SE – Capítulo 207 – Orcs, Anões, Elfos e Humanos



Nesse momento, Baijian estava tão focado no que estava fazendo que não prestava mais atenção em nada. O seu velho hábito voltou, e sua atenção estava completamente focada no livro na sua frente.

Ele estava tão focado que nem percebeu a dor e o cansaço que sua mente estava sentindo… A cada palavra que lia, essa dor e esse cansaço aumentava, mas ele simplesmente não percebeu, só continuava a ler sem parar.

Embora o livro fosse grosso, haviam poucas palavras no livro. Cada página tinha no máximo cinco palavras. Eram todas enormes e emanavam um brilho estranho que fascinava todos que as viam.

Não levou muito tempo para Baijian ler o primeiro livro, e ainda absorto no que estava fazendo, colocou o livro na prateleira e pegou outro.

O segundo livro era: A Lenda da Raça Guerreira V.

O livro novamente explicou um monte de coisas diferentes sobre a raça dos orcs. Era basicamente um livro de introdução da raça orc com muitos detalhes, contando a história bem como a origem da raça orc.

Depois que leu o segundo, ele pegou um terceiro, só que esse tinha um título diferente: A Lenda da Raça Habilidosa III.

Vendo que era um título diferente, Baijian colocou de volta e pegou outro, que era novamente diferente: A Lenda da Raça Inteligente IV.

Ele pegou outro, e era: A Lenda da Raça Inteligente III.

Ele novamente passou esse, e pegou mais um: A Lenda da Raça Superior I.

O próximo era: A Lenda da Raça Guerreira I, e ele o pegou para ler…

Novamente era sobre os Orcs, novas informações, história, personagens históricos… A diferença é que esse, sendo o primeiro livro, focou mais na origem dos orcs, que conta que, antes de qualquer ser vivo inteligente aparecer em Origens, só existia monstros e caos.

Foi quando alguns seres inteligentes apareceram… Um desses seres era conhecido como o Deus dos Orcs, Thar.

Quando Thar chegou em Origens, usando sua habilidade, ele deu a luz orcs sem mesmo precisar de uma fêmea. Ele então abençoou os orcs com algumas habilidades, e a mais suprema de todas: uma incrível habilidade de procriação.

Com essa habilidade, os Orcs podiam procriar e as fêmeas davam a luz em questão de minutos… Em duas semanas os bebês cresciam e se tornavam adultos.

Baijian leu no quinto livro que essa habilidade foi retirada da raça orc quando Thar misteriosamente desapareceu. Por causa disso, os orcs foram declinando e declinando, até chegar ao estado de hoje, onde existem poucas tribos orcs pelo mundo de Origens, e essas tribos geralmente eram atacadas por humanos para sequestrá-los e vendê-los no mercado de escravos.

Escravos orcs eram úteis porque eles eram muito fortes, sendo incrivelmente úteis para trabalhos pesados. Eles também davam boas buchas de canhões, por seus corpos serem grandes e duros, podendo receber alguns ataques, o que é muito útil em guerras.

O único problema é que os Orcs são orgulhosos guerreiros, e quando escravizados, eles não aceitam qualquer comando até a morte.

Só que cento e vinte mil anos atrás, um poderoso mago das trevas apareceu no continente e criou uma coleira de escravidão. Com essa coleira, qualquer pessoa poderia escravizar outra, não importava o nível, e o escravo aceitaria todas as ordens sem questionar. Mesmo que o mestre pedisse para o escravo se matar, ele o faria.

Naquela época, só o mago tinha a forma de criar essa coleira, e com o tempo, isso se perdeu.

Oitenta mil anos atrás, uma pessoa achou o método de criação da coleira, e embora fosse caro, acabou vendendo o método para inúmeras pessoas em troca de uma soma enorme de dinheiro.

No final, a coleira hoje em dia é usada pela maioria dos Impérios para escravizar pessoas poderosas. Como a forma de criar a coleira é muito cara, não existem muitas coleiras… Mas como orcs são extremamente úteis de inúmeras formas, e os guerreiros orcs são conhecidos por serem a mais poderosa raça guerreira, existem Impérios que gastaram quantidades astronômicas de dinheiro para criar essas coleiras para construir pequenos exércitos de orcs.

Hoje em dia, a raça dos orcs está em declínio, e talvez em algumas dezenas de milhares de anos, se torne extinta de vez.

Depois disso, Baijian leu o livro II e IV dos Orcs. Quando terminou de ler, ele entendeu que o quinto livro provavelmente era o último, já que, assim que terminou de ler o quarto livro, uma mensagem apareceu na sua tela:

“Você acaba de iniciar a missão forçada: ‘A Volta da Raça Guerreira’.”

Vendo isso, Baijian sorriu ironicamente. Normalmente, quando aparece uma missão para uma pessoa, tem a opção de aceitar e recusar, e por isso, para ajudar a pessoa a se resolver, aparece a descrição da missão antes. Seja o que se deve fazer na missão, o nível de dificuldade, os requisitos ou as recompensas.

Mas aparentemente, essa era uma missão forçada. Por causa disso, não apareceu uma descrição da missão. Baijian teve que pensar na sua mente: missão.

De repente, na sua frente, apareceu uma tela mostrando um espaço vazio que só tinha uma missão e a dificuldade ao lado.

O nome da missão era: ‘A Volta da Raça Guerreira’.

Ao lado, a dificuldade estava: ???.

Vendo isso, o sorriso irônico de Baijian aumentou, já que ele sabia que essa devia ser uma das missões mais supremas do jogo. Tão suprema que não tinha classificação.

As missões do jogo são classificadas de acordo com a dificuldade… Mas não significa que a mesma missão sempre terá a mesma dificuldade. A mesma missão terá diferentes dificuldades para diferentes pessoas.

Tudo depende da força da própria pessoa.

Se a pessoa for forte, a dificuldade vai diminuir. Se a pessoa for fraca, e sem querer pegar uma missão que só jogadores de nível 100 poderiam terminar, a missão pode muito bem alcançar SSS.

Baijian agora pegou uma missão que nem classificação tinha. Isso significa que ela é extremamente difícil, num nível que provavelmente poucas iguais a essa no jogo inteiro.

Suspirando, Baijian clicou na missão para saber o que ele tinha que fazer:

A Volta da Raça Guerreira

Descrição: A mais poderosa raça guerreira está agora em declínio, sendo assediada pelos humanos e usada como escravos. Alguns nobres até usam orcs para treinar seus filhos em matéria de guerra… Eles caíram para um nível que não são diferentes de monstros normais sem cérebro.

Embora não sejam muito inteligentes, os Orcs tem um pensamento lógico conciso, e são extremamente poderosos. Eles são fortes fisicamente, tem grande compreensão de tudo relacionado à guerra, e são soldados de nascença, prontos para lutar num campo de batalha.

Seus magos são extremamente poderosos, seus guerreiros têm incríveis habilidades com todos os tipos de armas diferentes, seus generais têm grande inteligência estratégica, e eles definitivamente são a raça guerreira suprema.

Por causa do sumiço do seu Deus, os orcs começaram a decair já que não podiam mais se procriar com a velocidade de antes. Sua raça foi perdendo números rapidamente, e com o tempo, e as guerras, chegaram a um ponto que, para os humanos, não são diferentes de animais e monstros.

Você conhece toda a história dos orcs, e por isso você sabe que os orcs merecem respeito e devem ter aquilo que merecem: a glória que se perdeu no tempo.

Dificuldade: Mundial

Requisitos: *Só para aqueles que conhecem a história completa dos Orcs.
*Essa é uma missão forçada, então você não pode recusar, nem desistir dela.
*Você deve deixar todos no mundo saberem a glória dos Orcs e trazer a mais poderosa raça guerreira de volta para o topo do planeta.
*Consiga a confiança dos Orcs e os lidere para a glória.

Recompensas: Desconhecido.

Lendo isso, um suspiro saiu da boca de Baijian. Ele sabia que acabou de “aceitar” uma missão problemática.

Essa missão, que tinha como dificuldade “Mundial”, com certeza estava em um nível muito maior do que as de nível SSS… Era outro nível completamente diferente.

Depois de pensar por um longo tempo, ele resolveu deixar isso de lado por enquanto e começou a olhar os outros livros na estante:

A Lenda da Raça Habilidosa II e III.

A Lenda da Raça Inteligente III e IV.

E por último: A Lenda da Raça Superior I.

Baijian resolveu ler todos esses livros… De acordo com o padrão, cada um desses livros deve ter cinco partes, e como a biblioteca de Verusa só tinha o da Raça Guerreira completo, esses outros provavelmente não dariam missões.

A raça habilidosa se referia aos anões, que são conhecidos no continente por serem extremamente habilidosos manualmente, tendo habilidades superiores seja em alquimia, ou na forja.

Os dois livros explicavam a historia dos anões, bem como algumas coisas que aconteceram nos últimos tempos, como o fato de os anões terem desaparecido do continente cinquenta mil anos antes.

Hoje em dia, existem poucos anões perambulando pelo planeta, a grande maioria não sabe para onde os outros anões foram e estão procurando desesperadamente por eles.

A raça inteligente se referia à raça humana… Os dois livros explicavam que a raça humana é conhecida por ser a mais “inteligente” das raças, pois tinham um tipo de inteligência muito diferente das outras raças.

Os Orcs eram guerreiros inatos, embora não tão inteligentes na maioria das coisas, quando se trata de guerra, seja tático, estratégico, ou em questão de luta, eles são gênios conhecidos por todo o planeta.

Os anões são extremamente habilidosos, tendo a capacidade inata de aprender trabalhos manuais várias vezes mais fácil do que as outras raças.

Os elfos são conhecidos por serem uma raça superior a tudo. Pois dentro da raça dos elfos tinham muitos habilidosos, que embora não fossem tão bons quanto os anões, eram muito superiores aos humanos. Tinham elfos gênios de batalha, que tinham aguçadas habilidades de batalha, e um gênio tático e estratégico, embora não tão grande quanto dos Orcs.

Eles tinham alto talento mágico, superior a todas as raças, e uma incrível afinidade com a natureza e seus elementos.

Por causa disso, entre as quatro maiores raças do continente, os elfos são conhecidos como a Raça Superior.

Mas e os humanos?

Em comparação com os Orcs, seus físicos e talentos para guerras não eram nada. Em comparação com os anões, suas habilidades não eram nada. Em comparação com os elfos, eles não tinham tanto talento para magia e sua afinidade com a natureza não era tão alta.

Então por que, depois de centenas de milhares de anos, a raça humana se sobressaiu sobre todas as três raças?

Essa pergunta ecoou na mente de Baijian, mas ele decidiu primeiro ler sobre os elfos antes de tirar qualquer conclusão.

Os elfos eram conhecidos por terem aparências superiores aos humanos, grandes talentos para magia e muita afinidade com a natureza.

Eles também tinham sentidos superiores aos humanos, e embora seus físicos não fossem tão bons quanto os dos humanos, eles podiam compensar isso de inúmeras outras formas.

Por exemplo, tinham inúmeras tribos de elfos. Alguns se focavam na magia, outros se focavam em combate corpo a corpo, outros se focavam em arco e flecha.

E nas tribos de combate corpo a corpo, era óbvio o quanto eles conseguiam evoluir seus corpos e conseguir finalmente se equiparar aos humanos.

Mesmo que não pudessem fazer isso, eles podiam usar magia para cobrir essa lacuna já que eles tinham grandes habilidades mágicas, e um talento divino para recolher mana. Suas habilidades com o arco e flecha também eram conhecidas por todo o planeta.

Resumindo, na maioria das coisas, os humanos não eram nada diante dos elfos.

Mas mesmo assim, de acordo com o livro que conta a origem e história dos elfos, primeiro que já faz uns cem mil anos que eles perderam a Árvore dos Elfos por motivos que não foram explicados. De acordo com histórias, sem a Árvore dos Elfos, os elfos perdem sua afinidade com a natureza.

Fora isso, Baijian acha que alguma outra coisa aconteceu, porque perder a afinidade com a natureza não parece ser suficiente para derrubar os elfos, mas como ele só tem o primeiro livro, só podia especular.

Agora, sobre os humanos… Os motivos de os humanos permaneceram acima de todas as raças…

Existem rumores… Todos falando que a culpa de tudo é dos humanos.

Rumores que os humanos mataram ou selaram o Deus dos Orcs.

Rumores que os anões fugiram porque tinham medo que os humanos os escravizassem.

Rumores que os humanos destruíram a Árvore dos Elfos.

Tudo isso estava explicado no livro A Lenda da Raça Inteligente.

A partir do nome do livro, desses rumores, e do que aprendeu sobre as outras raças desses livros, Baijian chegou a uma conclusão selvagem:

“Os humanos conspiraram contra as três raças de alguma forma, e as colocaram debaixo de seus pés…”

Nesse sentido, sobre explicar se essas coisas são reais ou falsas… Os livros não falam. Ou está em outros livros, ou os livros não planejam explicar e é essa a missão: descobrir o que é verdade, e o que é mentira, bem como entender porque os humanos estão acima das outras raças agora, e porque o livro nomeia os humanos como a Raça Inteligente.

Se for em questão de inteligência pura, os anões e os elfos são bem mais inteligentes.

Claro, Baijian melhor do que ninguém entendia que existia inúmeros tipos de inteligências diferentes.


Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.
🉐


Autor: ReaderBecameWriter  |  Editor: Delongas



Fontes
Cores