ALdI – Capítulo 21 – Primeiras impressões (1)


Trimrimrimrim

— Eu consegui!

Kishito deu um grito, quando abruptamente abriu seus olhos e levantou o corpo, se sentando na cama. Ele tinha conseguido acordar depois de tanto tempo tentando. Só depois que se concentrou na chama, que seu corpo reagiu. Mas depois que abriu seus olhos o que viu foi estranho.

O barulho de um alarme soando preenchia sua mente o deixando sem conseguir pensar direito. Do teto caía água e se espalhava molhando todo o quarto.

Kishito estava todo molhado, quando percebeu que estava em cima de algo gelado, ele estava em cima de uma cama hospitalar. Mas em cima da cama não tinha nada, nem colchão, nem roupa de cama, ele estava deitado em cima do ferro puro. Seus olhos se moveram para olhar ao redor e ver fragmentos do que parecia ser um colchão queimado.

Boom.

A atenção do Kishito foi para a única porta do quarto que foi derrubada. Rapidamente uma figura passou pela porta. Era uma jovem garota que parecia ter a mesma idade do que ele. Com um corpo magro Kishito até mesmo duvidou se tinha sido essa a pessoa que derrubou a porta, o cabelo preto e curto da garota ainda estava meio agitado quando ela entrou no quarto.

 

A garota parecia preocupada e nem se importou que depois que entrou no quarto seu corpo ficou todo molhado. Ela era, Xia.

— Bianlai-san? — Depois de um momento de silêncio o primeiro a falar foi Kishito.

— Você já acordou? — Xia tinha mudado de um rosto preocupado para espanto.

Logo depois mais algumas pessoas entraram no quarto. Alguns era até mesmo conhecidos por Kishito. Eles eram a bela Alicia e Donavan, seus colegas de classe. Junto a eles tinha mais três pessoas que não conhecia.

Um deles, era um homem de quase dois metros de altura e cabelos grisalhos, tinha um rosto severo e uma postura intimidante. O outro homem era alto com cabelos castanhos e olhos azuis, a sua volta tinha uma atmosfera tranquila em contraste do outro homem.

E por último, tinha uma mulher que parecia ter cerca de cinquenta anos de idade, tinha um cabelo grisalho que deixava preso e seu rosto já revelava da idade dela. A mulher usava um jaleco branco que escondia seu corpo que fazendo a parecer nem magra nem gorda.

— Haha parece que o garoto acordou animado. — A mulher de jaleco falou quando olhou para Kishito.

Xia e Alicia viraram seus rostos para desviar o olhar com o rosto levemente vermelho. Kishito ficou intrigado com elas, a mulher ria delas mas ele não entendia do que falava.

— Desligue o alarme e dêem uma roupa para o rapaz. — O homem grande de cabelo grisalho falou.

“Roupa?”.

Depois da fala do homem que Kishito percebeu que estava sentado nu na cama. Ele se moveu rapidamente para tampar com as mãos suas partes íntimas. Dando um sorriso sem graça, enquanto olhava para as pessoas ali.

Um tempo depois, o grupo de pessoas foram a outra sala, Kishito estava vestido com uma calça de moletom branca e terminava de vestir um casaco branco. Xia e os outros estavam sentados num sofá esperando o terminar.

— Haha. Bem melhor assim. — Kishito estava feliz depois de vestir uma roupa.

— Você parece estar bem calmo. Uma pessoa normal estaria assustado e cheio de perguntas? — O homem alto com cabelo grisalho encarava Kishito tentando ver tudo sobre.

— Perguntas eu tenho — Kishito se sentou tranquilamente num sofá e continuou — mas não parece que você responderá a elas. Aliás eu agradeço a ajuda.

— Haha. Ele é mesmo interessante. — O homem de olhos azuis riu alto — Seu nome é Kishito Hishima não é? Meu nome é Yago de Castilho e você já conhece minha irmã Alicia. Você também conhece a Xia e o Donavan.

— É um prazer conhecê-lo. — Kishito respondeu educadamente Yago.

— Ela é a Dr. Lana, foi ela quem cuidou de você. — Yago apresentou a mulher de jaleco.

— Obrigado pelo trabalho duro.

— Esse é nosso chefe, o Sr. Hayama. — Yago educadamente apresentou o homem de cabelo grisalho.

Kishito olhou para o homem chamado Sr. Hayama que o encarava e deu um leve sorriso — É um prazer conhecê-lo Sr. Hayama.

— Já acabaram as apresentações? — Sr. Hayama ainda encarava Kishito e apenas esperou Yago acabar para falar. — Esse clima amigável me dá nos nervos. Eu quero saber quem é você e como voltou ao normal?

As perguntas do Sr. Hayama eram direcionadas para Kishito que não parecia nem um pouco preocupado. Não entendia sobre o que ele falava mas ainda sim respondeu.

— Meu nome é Kishito Hishima mas sobre como voltei ao normal, eu não sei do que você está falando.

— Bom.

Subitamente Sr. Hayama se levantou e num movimento rápido pegou o pescoço do Kishito o levantando do chão. Kishito estava sendo enforcado com apenas uma das mãos e batendo em seu braço tentando se soltar enquanto seu rosto ficava cada vez mais vermelho.

Xia e os outros ainda não tinham se recuperado da ação rápida do Sr. Hayama. Sr. Hayama sempre foi uma pessoa que apesar de ser severo sempre permanecia calmo, fazer um ataque como esse era algo completamente inesperado.

— Sr. Hayama? — Xia se levantou assustada, gritando depois de se recuperar do choque. Ela estava preocupada que algo poderia acontecer a Kishito, ele não tinha força para resistir a um guerreiro como o Sr. Hayama.

Alicia também se levantou olhando para o que estava acontecendo. Ela ficou perplexa com aquilo. Mas ela não teve muito tempo para pensar nisso e decidiu apoiar Xia no que ela fosse fazer.

Já os outros que assistiam a cena não tiveram nenhuma reação e apenas continuaram sentados esperando para ver o que iria acontecer. Se eles olhassem para Yago até mesmo veriam um leve sorriso em seu rosto.

— Me diga a verdade, o que é você? — Sr. Hayama ignorou o grito da Xia e perguntou. Seu tom era pesado e em seus olhos continham intenção assassina.

Kishito se debatia para se soltar mas era em vão pois o Sr. Hayama era muito forte. Ele não conseguia respirar e tentava puxar ar para seus pulmões desesperadamente. Sem saber o que o homem à sua frente queria, ele se esforçou para tentar falar.

— Eu… não… sei… — O rosto do Kishito já estava ficando roxo e se debatia cada vez menos devido a perda de força.

— Não é essa resposta que eu quero ouvir.

Apertando o pescoço do Kishito, Sr. Hayama não estava mostrando nenhum sinal que iria soltar. Com o passar do tempo Kishito diminuía a resistência contra a força dele.

— Senhor, se continuar vai acabar o matando. — Xia estava preocupada e via a situação do Kishito piorar enquanto Sr. Hayama não o largava.

— Senhor ela está certa, acabamos de encontrar o pássaro de fogo se você matá-lo ficaremos sem um guardião. — Alicia também falou pelo bem do Kishito. Ela ainda estava tentando entender o que o Sr. Hayama estava tentando fazer ao atacar Kishito.

As palavras da Xia e da Alicia não pareciam fazer efeito pois eram ignoradas pelo Sr. Hayama. Olhando para a situação, Xia mordeu o canto do seu lábio e tomou uma decisão. Sob uma explosão de poder ela avançou em direção ao Sr. Hayama para impedir que Kishito fosse morto.

Vendo Xia avançando, Alicia ficou preocupada com a ação impulsiva dela. Essa não foi a primeira vez que Xia agia impulsiva quando era relacionado a Kishito e na última vez quase custou a vida dela nas mãos do Yuki.

“Dessa vez eu não vou deixar você sozinha.”

Na última vez Alicia achou que a impressão da Xia em relação a Kishito não era real levando-a a duvidar dela e por isso não a ajudou. O que levou Xia a ir contra algumas regras e sendo castigada pelo Sr. Hayama. Mas agora vendo que ela estava certa antes, Alicia decidiu que não iria mais duvidar da sua amiga. Então quando viu Xia avançar, ela a seguiu.

— FIQUEM QUIETAS!

Antes que pudessem chegar perto, Sr. Hayama gritou. Junto com seu grito uma pressão invisível feito de poder surgiu na sala e forçou Xia e Alicia a pararem. As duas garotas não conseguiam se mexer enquanto eram pressionadas por essa força. Na testa delas surgiram gotas de suor, o corpo delas tremiam e toda a força que usaram tinham desaparecido em apenas um instante.

Essa forte pressão foi criada por pura energia mana do corpo do Sr. Hayama, essa era uma força que podia ser usada apenas por guerreiros. Xia e Alicia poderiam usar essa força mas a intensidade delas era diferente do Sr. Hayama.

Um guerreiro como ele que está no campo de batalha há muito tempo podia pressionar elas a um ponto onde nem mesmo a deixavam se mexer. Somente com isso já poderia mostrar a diferença entre suas forças e mostrava que as ações da Xia e Alicia foram precipitadas.

— Não precisava fazer isso apenas para me ver.

Uma doce voz soou nos ouvidos de todos quando a pressão que envolvia Xia e Alicia dispersaram. Ouvindo a voz Sr. Hayama soltou o pescoço do Kishito deixando o cair no chão.

Uma pequena garota estava sentada no sofá onde antes Kishito estava, seu vestido vermelho se movimentava enquanto os pés da pequena garota balançavam por não conseguir encostar no chão. Seus olhos fitavam a todos enquanto ela permanecia com um grande sorriso no rosto.


Autor: Kanino   |   Revisor: Zezin   



Fontes
Cores