DA – Capítulo 95 – Ajudando com os glifos


Naquela noite, Suife e Núbia chegaram 20 minutos depois de Mythro já ter entrado na região interior da casa, e colocar suas diversas coisas em meio aos móveis pré-mobilidados.

— Muitas das coisas que vivem na gruta do paraíso odiariam viver aqui.

O clima do lugar era cheio de Qi de fogo de certa pureza, mas tudo na gruta do paraíso era balanceado de forma que, até mesmo um peixe fora da água poderia viver na terra por dias antes de morrer. E claro, isso não aconteceria, pois tudo lá era amigável com o ambiente, alguma coisa teria levado o peixe de volta para o lago.

“Este lugar é grande o suficiente para você?”

— Ele serve. — Mythro para e concentra seus sentidos em seu nariz. — Aqui tem um lugar subterrâneo, ela não me disse isso.

Seguindo pela direção na qual o vento traz o cheiro, ele caminha até o lado de fora onde mais terra fértil e morna pela energia concentrada de Qi de fogo espraiam por diversos metros. Seguindo 200 metros à frente, três pequenas paredes de um metro destacam um alçapão. Mythro o abre e uma escada a um lugar vermelho-luminoso se revela.

A escadaria é pequena, ele a desce rapidamente e encontra uma pedra vermelha pulsante cercada por glifos de atração de energia.

— Mas o que é isso?

— Isso é uma pedra coração vulcânica de três estrelas. Provavelmente você já a deve ter visto em um livro de minérios como este:

Virando para trás, Mythro se depara com Mirmo. Ele o mostra um livro no qual, apontado com um de seus dedos, está a pedra mencionada.

Pedra coração vulcânica ★★★

Três estrelas negras significavam que era um minério de uso para pessoas no terceiro reino, ou, segunda terra.

— Por que, se me permite perguntar, a deixou aqui, ancião?

— Ela é o único exemplar de minério de terceiro reino que meu clã possui. Como você deve saber, jovem sábio, para alcançar o quarto reino é necessário ter algo que possa virar uma joia.

— Então, esta é uma pedra coração vulcânica que pode ir para quatro estrelas negras e virar uma joia?

— Exato! O fato deste lugar não ter tido dono até agora não te intrigou?

— De fato. O lugar onde mais Qi de fogo se reúne sem nenhum dono, nem mesmo os líderes do clã é estranho. Então é um respeito a essa pedra?

— Sim. Os únicos que poderiam comprar essa casa podem ser contados em pequenas dúzias também, o custo de 1,5 bilhão não é algo que muitos dentro do clã estariam dispostos a pagar para cultivar aqui e, possivelmente, perturbar a evolução dessa pedra.

Mythro se aproxima da pedra e observa os glifos.

— Vocês pagaram o que conseguiram para um artesão térreo fazer estas marcas aqui, não? Elas estão feitas como o cu dele.

— Ora, jovem sábio! — Mirmo Mopak sabia que os glifos estavam mal feitos, mas eram melhores do que nada. Pagar um artesão de terceiro reino era coisa que clãs do oeste de fora só poderiam desejar, e apenas isso!

— Jogue sua energia aqui, eu vou ajeitar os glifos. Grásio, prepare-se. — A Serpente Jade Negra desce dos ombros do pequeno NOVA e inspira forte, sua aura começa a subir.

— Jovem sábio, isso…

— O quê? Não se preocupe, minha serpente é especial, ela vai me ajudar a manipular sua energia. A estrutura do cão que fez isso está decente, mas ele a desenhou como uma criança, por isso os glifos estão com 30% de força correndo. Eu vou dar uma ajeitada para que pelo menos 60% seja efetivado.

Os olhos de Mirmo brilham. Ele estende a mão e energia cósmica vermelha sai de seu corpo, a breve imagem de seu avatar espectral aparece atrás dele.

Grásio treme ao contato com a energia, seu tamanho cresce exponencialmente, de uma simples serpente com menos de 2 metros, ele vai até 30 metros de comprimento, com seu corpo em uma largura de 7 metros.

Mythro invoca suas mãos cósmicas e as “veste”. Seu braço direito toca em Grásio e o direito vai direto no chão, onde o glifo brilha vagamente, e tem seu contorno completamente desalinhado.

O ancião olha para as mãos cósmicas de Mythro e suas pernas tremem. Sua boca, também trêmula, simplesmente murmura:

— As mãos cósmicas lendárias?

Redesenhando em um movimento de lesma, Mythro vai tornando o glifo mais alinhado, e vibrações diferentes começam a pulsar da Pedra coração vulcânica.

Grásio continua tremendo, é possível ouvir o quebrar de ossos em seu corpo. Mas cada centímetro que o pequeno NOVA reforma, a Serpente Jade Negra diminui 1 metro. Em cerca de uma hora, um dos glifos está de cara nova.

— Sua cobra, ela está bem? — Mirmo vê que Grásio está se contorcendo e sua pele está soltando.

— Sim, isso é treino para ele. Ele vai mudar de pele e, em alguns dias os ossos vão estar restaurados. Ele e o Suife são os que mais conseguem apanhar de nós quatro. — Mythro suspira e vê que o glifo está rodando com 50% do esperado.

“Deixe de se rebaixar por coisas pequenas. Você ainda está no primeiro reino, mexer com coisa de dois reinos acima seria um sonho para qualquer outro ser. Sinta-se orgulhoso. Quando você cruzar para o segundo reino, alcançar 65-70% de restauração desses glifos será sua meta.”

— Bem, eu não consegui chegar aos 60% que disse, mas está bem melhor, não? Quando eu chegar ao segundo reino farei mais nesse glifo. Tem 10 glifos ao todo, quando Grásio estiver bem vamos cuidar do próximo, e assim até o último.

— Você é um menino forte, Mythro. Outros garotos, não, até mesmo alguns adultos não teriam a forte resolução que você acabou de demonstrar. Parabéns! Ter você como convidado ao meu clã é um selamento eterno de prosperidade.

— Farei o possível para não decepcioná-lo.

— Tem comida para você e seus companheiros na mesa da sala do segundo andar. Existem 10 quartos para dormir em toda a casa, tenho certeza que achará as acomodações boas e pode mudar o que você quiser aqui ao seu gosto, afinal, esta casa é sua, espero que não hesite em nada! Os demais cômodos tem material único para suas próprias atividades, como a área de treino em artes marciais, que é feita de material mais resistente.

— Certo. Vou checar tudo pela manhã. Poderia avisar ao seu time escolhido da jovem geração para comparecer aqui amanhã, no meio sol?

— Sim. Vi os pedidos que você fez para Gahilia, eu mesmo irei com ela e me certificarei de trazer tudo corretamente e de trazer coisas a mais que possam lhe ter benefício.

— Eu ficaria muito grato Senhor Mirmo. Quanto a martelos, serrotes, alicates etc… Eu já tenho itens destes a minha escolha no momento. Creio que só precisarei trocar para manusear itens de terceira terra, e, como não é o momento ainda, eles podem ser ignorados por seus olhos.

— Assim será. Tenha um bom descanso.

— O senhor também ancião. — Mythro se curva com sua mão direita no abdômen e a mão esquerda estendida.

Mirmo Mopak voa e logo desaparece no longo cenário. O pequeno NOVA se senta no chão e pega Grásio, ele transfere sua energia e vai ajudando ele a se restaurar e deixar logo a velha pele.

Ali eles ficaram por mais quatro horas. As trocas de pele da Serpente Jade Negra eram necessárias, elas traziam para Grásio mais resiliência a energias maiores do que seu reino.

— Até o momento você cresce até 30 metros. Se subirmos mais um estágio estender até 32 metros não será impossível. Mas você terá que trocar de pele e quebrar os ossos mais umas 2 vezes.

Os braços de Mythro incham ao segurar Grásio. A força de contração de seus músculos ao trocar de pele e quebrar os ossos é muito grande, mesmo o pequeno NOVA sendo mais forte fisicamente que a Serpente Jade Negra, dava muito trabalho cuidar dela.

“Ele já passou por 2 provações de troca com esta. Segundo o que Numroharr disse ele terá que passar por 100 provações até que o corpo dele possa crescer tanto quanto um planeta. Isso, claro, acompanhada de uma cultivação do oitavo reino.”

— Até o quarto reino ele deve conseguir medir uns quilômetros. Numroharr é muito apressado, não vamos virar reis tão cedo.

“Bem, tudo no tempo dele nascia assim. Não existiam mortais que iam do primeiro reino até o oitavo. E tudo que era criado na época era abençoado por seus progenitores de forma que a cultivação era questão de nascer e deixar seu progenitor te tocar. Segundo o que o mesmo nos disse.”

— O tempo primordial deve ter sido o mais forte em questão de indivíduos com alta cultivação.

Gornn fica em silêncio quanto ao que Mythro fala. É difícil constatar algo que não existe em registros. Quem poderia talvez afirmar algo é Numroharr, mas este já não sabia sobre como estava o universo atual.

“Continue cultivando e eventualmente todas as respostas serão tomadas por suas mãos.”


Autor: Mateus Lopes   │   Revisor: BCzeulli   │   CQ: Heaven



Fontes
Cores