciso que você se torne meu mestre, você só precisa me ensinar suas técnicas. Eu já tenho muito conhecimento acumulado sobre o assunto, só preciso de técnicas.”

Em meio a enorme quantidade de livros lida dentro da Biblioteca de Verusa, Baijian já acumulou muito conhecimento sobre metais e a profissão de ferreiro.

Ele agora só precisava das técnicas dos ferreiros.

Bastante cético, Tikr olhou para Baijian de cima pra baixo enquanto respondia:

“Você… O que quer dizer com isso?”

Olhando o ambiente a sua volta, Baijian de repente se dirigiu a estante de livros que havia no quarto de Tikr e respondeu:

“Eu preciso de conhecimento especializado. Eu já li todo o conhecimento de ferraria que havia na Biblioteca de Verusa. Desde conhecimentos sobre metais, até mesmo a história de grandes ferreiros do continente.”

“Para o atual eu, só preciso de conhecimentos mais aprofundados, e técnicas de forja.”

Pegando um dos livros da estante que parecia bem usado, ele passou a ler e percebeu que não é um livro impresso, e sim escrito.

A grande maioria dos livros na Biblioteca de Verusa foi impresso de alguma forma, mas esse foi totalmente escrito. Obviamente, ao contrário daqueles livros que são informações de fonte secundária, esse é um livro original, um livro escrito por alguém diretamente usando suas próprias experiências.

Vendo que Baijian, sem nem pedir, começou a ler seus livros pessoais, Tikr ficou um pouco chateado e falou:

“O que você quer? Pare de ler meus livros.”

Baijian não parecia estar lendo exatamente, ele pegou livro por livro e cuidadosamente folheou as páginas de uma maneira extremamente rápida.

Antes de perceber, ele já tinha “lido” mais de cinco livros, e foi só nesse momento que Tikr pôde reagir.

Ele se aproximou de Baijian e, empurrando-o para o lado, falou:

“Garoto, mesmo que você tenha sido recomendado pela Loretta, há um limite de até onde eu posso aceitar o seu desrespeito.”

Entregando o livro que ele terminou de folhear para a estante, Baijian respondeu:

“Livros interessantes. São suas próprias experiências, muitas delas o deixaram em um beco sem saída.”

Tikr não teve nenhuma reação, mas Baijian perguntou:

“Posso continuar dando uma olhada neles? Não vou danificar seus livros.”

Depois de pensar por um momento, e vendo que dessa vez ele pediu, Tikr assentiu com a cabeça e Baijian voltou a pegar livro por livro e folhear rapidamente.

Observando todo o processo, Tikr pensou várias vezes em impedi-lo, mas ele permaneceu em silêncio.

Ele não sabia dizer o que Baijian estava fazendo, e isso o estava deixando curioso.

Depois de folhear o último livro, Baijian suspirou por um momento e falou:

“A teoria está completa, falta a prática.”

Olhando para Tikr, que estava confuso, Baijian escolheu uma abordagem mais direta e falou:

“Eu posso aprender quase qualquer coisa só de olhar uma vez…”

“Quase”, porque existem ainda coisas que mesmo ele não conseguiu aprender.

Coisas como, por exemplo, a habilidade de Bingyue de passar suas emoções para a música, ou o temperamento calmo de Xue’er que consegue acalmar as pessoas a sua volta.

Ou até mesmo o ataque de Salon que cortou aquele imenso Dragão ao meio.

Essas coisas, mesmo depois de ver várias vezes, ele não conseguia aprender.

Mas ferraria? Baijian tem um palpite que ele conseguirá aprender de primeira se observar as técnicas de Tikr.

Quanto a Tikr, ele ficou um pouco surpreso com a súbita declaração de Baijian, e depois de observá-lo de cima pra baixo, uma pontada de curiosidade começou a aparecer em seu coração.

Embora na hora não tenha percebido, ele percebeu depois que, durante toda a situação com o príncipe, Baijian observou tudo de fora com uma expressão extremamente calma.

Como se ele não tivesse nada a ver com o que estava acontecendo a sua volta.

Quando essa percepção lhe bateu, Tikr começou a prestar mais atenção em Baijian, e por isso que ele o deixou “ler” todos os seus livros.

Ele queria entender Baijian.

Ouvindo que ele poderia aprender qualquer coisa só de olhar uma vez… Embora cético, uma pontada de dúvida apareceu no coração de Tikr, e ele resolveu descobrir a verdade.

Voltando para o seu banquinho, ele pegou seu martelo e começou a martelar repetidamente enquanto de vez em quando olhava para Baijian com o canto do olho.


Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.
🉐


Autor: ReaderBecameWriter  |  Editor: Delongas



Fontes
Cores