FNR – Capítulo 11 – O poderoso Laruk (Fim)



*Observação do Autor: Aqui o texto muda para uma visão intrusiva, ou seja, terceira pessoa.

Em meio a um combate de vida ou morte contra o homem tigre chamado Laruk.

Ferus finalmente tomou entendimento necessário para usar sua arma de uma forma eficaz em combate, explorando o máximo o uso das suas correntes Gleipnir.

O problema era como Ferus iria aplicar sua ideia no combate real, mas não havia espaço para hesitação naquele momento, sorrindo destemidamente o jovem lobo provoca seu adversário:

— Laruk, hoje você será a cobaia de minha experiência de combate.

— Hunf!

Laruk preparou sua postura costumeira de ataque a distância.

As correntes Gleipnir de Ferus não tem o peso ideal em suas pontas para que ele as arremesse, e a Shackle Spears é demasiadamente grande, Laruk com certeza desviaria com facilidade, foi então que o jovem lobo teve uma ideia.

Por meio da sua habilidade [Connection with Chains] que lhe dá o controle total condução e forma de Gleipnir, ele invocou uma versão menor da Shackle Spear, como resultado, duas minis Shackle Spear aparecem uma em cada ponta das correntes.

Ele nomeia sua nova habilidade como:

[Shackle Dagger]

Graças a isso o balanço das correntes Gleipnir ganharam uma grande estabilidade, agora podendo ser arremessadas.

Laruk observou os atos de Ferus e exprimiu:

— Essas pequenas estacas não são nada comparando com minha Tormenta dos Céus.

— Se você não entendeu a função por trás dessas “estacas”, isso pode te custar a batalha!

— Oras! Em poucos minutos já voltou a ter sua atitude presunçosa, parece que tenho que bater mais forte para que você aprenda!

— Venha se for capaz!

O jovem rapaz que de alguma forma retomou sua confiança, riu perante o gigante tigre, que por sua vez atacou Ferus.

Ferus tomou uma postura completamente diferente da costumeira, colocando sua perna esquerda a frente e girando uma das correntes com seu braço direito enquanto a corrente do braço esquerdo ficou preparada para um contra-ataque.

Laruk que sentiu um arrepio em sua espinha cessou sua investida imediatamente.

Na brusca freada repentina do homem tigre, Ferus se surpreende.

O homem tigre analisa a nova pose de Ferus e seu pensamento nesse instante foi:

Que diabos é isso? Não há aberturas! Não me diga que esse maldito percebeu sua falha no meio da batalha e está consertando suas fraquezas?

Uma frase dita a poucos instantes por Ferus queimou na memória de Laruk, que foi:

— Laruk, hoje você será a cobaia de minha experiência de combate.

Lembrando-se disso os olhos de Laruk encheram-se de sangue, as veias vermelhas tomaram sua visão, em fúria os pensamentos de Laruk entram em ebulição:

Esse cachorro maldito! Ele está me usando para evoluir seu estilo de combate?

Os pensamentos furiosos de laruk levam sua memória para alguns anos atrás quando ainda serviu a família real de Lemur.

Laruk sempre esteve no topo, como uma subespécie superior ele dominou e nunca questionou suas ações, pois desde pequeno foi assim que foi ensinado, “os fracos devem servir os fortes como nós” para Laruk essa frase foi como uma lei que se enraizou em seu caráter.

Assim Laruk oprimiu os fracos em nome da glória de seu clã e em nome da família real Chloe, o homem tigre Laruk fez fama e fortuna seguindo seus ideais e nada ficou em seu caminho, mas um novo rei tomou o trono, um rei mais jovem com ideais que colidiam com as suas, o novo rei, Darbas Chloe I, prega a igualdade entre as subespécies.

Foi difícil para Laruk aceitar suas novas ideias, todavia a gota d’agua foi a nomeação da nova guarda real do rei, as subespécies escolhidas pelo rei como seus guardiões eram aqueles que Laruk Chamava de “Inferiores”.

A posição de capitão da guarda real que Laruk ocupou por décadas foi perdida, o pior foi descobrir que seu substituto era um integrante da ridicularizada tribo coelho branco e ainda por cima uma mulher de apenas quinze anos.

Envergonhado com a humilhação Laruk desafiou as ordens do rei e exigiu um combate com a guerreira que o substituiria, sem ter escolha o rei concedeu esse desejo para Laruk.

Pela primeira vez o homem tigre encontrou sua oponente, uma mulher da tribo coelho branco detentora de uma beleza estonteante, um corpo totalmente humano com a face de uma bela mulher, suas longas orelhas de coelho e sua pelagem branco-neve junto a seus olhos vermelhos faziam os homens a seu redor suspirarem de paixão.

— Tsk! Não acredito que perdi minha posição para uma candidata a concubina?

Laruk acusa a guerreira a sua frente, a garota torceu sua face com desgosto e o rei apenas suspirou com as acusações sem sentido de Laruk.

— MEÇA SUA LINGUA LARUK!

Um dos guardas o avisa.

— Tsk!

Laruk se preparou para luta…

Minutos depois, jogado ao chão, o homem tigre ofega enquanto sua mão tenta estancar o sangue derramado de seu olho direito, cheio de feridas no corpo, Laruk foi vencido facilmente pela mulher coelho em sua frente.

Sem nenhum arranhão, nem sequer ela se permitiu sujar-se com o sangue de seu adversário.

O homem tigre não podia acreditar nos resultados, a garota coelho se aproxima de Laruk que tem seus joelhos tocando o chão e reprime:

— Meu nome é Alba Lepus, lembre-se do nome daquela que te superou facilmente!

— Co… como isso é possível? Um mero coelho… jamais venceria um tigre!

— Na selva isso pode ser verdade homem tigre, contudo não somos animais somos bestiais!

Laruk derrotado contempla a imagem da bela bestial coelho que com seu pequeno corpo superou a força do tigre com sua lança lendária brandindo apenas, duas pequenas adagas.

A visão do homem tigre que agora é só a metade do que era antes, volta para o tempo atual e em sua frente encara um garoto lobo transbordando de talento que é bem mais jovem que ele, no fundo Laruk sabe que as habilidades latentes desse pequeno lobo não são brincadeira.

Um ódio que se misturou a inveja e raiva, queimou no coração de Laruk, ele decidiu que mataria Ferus a qualquer custo.

— Garoto! Eu não serei o combustível para seu crescimento, em vez disso eu serei a chama que o queimará até as cinzas!

Um forte instinto assassino veio do homem tigre, Ferus que nunca sentiu uma pressão igual se abalou.

Laruk Saltou como um animal para atacar Ferus.

Ferus por sua vez decide colocar sua nova forma de ataque em prática.

Ferus lançou a corrente em sua mão direita na direção de Laruk, com a ajuda da Shackle Dagger a corrente foi lançada com força. Laruk usou a haste de sua lança e rebateu a corrente, Ferus chamou a corrente rebatida de volta e atacou com a corrente do braço esquerdo, e Laruk repetiu a manobra defensiva anterior.

Ferus fez esses ataques em repetição para Laruk que tomou uma posição defensiva, graças a essa nova medida, Ferus manteve uma distância segura da lança de Laruk.

Laruk que rangia os dentes em fúria pensou:

Esse maldito está refinando seus movimentos com uma velocidade sem sentido, quem diabos é ele?

Com a fúria fortalecendo seus ataques, Laruk avança pela ofensiva de Ferus.

Ferus aumenta a velocidade de suas correntes fazendo seus ataques sucessíveis ficarem ainda mais perigosos, mas mediante a convicção de Laruk isso não foi o suficiente e o homem tigre chega em uma distância média, que é perfeita para sua lança.

Felizmente Ferus havia pensado em uma contra medida para esse caso e mudou sua postura, ele retraiu suas correntes e segurou nas duas mãos as Shackles Daggers, simulando estar armado com dois punhais.

Laruk tentou estocar Ferus com sua grande lança, mas graças a sua mudança de postura ele consegue evitar seus ataques usando as Shackles Daggers para desviar a trajetória da lança.

Em fúria Laruk Branda:

— O QUE ACHA DISSO ENTÃO?

— Click!

Laruk aperta um dispositivo em sua lança e a separa em duas lanças menores diminuindo a área de defesa de Ferus, assim uma veloz e avassaladora troca de golpes começou.

Gruvus e Hiekf que assistiam de longe a luta não acreditavam em seus olhos:

— In… incrível! O senhor Ferus é incrível!

Ainda mais abalado Hiekf concordou com o comentário de Gruvus:

— Sim! De fato inacreditável, mas… quem diabos é o jovem Ferus? Evoluir tão rápido em meio a um combate? Agora eu só consigo enxergá-lo como um monstro!

Os soldados de Laruk também ficaram apreensivos com o combate épico que assistiam, um duelo que começou unilateral para seu líder agora ficou no mesmo nível.

A troca incessante de golpes entre Ferus e Laruk foi tão feroz que faíscas saiam das colisões de suas armas o barulho dos impactos incomodava os ouvidos de quem assistia.

Em uma das trocas Ferus e Laruk Forçam suas armas um contra outro, face a face os dois se encaram enquanto suas armas rangem tentando aguentar o atrito de seus empurrões.

Laruk sem controle declara:

— Cão sarnento de merda! Hoje aqui será seu túmulo.

— Eu… Já disse que sou um lobo, felino desgraçado!

— Hunf!

Laruk salta para trás finalizando a batalha de atrito.

— Em pensar que terei que usar meu trunfo contra um ser tão baixo!

[Dragon Buster]

Uma energia amarela tomou todo o corpo de Laruk, Ferus ficou impressionado com essa habilidade.

O homem tigre conversa:

— Essa é uma habilidade Energética, poucas criaturas possuem essa habilidade e aqueles que a possuem sempre estarão no topo, você entendeu cão sarnento? essa é a diferença entre nós!

Ferus sorriu para o discurso de Laruk e ativou sua habilidade:

[Índigo Energy]

Uma poderosa aura energética azul índigo cobriu o corpo de Ferus assim como Laruk.

— NÃO PODE SER!

Laruk ficou desnorteado ao ver que Ferus também era detentor de uma habilidade energética, mais uma vez o ódio cresceu nele.

Ferus que não perdeu a oportunidade de provocá-lo e falou:

— Isso quer dizer que estou no topo, não é?

Os pensamentos de Laruk se tornam afiados para Ferus:

Essa cor de energia? Que diabos é isso? Eu presenciei muitos adversários com habilidades energéticas, todavia essa cor índigo é com certeza inédita para mim, eu usei avaliação nesse maldito, porém não consegui ver seu status, o que prova que ele possui uma rara habilidade de ocultação, esse lobo nojento! Quem é ele afinal?

Ferus que viu a imparcialidade de Laruk tomou a iniciativa e o atacou, Laruk ainda assumia sua postura com as suas duas lanças aceitou o desafio e recomeçou o combate.

A troca de golpes ficava cada vez mais feroz, mas Ferus teve uma ideia, ele decidiu diminuir ainda mais a distância entre ele e Laruk entrando em seu território de ataque, foi uma aposta perigosa e ainda exigiu uma arma de alcance menor, pois quanto menor a distância menor deve ser a arma, caso contrário os ataques não surtiram os efeitos desejados.

Ferus entrou de cabeça e se aproximou do corpo de Laruk, assustado com o movimento repentino, Laruk forçou um ataque, Ferus desviou e tentou apunhalá-lo com a [Shackle Dagger], mas Laruk desviou por um fio.

Uma ferida se abriu no rosto de Laruk.

Ferus clica a língua com raiva:

— Tsk! A [Shackle Dagger] não é curta o suficiente para essa distância, será que devo diminui-la com a [Connection with Chains]?

Foi então que uma nova ideia ocorreu na mente de Ferus.

— É isso! A forma que eu lutei até agora não estava errada, só foi mal aplicada!

Ferus que agora se tornou o atacante investiu mais uma vez com tudo na direção de Laruk.

Ele começou atacando com suas correntes na posição de longa distância, o homem tigre agora só podia se defender.

Ferus mudou sua posição para forma de ataque de média distância e atacou com as shackle daggers em suas mãos e depois fechou ainda mais o espaço entre eles.

Repentinamente Laruk proferiu um grito de dor:

— UUUUUUUUUOOOORGH!

Todos os espectadores surpreendem-se com a visão.

Ferus com toda sua força enterrou seu punho no estômago de Laruk, que deu passos para trás segurando seu estômago dolorido enquanto gemia.

Gruvus que não entendeu comentou:

— Por que ele usou o punho? Se usasse sua arma ele podia ter finalizado a luta!

Hiekf balançou a cabeça para Gruvus reprovando seu comentário e respondeu:

— Você está errado Gruvus!

— Hum?

Hiekf que assistia apenas calado, estava analisando passo a passo a luta incrível em sua frente o seu raciocínio afiado conseguiu entender a forma de ataque de Ferus:

O jovem Ferus é um garoto impressionante, ele notou rapidamente suas falhas e as corrigiu no meio combate e não foi só isso ele também pensou longe a ponto de adotar contramedidas para todas as formas básicas de combate que existem em uma luta, as mais conhecidas são, as de médio, curto e longo alcance, contudo esse garoto misterioso conseguiu desenvolver um estilo que incorpora as três formas principais de combate em uma única arma, o fato de ter golpeado Laruk com os punhos em vez de usar suas [Shackle Dagger] é bem simples, naquela distância o seu soco é mais efetivo e defender-se de um súbito ataque se torna mais fácil, tsk! aquelas correntes de fato são armas bem versáteis.

Hiekf conclui espantado seu raciocínio e volta sua atenção para o combate.

Laruk retomou seu fôlego e esbravejou:

— MALDITO! MALDITO! MALDITO! MALDITO!

— ROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOAAAAAAAAR!

Com seu rugido ele ataca Ferus que dessa vez tem dificuldades em se defender.

O ataque feroz de Laruk fez com que o jovem lobo retrocedesse, seus ataques incessantes foram ferozes e poderosos.

Laruk ficou fora de si, seus olhos não tinham mais razão e estava babando como um louco.

— Tsk! Esse maldito perdeu a razão!

Ferus lançou a sua corrente e amarrou as pernas de Laruk fazendo-o cair, e com sua força o arremessou para o outro lado, o homem tigre se chocou ferozmente contra uma parede de troncos e a quebrou com seu corpo.

Ferus declara com indiferença:

— Posso ser inexperiente contra adversários humanóides, mas contra meros monstros eu não vou perder!

Laruk ergue-se dos escombros, dessa vez parece que recobrou os sentidos, mas seu olhar feroz ainda ocupa sua face.

O jovem lobo desafia:

— Chega de conversa, vamos resolver logo isso!

Os dois correm de encontro um contra o outro a velocidade usada por ambos foi maior do que o normal, Laruk retornou sua lança para sua forma original, e Ferus girando sua corrente saltou ao encontro de Laruk, as duas forças se chocam.

Um grande vento se levantou e a poeira machucou os olhos dos espectadores, Laruk com uma onda sucessiva de ataques tenta acabar com Ferus que por sua vez defende os ataques e contra-ataca com suas correntes Gleipnir.

Laruk saltou para trás e anunciou sua habilidade:

[Stab Blaster]

A energia do [Dragon Buster] que cobria seu corpo se fundiu a lança e um movimento ultra rápido veio em direção ao peito de Ferus.

Felizmente antes do fim, Ferus contra-atacou com sua habilidade:

[Índigo Chains]

Na colisão dos dois golpes uma onda de choque foi gerada, os lacaios de Laruk foram jogados longe.

Gruvus e Hiekf gritaram tentando se segurar:

— QUE BATALHA RIDICULA É ESSA?

— MAS ONDE DIABOS FOMOS NOS METER?!

No baixar da poeira tanto Laruk e Ferus estavam em um impasse, a poderosa lança de Laruk foi Parada pelas correntes azuis incandescentes de Ferus que enrolou-se em sua haste impedindo que a lança alcançasse seu coração, contudo foi por um triz, a ponta da lança tocou o peito de Ferus que sangrou levemente.

Laruk branda novamente:

— ACHOU QUE ISSO ME PARARIA APENAS COM ISSO?

Click!

Laruk Aperta o dispositivo e separa sua lança mais uma vez livrando-a das correntes de Ferus que não esperava por essa.

Laruk anuncia:

[Stab Wave]

E com as duas lanças menores ele realiza contra Ferus uma chuva de estocadas, a velocidade é tão intensa que Ferus não tem escolha a não ser adotar uma postura defensiva.

Mediante aos golpes avassaladores, Ferus cobre seus braços com as correntes Gleipnir e os fecha com uma guarda cruzada evitando assim a cabeça e os órgãos vitais.

Diante a chuva arrasadora de estocadas de Laruk o corpo de Ferus sofre vários machucados, o sangue dele se espalha por toda a parte e ele começa a retroceder.

Hiekf grita desesperado:

— JOVEM FERUS!

Laruk que não parou por nenhum momento seus ataques, forma um sorriso distorcido na cara:

— ISSO É TUDO QUE VOCÊ TEM CÃO SARNENTO? NO FIM UMA RAÇA INFERIOR JAMAIS VAI SUPERAR AQUELAS QUE NASCERAM NO TOPO.

— Guh!

Ferus sentiu a dor tomar todo seu corpo, ele estava à beira de tocar seu joelho no chão, mas por um breve momento ele sentiu o tempo parar e em sua mente a imagem de um olho amarelo dourado como o dele o observou e uma voz familiar brandiu em seu consciente.

VOCÊ VOLTOU A VIDA APENAS PARA ISTO? NÃO IAMOS VER OS CAMPOS VERDES JUNTOS?
Unindo suas forças Ferus retomou sua postura e escuta os gritos de Laruk.

— SEU CÃO MALDITO!

Ferus cerrou os dentes e gritou:

— JÁ DISSE QUE SOU UM LOBO!

Ferus uniu toda sua vontade e coragem e ousadamente lançou sua mão em um dos ataques de Laruk segurando uma de suas lanças, a mão de Ferus se fere gravemente no processo, mesmo assim ele apertou forte para que a lança não soltasse.

Laruk reclama:

— O QUE? Tsk! NÃO IMPORTA!

Laruk atacou com a outra lança, mas Ferus também a segura com a outra mão.

O homem tigre ficou apavorado com a situação e Ferus o puxa com toda força, o corpo do homem tigre perde seu equilíbrio e com tudo Ferus cabeceou sua face.

— SMASH!

— UUUUUURGH!

O sangue espirrou do focinho de Laruk junto com alguns de seus dentes que caíram no chão, Laruk saltou o mais longe possível dali, segurando sua face dolorida Laruk aperta seu rosto mostrando um olhar feroz.

— FERUS DESSA VEZ EU LARUK IREI ACABAR COM SUA RAÇA.

Ferus que também estava com a cólera tomando sua mente gritou em resposta:

— ENTÃO TENTA!

Laruk uniu sua lança formando uma novamente e tomou uma postura completamente diferente da costumeira, a energia de seu [Dragon Buster] ficou ainda mais poderosa.

— Cão… não! … Lobo maldito eu irei pôr um fim em sua existência agora.

Ferus também toma sua postura e anuncia sua habilidade mais forte:

[Shackle Spear]

O grilhão que estava na forma de uma adaga tomou um tamanho gigantesco, ainda maior que a lança de Laruk.

Mas Laruk não temeu a nova forma da arma de Ferus, em vez disso ele riu e proclamou:

— Essa é a minha habilidade mais forte, somente uma pessoa sobreviveu a ela.

Na mente de Laruk a figura da mulher coelho que odiava apareceu.

Ferus responde:

— Então eu serei a segunda!

Laruk anunciou sua habilidade:

[Death Harpoon]

Ferus mesmo com a pesada Shackle Spear girou com todas as suas forças corrente Gleipnir, o girar da corrente que segurou o enorme grilhão causou um barulho inconcebível, para reforçar ainda mais sua técnica o jovem soma-as com suas outras habilidades.

[Índigo Energy]

[Índigo Chains]

[Connection with Chains]

A energia azul índigo percorre toda extensão da corrente e o espetáculo azul incandescente foi visto mais uma vez, na primeira vez Ferus apenas arremessou a [Shackle Spear] contra a Dragon Turtle, hoje ele irá adicionar a força do giro da corrente no lançamento, isso não foi para se mostrar ou algo parecido, foi apenas os instintos de Ferus que o diziam se ele não for com tudo será vencido por Laruk, por esse motivo ele usa tudo que tem.

O ataque de Laruk foi executado contra Ferus que também lançou a [Shackle Spear].

O último ataque de Laruk, faz o respeito pelo adversário tomar os olhos de Ferus, o seu poder [Death Harpoon] é um ataque que triplica o poder de investida, assim aumentando a velocidade do seu usuário, simplificando uma técnica que pode matar sem o oponente perceber que já foi atingido por ela.

No entanto foi uma pena, Ferus levou a vantagem, pois seu ataque não exige uma aproximação súbita.

Laruk Urrou:

— AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Seu ataque que parecia fazer o tempo parar encontrou em sua frente o gigantesco grilhão lançado por Ferus, sem temer Laruk confrontou a [Shackle Spear] que foi lançada nele.

Ferus usou toda sua força e concentração para executar um lançamento preciso.

Laruk chocou sua lança contra a [Shackle Spear] e uma poderosa explosão aconteceu.

— ROAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAR.

Laruk corajosamente deu seu grito de guerra tentado superar o enorme grilhão com a ponta de sua laça, contudo Gleipnir é uma corrente lendária que foi usada para selar o lobo do Ragnarok Fenrir, nada no mundo pode contra essa corrente.

A poderosa lança de Laruk começa a rachar mediante a dureza de Gleipnir.

— Não… não pode ser!

A poderosa lança que um dia foi nomeada como Tormento dos Céus se partiu-se em mil pedaços, continuando seu caminho de destruição a [Shackle Spear] levou junto com a lança de Laruk o seu Braço e a metade direita de seu tronco.

— IAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARGH!

O homem tigre urrou de dor e sofrimento.

Uma cena horripilante é mostrada para os espectadores e para Ferus, Laruk ainda de pé mesmo com a parte direita de seu corpo arrebatada cuspia litros de sangue e gemendo com dor, os ossos de suas costelas assim como alguns órgãos estavam expostos.

Ferus desvia o olhar com desgosto, mas escutou os últimos suspiros de Laruk em forma de um sermão:

— Nã… não desvie o… olhar lobo … esse é … o caminho do … guerreiro que eu escolhi … um sempre morrerá … para o triunfo de outro… vo… você escolheu esse caminho não é?

— Bleagh!

Laruk cuspiu sangue.

— VOCÊ DEVE CUIDAR DE SUAS FERIDAS!

Ferus gritou, mas foi repreendido por Hiekf:

— JOVEM FERUS! ESCUTE AS ÚLTIMAS PALAVRAS DE UM HOMEM MORIBUNDO.

— Guh!

Ferus sem escolha escuta os últimos momentos de Laruk.

— E… Eu não pude … honrar … em vida meus homens… pelo menos na morte … Eu vou mostra-los como… um orgulhoso tigre deve morrer….
E ali com um sorriso o homem tigre chamado Laruk morreu de pé, sem deixar seu joelho tocar o chão.
Ele era uma pessoa ruim, mas Ferus não podia rir de seu orgulho.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.

*Ferus adquiriu 1 nível.


Autor: Marcus | Revisor: Heaven

QC: Bczeulli



Alterar fonte
Cores