FNR – Capítulo 20 – A nova forma de Gleipnir



Ferus praticava tranquilamente sua magia única no local onde o acampamento foi armado quando Hiekf chegou repentinamente ferido.

O Jovem se assusta com o ocorrido:

— Ei Hiekf! Mas que diabos aconteceu?

— Ah! Sobre isso? Não tema! Foi apenas superficial.

Ferus abre seu espaço dimensional e retira um dos fracos que continha a água da fonte sagrada e deu a Hiekf.

O Gnoll bebeu e teve sua ferida fechada instantaneamente.

— Hou! Essas suas poções místicas são uma mão na roda jovem!

— Hunf! não conte muito com elas, pois estão no fim, agora me diga o que houve?

Hiekf se senta e explica os acontecimentos a Ferus que escuta atentamente.

— Eu lutei contra um Urso coruja, uma fera que não costuma habitar essa região, mas felizmente sai triunfante… uma coisa que desejo elogiar jovem lobo é a lança que reformulou, ela foi fabulosa.

Ferus fica contente com o elogio que Hiekf fez a lança que ele criou.

Mas Hiekf completa:

— Mas é uma pena que lanças não podem ser usadas a curta distância, se pudessem não seria ferido dessa forma.

Ferus lembrou-se de sua luta com Laruk, a curta distância o grande tigre tinha um trunfo, ele ativava um dispositivo dividindo sua lança em duas, fazendo-a versátil a curta distância.

Ferus coça seu queixo e fala:

— Acho que posso dar um jeito nisso!

Hiekf arregala os olhos.

— Ver… Verdade? Se não fosse incomodo… poderia…

— Sim! Sim! Me dê a lança, verei o que posso fazer… o pagamento será um delicioso bife de javali deviante.

— Ahahaha! Tudo bem! você o terá hoje! Os lobos são realmente carnívoros vorazes, não? Ahahahahaha!

— Hunf! não vou negar!

Ferus pega a lança de Hiekf e pensa o que pode fazer sobre ela, copiar o designer de Laruk podia ser desgostoso para Hiekf, então Ferus quis algo original.

Mas nada veio a sua mente, no entanto ele viu a Gleipnir em seus braços e uma ideia surgiu.

Ferus trabalhou duro aquele dia e teve êxito em sua criação.

Ele mostrou a Hiekf a lança que a princípio não mudou nada.

— Hun? Me diga Jovem? Qual foi a melhora? Eu não consigo identificar nada!

Ferus exibe seu sorriso e responde:

— Então parte do meu trabalho foi um sucesso! Já que você se baseia em ataques surpresas e em pontos cegos, fazer seu inimigo não perceber o que tem, faz parte de suas estratégias não é?

Hiekf sorrir e concorda:

— Ahahaha! Vejo que me analisou bem nesses dias que estivemos juntos jovem!

— Sim! Por isso quero que veja isso!

Ferus tenta imitar a pose de Hiekf e consegue com êxito, o alvo no entanto é um tronco que está demasiadamente longe de Ferus.

Hiekf argumenta:

— Hã? Ferus? O alvo não está muito longe de você?

Ferus deu seu costumeiro sorriso destemido e lançou um ataque com toda força em direção ao tronco.

Uma coisa fantástica aconteceu, a haste da lança se dividiu em três compartimentos ligados cada um por uma corrente, isso a fez a lança estender quase seu dobro e atingir o alvo perfurando-o.

Ferus puxou novamente a lança-corrente e ela retomou sua forma original.

Hiekf ficou boquiaberto com o que viu, nunca em sua vida tinha presenciado um armamento tão complexo.

Ferus explica mostrando a lança:

— Vê esse pequeno botão? Ele ativa essa função da lança, ela não só se estende, ela também toma uma forma menor podendo assim ser usada em um combate médio ou curto, basta dominá-la.

Ferus jogou a nova lança para Hiekf que a recebeu de bom grado.

Ferus continua:

— Se quiser posso adicionar outra ponta na direção oposta da haste, fazendo-a uma lança dupla, isso dobraria o ataque, mas acho melhor você dominá-la nessa forma primeiro.

Hiekf assentiu com a cabeça:

— De fato! Uma arma tão exótica, não sei se posso domina-la.

Ferus coçou a cabeça e respondeu:

— Você pode! Sua habilidade única [Proficiência corporal] é semelhante a minha habilidade de aprendizagem rápida.

Ferus cruzou os braços e disse rindo:

— Você vive me chamando de fraude, mas ironicamente acabou se tornando uma né? Ahahahahahaha!

— Guh! Não brinque com isso rapaz!

Ferus perguntou a Hiekf algo que ele não queria escutar tão cedo:

— A propósito Hiekf! Quando vamos seguir viagem até a cidade de Harp?

Hiekf sentiu seu estômago revirar nesse momento, afinal ele está mantendo Ferus em segredo na floresta para evitar encontrar Riruk que o aguarda lá.

O gnoll mantém em segredo contato com um vassalo de Aurus, esse prometeu avisá-lo quando Riruk desistisse, só assim Hiekf partiria para Harp junto a Ferus.

Ter a Predatory como inimiga já era uma coisa de outro mundo, de maneira nenhuma Hiekf quer atrito com o exército real de Lemur.

Hiekf disfarçou um sorriso e falou:

— Desculpe meu egoísmo jovem! Mas é que estou empolgado com minhas novas habilidades e nova arma, então quero nivelar um pouco e dominar essa lança, será que poderia esperar um pouco mais?
Ferus respondeu:

— Sem problemas! Também quero dominar minha magia única e testar algo novo!

Hiekf suspira aliviado em sua mente por Ferus aceitar bem essa desculpa.

O gnoll sem perder tempo começou a treinar com sua lança exótica, Ferus voltou a seu treino com sua magia única.

Cidade de Harp:

A cidade de Harp, uma das famosas cidades comerciais do reino de Lemur, rota favorita das caravanas de comerciantes e parada de descanso para muitos aventureiros.

Uma cidade bem elaborada e de arquitetura sólida, não chega aos pés da capital, mas tem sua beleza.

Algo aqui chama a atenção, foi a presença de uma figura conhecida no reino de Lemur, tratava-se de Riruk Tigar, o atual capitão do exército real de Lemur.

Ninguém sabe o motivo, mas ele a três dias aguarda nos portões da cidade de Harp, como se esperasse por alguém.

Outro dia se passou e ele mostrou impaciência aguardando no portão, muitos curiosos apenas observavam a conduta do famoso capitão de longe.

Uma semana se passou, a ira é exposta na face de Riruk.

Ele murmurava:

— Esse maldito covarde! Ele fugiu?

Quebrando seus pensamentos furiosos, um bestial do clã das fuinhas apareceu diante de Riruk, esse bestial é diferente dos demais, foi como uma fuinha que andava sobre duas patas, contudo não passava de um metro, dentre os bestiais, o clã das fuinhas é um dos mais próximos a sua parte animal.

Riruk Suspirou fundo e perguntou:

— O rei me solicita?

A fuinha sorriu forçadamente:

— Infelizmente sim, lorde Riruk! Ele não pode ficar mais sem seu capitão, a predatory começou a se mover, a capital Bérius, está um completo caos… temo que a coelha branca não chegue tão cedo de sua missão.

Riruk olhou para o horizonte e viu que ninguém chegaria, suspirando decepcionado ele argumenta:

— Não acredito que aquele que venceu meu pai é um covarde! Simplesmente não posso aceitar isso!

A fuinha ficou calada perante ao comentário do jovem tigre.

Riruk disse:

— Já é o suficiente! Cansei de esperar por esse bastardo! O destino não é tão bondoso com os covardes, cedo ou tarde eu colocarei meus olhos sobre ele!

A Fuinha viu no rosto de Riruk uma expressão sombria que nunca presenciou antes, ela instintivamente engoliu seco.

Para mudar o assunto ela fala:

— Lo…. Lorde Riruk! Vamos logo! E…. Eu irei teleporta-lo.

— Hunf! isso é ótimo! Já que é assim vamos! Deixei vossa majestade esperar muito por um pedido egoísta meu, não posso deixar a capital ainda mais vulnerável.

A fuinha entoou um cântico mágico e dali ela e Riruk sumiram.

Hiekf está em um lugar longe de Ferus falando com um bestial do clã dos cães, esse é o mensageiro que Aurus colocou para servir de mediador entre os dois.

— Senhor Hiekf Gnoll, Mestre Aurus manda avisar que Riruk Tigar já saiu da cidade de Harp, a situação no momento é segura.

Hiekf pergunta:

— E quanto aos movimentos da predatory?

— Eles se reuniram na capital, todos os líderes fizeram o luto de três dias pela morte de seu líder Laruk, provavelmente virão atrás da cabeça do pequeno lobo.

— Entendo! Como foi o meu pedido de espalhar falsos boatos de nossa movimentação?

— Felizmente foi um sucesso! Tanto que a predatory se dividiu, boa parte permaneceu na capital.

— Envie a Aurus meus agradecimentos, fico lhe devendo um favor.

O mensageiro acena com a cabeça e desaparece saltando na copa das árvores.

Hiekf volta para o acampamento e vê Ferus Treinando com suas correntes, assustadoramente seus movimentos ficaram mais fluídos e refinados, contudo aquilo vindo do garoto não era surpreendente.

Hiekf também melhorou bastante seu manuseio com sua nova “lança-corrente” ele não sabe bem como chamá-la, nunca viu arma como ela na sua vida.

Ferus parecia em um impasse encarando suas correntes, o gnoll perguntou curioso:

— O que te incomoda tanto jovem lobo?

Ferus olhou para Hiekf e respondeu com amargura:

— Eu estou com dificuldades em pensar numa forma de ataque eficaz com minha Gleipnir, sabe! ela é tipo… basicamente não tem uma lâmina, então eu só posso perfurar… meio que me deixa sem opção.

Hiekf fica um pouco confuso e fala:

— Horas! Porque não muda a forma dos grilhões como fez com minha lança?

Ferus sorri ironicamente para Hiekf e responde:

— Essas correntes não são comuns Hiekf! Elas provavelmente são as coisas mais resistentes desse mundo, eu não sei se posso…

— Você já tentou?

— Sim! É muito difícil…

— Mas não impossível, né?

Ferus sorriu para Hiekf.

Hiekf se sentou e Ferus perguntou a ele:

— Ei Hiekf! Você não tem nenhuma de suas idéias ou conselhos fantásticos para mim?

— Ei! Ei! Jovem! Da forma que você fala, parece até que eu sei de tudo!

Na mente de Ferus:

“E por um acaso não sabe!”

Hiekf pensou por um momento com sua habitual posição com sua mão no queixo, ele se lembrou de um fato e falou levantando um dedo:

— Ei Ferus! Você tem uma ligação com essa arma não tem?

— Ah! Sim, uma habilidade chamada [Connection with Chains]

Ferus completa:

— Essa habilidade me dá a capacidade de manipular o aumento de tamanho da Gleipnir e também me permite passar a minha habilidade energética por ela.

— Então Ferus! Em vez de passar sua habilidade energética, já tentou passar a sua mana pela corrente e fazer as alterações?

A sugestão de Hiekf pareceu um tapa no rosto de Ferus, que finalmente percebeu o quanto é idiota.

Ele caiu com as mãos no chão triste e respondeu:

— Nem… passou por minha cabeça….

Hiekf ao ver aquela reação desanimada tentou consolar o jovem:

— Va… vamos Garoto…. Você ainda é jovem! …. Falta experiência, um dia vai aprender sozinho essas coisas simples!

— Ehehehehehe! Simples né? Ehehehehehe!

O gnoll teme piorar a situação e ordenou:

— Affs! Vamos logo garoto! Tente!

Ferus se levantou descontente e tentou a dica de Hiekf, em vez de passar a sua habilidade energética pela Gleipnir ele passou sua mana, de alguma forma foi fácil fazê-lo, isso se deve a forte conexão que Ferus tem com as suas correntes.

Hiekf expressa:

— Parece que essa etapa foi fácil! Agora tente colocar a imagem desejada na mente, você me disse que a sensação é importante para sua magia, tente visualizar isso, veja se pode gerar uma nova magia ou técnica já que está ligada a sua arma, então tenha perseverança.

Ferus se concentrou na imagem em sua mente, ele pensou em uma forma de alterar os grilhões da Gleipnir, seria impossível se fosse uma magia comum, mas sua magia é algo desconhecido, então o criador da Gleipnir não a criou para ser resistente a magia de Ferus, já que ela não existia na época.

Ferus concentra todo seu esforço para criar uma nova versão de suas, [Shackle Dagger], ele imagina os grilhões da Gleipnir ganharem lâminas sem perder muito seu design, um grande brilho emanou dos grilhões das correntes Gleipnir e uma nova forma foi tomada.

Duas adagas perfeitas foram formadas pelos grilhões, ainda que fossem acopladas as correntes elas agora poderiam cortar.

Feliz com o sucesso Ferus gritou:

— EU CONSEGUI! EU MUDEI A FORMA DA GLEIPNIR! AGORA POSSO LUTAR MELHOR!

*Nova técnica adquirida:

  • Técnica [Shackle Dagger]¹ desenvolvida

Ferus perguntou a Hiekf:

— Hiekf! Eu desenvolvi uma nova técnica em vez do meu Status dizer “técnica adquirida” ele disse “técnica desenvolvida”, como isso funciona?

Hiekf deu os ombros e respondeu:

— Essa técnica até o momento nem sequer existia! Como é que eu vou saber? Sua trapaça maldita, Ahahahaha!…. Embora não seja inédito o desenvolvimento de uma técnica nova.

Ferus olhou para Hiekf querendo reclamar, mas ele fez um sorriso malicioso e respondeu com ironia:

— Hunf! não esqueça que você também tem habilidades trapaceiras agora! Quero ver caçoar de mim quando desenvolver uma técnica que ninguém tem também! Fufufufufufu!

— Guh! …

Uma gota de suor percorreu a testa de Hiekf que cessou o riso.

Depois que Ferus terminava de derramar sua mana sobre a Gleipnir ela automaticamente retomava sua antiga forma, o jovem começa a treinar incessantemente a mudança entre adaga e grilhão.

Quanto mais ele treinou mais rápido e preciso ficou sua mudança de aparência.

Hiekf também se focou no treino com sua nova lança, ele melhorou muito com ela.

Um dia se passou e Hiekf anuncia:

— Ferus! Já é hora de irmos até Harp e nos registrarmos como aventureiros!

Ferus encarou Hiekf desconfiado.

— He? O que houve rapaz?

— Não! é que até ontem a história era outra, agora você me vem com algo diferente, acho que você está senil! Você está na velhice mesmo né!

— Horas Moleque! Seu ….

Hiekf se zangou um bocado com essa, mas respirou fundo e deixou para lá.

Ferus, no entanto continua a provocação:

— Hunf! a idade é mesmo ruim! Espero não viver tanto!

O gnoll começa a exibir uma veia azul em sua cabeça…

Ferus continua a provocação com um sorriso cínico:

— Me diga Hiekf? Se uma garota bonita aparecer, você ainda dá conta do recad….

— POW!

O punho de Hiekf se enterrou na cabeça de Ferus, o jovem lobo foi lançado com força ao chão.

Ferus esfregou a cabeça e refutou:

— Tsk! Você é muito RAN-ZIN-ZA velho!

Ferus fez questão de enfatizar a palavra “ranzinza” para provocar Hiekf.

— Oras seu pequeno! …

Ferus correu dali mostrando o dedo médio ao gnoll.

Hiekf cerrou o punho e jurou que daria o troco ao lobo de merda, após arrumar o acampamento sozinho, pois o companheiro fugiu dali, Hiekf segue viagem abarrotado com bagagens.

— Eu vou dar uma surra nesse pirralho de merda!


Autor: Marcus | Revisor: Heaven

QC: Bczeulli


 

 

Nota¹: O nome não mudou pois houve uma transformação na técnica Shackle Dagger, antes ela tinha uma forma rudmentar na qual dava somente para perfurar seus alvos, agora com a mudança ela passa a ter uma forma mais elaborada (parecido com um punhal) na qual, pode tanto cortar quanto perfurar o alvo, dando uma gama de possibilidades maior para a forma de combate de Ferus.


Alterar fonte
Cores